Guião

3,014 views

Published on

Material do curso Realização e Edição de Video

Published in: Art & Photos
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,014
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
99
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Guião

  1. 1. Processo Criativo Ideia Storyline Sinopse Perfil dos personagens Argumento Guião Planificação Storyboard
  2. 2. O GUIÃO
  3. 3. O que é um guião? • os diálogos;Texto escrito de um filme, que • a informação sobre os estabelece cenários; critérios que • os planos das personagens; ajudarão o • os ângulos das filmagens; realizador e os • os movimentos da câmara; actores sobre: • e outras indicações técnicas.
  4. 4. O guião distingue-se do argumento porqueeste é anterior à concepção do guião econstitui apenas a matéria exclusivamenteliterária do filme.
  5. 5. O guião obedece a uma construção lógica, quepassa por 5 etapas:• A ideia, que despertará a motivação para se fazer algo a partir dela;• A palavra, ou enredo;• O argumento, ou o desenvolvimento da ideia, definindo personagens elocalizando a história;• A estrutura, ou modo como vamos contar a história• O guião final, contendo emoções e conflitos de cada personagem.
  6. 6. O que é um guião ?O Guião, argumento ou registo, passa por muitas mãos epara cada pessoa representa uma coisa completamentediferente.Para o seu autor, o guionista, o guião é uma obraliterária, original ou adaptada, através da qual ele contauma história, desenvolve personagens e relações,explora situações e conflitos, apresenta ideias, dandolivre curso à sua imaginação e criatividade.
  7. 7. Para um produtor de cinema, o guião é umdocumento de trabalho que lhe vai servir paraestimar os custos da produção, para aliciar orealizador e o elenco, enfim a sua qualidade e acapacidade de vir a transformar-se num filme.O realizador, que pode não ser o guionista, analisa-o sob o ponto de vistaartístico (o que é que nas páginas do guião me tocou?), técnico (que fazerpara transformar as páginas em imagens e sons?) e pessoal (qual o seucontributo para a minha evolução?)
  8. 8. Afinal, o que é mesmo um guião ?Um documento escrito que identifica e descreve sequencialmente ascenas que compõem um filme e, dentro de cada cena, as acções ediálogos dos personagens perfeitamente identificados e os aspectosvisíveis e audíveis que os condicionam, técnicos ou não.Tem em média entre 80 e 130 páginas, correspondendo cada uma acerca de 1 minuto de filme.
  9. 9. O GUIÃOum exemplo prático …
  10. 10. 039 – EXT - RUA DO ARMAZÉM – DIA ALBERTO e FIRMINO, no exterior do armazém, preparam-se para entrar namata. Ajeitam os apetrechos às costas. O guarda-livros e gerente da propriedade, GUERREIRO, sai do armazém. Éum homem de 50 anos, magro e um pouco encurvado, vestido com sobriedade.Vem acompanhado por D. YáYá, 35 anos, a sua mulher. É a mesma queAlberto viu na janela da casa grande e a sua beleza é realmenteadmirável. Alberto olha para D. Yáyá. A mulher também repara nele. Com o seu fato,gravata e sapatos de verniz, o português destaca-se no meio dosrestantes trabalhadores.
  11. 11. FIRMINO Tenha cuidado, moço. Aqui todas as mulheres têm dono.Alberto continua a acompanhar a senhoracom o olhar. FIRMINOEsse aí é o sr. Guerreiro, ogerente aqui do seringal.A mulher é Dona Yáyá. ALBERTOÉ uma bela mulher, por sinal. FIRMINOÉ sim, mas não é para o nosso bico… (começando a andar)Vamos andando que a caminhada é longa. CORTA PARA:
