Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Quando Deus Diz Não! O Exemplo de Jesus

3,095 views

Published on

  • Be the first to comment

Quando Deus Diz Não! O Exemplo de Jesus

  1. 1. “Nossa dor não advém das coisas vividas, Mas das coisas que foram sonhadas E não se cumpriram. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.” Carlos Drummond de Andrade
  2. 2. Mateus 26.36-46 Então, eles foram para um jardim chamado Getsêmani. Jesus disse aos discípulos: “Fiquem aqui enquanto vou orar mais adiante”. Levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, ele mergulhou numa tristeza agonizante e declarou: “A tristeza que sinto é uma tristeza de morte. Fiquem aqui e vigiem comigo”. Indo um pouco adiante, prostrou-se no chão, orando:
  3. 3. Mateus 26.36-46 “Meu Pai, se há algum meio, livra-me! Afasta este cálice de mim. Mas, por favor, não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres”. Quando voltou aos discípulos, encontrou os três dormindo e disse a Pedro: “Vocês não podem aguentar nem por uma hora?” Fiquem atentos. Orem sempre para que não caiam em tentação antes mesmo de perceber o perigo.
  4. 4. Mateus 26.36-46 Uma parte de vocês está disposta a fazer qualquer coisa por Deus, mas a outra parte simplesmente não reage”. Deixouos segunda vez e de novo orou: “Pai, se não há outro jeito a não ser beber este cálice até o fim, estou pronto. Seja feita a tua vontade”. Quando regressou, encontrou de novo os discípulos dormindo.
  5. 5. Mateus 26.36-46 Eles simplesmente não conseguiam manter os olhos abertos. Dessa vez, deixou-os dormindo e pela terceira vez foi orar, repetindo as mesmas palavras. Ao voltar para junto deles outra vez, disse: “Vocês vão dormir a noite toda? Minha hora chegou. O Filho do Homem está prestes a ser traído e entregue nas mãos dos pecadores. Levantem-se, vamos! O traidor chegou”.
  6. 6. O que Jesus nos ensina com o não que ele recebeu do Pai: 1 Todos nós experimentamos sofrimento profundo. ele mergulhou numa tristeza agonizante e declarou: “A tristeza que sinto é uma tristeza de morte. (v.38)
  7. 7. “Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo – quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação...” Clarice Lispector
  8. 8. O que Jesus nos ensina com o não que ele recebeu do Pai: 2 Todo o sofrimento sempre será solitário e intransferível. ele mergulhou numa tristeza agonizante e declarou: “A tristeza que sinto é uma tristeza de morte. Fiquem aqui e vigiem comigo”. (v.38)
  9. 9. O que Jesus nos ensina com o não que ele recebeu do Pai: 2 Todo o sofrimento sempre será solitário e intransferível. Quando voltou aos discípulos, encontrou os três dormindo e disse a Pedro: “Vocês não podem aguentar nem por uma hora?” (v.40)
  10. 10. O que Jesus nos ensina com o não que ele recebeu do Pai: 3 Submissão e obediência à vontade do Pai. Indo um pouco adiante, prostrou-se no chão, orando: “Meu Pai, se há algum meio, livra-me! Afasta este cálice de mim. Mas, por favor, não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres”. (v.39)
  11. 11. O que Jesus nos ensina com o não que ele recebeu do Pai: 3 Submissão e obediência à vontade do Pai. Deixou-os segunda vez e de novo orou: “Pai, se não há outro jeito a não ser beber este cálice até o fim, estou pronto. Seja feita a tua vontade”. (v.42)
  12. 12. O que Jesus nos ensina com o não que ele recebeu do Pai: 3 Submissão e obediência à vontade do Pai. Deixou-os segunda vez e de novo orou: “Pai, se não há outro jeito a não ser beber este cálice até o fim, estou pronto. Seja feita a tua vontade”. (v.42)
  13. 13. Não se esqueça 1. Todos nós enfrentaremos em nossa jornada momentos de profunda dor. 2. Nossa dor é pessoal e intransferível. 3. Devemos nos submeter em obediência a vontade de Deus.
  14. 14. Para Refletir: 1. Você tem enfrentado que momento de dor? 2. Você se sente sozinho e magoado por que no momento que você mais precisou pessoas te abandonaram? 3. Diante do não de Deus você está pronto para dizer sim para a vontade dele?

×