Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Universidade Federal do Espírito SantoSeminário Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo                 http:...
Linhas de Pesquisa _ Intervenção urbana e Arquitetura da cidade __ Patrimônio, Território e Planejamento Espacial _
Linha de Pesquisa _ Projeto de Pesquisa          _ Intervenção urbana e Arquitetura da cidade _  Cidade no Brasil: o papel...
Linha de Pesquisa _ Tema/ObjetoInstrumento [plano diretor, plano de bacia, enquadramento, tombamento]            Ferrament...
Linha de Pesquisa _ Projeto e Subprojeto de Pesquisa         _ Intervenção urbana e Arquitetura da cidade _ Ana Carolina R...
Linha de Pesquisa _ Projeto e subprojeto de Pesquisa      _ Patrimônio, Território e Planejamento Espacial _ Bruno Amaral ...
Cidade no Brasil:o papel do passado em intervenções urbanas, 1950-2010
Coordenador       RENATA HERMANNY DE ALMEIDA                    1ª FASE       Pesquisador - Iniciação Científica       JAQ...
TEMÁTICA:Relação entre tempo e forma, manifesta em pares temáticos como Antigo e Novo,Monumento e Cidade, Conservação e Ur...
METODOLOGIA:_ Levantamento, identificação, registro de intervenções (projeto e obra);_ Nomeação e o mapeamento de dominânc...
Jaqueline Pugnal da SILVA. Modelo de inserção de novaarquitetura em áreas urbanas diferenciadas.Experimentação na cidade d...
Ana Carolina Rodrigues de ANDRADE. Mapeamento de Situações de Inserçãode Nova Arquitetura em Contexto com Preexistência Cr...
O que é                       Vantagens                      Desvantagens              Interface              Serviço ofer...
Flávia Marcarine ARRUDA. A Inserção de Nova Arquitetura emContexto com Preexistência Crítica: Estudo da Obra do Escritório...
Objetivo:Reconhecer o posicionamento dos arquitetos pesquisados na incorporação de nova inserçãoformal em contextos urbano...
PATRIMÔNIO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL.UMA APROXIMAÇÃO À FORMULAÇÃO DA FIGURA DA SUSTENTABILIDADE.
Coordenador      RENATA HERMANNY DE ALMEIDA                Pesquisadores         BRUNO AMARAL ANDRADEBolsista de Iniciação...
Hipótese: necessidade de uma figura de aproximação ao território,provisoriamente denominada “figura da sustentabilidade”, ...
Pressupostos:          A natureza globalizada e centralizada dos processos deincorporação do território;          A nature...
Bruno Amaral de ANDRADE. Rio Santa Maria da Vitória, PatrimônioProtagonista do desenvolvimento regional de Santa Leopoldin...
Justificativa/Problema/Objetivo• O papel do rio Santa Maria da Vitória enquanto patrimônio protagonista de  desenvolviment...
Disponíveis em: http://www.mcm-sr.com.br/assistencia_tecnica.php?uf=es; http://ecobacia.org/regioes_es.html;
05 municípios:Santa Maria de JetibáSanta LeopoldinaCariacicaSerraVitória         Disponível em: <http://www.cesan.com.br/p...
Concentração urbana                                 – Santa Teresa                                                        ...
Ramona FAITANIN. O planejamento como instrumento de conciliação entre    a preservação e o desenvolvimento urbano: o caso ...
Enquadramento & Desenvolvimento: subsídio técnico-científico à integração sociedade e território na gestão da             ...
Coordenador Geral:      GISELE GIRARDI   Coordenadores técnicos:  EDMILSON COSTA TEIXEIRARENATA HERMANNY DE ALMEIDA DESIRE...
Pesquisadores:                    ELISA MACHADO TAVEIRA(Bolsa Desenvolvimento Tecnológico.Industrial _ FAPES/CNPq 2010-201...
OBJETIVO contribuir com aportes científicos para o processo de efetivação doenquadramento dos corpos hídricos, um novo mar...
Por PLANO DE BACIA entende-se um processo político de base técnicacontendo três fases interdependentes:_1 Definição dos ob...
