Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Facilitador: Oswaldo Galvão Filho TH – Cromoterapeuta – CRT: 33.428 Email: oswaldo.cromoterapia@gmail.com Tels: 55 11 2440...
<ul><li>Unesco  –  O rganização das  N ações   U nidas para a  E ducação , a  C iência  e a  C ultura </li></ul><ul><li>Co...
PROGRAMAÇÃO <ul><li>MÓDULO I </li></ul><ul><li>O que é Cromoterapia </li></ul><ul><li>Mecanismo da Cromoterapia </li></ul>...
O que é Cromoterapia? <ul><li>Arte-ciência  de  reintroduzir  diversas  cores  no  organismo humano . </li></ul><ul><li>Pr...
Vantagens da Cromoterapia <ul><li>Terapia de baixo custo </li></ul><ul><li>Acessível a qualquer pessoas </li></ul><ul><li>...
A História Antiga da Cromotera pia <ul><li>Medicina  no Egito data de 2800 a.C. </li></ul><ul><li>IMHOTEP , Pai Universal ...
A História Moderna da Cromoterapia <ul><li>1840 - Goethe  lança sua obra “ Teoria das Cores “ (nível físico, mental e emoc...
A História Contemporânea da Cromoterapia <ul><li>1961 – Jacob Liberman , autor da obra  “Luz a Medicina do Futuro” </li></...
Novo Paradigma Holístico <ul><li>Do  grego holos  significa  todo ,  inteiro ,  integral ,  totalidade ,  realidade . O pr...
O Choque de Paradigmas: Mecânica Newtoniana x Mecânica Quântica <ul><li>O  modelo newtoniano  do  velho mundo  presume que...
Visão Einsteiniana dos Sistemas Vivos <ul><li>Os  médicos  vêem o  corp o como uma espécie de  grandiosa máquina  controla...
O Mecanismo da Cromoterapia <ul><li>Irradiando determinado ponto do  organismo físico  com uma determinada  cor , ou seja,...
Os Princípios Físicos da Cromoterapia <ul><li>As  ondas eletromagnéticas  são as  forças  mais importantes existentes na  ...
A Teoria das Células <ul><li>Como a aplicação de determinada cor ou cores pode restabelecer um organismo? </li></ul><ul><l...
HOMO SAPIENS PHOTO SAPIENS
A Cor Luz Podem Realmente Curar? <ul><li>Pesquisadores Russos  e  Norte-Americanos </li></ul><ul><li>Estudaram os  efeitos...
A Cor Luz Podem Realmente Curar? <ul><li>Pesquisador biofísico alemão dr. Fritz  A. Popp </li></ul><ul><li>As  células  em...
HELIO TERAPIA   -   O Sol,  o grande remédio
CAMPOS ENERGÉTICOS MULTIDIMENSIONAL Campo da Repercussão Mental Aura Sutil AURA CÓSMICA Centros Energéticos ou Chakras  Ps...
Diagnóstico Radiestésico Holísti co
Associações Neurofisiológicas e Endócrinas dos Chakras
<ul><li>Uma  dor  pode ser  debelada , basicamente, com a cor  azul .  </li></ul><ul><li>Contudo, se aliarmos a cor  azul ...
As Cores dos Alimentos <ul><li>Dr. Gabriel Cousens </li></ul><ul><li>As Cores dos Alimentos que ingerimos entram em  resso...
A Cor nas Roupas  <ul><li>Dr. Pauline Willis </li></ul><ul><li>Usadas conforme seu estado de humor e problema de saúde.  <...
<ul><li>A nossa  atitude mental , no ato da  projeção , se temos  conhecimento  e  consciência , do que estamos fazendo ob...
Aplicação com Lâmpadas <ul><li>O uso das  lâmpadas  foi o recurso que conseguimos encontrar para tentarmos realizar o cham...
Na Cromoterapia uma das aplicações mais importantes, é a realizada sobre a  corrente sangüínea , dividida em  4 estágios ,...
Sistema Nervoso Central (SNC)  Aplica-se  a lâmpada Verde, Azul e Rosa forte (30 segundos cada), no sistema nervoso centra...
<ul><li>Anamnese Holística </li></ul><ul><li>A Anamnese Holística é uma composto de dados e informações do paciente, desti...
