Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Guia rapido configuracao_tw_rev1

180 views

Published on

Guia Rápido de configuração TW

Published in: Devices & Hardware
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Guia rapido configuracao_tw_rev1

  1. 1. Reason Tecnologia S.A. Localização de Faltas por Ondas Viajantes Orientações Básicas de Configuração 1. Objetivo Este documento resume os passos necessários para configuração da solução de localização de faltas por ondas viajantes da Reason Tecnologia. Informações mais detalhadas devem ser consultadas a Reason Tecnologia. 2. Elementos que compõe a solução A solução de localização de faltas por ondas viajantes da Reason é composta de: - RPV-310 com módulo TW: equipamento que registra a onda viajante provocada pela falta que deve estar instalado nas duas extremidades da linha. - Relógio sincronizado por GPS: este é o equipamento que irá sincronizar o RPV-310 com o sistema GPS. O relógio GPS pode ser fornecido pela Reason ou ser utilizado de um outro fabricante, desde que respeite a seguinte especificação: precisão de 100ns; protocolo IRIG-B000 (DC Shift – 5Vdc); - Scanner: software de captura automática dos registros gravados pelo RPV-310; - TW Fault Locator: software que realiza a localização da falta de forma automática. 3. Configuração da solução de localização de faltas por ondas viajantes Para configuração completa da solução, é necessário seguir os passos abaixo: - Instalar no PC o conjunto de ferramentas RPVTools, que contém o software Scanner e TW Fault Locator. - Configurar os registradores de falta RPV-310 que monitoram a linha de transmissão para capturar as ondas viajantes originadas pela falta. - Configurar o software “Scanner”, para realizar a leitura automática dos registros de ondas viajantes armazenados nos RPV-310 que monitoram a linha de transmissão; - Configurar o software de localização automática da falta “TW Faul Locator“. 3.1 Instalação do RPVTools O procedimento de instalação encontra-se no manual do RPVTools. 3.2 Pré-requisitos da configuração do RPV-310 Antes de configurar os limites para gravação dos registros de ondas viajantes no RPV-310 é necessário fazer: a) Instalação: checar a correta instalação dos circuitos de tesão, corrente e digitais que serão monitorados pelo RPV-310. Este equipamento deve monitorar as seguintes grandezas da linha de transmissão: tensões de fase (da linha ou barra), correntes de fase, todas as proteções associadas a linha de transmissão e a abertura do disjuntor. Guia_Rapido_Configuracao_TW Rev. 1 1/7
  2. 2. Reason Tecnologia S.A. b) Conectar as três fases da tensão da linha ou barra no módulo de condicionamento U30 conforme indicado na figura 1. Figura 1 – Conexão das fases de tensão no módulo U30 c) Para cada canal analógico do módulo de condicionamento B260, deve ser definido se será utilizado o circuito de tensão ou corrente. Esta definição deve ser feita fisicamente através de jumper (conforme figura 2a) e na página de configuração das “Entradas” na interface web (conforme figura 2b). d) Configurar o jumper no módulo de aquisição de ondas viajantes “T31” de acordo com a sua posição instalada em cada Slot do bastidor do RPV-310. A figura 3 ilustra esta configuração. Guia_Rapido_Configuracao_TW Rev. 1 2/7 Fase A Fase B Fase C Figura 2a – Configuração jumper do canal para tensão ou corrente Figura 2b – Configuração da entrada analógica para tensão ou corrente Figura 3 – Configuração do jumper do módulo T31 conforme Slot instalado
