Alimentação saudável

2,661 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,661
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
63
Actions
Shares
0
Downloads
62
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Alimentação saudável

  1. 1. Trabalho realizado por: Bruna ferreira Raquel Santos
  2. 2.  Introdução O que é a alimentação? Tipos de alimentação Alimentaçao vegetariana Alimentaçao Vegan Aliemtaçao macrobiótica Alimentaçao biológica Aliementaçao normal melhorada Anexos Conclusão Webgrafia
  3. 3.  Nós escolhemos este tema porque o achamos , muito importante interessante já que a alimentação é um dos grandes problemas da sociedade actual.  O problema de muita gente é não saber fazer uma alimentação equilibrada variada e completa 1
  4. 4.  A alimentação saudável é uma grande aliada para se viver mais e melhor. Quem tem preocupação com a saúde tem de caprichar nas escolhas dos alimentos. Actualmente vivenciamos uma grande transição alimentar, onde se deixou de consumir alimentos naturais para sermos bombardeados de alimentos industrializados, com conservantes, aromatizantes, etc. Mas a matéria-prima para o nosso organismo funcionar adequadamente são os nutrientes, que infelizmente estão a ser esquecidos na alimentação moderna. Mas actualmente são minoritárias na mesa da população, o que faz aumentar o risco de contrair doenças.  Para um alimentação saudável temos de respeitar a pirâmide alimentar. Na base da pirâmide encontramos os carbonatos que são responsáveis por trazer energia ao nosso corpo. É essencial consumir esse grupo no pequeno-almoço, almoço e jantar. Caso contrário afectará no rendimento e disposição ao longo do dia. Pão, massa, cereais, milho, bolachas, alimentos integrais são exemplos de carbonatos. Sempre devemos preferir os carbonatos complexos que são os alimentos integrais porque além de trazer energia, eles possuem vitaminas, minerais e fibras. As fibras irão ajudar com a prevenção dos Diabetes tipo 2. 2
  5. 5.  Na terceira linha da pirâmide alimentar encontramos as proteínas que são importantes para a constituição dos nossos tecidos. Precisamos de 2 porções de carnes ao longo do dia. Devemos escolher de 2 a 4 porções de carnes vermelhas na semana, 2 de peixes, o frango de preferência o peito, e o ovo podemos consumir de 3 a 4 unidades na semana. Em relação ao grupo dos leites e derivados precisamos de 3 porções por dia, não podendo ser consumido no almoço e jantar. Em relação à proteína vegetal precisamos de 1 a 2 porções por dia, que pode ser o feijão , a soja a lentilha ou o grão de bico. 3
  6. 6.  1-alimentação vegetariana  2-alimentação macrobiótica  3-alimentação vegan  4-alimentação biológica  5-alimentação saudável 4
  7. 7.  Há principalmente quatro formas de dietas vegetarianas, classificadas de acordo com os tipos de alimentos que são consumidos: Nome da dieta Carne Ovos Lacticínios Mel Ovolactovegetarianismo Não Sim Sim Sim Lactovegetarianismo Não Não Sim Sim Ovovegetarianismo Não Sim Não Sim Vegetarianismo estrito Não Não Não Não é um regime alimentar que exclui da dieta todos os tipos de carne (boi, peixe, frutos do mar, porco, frango e outras aves, etc.), bem como alimentos derivados. É baseado fundamentalmente no consumo de alimentos de origem vegetal, com ou sem o consumo de lacticínios e/ou ovos. 5
  8. 8. é uma filosofia de vida motivada por convicções éticas com base nos direitos dos animais, que procura evitar exploração ou abuso dos mesmos.  Artigos em peles, couro, lã, seda, camurça ou outros materiais de origem animal (como adornos de pérolas, plumas, penas, ossos, pêlos, marfim, etc) são preteridos, pois implicam a morte ou exploração dos animais que lhes deram origem. Sendo assim, um vegano veste-se de tecidos de origem vegetal (algodão, linho, etc) ou sintéticos . São vegetarianos estritos, consomem basicamente cereais, frutas, legumes, vegetais, hortaliças, algas, cogumelos e qualquer produto, industrializado ou não, desde que não contenha nenhum ingrediente de origem animal.  Evitam o uso de medicamentos, cosméticos e produtos de higiene e limpeza que tenham sido testados em animais. Não tomam vacinas ou soros, mas podem violar os princípios veganos quando alternativas.  São divulgadas entre a comunidade vegana extensas listas de marcas e empresas de cosméticos e produtos de limpeza e higiene pessoal não testados em animais.  Circos com animais, rodeios, vaquejadas, touradas e jardins zoológicos, também são proibidos pois implicam escravidão, posse, deslocamento do animal do seu habitat natural.  Não caçam, não promovem nenhum tipo de pesca, e proíbem qualquer desporto que envolva animais não-humanos. 6
  9. 9.  A é um regime alimentar e de vida. A sua designação deriva de macro, grande, e bio, vida. O estilo de vida macrobiótico incentiva a plena vida, implementando o velho ditado alma sã em corpo são. O japonês George Ohsawa é o principal responsável pela divulgação dessa cultura no ocidente. Considera esta arte/ciência que o alimento principal para os seres humanos são os cereais integrais, comidos crus, cozidos, assados, fritos, germinados, enfim, em inúmeras formas de preparo e apresentação. 7
  10. 10. 10 : Cereais integrais (arroz, aveia, cevada, milho, centeio, trigo, trigos arraceno, painço, etc.) Sementes (de gergelim ou sésamo, de girassol, de abóbora, linhaça, etc.) Legumes -  Álcool Carnes vermelhas Caça Mel Ovos Café Sal Chá Miso e tamari Que se situam entre os predominantemente yang e os neutros são os alimentos yang intermédios: Carnes brancas Pescado (peixe, crustáceos, moluscos) Queijos pouco curados (frescos) Leite e natas -
  11. 11.  Os alimentos biológicos podem ser de origem animal ou vegetal, desde que respeitem o método de produção biológica. São provenientes de práticas agrícolas e pecuárias que visam a produção de alimentos da forma mais natural possível. A Agricultura Biológica tem uma especial preocupação com o bem-estar dos animais, deixando-os viver de forma livre e alimentando-os também com produtos provenientes da Agricultura Biológica.  Para que um alimento seja designado “alimento biológico”, os produtos têm de apresentar diversas características. Os alimentos biológicos possuem maior quantidade de matéria seca, de minerais e vitaminas, têm um maior tempo de duração e têm um sabor mais genuíno. Os alimentos provenientes da Agricultura Biológica têm também um menor teor de nitratos e a isenção de aditivos químicos, hormonas e de qualquer mutação genética proporciona um modo de vida mais saudável. 8
  12. 12.  Para termos uma alimentação saudável sem alterar muito as tradições alimentares portuguesas esta deve ser: Incluir todo os alimentos; Fornecer os alimentos com equilíbrio; Diversificar os alimentos; 9
  13. 13. 10
  14. 14. 11
  15. 15. 12  Com este trabalho concluímos que há vários tipos de alimentação cuidada cada um com vantagens muito importantes para a saúde.  Concluímos também que é preciso ter muito cuidado com a alimentação.
  16. 16. 13  A Nutricionista.com  Biorege  ClipArt  Imagens

×