Workshops/Palestras /Cursos Contato:  Oswaldo Galvão Filho Tels: 55 11 2440 7927 / 8464 5374 Email: oswaldo.cromoterapia@g...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Curso de Cromoterapia, Terapia Complementar, Cores, Cromoterapia

15,417 views

Published on

Prof. Oswaldo Galvão Filho, especialista em cromoterapia. Contatos para palestras e cursos: 11 98464-5374 WhatsApp, email: oswaldo.cromoterapia@gmail.com
https://www.facebook.com/cromoterapiaclinica/

Published in: Health & Medicine

Curso de Cromoterapia, Terapia Complementar, Cores, Cromoterapia

  1. 1. Facilitador: Oswaldo Galvão Filho TH – Cromoterapeuta – CRT: 33.428 Email: oswaldo.cromoterapia@gmail.com Tels: 55 11 2440 7927 / 8464 5374 Apresentação Curso de Cromoterapia
  2. 2. <ul><li>Unesco – O rganização das N ações U nidas para a E ducação , a C iência e a C ultura </li></ul><ul><li>Conferência Internacional de Atendimentos Primários em Saúde de 1962 </li></ul><ul><li>É reconhecida pela OMS – O rganização M undial da S aúde em 1976 </li></ul><ul><li>Diretor Geral da W orld H ealth O rganization- WHO , Dr. Halfdan Mahler </li></ul><ul><li>Diretor do Programa de Medicinas Tradicionais da OMS , Dr. Robert Bannerman . </li></ul>
  3. 3. PROGRAMAÇÃO <ul><li>MÓDULO I </li></ul><ul><li>O que é Cromoterapia </li></ul><ul><li>Mecanismo da Cromoterapia </li></ul><ul><li>Paradigma Holístico </li></ul><ul><li>MÓDULO II </li></ul><ul><li>Visão Einsteniana </li></ul><ul><li>O Princípio da Holografia </li></ul><ul><li>Princípios Físicos da Cromoterapia </li></ul><ul><li>A Teoria das Cores </li></ul><ul><li>MÓDULO III </li></ul><ul><li>Noções Básicas de Ciências </li></ul><ul><li>MÓDULO IV </li></ul><ul><li>Sistema Energético Multidimensional </li></ul><ul><li>A Energética da Cromoterapia </li></ul><ul><li>Projeciologia </li></ul><ul><li>MÓDULO V </li></ul><ul><li>As Cores e suas Funções </li></ul><ul><li>Como Projetar as Cores Mentalmente </li></ul><ul><li>MÓDULO VI </li></ul><ul><li>Anatomia Humana </li></ul><ul><li>MÓDULO VII </li></ul><ul><li>A Aplicação Cromoterápica </li></ul><ul><li>Anamnese Holística </li></ul><ul><li>Estágio </li></ul>
  4. 4. O que é Cromoterapia? <ul><li>Arte-ciência de reintroduzir diversas cores no organismo humano . </li></ul><ul><li>Promover a saúd e, o equilíbrio e o bem-estar geral . </li></ul><ul><li>A freqüência da luz-cor é absorvida pelas células ( olhos e peles ). </li></ul><ul><li>Biofísico alemão Dr. Fritz A. Popp – Prêmio Nobel “ A Linguagem das Células – “ Quantum de Luz “ ou “ Biofótons “. </li></ul><ul><li>Os seres humanos são influenciados tanto pela luz solar como por freqüências luminosas do espectro limitado emitidas por lâmpadas elétricas incandescentes ou fluorescentes . </li></ul>
  5. 5. Vantagens da Cromoterapia <ul><li>Terapia de baixo custo </li></ul><ul><li>Acessível a qualquer pessoas </li></ul><ul><li>Reconhecida pela OMS como uma terapia não invasiva </li></ul><ul><li>Utiliza elementos naturais como: exposição à luz solar e água energizada </li></ul><ul><li>Lâmpadas incandescente (coloridas) ou fluorescente </li></ul><ul><li>Auto-equilíbrio mento-eletromagnética da cor-luz </li></ul>
