Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Política econ. pombalina

2,264 views

Published on

  • Be the first to comment

Política econ. pombalina

  1. 1. Ano Lectivo: 2010/11 História B Ano: 10-º Ficha n.º 11 Professora: Cândida Calado Conteúdo: Política Económica e Social Pombalina POLÍTICA ECONÓMICA Suster a crise económica (redução do défice e nacionalização do sistema comercial• Objectivos Libertar o país da dependência económica• 1.ª FASE Fomento Comercial: • 1755 – Fundação da Junta do Comércio, órgão com amplos poderes: • Combate ao contrabando • Enfraquecimento do comércio livre com o Brasil • Aplicação do Pacto Colonial • Fundação de Companhias Monopolistas • Constituídas apenas com capitais nacionais (burgueses e nobres) • Foram decisivas para a emancipação da economia nacional, contribuindo para a revitalização do comércio, sentida até 1808 • Manutenção da neutralidade nos conflitos internacionais• 2.ª FASE Fomento Manufactureiro • Sectores têxtil (Lisboa, Fundão, Covilhã e Portalegre), chapelaria, cutelaria, cordoaria, etc. • Contratação de técnicos estrangeiros • Muitas das empresas eram manufacturas do Estado • Outras eram privadas Recebiam privilégios  isenções fiscais, financiamentos e direitos de exclusivo 1- Saneamento Fiscal e Financeiro• BALANÇO 2- Diminuição das importações 3- De 1796 a 1807 a balança comercial foi positiva, beneficiando das guerras entre a França e a Inglaterra; 4- Promoção da grande burguesia 5- Mas a política económica pombalina foi orientada pelas pressões do momento, pelo que : • Predominavam as pequenas unidades de produção
  2. 2. • A energia humana continuava a ser a principal força motriz POLÍTICA SOCIAL- 2.ª Metade do século XVIII  verificam- se algumas alterações sociais, devido a: • Absolutismo Régio (controlo das ordens privilegiadas) • Reformas do Marquês de Pombal: - 1759 – Fundação da Aula de Comércio; - 2.º Surto mercantilista; - Comércio é considerado uma actividade nobre e necessária; - Burgueses podem participar nos capitais das companhias monopolistas; - Burgueses podem constituir morgadios; - Inquisição é colocada ao serviço do Estado – pelo que a burguesia investe mais “afoitamente”; - Em 1773 é abolida a distinção entre cristãos-novos e cristãos-velhos.- Como efeito destas medidas verifica- se : • Um fortalecimento da burguesia; • Afirmação de um novo conceito de nobreza (inspirado nas ideias iluministas), em que mais do que a pureza de sangue se valorizam as virtudes; • Uma maior mobilidade social.

×