Teorias Sociológicas

67,794 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
11 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
67,794
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4,154
Actions
Shares
0
Downloads
891
Comments
0
Likes
11
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Teorias Sociológicas

  1. 2. Karl Marx 1818-1883 <ul><li>Teoria Crítica: </li></ul><ul><li>A sociedade é transitória e permeada por antagonismos e contradições. </li></ul><ul><li>Materialismo Histórico : a socieda-de surgiu da necessidade dos ho-mens de cooperarem para, traba-lhando , produzirem os bens neces-sários á vida ( divisão social do trabalho ). Toda forma de divisão social do trabalho (cooperação) é acompanhada de um tipo de proprie-dade. A separação entre o trabalho manual e o trabalho intelectual per-mitiu o surgimento da desigualdade e da exploração , resultando na luta de classes . A luta de classes é o mo-vimento real que muda a sociedade e faz a história. </li></ul>
  2. 3. Continuação: Teoria Crítica <ul><li>A sociedade capitalista é resultado do desen-volvimento das forças produtivas e da luta de classes que existem desde o princípio da vida social. É uma sociedade desigual, em que os trabalhadores ( proletariado ) são ex-plorados pelos capitalistas ( burguesia ). </li></ul><ul><li>Assim os conflitos da vida social se devem à desigualdade e sua superação só poderá ser alcançada políticamente pela luta dos traba-lhadores para fim da exploração capitalista. </li></ul><ul><li>A teoria marxista deu à sociologia o concei-to de práxis . A teoria práxis é o entendimen-to de que não é possível à ciência e a qual-quer um ser neutro ou compreender a vida social e qualquer outro fenômeno sem inter-ferir no mesmo. O pensar fazer implica no pensar e vice-versa. </li></ul>
  3. 4. Sociologia Positivista <ul><li>Quis estabelecer o objeto e o método de inves-tigação da sociologia. </li></ul><ul><li>Preocupado com os conflitos e com as idéias socialistas das quais discordava. </li></ul><ul><li>Acreditava que os problemas sociais são de ordem moral e não econômicos e que ocor-riam devido à fragilidade moral de sua época. </li></ul><ul><li>Entendia a sociedade como um sistema forma-da pela associação dos indivíduos. A transmis-são da cultura (socialização) inculca no sujeito o valores e crenças sociais. </li></ul><ul><li>“ As regras morais são sociais na origem, são gerais dentro de uma dada sociedade, e pressu-põe a associação humana, impõem obrigações sociais aos indivíduos, proporcionando um qua-dro de referência externo para o individuo, vin-culam-no fins sociais, e envolve altruísmo .” </li></ul>Émile Durkheim 1858-1917
  4. 5. Continuação: Sociologia Positivista <ul><li>A sociologia deve estudar os fatos sociais . </li></ul><ul><li>Fato social é “toda maneira de agir fixa ou não, suscetível de exercer s obre o indivíduo uma coerção exterior, que é geral na extensão de uma sociedade dada, apresentando existência própria, independente das manifestações individuais que possa ter.” </li></ul><ul><li>Assim as gerações passadas cria-ram o modo de vida e a maneira de agir que coagem os indivíduos. </li></ul><ul><li>A sociologia deveria assim estudar e criar formas de controle social. </li></ul><ul><li>O desenvolvimento da divisão do trabalho deveria, por provocar a interdependência , produzir a solidariedade . </li></ul><ul><li>A ciência deve encontrar soluções para os problema sociais. </li></ul>
  5. 6. Sociologia Compreensiva Max Weber 1864-1920 <ul><li>Conceituação subjetiva da ação social. </li></ul><ul><li>Objeto da sociologia: Ação social . </li></ul><ul><li>. </li></ul><ul><li>Método comparativo: compara socieda- </li></ul><ul><li>des ocidentais e orientais. </li></ul><ul><li>. </li></ul><ul><li>Modelos teórico-metodológicos: tipos </li></ul><ul><li>ideais. </li></ul><ul><li>Quis separar conhecimento empírico dos </li></ul><ul><li>julgamentos de valor. </li></ul><ul><li>. </li></ul><ul><li>A finalidade da sociologia é compreender </li></ul><ul><li>a conduta humana, explicando as causas e </li></ul><ul><li>conseqüências de sua origem. </li></ul><ul><li>. </li></ul><ul><li>Enfoque na Intenção que dá sentido ( sig- </li></ul><ul><li>nificado à ação social. Desse modo é pos- </li></ul><ul><li>sível classificar a ação social. </li></ul>