  6. 6. A História Antiga da Cromotera pia <ul><li>Medicina no Egito data de 2800 a.C. </li></ul><ul><li>IMHOTEP , Pai Universal da Medicina </li></ul><ul><li>HIPÓCRATES (460-377 a.C) fundou a 1º. Escola de Medicina na Grécia - Juramento Médico baseado nos escritos IMHOTEP </li></ul><ul><li>Dr. Paul Galioughi , autor do livro “ La Médicine des Pharaons ” os (sacerdotes-médicos tratavam os doentes com as cores ) </li></ul><ul><li>Heródoto , fundador da cidade grega Heliópolis , pai da helioterapia </li></ul><ul><li>As civilizações antigas fizeram uso das cores para tratamento de saúde </li></ul><ul><li>A Cromoterapia está ligada ao antigo Egito assim como a própria Medicina </li></ul>
  7. 7. A História Moderna da Cromoterapia <ul><li>1840 - Goethe lança sua obra “ Teoria das Cores “ (nível físico, mental e emocional) </li></ul><ul><li>1876 - Augustus J. Pleasanton publica o livro “ Luzes do Sol e Azuis ”, e seus efeitos no Sistema Endócrino e nos Órgãos Secretivos </li></ul><ul><li>1877 - Dr. Seth Pancoast , “ Luzes Vermelhas e Azuis ”, poder bactericida da Luz Violeta </li></ul><ul><li>1878 – Dr. Ewin Babbit , “ Os Princípios da Luz e da Cor ”, poder bactericida da Luz Ultravioleta . Influência da luz na produção de Vitamina D e tratamento de Raquitismo </li></ul><ul><li>1920 - Dinshah P. Ghadiali funda o “ Spectro-Chrome Institute ”, destinado a treinar médicos e outros terapeutas, na “ terapia da luz e da cor ”. </li></ul><ul><li>1933 – Ghadiali , “ Spectro-Chrome Metry Encyclopedia ”. O corpo humano constituído de muitos elementos químicos, também deve absorver luz de uma dada freqüência e emití-la ao exterior, através do campo eletromagnético que envolve o corpo . </li></ul><ul><li>1938 – Dr. Spitler dá sustentação e base científica ao surgimento de uma nova terapia não invasiva que revolucionária a medicina: a Terapia da Luz (cromoterapia) </li></ul>
  8. 8. A História Contemporânea da Cromoterapia <ul><li>1961 – Jacob Liberman , autor da obra “Luz a Medicina do Futuro” </li></ul><ul><li>Década de 70, Dr. Robert Gerard - tese de psicologia, sentimentos e emoções são influenciados pela visão das cores e o Sistema Nervoso Autônomo . </li></ul><ul><li>Dr. Harry Wohlfarth , influência das cores no SNA , pressão arterial , freqüência respiratória e cardíaca . </li></ul><ul><li>Dr. Max Lücher , descobriu que a cor está associada a um Estado Mental e a um Estado de Equilíbrio Hormona l. </li></ul><ul><li>Dr. Jacob Liberman , “Luz a medicina do futuro” </li></ul><ul><li>1982, Dra. Sharon McDonald – Artrite Reumatóide , à exposição com a Luz Azul. </li></ul><ul><li>1985, Dr. John Ott – “ Explorando o Espectro ”, efeitos dos comprimentos de onda à nível celular , em organismos animais e vegetais , mutação do DNA , casos de câncer e na AIDS . </li></ul><ul><li>Dra. Smith Sonneborn , professora de zoologia e fisiologia, recuperar as células danificadas e rejuvenescer as envelhecidas ( cancerosas ) </li></ul><ul><li>1989, Dr. J. Reiter , melatonina , o hormônio e neurotransmissor liberado pela glândula pineal . A melatonina é produzida pela glândula pineal e regulada pelo ciclo diário de claro e escuro ( ritmo circadiano ). </li></ul>