Lorena        de     Andrade    Considerando     que       a    efetivação      doCASTIGLIONE.        Uso     e   enquadra...
Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba/MG e Guandu/ES – Patrimônio Natural
Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba/MG e Guandu/ES – Patrimônio Imaterial
Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba/MG e Guandu/ES – Patrimônio Material
Patri_Lab - Pesquisas Seminário PPGAU Março 2012
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Patri_Lab - Pesquisas Seminário PPGAU Março 2012

837 views

Published on

Trata-se da apresentação referente às pesquisas realizadas atualmente no Patri_Lab (DAU/UFES)

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Patri_Lab - Pesquisas Seminário PPGAU Março 2012

  1. 1. Universidade Federal do Espírito SantoSeminário Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo http://blog.ufes.br/patri_lab/ patri_lab@car.ufes.br Vitória _ 01 e 02 de Março de 2012
  2. 2. Linhas de Pesquisa _ Intervenção urbana e Arquitetura da cidade __ Patrimônio, Território e Planejamento Espacial _
  3. 3. Linha de Pesquisa _ Projeto de Pesquisa _ Intervenção urbana e Arquitetura da cidade _ Cidade no Brasil: o papel do passado em intervenções urbanas, 1950-2010. _ Patrimônio, Território e Planejamento Espacial _Patrimônio e Desenvolvimento. Uma aproximação à figura da sustentabilidade. Enquadramento & Desenvolvimento. Subsídio técnico científico à integração sociedade e território na gestão da bacia do rio Doce.
  4. 4. Linha de Pesquisa _ Tema/ObjetoInstrumento [plano diretor, plano de bacia, enquadramento, tombamento] Ferramenta [ recursos gráficos, geoinformação] Modelo & Metodologia [avaliação de impacto] _ Intervenção urbana e Arquitetura da cidade _ Antigo/Novo Arquitetura & Cidade Patrimônio & Confirguração Territorial Espaço & Identidade _ Patrimônio, Território e Planejamento Espacial _ Sociedade & Território Gestão Pública & Participação Social Patrimônio & Planejamento Espacial Cultura & Desenvolvimento Local
  5. 5. Linha de Pesquisa _ Projeto e Subprojeto de Pesquisa _ Intervenção urbana e Arquitetura da cidade _ Ana Carolina Rodrigues de ANDRADE. Mapeamento de Situações de Inserção de Nova Arquitetura em Contexto com Preexistência Crítica: estudo de caso na cidade de Sabará-MG. Flávia Marcarine ARRUDA. A Inserção de Nova Arquitetura em Contexto com Preexistência Crítica: Estudo da Obra do Escritório Marroquim Arquitetos Ltda. Giovanna Gonçalves SILVA. Categorização de Intervenções Urbanas no Brasil, 1950- 2010. Jaqueline Pugnal da SILVA. Modelo de inserção de nova arquitetura em áreas urbanas diferenciadas. Experimentação na cidade de Sabará/MG. PPGAU∕Ufes. Rodrigo Zotelli QUEIROZ. Desenvolver e Preservar. As novas ocupações e as alterações na configuração espacial dos Sítios Históricos Tombados no Espírito Santo.
  6. 6. Linha de Pesquisa _ Projeto e subprojeto de Pesquisa _ Patrimônio, Território e Planejamento Espacial _ Bruno Amaral de ANDRADE. Rio Santa Maria da Vitória, Patrimônio Protagonista do desenvolvimento regional de Santa Leopoldina. Ramona FAITANIN. O planejamento como instrumento de conciliação entre a preservação e o desenvolvimento urbano: o caso de Vitória. Lorena de Andrade CASTIGLIONE. Uso e ocupação do solo como reflexo da relação sociedade-território e suas implicações no enquadramento de corpos d’água. Irlan Lima PERINI. Mapeamento das interfaces entre formas sócio-ambientais e usos sócio-econômicos.
