Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Oberdan nunes

434 views

Published on

Informações sobre habitação

Published in: Travel, Entertainment & Humor
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Oberdan nunes

  1. 1. Brasil: Mercado Imobiliário e o Contexto Nacional Imóveis Residenciais Oberdan
  2. 2. A Construção Civil e o Mercado Imobiliário Residencial BRASIL Oberdan
  3. 3. EM POUCAS PALAVRAS <ul><li>Cadeia Produtiva da Construção Civil representa 19,3% do PIB </li></ul><ul><li>É responsável por mais de 9 milhões de empregos diretos e indiretos </li></ul>Fonte: FGV- IBGE Oberdan
  4. 4. <ul><li>Oferece habitação (necessidade básica do cidadão) </li></ul><ul><li>Recupera / amplia infra-estrutura </li></ul><ul><li>Auxilia o equilíbrio da Balança Comercial (exporta mais do que importa) </li></ul>Construção Civil - SETOR ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO NACIONAL Fonte: FGV- IBGE Oberdan
  5. 5. <ul><li>Cidade de São Paulo: 2 mil por mês </li></ul><ul><li>Estado de São Paulo: 5 mil por mês </li></ul><ul><li>Brasil: 13 mil por mês </li></ul>Estimativas Secovi-SP NUMERO DE UNIDADES RESIDENCIAIS PRODUZIDAS Oberdan
  6. 6. LANÇAMENTOS ANUAIS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS NOVOS – BRASIL Estimativas em mil unidades FONTE: SECOVI-SP Oberdan
  7. 7. Mercado Imobiliário Residencial ASPECTOS CRÍTICOS Oberdan
  8. 8. <ul><li>O déficit habitacional é 6,6 milhões unidades (10 milhões se considerados aspectos qualitativos – condições do imóvel) – </li></ul><ul><li>Maior parcela desse déficit concentrado no segmento de baixa renda </li></ul><ul><li>Principal parcela desse déficit nas cidades – regiões urbanas concentram 81,2% da população brasileira </li></ul>O DÉFICIT HABITACIONAL Fonte: Fundação João Pinheiro Oberdan
  9. 9. DÉFICIT HABITACIONAL NOS ULTIMOS 10 ANOS Milhões de Moradias Fonte: Fundação João Pinheiro Oberdan
  10. 10. A TAXA DE CRESCIMENTO POPULACIONAL REDUZIU-SE DRASTICAMENTE DESDE A DÉCADA DE 50. JÁ A TAXA DE URBANIZAÇÃO ELEVOU-SE DE 30% EM 1940 PARA 80% EM 2000 TAXA DE CRESCIMENTO POPULACIONAL (%) TAXA DE URBANIZAÇÃO (%) FONTE: IBGE Oberdan
  11. 11. DÉFICIT HABITACIONAL URBANO: DESAFIO NACIONAL Dívida social: 91,6% do déficit habitacional urbano atinge famílias que ganham menos de 5 salários mínimos, ou seja, 19 milhões de brasileiros Mil Unidades em 1999 Fonte: Fundação João Pinheiro Oberdan
  12. 12. OUTROS ASPECTOS CRÍTICOS <ul><li>Redução de financiamentos pelo sistema de poupança : de média superior a 200 mil unidades ano para cerca de 29 mil unidades ano em 2002. </li></ul><ul><li>Desemprego – taxa de desemprego de pessoas que procuravam emprego nos últimos 30 dias antes da entrevista cresceu de 4,3% (em 1990) para 13% neste ano, nas principais regiões metropolitanas do País. </li></ul><ul><li>Rendimento médio real caiu 13,4% nos últimos doze meses </li></ul>FONTE: Banco Central do Brasil - IBGE Oberdan
  13. 13. FINANCIAMENTOS HABITACIONAIS - SBPE VOLUME DE UNIDADES ANUAIS – em mil unidades Fonte: Banco Central do Brasil Volume de financiamento representa soma dos destinados à CONSTRUÇÃO e AQUISIÇÃO Oberdan
  14. 14. FORTALECENDO O MERCADO Oberdan
  15. 15. <ul><ul><li>Manutenção da Caderneta de Poupança obedecendo aos princípios estabelecidos na Lei 4.380/64, garantindo a aplicação de seus recursos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Efetivo retorno dos recursos do FCVS (R$ 34,8 bi), pelo menos nos termos da Resolução BACEN nº 3.005/02; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ambiente adequado para o desenvolvimento do mercado secundário de títulos lastreados em créditos imobiliários. </li></ul></ul>FONTE: Jorge Hereda Medidas propostas no âmbito do BANCO CENTRAL: Oberdan