  9. 9. Novo Paradigma Holístico <ul><li>Do grego holos significa todo , inteiro , integral , totalidade , realidade . O prefixo integra o novo paradigma holístico . </li></ul><ul><li>Paradeigma = do grego: padrão – Novo Paradigma : Uma mudança profunda no pensamento, percepção e valores que formam uma determinada visão da realidade. </li></ul><ul><li>A visão holística apresenta uma resposta inteligente à crise global gerada pela visão mecanicista. </li></ul><ul><li>O paradigma holístico teve como ponto de partida o postulado evidenciado por Jan Smuts (1926) do continuum matéria-vida-mente. </li></ul><ul><li>A abordagem holística é inclusiva, ao considerar interdependência entre as partes e o todo, numa integrativa cosmovisão , que considera a dinâmica todo-e-as-partes . </li></ul><ul><li>A abordagem holística da realidade se fundamenta na holologia e na holopráxis . A holologia consiste na teoria da experimentação do modelo holístico, consoante a critérios científicos rigorosos. </li></ul><ul><li>A holopráxis consiste num conjunto de método experimentais que conduzem à vivência holística . </li></ul>
  10. 10. O Choque de Paradigmas: Mecânica Newtoniana x Mecânica Quântica <ul><li>O modelo newtoniano do velho mundo presume que, se você conhecer todas as peças de uma máquina , então você poderá c onsertá-la ou construir uma nova máquina (isto é, o todo dever ser igual à soma de suas partes). </li></ul><ul><li>O modelo newtoniano de medicina do velho mundo deixa de apreciar coisas aparentemente intangíveis como emoção , consciência e a energia e força vital da alma e do espírito . </li></ul><ul><li>Medicina psicossomática terem procurado estudar as relações psicológicas entre o cérebro e o corpo durante diversos estados emocionais ou estressantes , poucos conseguiram apreciar plenamente o quadro maior e ver o ser humano como sistema dinâmico de energia formando corpo , mente e espírito . </li></ul><ul><li>As nossas células também são alimentada s por um fluxo contínuo de energia da força vital . </li></ul><ul><li>A consciência não é simplesmente um subproduto do processamento de sinais elétricos e químicos pelo cérebro humano . </li></ul><ul><li>A consciência é, ela própria, uma espécie de energia . De certa forma, a consciência assemelha-se um pouco a uma “alma da máquina” . Não somos simplesmente o sofisticado biocomputador biológico formado pelo cérebro e pelo sistema nervoso . </li></ul><ul><li>A consciência humana tem propriedades semelhantes às do espírito , as quais lhe permitem residir não apenas no cérebro humano mas ir além do próprio corpo . </li></ul>
  11. 11. Visão Einsteiniana dos Sistemas Vivos <ul><li>Os médicos vêem o corp o como uma espécie de grandiosa máquina controlada pelo Cérebro e pelo Sistema Nervoso Autônomo : o supremo computador biológico . </li></ul><ul><li>Os terapeutas holísticos vêem os seres humanos como c omplexos Sistemas Biológicos em interação dinâmica com uma série de campos interpenetrantes de energia vital ... </li></ul><ul><li>O Paradigma Einsteiniano , quando aplicado à Cromoterapia , vê os seres humanos como redes de complexos campos de energia em contato com os Sistemas Físico e Celular . </li></ul><ul><li>A Cromoterapia utiliza formas específicas de energia para atuar de forma positiva sobre os Sistemas Energéticos que possam estar desequilibrados devido às “doenças”. </li></ul><ul><li>Ao reequilibrar os Campos de Energias que ajudam a regular a Fisiologia Celular , os Cromoterapeutas procuram restaurar a ordem a partir de um nível mais elevado do funcionamento humano . </li></ul><ul><li>O reconhecimento de que toda matéria é energia constitui a base para compreendermos por que os seres humanos podem ser considerados Sistemas Energéticos Dinâmicos . </li></ul>
  12. 12.