  6. 7. Continuação: Sociologia Compreensiva <ul><li>As ações reais combinam geral-mente mais de um tipo ideal. </li></ul><ul><li>A racionalidade é o tipo ideal </li></ul><ul><li>predominante na moderna socieda- </li></ul><ul><li>de capitalista, onde se destaca o pa- </li></ul><ul><li>pel dominante da burocracia. </li></ul><ul><li>Weber estudou as formas de do- </li></ul><ul><li>minação e explicou o fenômeno da </li></ul><ul><li>obediência a partir do conceito de </li></ul><ul><li>legitimidade ( dominação legítima ). </li></ul><ul><li>Encara o capitalismo de forma positiva por considerar que o mesmo representa a forma de ra-cionalização do homem moderno </li></ul><ul><li>A Ação Social para Weber pode ser: </li></ul><ul><li>Racional, visando a fins; </li></ul><ul><li>Racional, visando a valores; </li></ul><ul><li>Afetiva, ou conduta emocional; </li></ul><ul><li>Tradicional (costume). </li></ul>
  7. 8. Sociologia Funcionalista <ul><li>Influenciada por Max Weber toma a Ação Social como objeto da sociologia. </li></ul><ul><li>Afirma que a sociedade é formada pe-los sistemas culturais, sistemas de per-sonalidade e organismos comportamen-tais, que são definidos como constituin-tes primários. </li></ul><ul><li>A estrutura social é resultante da insti-tucionalização de idéias, valores e sím-bolos pelos quais zelam as instituições (família, escola, diretito, etc.). </li></ul><ul><li>Entende a sociedade como um sistema funcional onde as instituições desem-penham papéis funcionais. </li></ul>Talcott Parsons 1902-1979
  8. 9. Continuação: Sociologia Funcionalista <ul><li>Para Parsons aos sistemas sociais possuem quatro funções específicas: </li></ul><ul><li>Estabilidade normativa - envolve valores , aceitação dos mesmos pelo membros da sociedade; </li></ul><ul><li>Integração : assegura a organização e coordenação entre diferentes unidades do sistema, visando funcionamento do todo; </li></ul><ul><li>Consecução de fins - corresponde à definição de objetivos a serem atingidos pelas unidades e pelo todo social; </li></ul><ul><li>Adaptação - Conjunto de meios para atingir os fins desejados; </li></ul><ul><li>A mudança cria a necessidade de modos funcionais de ajustamento. </li></ul><ul><li>Além de Parsons outro sociólogo funcionalista importante foi </li></ul><ul><li>Robert Merton. </li></ul>
  9. 10. Sociologia Latino-Americana <ul><li>Influências: sociologia européia e norte-americana, depois, em função do estudo do subdesenvolvimento, influência marxista; </li></ul><ul><li>Principais problemas e linhas de pesquisa: subdesenvolvimento e dependência, questão agrária, jurídica, educação, aspectos de humanização da vida urbana, controle social, etc. </li></ul>
  10. 11. Sociologia Brasileira <ul><li>Principais problemas e linhas de pesquisa: </li></ul><ul><li>Anos 1920 e 30: formação da sociedade brasileira - escravatura, abolição, indíos e negros e deslocamento do eixo de dominação campo-cidade; </li></ul><ul><li>Anos 1940 e 50: problemas sociais da classe trabalhadora, padrão de vida, salários e estudos de comunidades rurais; </li></ul><ul><li>Início dos anos 1960: estudou o período desenvolvimentista, questões agrárias, industrialização, inquietações políticas e conflitos sociais. </li></ul><ul><li>Período da ditadura: preocupação com as crises e conflitos geradas pelo regime militar. </li></ul><ul><li>A partir de 1980: problemas urbanos, questão da mulher, do menor, posse da terra, da educação, etc. </li></ul>Florestan Fernandes

×