Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A data judaica da morte de Jesus

1,040 views

Published on

A data judaica da morte de Jesus

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

A data judaica da morte de Jesus

  1. 1. Qual a Data Judaica da Morte de Jesus? Edílson Constantino
  2. 2. As Festas Judaicas e a Morte de Cristo
  3. 3. “O sacrifício de Cristo como expiação pelo pecado é a grande verdade em torno da qual se agrupam as outras. A fim de ser devidamente compreendida e apreciada, toda verdade da palavra de Deus, de Gênesis a Apocalipse, precisa ser estudada à luz que dimana da cruz do calvário”. Obreiros Evangélicos, p.315.
  4. 4. As festas de Israel eram ao mesmo tempo comemorativas e prefigurativas.
  5. 5. “Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou Sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo.” Colossenses 2:16 e 17
  6. 6. 1. NISAN (PRIMAVERA) Páscoa (14). Pães Asmos (15-21). Primícias (?) 3. SIVAN (VERÃO) Pentecostes 50 dias após a Páscoa. 7. TISHIRE (OUTONO) Trombetas (1). Expiação (10). Tabernáculo (15-22).
  7. 7. Em que dia morreu Jesus?
  8. 8. A Páscoa
  9. 9. “Este mês vos será o principal dos meses; será o primeiro mês do ano. [...] Aos dez deste mês, cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, um cordeiro para cada família [...] e o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o imolará no crepúsculo da tarde.” Êxodo 12:2-6.
  10. 10. “No mês primeiro, aos catorze do mês, no crepúsculo da tarde, é a Páscoa do SENHOR. E aos quinze dias deste mês é a Festa dos Pães Asmos do SENHOR; sete dias comereis pães asmos”. Levítico 23:5 e 6.
  11. 11. “No primeiro mês, no dia catorze do mês, tereis a páscoa, uma festa de sete dias; pão ázimo se comerá”. Ezequiel 45:21
  12. 12. O Testemunho de Flávio Josefo “E isso aconteceu no tempo em que a Festa dos Pães Asmos era celebrada, que nós chamamos Páscoa” “[...] nós guardamos uma festa por oito dias, que é chamada a Festa dos Pães Asmos [...]”. “[...] e na Festa dos Pães Asmos, que agora tinha chegada, sendo o décimo quarto dia do mês Xanthicus (Nisan) [...]”. (Flavius Josephus, Wars of the Jews 5:3:1The Works of Josephus, Complete and Unabridged, 701).
  13. 13. “Estava próxima a Festa dos Pães Asmos, chamada Páscoa.” Lucas 22:1.
  14. 14. MISHINAH (Tratado Pesahim 9:5) “A. Qual é a diferença entre a Páscoa do Egito e a Páscoa das sucessivas gerações? B. Quanto à Páscoa do Egito - (1) [os cordeiros] designação ocorria em dez de Nisan. (2) Era requerido aspergir o sangue do cordeiro com um ramo de hissopo na verga da porta e nas duas ombreiras. E (3) era comida apressadamente numa única noite. C. Mas a Páscoa observada por gerações subsequentes era aplicável [para o fermento] por todos os sete dias e não somente por uma noite.”
  15. 15. Fixando a Data da Morte de Jesus
  16. 16. “E, no primeiro dia da Festa dos Pães Asmos, quando se fazia o sacrifício do cordeiro pascal, disseram-Lhe Seus discípulos: Onde queres que vamos fazer os preparativos para comeres a Páscoa?” Marcos 14:12.
  17. 17. “No primeiro dia da Festa dos Pães Asmos, vieram os discípulos a Jesus e Lhe perguntaram: Onde queres que Te façamos os preparativos para comeres a Páscoa?” Mateus 26:17.
  18. 18. “Chegou o dia da Festa dos Pães Asmos, em que importava comemorar a Páscoa.” Lucas 22:7. θύεσθαι τὸ πάσχα “Comemorar” (Gr. Thyestai = Imolar, Sacrificar).
  19. 19. “No cenáculo de uma morada de Jerusalém, achava-Se Cristo à mesa com os discípulos. Tinham-se reunido para celebrar a Páscoa. O Salvador desejava celebrar essa festa a sós com os doze. Sabia que era chegada a Sua hora; Ele próprio era o Cordeiro pascoal, e no dia em que se celebrava a Páscoa, devia ser sacrificado.” O Desejado de Todas as Nações, 642. “on the day the Passover was eaten He was to be sacrificed”
  20. 20. “Aconteceu que, ao se completarem os dias em que devia Ele ser assunto ao céu, manifestou, no semblante, a intrépida resolução de ir para Jerusalém” (Lucas 9:51).
  21. 21. “Seis dias antes da Páscoa, foi Jesus para Betânia, onde estava Lázaro, a quem Ele ressuscitara dentre os mortos. Deram-Lhe, pois, ali, uma ceia; Marta servia, sendo Lázaro um dos que estavam com Ele à mesa.” João 12:1, 2.
  22. 22. “O Salvador chegara a Betânia apenas seis dias antes da páscoa, e, como de costume, buscara repouso em casa de Lázaro. As multidões de viajantes que se dirigiam rumo à cidade, divulgaram as novas de que Ele estava a caminho para Jerusalém, e descansaria o sábado em Betânia.” O Desejado de todas as Nações, 557.
  23. 23. SAB 8 SEX 8 SAB 9
  24. 24. “Nunca dantes, em Sua vida terrestre, permitira Jesus essa demonstração. Previa claramente o resultado. Levá-Lo-ia à cruz. Era, porém, Seu desígnio apresentar-Se assim publicamente como Redentor. Desejava chamar a atenção para o sacrifício que Lhe devia coroar a missão para com o mundo caído. Enquanto o povo estava reunido em Jerusalém para a celebração da páscoa, Ele, o Cordeiro de Deus, representado pelos sacrifícios simbólicos, voluntariamente Se pôs de parte como oblação.” Ellen G. White. O Desejado de Todas as Nações, 569.
  25. 25. Contradição? João 18:28 “Comer a Páscoa”. João 19:14 “Preparação da Páscoa”. João 19:31 “Era grande aquele Sábado”.

×