  13. 13. O Mecanismo da Cromoterapia <ul><li>Irradiando determinado ponto do organismo físico com uma determinada cor , ou seja, um determinado comprimento de onda , as células , pelo processo de ressonância , transmite aos órgãos de coordenação endócrina (ás nossas glândulas endócrinas ) no cérebro uma determinada informação. </li></ul><ul><li>No instante que o cérebro recebe está informação específica, relacionada sempre a um processo patológico mental ou físico , ele (o cérebro ) “manda” está informação para o seu destino, reequilibrando assim a harmonia das células . </li></ul><ul><li>A razão para isto é que as freqüências das vibrações eletromagnéticas , mesmo a menor das partículas , se tornam efetivos no nosso corpo como informações. </li></ul><ul><li>Um artigo sobre o emprego da luminosidade das células por diagnóstico, publicado em 2001 pela Universidade do Texas , diz o seguinte: </li></ul><ul><li>“ As células vivas emitem comprimentos de ondas diferentes e luz invisível, conforme o seu estado de saúde”. </li></ul><ul><li>Quando um tecido é atingido por um fino raio de luz , ele penetra no tecido . Moléculas do tecido absorvem a luz e naturalmente precipitam os elétrons a altos níveis de energia . </li></ul><ul><li>Quando os elétrons decaem , em um processo chamado de fluorescência , eles emitem luz invisível perto das partes ultravioleta e infravermelho do espectro eletromagnético . Isto comprova mais uma vez que as cores entre o ultravioleta e infravermelho são também curativas ( cores do arco-íris ). </li></ul>
  14. 14. Os Princípios Físicos da Cromoterapia <ul><li>As ondas eletromagnéticas são as forças mais importantes existentes na natureza . Elas influenciam no metabolismo , no crescimento, Na liberações dos hormônios e na dor. </li></ul><ul><li>Pesquisa muito dispendiosa nos EUA sob a direção do Prof. Burr , da Faculdade de Medicina da Universidade de Yale, contou com a colaboração de cientistas de universidades , exército e marinha de 1940 à 1945, pode ser resumido em: </li></ul><ul><li>“ Todo organismo vivo possui campos elétricos e, conseqüentemente, campos magnéticos de natureza complexa. Esses campos desaparecem completamente com a morte” . </li></ul><ul><li>Em 1936 , Gustav Stromberg , um astrônomo do Observatório de Monte Wilson e biólogo do Instituto Carnegie de Washington , apresentou em seu livro “ A Alma do Universo ” teses bem elaboradas de acordo com as quais a estrutura e o desenvolvimento dos seres vivos estariam ligados a um determinado “ Sistema de Ondas Imateriais ”, que ele chamou de “ Campo Vivo ”. </li></ul><ul><li>Este campo teria a capacidade de formar agregados de moléculas extremamente complexos e transformá-los em matéria viva. </li></ul>
  15. 15. A Teoria das Células <ul><li>Como a aplicação de determinada cor ou cores pode restabelecer um organismo? </li></ul><ul><li>Fritz A. Popp, Biofísico Alemão – Premio Nobel </li></ul><ul><li>“ Todas as células de um organismo vivo são luminosas, se comunicam entre si e respondem à irradiação de cores”. </li></ul><ul><li>Cada célula de um organismo vivo irradia uma luz muito fraca chamada “quantum de luz” ou “biofóton . </li></ul><ul><li>A emissão de biofótons representa um campo de força que abrange todo organismo e influência grandemente os acontecimentos bioquímicos. </li></ul><ul><li>De acordo com Popp , é através deste campo de energia que o organismo pode ser influenciado , bem ou mal . Isto tanto vale para medicamentos , com também para todas as substâncias na alimentação e no ambiente , já que mínimas quantidades de vibrações eletromagnéticas são informações absorvidas pelo organismo . </li></ul><ul><li>Popp denomina estes sinais luminosos de “a linguagem celular”. </li></ul>
  16. 16. HOMO SAPIENS PHOTO SAPIENS