  12. 12. XX – EXT – PARAGEM DO AUTOCARRO – ENTARDECEREncontro de várias pessoas na fila do autocarro: uma MULHERde olhos tristes e um MENDIGO, dirigindo-se ambos para opersonagem principal, EU. MULHER Você vai ter tudo o que precisa. MENDIGO Você é um homem bom, a vida vai corre-lhe bem.O personagem central dá algumas moedas ao mendigo.Uma IDOSA dá a conhecer o horóscopo numa das últimas páginasdo jornal diário: Acredite que é possível e mude a sua vida.
  13. 13. Os componentes principais do guião O CABEÇALHO A DESCRIÇÃO OS PERSONAGENS OS DIÁLOGOS PARÊNTESES AS TRANSIÇÕES OUTRAS INDICAÇÕES
  14. 14. O CABEÇALHO -EXT ou -INT Se é uma cena de exterior ou interior -LOCAL onde decorre a cena -DIA, -NOITE, etc…e que se passa-se numa certa altura do dia.
  15. 15. A DESCRIÇÃOÉ a descrição da situação e das acções dos personagens envolvidos na cena. Pode ocupar um ou vários parágrafos e deve ser o mais clara possível, mas também envolvente.Estas descrições devem limitar-se ao que é possível ver e ouvir.Devemos evitar descrições do que vai na cabeça dos personagens.
  16. 16. OS PERSONAGENSSão definidos pelo que fazem e dizem, não pelo que pensam, imaginam, sonham ou temem.Quando um personagem aparece pela primeira vez num guião, deve ser acompanhado de uma breve descrição das suas características.O nome dos personagens aparece sempre em maiúsculas e destacado antes das suas falas.
  17. 17. OS DIÁLOGOSInscrevem-se no guião, destacando o nome do personagem num parágrafo à parte, mais recuado e em maiúsculas, seguido por um bloco de texto com a sua fala .Os diálogos podem suceder-se, intercalando um personagem com outro, ou podem ser interrompidos por novos parágrafos de descrição da acção
  18. 18. PARÊNTESESA fala de um personagem também pode ser antecedida por (ou intercalada com) comentários entre parênteses, por exemplo (começando a andar).Estes devem ser usados com moderação e só quando não haja outra maneira de passar a informação.
  19. 19. TRANSIÇÕESSão instruções escritas em maiúsculas, no fim ou no início da cena, onde se indica a forma de passar para a cena seguinte, ou que se vem de outra cena, por exemplo: CORTA PARA, DISSOLVE, FADE OUT ou FADE IN.
  20. 20. OUTRAS INDICAÇÕESNo exemplo, algumas palavras aparecem em maiúsculas (SACO DE SERAPILHEIRA e MALA DE COURO), São indicações destinadas a chamar a atenção do leitor e dos técnicos da equipa de produção, para elementos importantes na cena.Hoje considera-se desnecessário dar indicações sobre movimentos de câmara ou zooms, por serem opções do realizador e do director de fotografia. (Aparecem mais tarde na planificação)
  21. 21. OUTROS ELEMENTOSHá ainda outros elementos que devem encontrar-se no guião, tais como: FONTE do texto Courier 12 ou Courier New 12 Não se utilizam itálicos nem negritos. FORMATO do papel Carta ou letter (27.94 cm x 21.59 cm), estando vulgarizado fora dos países anglo-saxónicos, o formato normalizado A4.
  22. 22. MARGENSVertical – em cima 2,5 cm e em baixo de 2,5 a 3 cm;Acção/Cabeçalhos – esquerda 3,5 cm e direita de 3,5a 4 cm;Nomes – 9 cm da esquerda;Diálogo – 6,5 cm da esquerda e 7,5 cm da direita;Instruções para o actor – 7 cm da esquerda;Justificação – Diálogo e acção para a esquerda;
  23. 23. CAPAO título a 3/8 da página, centrado e em baixo as indicaçõesde copyright e data.ÚLTIMA PÁGINADepois da última linha do guião, inscreve-se o termo FADEOUT, seguido de dois enters e a palavra FIM, ou O Fim,centrado na página.
  24. 24. FIM

×