Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Orientações necessárias

311 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Orientações necessárias

  1. 1.  1° A qualidade da celebração exige harmonia entre mente, coração e abertura à graça (cf. SC 10).  2º Quem preside precisa desenvolver uma espiritualidade litúrgica, através da oração pessoal, da meditação da Palavra de Deus e do conhecimento dos textos litúrgicos.  3º Conhecer o Ritual. Eis o caminho certo para se chegar a uma boa celebração, autêntica, viva, orante!
  2. 2.  4º Garantir a visibilidade e organização do espaço litúrgico; favorecer a qualidade das músicas, a capacitação dos leitores, a qualidade do som, a iluminação e ventilação adequadas. Acomodar bem as pessoas: assentos suficientes. Eliminar excesso de decoração e de cartazes pelas paredes.  5º Educar para a relação entre Liturgia e piedade popular. Exemplo: a entrada do terço, das imagens… sem exageros.  6º Realizar bem os gestos. Cada coisa a seu tempo.
  3. 3.  7º Deixar os símbolos falarem. No Batismo, usar água suficiente, na Vigília Pascal acender um bom fogo; usar óleo suficiente no Batismo e na Crisma… A fração do Pão deve ser bem visível, enquanto se canta o Cordeiro de Deus.  8º Valorizar os momentos de silêncio: • ato penitencial, “oremos”, consagração, depois da comunhão.  9º Orientar a escolha e a execução dos cantos. Respeitar a índole de cada canto litúrgico. As músicas devem ter a duração do rito. Evite-se prolongá-las, a não ser que haja real necessidade.
  4. 4.  O verbalismo  O formalismo  A falta de mística (atitude espiritual orante)  A falta dos momentos de silêncio, de pausa.  Mudança brusca no rito (causa ruído, desorientação)

×