  17. 17. A Cor Luz Podem Realmente Curar? <ul><li>Pesquisadores Russos e Norte-Americanos </li></ul><ul><li>Estudaram os efeitos biológicos em seres humanos por l uzes de diferentes freqüências . </li></ul><ul><li>A luz vermelha coerente produzida por um laser de hélio ou néon ou, até mesmo, as luzes vermelha e infravermelha incoerentes , têm sido usadas com SUCESSO para: ESTIMULAR a REGENERAÇÃO da PELE e das CÉLULAS SANGÜÍNEAS em regiões expostas aos RAIOS VERMELHOS. </li></ul><ul><li>Também aumenta os níveis teciduais de oxigênio e melhora o relaxamento muscular e, até mesmo, redução dos níveis de dor nas áreas do corpo diretamente expostas à luz vermelha . </li></ul><ul><li>A luz monocromática acelera os processos metabólicos . Minúsculas fotorreceptores no nível molecular e celular, estimuladas por freqüências de luz monocromáticas aumenta a produção de DNA e RNA, acelerando a síntese de proteínas e de colágeno e aumentando o crescimento e divisão celular . </li></ul><ul><li>Rápida regeneração e cura das células e tecidos danificados . </li></ul><ul><li>Os efeitos diretos da luz podem afetar tanto os nossos sistemas de energia sutil quanto os nossos corpos espirituais . </li></ul>
  18. 18. A Cor Luz Podem Realmente Curar? <ul><li>Pesquisador biofísico alemão dr. Fritz A. Popp </li></ul><ul><li>As células emitem “biofótons” ou pacotes de luz gerados biologicamente . </li></ul><ul><li>A luz emitida pelas células é parte do sistema de comunicações de “base luminosa” que, no interior do corpo , transmite importantes informações biológicas entre células adjacentes ou próximas. </li></ul><ul><li>As hélices duplas do DNA celular que não apenas emitem esses fótons ultravioleta como também recebem de forma similar ao que ocorre numa antena em espiral. </li></ul><ul><li>As células do nosso corpo comunicam-se por luz , os seres humanos são fortemente influenciados tanto pela luz solar como por freqüências luminosas de espectro limitado emitidas por lâmpadas elétricas incandescentes ou fluorescentes usadas na iluminação de residências e locais de trabalho. </li></ul><ul><li>A luz solar é fundamental para a saúde e o bem-estar das pessoas . </li></ul><ul><li>A luz é um nutriente vital para nosso corpo. </li></ul><ul><li>Somos “seres luz” numa variedade de níveis. </li></ul><ul><li>O psicólogo e fototerapeuta dr. Briam Breiling </li></ul><ul><li>Refere-se aos seres humanos não apenas como Homo Sapiens , mas também como Photo Sapiens . </li></ul><ul><li>A luz solar ultravioleta do Sol é um ingrediente fundamental na produção de Vitamina D pelo nosso corpo . E sem a Vitamina D , a absorção e a utilização do cálcio não poderiam ocorrer da forma necessária para a manutenção da saúde dos ossos . </li></ul>
  19. 19. HELIO TERAPIA - O Sol, o grande remédio
  20. 20. CAMPOS ENERGÉTICOS MULTIDIMENSIONAL Campo da Repercussão Mental Aura Sutil AURA CÓSMICA Centros Energéticos ou Chakras Psicossoma ou Perispírito Plexo Solar Corpo Físico Duplo Etérico/C orpo Etérico Deslocamento dos Corpos Sutis Campo Vibratório 60 40 30 15 cm
  21. 21.
  22. 22. Diagnóstico Radiestésico Holísti co
  23. 23. Associações Neurofisiológicas e Endócrinas dos Chakras
  24. 24. <ul><li>Uma dor pode ser debelada , basicamente, com a cor azul . </li></ul><ul><li>Contudo, se aliarmos a cor azul a outros tipos de onda colorida , iremos não só aumenta r a força de restauração , como também acelerar as r espostas biológicas . Usando somente o azul , estaríamos eliminando apenas o efeito ou o sintoma , enquanto que o objetivo é eliminar , principalmente, a causa . </li></ul><ul><li>Exemplo : uma dor muscular na perna , exige toda a abrangência possível em seu tratamento, uma vez que pode não ser apenas uma dor muscular , mas reflexo de um outro problema a nível de nervos , veias e artérias , rede linfática e até ossos . </li></ul><ul><li>Atendendo a todas as hipóteses, além da competente troca de energias ( retirada e reposição no local afetado ), trabalharíamos assim: VERDE / relaxante e anti-inflamatório , AZUL / analgésico e regenerador , AMARELO / fortalecedor da estrutura . </li></ul><ul><li>Racionando quanto ao ponto de partida para montarmos um tratamento : AZUL /ponto de partida para todo processo regenerativo , VERDE /em processos inflamatórios e infecciosos , AMARELO /nos casos de fortalecimento da matéria , ROSA / ativador da corrente sangüínea , LILÁS / cauterizador de infecções , LARANJA / energia densa na estrutura óssea e no traumatismo muscular , ÍNDIGO / coagulante na corrente sangüínea . </li></ul>A Cor e sua Aplicação
  25. 25.
