Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Upcoming SlideShare
Transporte nos animais
Transporte nos animais
Loading in …3
×
1 of 53

B11 distribuição da matéria

2

Share

Download to read offline

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

B11 distribuição da matéria

  1. 1. O transporte nas plantas
  2. 2. Nuno Correia 11/12
  3. 3. As árvores mais altas que se conhecem, as sequóias , podem ter cerca de 110 m de altura. Qualquer teoria que pretenda explicar o mecanismo de transporte da água nas plantas deve ter em consideração este facto. Nuno Correia 11/12
  4. 4. Nuno Correia 11/12
  5. 5. Nuno Correia 11/12
  6. 6. Tecidos condutores Nuno Correia 11/12
  7. 7. Nuno Correia 11/12
  8. 8. Xilema Nuno Correia 11/12
  9. 9. Nuno Correia 11/12
  10. 10. Elementos de vaso São evolutivamente mais recentes e eficientes, pois apresentam maior diâmetro e as extremidades de contacto entre as células podem ser totalmente dissolvidas, formando um tubo oco mais eficaz no transporte. Nuno Correia 11/12
  11. 11. Nuno Correia 11/12
  12. 12. Floema Nuno Correia 11/12
  13. 13. Nuno Correia 11/12
  14. 14. Nuno Correia 11/12
  15. 15. A seiva bruta é transportada pelo xilema Nuno Correia 11/12
  16. 16. Nuno Correia 11/12
  17. 17. Como ascende a água na Planta? Nuno Correia 11/12
  18. 18. Nuno Correia 11/12
  19. 19. Qual é a força responsável pela ascensão de água no xilema? 1ª Hipótese – a água sobe por bombeamento feito por células vivas. 2 ª Hipótese - A pressão radicular é a causa da subida da água. 3ª Hipótese - O mecanismo de tensão-coesão-adesão é o principal responsável pelo transporte da seiva bruta? Nuno Correia 11/12
  20. 20. Hipótese da pressão radicular Esta hipótese é suportada pela observação de fenómenos de Gutação e Exsudação Nuno Correia 11/12
  21. 21. Nuno Correia 11/12
  22. 22.  Esta hipótese postula que existe uma pressão formada na raiz (pressão radicular) que impele a seiva bruta para cima. A acumulação de iões nas células radiculares (por transporte activo), faz com que a concentração de solutos aumente pelo que a água entra na raiz por osmose. A acumulação de água na raiz provoca então uma pressão radicular(pressão positiva da raiz) que força a água a subir. Nuno Correia 11/12
  23. 23. Observação experimental Nuno Correia 11/12
  24. 24. Alguns aspetos que não consegue explicar a pressão radicular medida em várias plantas não é suficientemente grande para elevar a água até ao ponto mais alto de uma árvore grande;  a maioria das plantas não apresenta gutação nem exsudação;  as plantas das zonas temperadas não apresentam exsudação nos planos de corte, efetuando até, por vezes, absorção de água;  existem determinadas plantas (algumas Gimnospérmicas, denominadas Coníferas) que possuem -uma pressão radicular nula. Nuno Correia 11/12
  25. 25. Teoria da tensão-coesão-adesão A teoria da tensão-coesão-adesão explica a ascensão da seiva bruta desde a raiz até às folhas com base na existência de uma transpiração estomática ao nível das folhas. Nuno Correia 11/12
  26. 26. Nuno Correia 11/12
  27. 27. Nuno Correia 11/12
  28. 28. Nuno Correia 11/12
  29. 29. Nuno Correia 11/12
  30. 30. Esta hipótese é apoiada pelas seguintes evidências:  existência de forças de adesão entre as moléculas de água e as paredes dos vasos;  existência de forças de coesão entre as moléculas de água, resultantes da ligação por pontes de hidrogénio entre as suas moléculas;  existência de forças de tensão geradas nas folhas e resultantes das perdas de água ao nível das células do tecido clorofilino. Nuno Correia 11/12
  31. 31. De acordo com esta hipótese, a perda de água por transpiração através dos estornas das folhas gera uma tensão que obriga a seiva bruta a sair dos vasos xilémicos para as células do tecido clorofilino em direção aos estomas. Nuno Correia 11/12
  32. 32. As propriedades de coesão e adesão da água permitem a manutenção de uma coluna contínua de água no interior do xilema, da raiz até às folhas, que se desloca de baixo para cima em direção à fonte de tensão. Se os estomas estiverem fechados, a água no interior do xilema tende a manter-se num estado estacionário. Nuno Correia 11/12
  33. 33. Transporte no floema Os Afídeos ou Pulgões são insetos que parasitam as plantas. Por meio de seus aparelhos bucais, formados por estiletes compridos, penetram nas partes tenras do vegetal e estabelecem uma comunicação com o líber, passando a extrair a seiva elaborada. Cortes feitos nessas regiões e vistos ao microscópio mostram que os estiletes bucais estão localizados no tecido liberiano. Nuno Correia 11/12
  34. 34. Nuno Correia 11/12
  35. 35. Nuno Correia 11/12
  36. 36. Nuno Correia 11/12
  37. 37. Nuno Correia 11/12
  38. 38. Nuno Correia 11/12
  39. 39. Nuno Correia 11/12
  40. 40. Nuno Correia 11/12
  41. 41. Nuno Correia 11/12
  42. 42. Nuno Correia 11/12
  43. 43. Nuno Correia 11/12
  44. 44. Nuno Correia 11/12
  45. 45. Nuno Correia 11/12
  46. 46. Nuno Correia 11/12
  47. 47. Nuno Correia 11/12
  48. 48. Nuno Correia 11/12
  49. 49. Nuno Correia 11/12
  50. 50. Nuno Correia 11/12
  51. 51. Nuno Correia 11/12
  52. 52. Nuno Correia 11/12
  53. 53. Nuno Correia 11/12

×