  7. 7. Cidade no Brasil:o papel do passado em intervenções urbanas, 1950-2010
  8. 8. Coordenador RENATA HERMANNY DE ALMEIDA 1ª FASE Pesquisador - Iniciação Científica JAQUELINE PUGNAL DA SILVA 2ª FASE Pesquisador PPGAU/Ufes JAQUELINE PUGNAL DA SILVA Pesquisador – Iniciação Científica BRUNO AMARAL ANDRADE - Voluntário TATIANA VIRGÍLIO - Voluntário VANESSA DA SILVA IMBERTTI - Voluntário 3ª FASE Pesquisador - PPGAU/Ufes JAQUELINE PUGNAL DA SILVA Pesquisador - Iniciação CientíficaANA CAROLINA RODRIGUES DE ANDRADE - PIVIC GIOVANNA GONÇALVES SILVA– PIVIC FLÁVIA MARCARINE ARRUDA- Voluntário
  9. 9. TEMÁTICA:Relação entre tempo e forma, manifesta em pares temáticos como Antigo e Novo,Monumento e Cidade, Conservação e Urbanização, Transformação e Permanência.OBJETIVO GERAL:Analisar intervenções urbanas promovidas em cidades brasileiras, no decorrer da segundametade do século XX, visando compreender os paradoxos da cidade brasileira, emtemporalidade circunscrita pela problemática da relação entre tradição e inovação.OBJETIVOS ESPECÍFICOS:_ Reconhecer como cada arquiteto, a cada projeto, faz chegar o novo em cada lugar,alterando, portanto, as relações existentes;_ Contribuir para o debate do papel do passado na configuração da cidade brasileira;_ Elaborar referencial interpretativo apropriado às particularidades urbano-arquitetônicasbrasileiras.
  10. 10. METODOLOGIA:_ Levantamento, identificação, registro de intervenções (projeto e obra);_ Nomeação e o mapeamento de dominâncias temáticas, como matrizes disciplinares,valores e significados da arquitetura do passado, instrumentos urbanísticos, e estratégiasde conservação;_ Categorização das intervenções, adotando como referência central Francisco de Graciaem Construir en lo Construido: La arquitectura como modificación;_ Pesquisa histórica e teórica acerca da dialética Antigo-Novo .
  11. 11. Jaqueline Pugnal da SILVA. Modelo de inserção de novaarquitetura em áreas urbanas diferenciadas.Experimentação na cidade de Sabará/MG. Objetivos _Compreender a relação Antigo/Novo na constituição da cidade; _Investigar as situações de inserção de novas edificações em áreas diferenciadas; _Identificar a atuação do IPHAN; _Sistematizar a relação por meio da criação de um modelo para futuras intervenções em cidades diferenciadas.
  12. 12. Ana Carolina Rodrigues de ANDRADE. Mapeamento de Situações de Inserçãode Nova Arquitetura em Contexto com Preexistência Crítica: estudo de caso nacidade de Sabará-MG.Objetivo: Discutir o uso dos recursos gráficos como suporte aoplanejamento urbano em áreas diferenciadas, e mais precisamente, ainserção de nova arquitetura.Base para estudo: Sabará, no Estado de Minas Gerais, Brasil. Legenda: Edificações tombadas Rua Dom Pedro II (conjunto tombado) Mapa da cidade de Sabará com a indicação dos bens tombados a nível federal.