  26. 26. As Cores dos Alimentos <ul><li>Dr. Gabriel Cousens </li></ul><ul><li>As Cores dos Alimentos que ingerimos entram em ressonância e fornecem a energia sutil das cores . </li></ul><ul><li>Vermelho : tomate, repolho vermelho , beterraba, frambroesa, cereja vermelha, pimentão vermelho, groselha vermelha, ameixa vermelha e maça vermelha. </li></ul><ul><li>Laranja : laranja e suco de laranja, cenoura e suco de cenoura, manga, tangerina, abóbora, damasco e queijo cheddar. </li></ul><ul><li>Amarelo : banana, abacaxi, queijos amarelos, pimentão amarelo, milho verde, ameixas douradas, pastinaca, limão, grapefruit, melão, manteiga, gema de ovo. </li></ul><ul><li>Verde : espinafre, alface, repolho, maça verde, feijão verde, ervilhas, lentilhas, kiwi, agrião, pimentão verde e qualquer vegetal verde de folha. </li></ul><ul><li>Azul : vacínio, ameixas azuis, uvas azuis e uva-do-monte. </li></ul><ul><li>Violeta : uva roxa e suco de uva, ameixas, brócolis púrpura e berinjela. </li></ul><ul><li>Magenta : morango e qualquer fruta ou vegetal rosa-claro. </li></ul>
  27. 27. A Cor nas Roupas <ul><li>Dr. Pauline Willis </li></ul><ul><li>Usadas conforme seu estado de humor e problema de saúde. </li></ul><ul><li>Vermelho : atrai o olhar das pessoas e chama a atenção; indica calor intenso, entusiasmo e paixão, ferocidade e força, ação e drama, sexualidade e vigorosa. </li></ul><ul><li>Laranja : revigorante e estimulante, traços corajosos e aventureiros, entusiasmo e zelo. Pessoas afirmativas e gostam de rir e fazer outras pessoas rirem. Estimula a conversação e o senso de humor. </li></ul><ul><li>Amarelo : É usada pelos intelectuais, estudiosos e pessoas que gostam de ocupar posições de autoridade e de controle. Estimula a receptividade e a atenção aos detalhes. Vestir-se de AMARELO “atrai a luz”. É a cor mais associada ao Sol e tende a gerar qualidades otimistas e positivas. </li></ul><ul><li>Verde : ambiente equilibrado, suavizante e calmo à sua volta. Simboliza harmonia e equilíbrio. Gostam de natureza e da segurança que ela traz. </li></ul><ul><li>Azul : sugere espiritualidade e ordem; refletem um desejo de paz e quietude, tranqüilidade e até solidão. Essa cor não é ameaçadora e o indivíduo valoriza a lealdade e a honestidade. </li></ul><ul><li>Preto : sociedades ocidentais, é a cor da morte, do luto e da penitência. Pessoas que rejeitam a sociedade, rebelam contra as normas sociais. Usada pelos homens de negócios, policiais e padres p/ refletir poder e autoridade. Escuro e misterioso e pode significar sexo. Pessoas que preferem parecer tradicionais e respeitáveis. </li></ul>
  28. 28. <ul><li>A nossa atitude mental , no ato da projeção , se temos conhecimento e consciência , do que estamos fazendo obteremos um rendimento maior . </li></ul><ul><li>Se temos somente vontade e o desejo de servir e, nenhum conhecimento, também vai funcionar, não só pela força vibratória do conjunto . </li></ul><ul><li>A nossa força mental , é a grande e única condutora de energias . Por isso, a ação física será sempre precedida pelo impulso mental . </li></ul><ul><li>As lâmpadas quando acionadas, enviam luz e calor para as ditas áreas atingidas , sendo coadjuvadas pela mente do aplicador , naquele momento ligada a mente do cliente , que completa o processo da Lei de Interferência . </li></ul>Aplicação a Nível Físico Aplicação Cromoterápica
  29. 29. Aplicação com Lâmpadas <ul><li>O uso das lâmpadas foi o recurso que conseguimos encontrar para tentarmos realizar o chamado fenômeno fotoquímico , no corpo humano . </li></ul><ul><li>Por que devemos usar as lâmpada coloridas? </li></ul><ul><li>Com o seu uso, buscamos regenerar ou restaurar os campos eletromagnéticos afetados . </li></ul><ul><li>O objetivo da aplicação é refazer esses campos , fortalecendo-os com novas energias , para que eles, com o apoio energético recebido, tenham condições para produzir novamente sua própria força e, com isto, eliminar os sintomas , chamados de doenças ou mal físico . </li></ul><ul><li>Quando se aplica a luz-cor da lâmpada , busca-se refazer , não só os processos fotoquímicos , mas sobretudo, as condições energéticas da área afetada , capazes de promover sua restauração celular . </li></ul><ul><li>A distância padrão na aplicação com a lâmpada elétrica é de 10 cm . O tempo da aplicação é de 30 segundos na maioria das situações. Em recém-nascidos até 6 meses tempo de 5 seg , de 6 à 1 ano tempo de 10 seg , de 1 à 5 anos tempo de 15 seg , de 5 à 7 anos tempo de 20 seg e de 7 anos em diante tempo de 30 seg . </li></ul>Aplicação Cromoterápica
  30. 30.