  3. 3. Reason Tecnologia S.A. e) Configuração dos circuitos a serem monitorados: Configurar o RPV-310 para monitorar a linha de transmissão. Deve ser criado um circuito de tensão e corrente de 3 elementos (fase A, B e C), os canais digitais que monitoram a proteção da linha e por fim criar um “Agrupamento” habilitando os circuitos analógicos e digitais associados a linha de transmissão monitorada. f) Verificação da medição dos circuitos criados: – Medição analógica em baixa frequência (50 ou 60 Hz): Aplicar valor nominal nos circuitos de tensão e corrente e verificar as medições na IHM local ou na página de monitoração da interface web do RPV-310; – Medição analógica de alta frequência para captura de onda viajante: Aplicando tensão nominal simultaneamente no módulo B260 e U30, provocar uma frente de onda através de um evento de subtensão, abrindo a chave de aferição do circuito analógico de tensão. Verificar no registro de onda viajante a presença da frente de onda gerada pela abertura da chave (conforme figura 4). Lembrando que anteriormente a este ensaio, deve ser configurado um limite para disparo de subtensão para gravação de registro de onda viajante; – Medição digital: Sensibilizar as entradas digitais do equipamento com tensão no valor nominal e verificar a transição do canal na página de monitoração da interface web do RPV-310. g) Sincronismo por GPS O bom funcionamento do Localizador de Faltas por Ondas Viajantes depende de um sincronismo temporal por GPS confiável e de alta precisão. Deve-se ligar na entrada elétrica (J) ou óptica (H) do módulo de comunicação Q210 o protocolo IRIG-B000 (DC Shift – 5Vdc) com precisão de 100ns. Após ligado o sinal de sincronismo no RPV-310, verificar no painel frontal do módulo P910 o acendimento do LED “ SINC“ (ver Figura 5a ) e no módulo de aquisição T31 o LED PPS piscando (ver Figura 5b ). Verificar no display do equipamento o status do sinal IRIG-B, onde a qualidade do sinal deve ser “Locked” conforme Figura 5c ). Guia_Rapido_Configuracao_TW Rev. 1 3/7 Figura 4 - Registro de onda viajante
  4. 4. Reason Tecnologia S.A. 3.3 Configuração dos limites de disparo dos registros de onda viajantes Após criado os circuitos que irão monitorar a linha de transmissão deve ser configurado os limites para disparo do registrador de ondas viajantes nos RPV-310 que serão instalados em cada ponda da linha de transmissão. Os limites mais utilizados para disparo de trigger do registro de ondas viajantes são: • Sobrecorrente de fase e de neutro; • Subtensão de fase; • Sobretensão de neutro; • Habilitar todos os triggers digitais envolvendo as proteções da linha (principal e alternada) inclusive tele proteção e abertura do disjuntor. Obs.: Os ajustes dos limites dependem das características da linha de transmissão monitorada. 3.4 Configuração do software de captura automática de registros “Scanner” Para realizar a leitura automática dos registros de ondas viajantes armazenados nos RPV-310 que monitoram a linha de transmissão é necessário instalar e configurar o software “Scanner”. O processo de instalação deste software é feito juntamente com a instalação das ferramentas do RPVTools conforme item 3.1. A configuração do software é feira através da edição do arquivo .xml localizado em: C:RPVscannerconfconf.xml. Neste arquivo será habilitado o equipamento para verredura automática e informado seu endereço IP (definido pelo usuário durante a configuração do RPV-310). A figura 6 ilustra um arquivo de configuração onde 2 equipamentos estão Guia_Rapido_Configuracao_TW Rev. 1 4/7 Figura 5a - Módulo de Processamento P910 Figura 5b - Módulo de aquisição T31 Figura 5c - Status do sinal de sincronismo através do display do Módulo P910.
  5. 5. Reason Tecnologia S.A. habilitados para varredura. A comunicação será realizada a cada 60 segundos pela rede ethernet onde o endereço IP de cada equipamento é 10.34.0.102 e 10.34.0.104. A configuração necessária do arquivo conf.xml é: – Acrescentar mais um equipamento na configuração, pois a original vem preparada para varrer apenas um equipamento. Para isto, basta copiar e colar um novo conjunto de marcadores entre <equipment enable=”yes”> e </equipment> dentro dos marcadores <list> e </list>. Veja exemplo na figura 6. – Habilitar o equipamento para varredura configurando “yes” no marcador <equipment enable=”yes”>; – No marcador <address> deve ser informado o endereço IP configurado no RPV-310; – No marcador <record> informar o tipo de registro que se deseja ler. No exemplo, serão lidos automaticamente os registros de forma de onda e de ondas viajantes. Para iniciar o software “Scanner”, basta executar o atalho do programa Scanner localizado na área de trabalho ou no menu: Iniciar/Programas/RPV. Guia_Rapido_Configuracao_TW Rev. 1 5/7 Figura 6 - Exemplo de configuração do Scanner <?