  13. 13. O que é Vantagens Desvantagens Interface Serviço oferecido pela Possibilidade de realizar um Google através de seu passeio virtual por diversos Não se sabe como se dará aGoogle Street View (GSV) sistemas de lugares. atualização do monitoramento, e mapeamento (Gloogle O GSV possibilita a visão de assim, em alguns anos, as Maps), permitindo o 360º em sentido horizontal e imagens estarão desatualizadas. monitoramento de ruas, 290º em sentido vertical, Muitos locais ainda não foram bairros, cidades e simulando um passeio mapeados. países. virtual. Difícil manuseio. Requer tempo para mapear umaCityEngine Utilização em estudos região. Software para criação urbanos. Requer programa específico de volumes em 3D. Ferramentas aprimoradas. instalado no computador em uso. Apenas as versões mais antigas podem ser baixadas pela internet. Difícil manuseio. Requer tempo para mapear umaUrbanSim Utilização em estudos região. Software de urbanos. Requer programa específico modelagem 3D. Ferramentas aprimoradas. instalado no computador em uso. Apenas as versões mais antigas podem ser baixadas pela internet. Com a opção satélite,Google Maps Mapa político e podem-se localizar rodoviário, com edificações, terrenos vazios, Atualizações a cada 2 anos. informações adicionais criar rotas, isso, por meio de gerados por satélite. imagens nítidas. Serviço gratuito.Wikimapps Serviço online, sendo Permite o compartilhamento O programa está em criado a partir de de informações diversas. desenvolvimento, e algumas mapas digitais (Google Facilidade de manuseio. ferramentas não estão Maps). Serviço gratuito. completamente em execução.
  14. 14. Flávia Marcarine ARRUDA. A Inserção de Nova Arquitetura emContexto com Preexistência Crítica: Estudo da Obra do EscritórioMarroquim Arquitetos Ltda.
  15. 15. Objetivo:Reconhecer o posicionamento dos arquitetos pesquisados na incorporação de nova inserçãoformal em contextos urbanos diferenciados por particularidades históricas, culturais eambientais. Centro de educação Dom João Batista
  16. 16. PATRIMÔNIO E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL.UMA APROXIMAÇÃO À FORMULAÇÃO DA FIGURA DA SUSTENTABILIDADE.
  17. 17. Coordenador RENATA HERMANNY DE ALMEIDA Pesquisadores BRUNO AMARAL ANDRADEBolsista de Iniciação Científica - 2011-2012_CNPq RAMONA FAITANIN PPGAU – 2010-2012 – Bolsa CAPES
  18. 18. Hipótese: necessidade de uma figura de aproximação ao território,provisoriamente denominada “figura da sustentabilidade”, como fundamento paraa articulação das dimensões do Patrimônio e do Território.Objetivo: Desenvolvimento de uma ampliação da abordagem de estruturas sócio-ambientais, particularmente por seu reconhecimento enquanto lócus privilegiadopara a articulação das dinâmicas da permanência de espaços de valorpatrimonial e da transformação do território, em uma tripla dimensão: social,econômica e ambiental.
  19. 19. Pressupostos: A natureza globalizada e centralizada dos processos deincorporação do território; A natureza mercadológica e museológica das iniciativasconservacionistas do Patrimônio; A natureza de consumo cultural e de consenso social do culto doPatrimônio.
  20. 20. Bruno Amaral de ANDRADE. Rio Santa Maria da Vitória, PatrimônioProtagonista do desenvolvimento regional de Santa Leopoldina [ES].
  21. 21. Justificativa/Problema/Objetivo• O papel do rio Santa Maria da Vitória enquanto patrimônio protagonista de desenvolvimento regional.• A problemática: a perda desse protagonismo do rio, após um auge sócioeconomico no século XIX e início do XX.• Os recortes sócio-espaço-temporais (ANDRADE, 2006), para análise analógica são o do período próspero da colônia de Santa Leopoldina entre meados do século XIX e início do XX, e o da contemporaneidade.• Objetivo do subprojeto (Agosto/2011 – Fevereiro/2012) é reflexionar a cerca das transformações ocorridas no território orientado pela antiga colônia de Santa Leopoldina, através do aprofundamento na temática, constituição conceitual e reconhecimento do objeto (SCHWARZ, 1992). Palavras chave: Rio Santa Maria da Vitória, Patrimônio, Desenvolvimento Territorial, Santa Leopoldina (ES).
  22. 22. Disponíveis em: http://www.mcm-sr.com.br/assistencia_tecnica.php?uf=es; http://ecobacia.org/regioes_es.html;
  23. 23. 05 municípios:Santa Maria de JetibáSanta LeopoldinaCariacicaSerraVitória Disponível em: <http://www.cesan.com.br/page.php?25>.