  31. 31. Na Cromoterapia uma das aplicações mais importantes, é a realizada sobre a corrente sangüínea , dividida em 4 estágios , para melhor distribuição das energias, a saber: Circulação completa – todas as artérias e veias do corpo: Frontal – abrangendo toda a parte da frente do corpo; Superior – reunindo o coração, pescoço, cabeça, braços e os pulmões; e finalmente. a Inferior – saindo do coração para cobrir os rins, e membros inferiores. Corrente Sangüínea
  32. 32. Sistema Nervoso Central (SNC) Aplica-se a lâmpada Verde, Azul e Rosa forte (30 segundos cada), no sistema nervoso central (distância de 5 a 10 cm) . Sai do início da região sacrococcígea, subindo lentamente, até o cerebelo, onde permanecemos com o foco por 3 segundos. Retiramos o foco pelo lado e repetimos o mesmo trajeto e forma. 1ª. Aplica-se a cor Verde 2ª. Aplica-se a cor Azul 3ª. Aplica-se a cor Rosa Forte Aplicação sobre o Sistema Nervoso Sistema Nervoso Periférico Aplica-se a lâmpada Azul sobre o sistema nervoso periférico (SNP) Começa-se no início da cervical até a cauda eqüina, lentamente, retornando pelo mesmo trajeto, a 10 cm de distância e tempo de exposição de 30 segundos. 1 2 3 Nervos espinais Medula espinal
  33. 33. <ul><li>Anamnese Holística </li></ul><ul><li>A Anamnese Holística é uma composto de dados e informações do paciente, destinado a servir de base, para uma avaliação das suas condições clínicas, mentais e psicológicas, energéticas e espirituais. É importante sob todos os aspectos, principalmente, para abastecer o terapeuta de dados que o levarão aos caminhos mais adequados, para avaliações e conceitos, que irá expender na formalização não só do diagnóstico, mas também estabelecer o necessário relacionamento com seu cliente/paciente, relações estas, que deverão ser mais fortalecidas a cada contato. </li></ul><ul><ul><li>Proposta Holística </li></ul></ul><ul><ul><li>Visão globalizada, o trabalho em todos os níveis. </li></ul></ul><ul><ul><li>Em seguida, a parte mais material da estrutura física. </li></ul></ul><ul><ul><li>Objetivando aliviar a dor ou tensão primeiro. </li></ul></ul><ul><ul><li>Para depois tratar da causa principal. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mecanismo do Diagnóstico </li></ul></ul><ul><ul><li>A queixa principal </li></ul></ul><ul><ul><li>Outros problemas físicos/orgânicos. </li></ul></ul><ul><ul><li>As relações biopsicoenergética </li></ul></ul><ul><ul><li>A visão do paciente a nível de comportamento mental. </li></ul></ul><ul><ul><li>A análise e avaliação do terapeuta. </li></ul></ul><ul><ul><li>O diagnóstico </li></ul></ul><ul><ul><li>A indicação e montagem dos tratamentos para os níveis mental e físico. </li></ul></ul><ul><ul><li>O prognóstico – baseado no diagnóstico, acerca da evolução do desequilíbrio energético. </li></ul></ul>
  34. 34. Workshops/Palestras /Cursos Contato: Oswaldo Galvão Filho Tels: 55 11 2440 7927 / 8464 5374 Email: oswaldo.cromoterapia@gmail.com

×