  16. 16. <ul><ul><li>Estímulo às parcerias entre o Poder Público e a Iniciativa Privada; </li></ul></ul><ul><ul><li>Aprimoramento e compatibilização da legislação de uso e ocupação do solo, criando estímulos para a produção de empreendimentos de interesse social e de lotes urbanizados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Revisão dos impostos incidentes na cadeia produtiva da construção civil; </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução de custos e taxas cartorárias; </li></ul></ul><ul><ul><li>Revisão nos processos de certificação evolutiva de qualidade das empresas. </li></ul></ul>FONTE: Jorge Hereda Propostas de medidas de INCENTIVOS AO CRESCIMENTO DA INDUSTRIA HABITACIONAL: Oberdan
  17. 17. PROPOSTAS PARA REDUÇÃO DA INSEGURANÇA JURÍDICA <ul><ul><li>- Reconhecimento da importância da adimplência nos financiamentos e da agilização processual para retomada de imóveis – superação dos aspectos negativos do paternalismo; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Consolidação da alienação fiduciária como forma de dar maior liquidez e garantia aos financiamentos imobiliários. </li></ul></ul>Oberdan
  18. 18. IMPACTOS DAS REFORMAS TRIBUTÁRIA E PREVIDENCIÁRIA Oberdan
  19. 19. IMPORTÂNCIA DAS REFORMAS <ul><li>Busca de controle e equilíbrio das contas públicas </li></ul><ul><li>Controle do déficit público futuro (prevenção de crises futuras) </li></ul>Oberdan
  20. 20. CRESCIMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA <ul><li>Década de 70: 20,9% do PIB </li></ul><ul><li>Hoje: 36,4 %do PIB ( 51,5% levando-se em consideração a inadimplência e estimativas de sonegação) </li></ul><ul><li>Elevação de 74% (146%) </li></ul>FONTE: Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário - IBPT Oberdan
  21. 21. PREVIDÊNCIA – DÉFICIT POTENCIAL <ul><li>Estimativa de déficit total em 2002: R$ 57 bilhões ano (com tendência de crescimento em ritmo maior que ao do PIB) </li></ul><ul><li>Considerando-se taxa de crescimento do déficit estimado em 3,2% ao ano – Esse déficit resultaria em saldo acumulado de aproximadamente R$ 1,076 trilhões em 15 anos - ( PIB 2002 R$1,321 trilhões) </li></ul>FONTE: Previdência Social – Carta Capital Oberdan
  22. 22. REFORMAS ADEQUADAS = DISPONIBILIDADE DE RECURSOS <ul><li>Com as reformas poderão ser criadas condições para : </li></ul><ul><li>RETOMADA DO DESENVOLVIMENTO </li></ul><ul><li>CRIAÇÃO DE EMPREGOS </li></ul><ul><li>RECUPERAÇÃO DE RENDA </li></ul><ul><li>REDUÇÃO DE JUROS </li></ul>Oberdan
  23. 23. FATORES QUE PODERÃO INDUZIR A MELHORIA ESTRUTURAL <ul><li>Estabilidade Política – Econômica </li></ul><ul><li>Progressos no aculturamento do poder público </li></ul><ul><li>Aprimoramento do arcabouço institucional </li></ul><ul><ul><ul><li>SFI - SFH - Fundos Imobiliários </li></ul></ul></ul><ul><li>Aumento da credibilidade internacional </li></ul>Oberdan
  24. 24. Resultados <ul><li>RECURSOS PARA APLICAÇÕES DE LONGO PRAZO – OFERTA DE CRÉDITO PODERÁ DEIXAR DE SER PROBLEMA </li></ul><ul><li>AUMENTO DA PRODUÇÃO IMOBILIÁRIA RESIDENCIAL </li></ul><ul><li>REDUÇÃO DE RISCO DE DEPRECIAÇÃO DE VALORES POR CRISES DE CREDIBILIDADE NA ECONOMIA </li></ul><ul><li>IMÓVEIS RESIDENCIAIS COMO RESERVAS DE VALOR </li></ul>Oberdan

×