  24. 24. Concentração urbana – Santa Teresa Mapeamento do território em estudo referenciado pela bacia hidrográfica do rio Santa Maria da Vitória. Eixo principal do rio Santa Maria da Vitória RodoviasConcentração urbana– Santa Maria deJetibá Concentração urbana – Santa Leopoldina Concentração urbana – Cariacica
  25. 25. Ramona FAITANIN. O planejamento como instrumento de conciliação entre a preservação e o desenvolvimento urbano: o caso de Vitória.Tema central: o patrimônio urbano, no contexto de seu desenvolvimento epreservação a partir do acordo proporcionado pelos planos urbanos. Nestecontexto, o centro velho de Vitória é adotado como base empírica da investigação.
  26. 26. Enquadramento & Desenvolvimento: subsídio técnico-científico à integração sociedade e território na gestão da bacia do rio Doce.
  27. 27. Coordenador Geral: GISELE GIRARDI Coordenadores técnicos: EDMILSON COSTA TEIXEIRARENATA HERMANNY DE ALMEIDA DESIREE CIPRIANO RABELO
  28. 28. Pesquisadores: ELISA MACHADO TAVEIRA(Bolsa Desenvolvimento Tecnológico.Industrial _ FAPES/CNPq 2010-2011 Pesquisadora Associada 2011-2012 IRLAN LIMA PERINI PIBIC _ Ufes – 2011-2012 KARLA LIBARDIBolsa Desenvolvimento Tecnológico Industrial _ FAPES/CNPq 2011-2012 LAURA QUARENTEI Bolsa Desenvolvimento Tecnológico Industrial _ FAPES/CNPq 2010 LORENA ANDRADE CASTIGLIONE(Bolsa Desenvolvimento Tecnológico Industrial _ FAPES/CNPq 2011-2012 TAISA Bolsa de Iniciação Científica – 2010-2012_FAPES/CNPq
  29. 29. OBJETIVO contribuir com aportes científicos para o processo de efetivação doenquadramento dos corpos hídricos, um novo marco da organização doterritório, na medida em que implica em um pacto sócio-institucional deresponsabilidade sobre a qualidade e a quantidade de águas. Está estruturadoem EIXOS DE INVESTIGAÇÃO:Eixo 1_ Uso e ocupação do solo;Eixo 2_ Articulação interinstitucional comunicação e mobilização social;Eixo 3_ Integração de políticas de gestão territorial.
  30. 30. Por PLANO DE BACIA entende-se um processo político de base técnicacontendo três fases interdependentes:_1 Definição dos objetivos e metas - Aonde se quer chegar ou ainda, adefinição dos usos futuros das águas por trecho da bacia hidrográfica –ENQUADRAMENTO;_2 Identificação do conjunto de ações estratégicas e as condições técnicasnecessárias para sua execução;_3 Viabilidade social, cultural, ambiental, econômica e financeira.O ENQUADRAMENTO, como primeiro passo de qualquer processo deplanejamento dos usos das águas, é o instrumento por excelência de gestãoparticipativa dos recursos hídricos.
  31. 31. Lorena de Andrade Considerando que a efetivação doCASTIGLIONE. Uso e enquadramento de corpos d’água relaciona-seocupação do solo como diretamente com a utilização que se faz das terrasreflexo da relação sociedade- da bacia e com as ações e os atores sociais, oterritório e suas implicações projeto tem como objetivo geral analisar o uso eno enquadramento de corpos ocupação do solo atual, suas tendências e asd’água. forças que o comandam ou nele interferem. Como objetivo específico, pretende-se aIrlan Lima PERINI. elaboração de cartografia relativa às interfacesMapeamento das interfaces entre formas sócio-ambientais e usos sócio-entre formas sócio- econômicos, objetivando a constituição deambientais e usos sócio- mapeamento territorial balizador de reflexões eeconômicos. decisões relacionadas ao enquadramento de corpos d’água e ao planejamento territorial.
  32. 32. Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba/MG e Guandu/ES – Patrimônio Natural
  33. 33. Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba/MG e Guandu/ES – Patrimônio Imaterial
  34. 34. Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba/MG e Guandu/ES – Patrimônio Material

×