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?> <scanner> <interval>60</interval> <list> <equipment enabled="yes"> <address>10.34.0.102</address> <timeout>60</timeout> <records> <record>waveform</record> <record>tw</record> </records> <bandwidth>0</bandwidth> <delete>no</delete> <modem enabled="no"> <phonenumber/> </modem> </equipment> <equipment enabled="yes"> <address>10.34.0.104</address> <timeout>60</timeout> <records> <record>waveform</record> <record>tw</record> </records> <bandwidth>0</bandwidth> <delete>no</delete> <modem enabled="no"> <phonenumber/> </modem> </equipment> </list> </scanner>
  6. 6. Reason Tecnologia S.A. Os registros serão automaticamente copiados para pasta C:RPVrecords , onde para cada equipamento será criada uma pasta cujo nome será formado da seguinte forma: [Local,Nome do Equipamento] conforme figura 7. 3.5 Configuração do software TW Fault Locator para localização das faltas por ondas viajantes O Localizador de Faltas por Ondas Viajantes é um aplicativo que, a partir de registros de ondas viajantes, determina onde ocorreu uma falta. Todos os registros de ondas viajantes devem ser transferidos dos RPV’s para a área específica de registros no computador do operador, conforme já comentado no item 3.4. Para localizar a falta através do registro de ondas viajantes é necessário configurar o software “TW Fault Locator”. Para configurar o TW Fault Locator é necessário editar o arquivo powerline.xml localizado em: C:RPVfaultlocatorconfpowerline.tw O arquivo configuração está ilustrado na figura 8. <?xml version=”1.0” encoding=”UTF-8”?> <line> <length>100</length> <k1>100</k1> <k2>0.985</k2> <threshold>0.1</threshold> <terminal _ a>LOCATION,IDENTIFIER,LINE</terminal _ a> <terminal _ b>LOCATION,IDENTIFIER,LINE</terminal _ b> </line> Figura 8 – Exemplo do arquivo de configuração do TW Faul Locator Para configurar uma linha é necessário: – Informar o comprimento da linha (em quilômetros) nos marcadores <length> e <k1> ; – Inicialmente fixar o valor da constante K2 em 0.985; – Informar nos marcadores <terminal_a> e <terminal_b> a localização, o nome e a linha monitorada, Guia_Rapido_Configuracao_TW Rev. 1 6/7 Figura 7 - Local de armazenamento dos registros
  7. 7. Reason Tecnologia S.A. configurados em cada RPV-310. Uma dica para minimizar os possíveis erros de edição é copiar estas informações no próprio nome gravado no registro de oscilografia. Por exemplo: Sejam dois RPV-310 com TW,monitorando uma linha de transmissão entre as SEs Miracema e Colinas. Esta linha possui um comprimento de 174 Km. Foi realizada a leitura de um registro de ondas viajantes de cada equipamento instalado nas SEs Miracema e Colinas. Cada registro gerado por cada equipamento possui o seguinte nome: – 100902,173318458389,-3,SE_MIRACEMA,MCCO-LA7-03,INTESA-ELN,000000116667,tw,MCCO.zic – 100902,173318453571,-3,SE-COLINAS,COMC-LA7-03,INTESA-ELN,000000116667,tw,COMC.zic O arquivo de configuração powerline.tw deve ser inicialmente configurado conforme abaixo: <?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?> <line> <length>174</length> <k1>174</k1> <k2>0.985</k2> <threshold>0.1</threshold> <terminal_a>SE-COLINAS,COMC-LA7-03,COMC</terminal_a> <terminal_b>SE_MIRACEMA,MCCO-LA7-03,MCCO</terminal_b> </line> Após configurado, deve-se executar o software “TW Faul Locator” localizado na área de trabalho ou no menu: Iniciar/Programas/RPV. Deve ser definida a linha que se deseja realizar a localização da falta (em Configuração da linha), ao qual foi configurado o arquivo powerline.tw (normalmente depois de configurado, renomeamos este arquivo com o nome da linha). Por fim, selecionar no campo do lado esquerdo a data da ocorrência desejada e solicitar “Localizar”. A Figura 9 ilustra a localização da falta apresentada no exemplo. Guia_Rapido_Configuracao_TW Rev. 1 7/7 Figura 9 - Localização da Falta pelo software TW Faul Locator

×