Mídias Digitais para Organizações Públicas<br />Nino Carvalho<br />Consultoria e Capacitação<br />em Marketing Digital<br ...
:: o que fazemos?<br />Nosso foco está em treinamento, planejamento e estratégia de comunicação e marketing digitalpara or...
 Monitoramento de Marca
 Gerenciamento de e-crise
RP 2.0
e-Branding
 Marketing de Busca (SEM/SEO)</li></li></ul><li>:: principais diferenciais<br />Equipe Premium > experiência prática e aca...
:: experiência e portfolio<br />Superior Tribunal de Justiça<br />Presidência da República<br />
:: experiência > Professor e Palestrante<br /><ul><li> Capacitou mais de 6.000profissionais no Brasil e exterior, dos quai...
 Idealizador, coordenador dos cursos de MBA e Pós-MBA em Comunicação e Marketing Digital da Fundação Getúlio Vargas – FGV ...
 Palestrante em mais de 400 eventos e workshops desde 1998
 Professor de cursos de pós-graduação e MBAs no Brasil > Marketing Digital, Propaganda e Mídias Digitais, Comunicação Inte...
 Desenhou e ministrou treinamentos para dezenas organizações públicas e privadas, do Brasil e exterior (Argentina, Chile, ...
Professor da eConsultancy no Brasil, ministrando treinamentos para empresas de grande porte e principais agências de publi...
 Idealizador e curador dos eventos #SouMaisWebe do Fórum de Marketing Digital FGV (#FGVDigital)</li></li></ul><li>Jornalis...
Recomendação: Eleições 2010 – é hora de desmistificar o case Obama(Gabriel Rossi, 2011)<br />
Excelência em eComunicação<br />O sucessoemEstratégias Sociais nãoseráconquistado com suposições, ignorância e modismos, m...
 :: Organizações de Excelência<br /><ul><li>Profundo entendimento do mercado
 Segmentação muito bem pensada
 Planejamento Estratégico de Marketing eficiente
 Estratégias integradas de longo prazo
 Institucionalização da criatividade e inovação
 Estruturas organizacionais focadas no cliente
 Investimento em Marketing e Comunicação
 Pensamento pró-ativo</li></ul>Comprometimento com a implementação!<br />
Principais DiferençasSetor Público x Setor Privado<br />
:: Comunicação 1.0  x  Comunicação 2.0<br />
:: Pros e Cons da nova Comunicação<br />
:: o que os internautas pensam?<br /><ul><li>Público é tocado pelo governo, privado é por qualquer outra pessoa
Setor Público: ajudar as pessoas é a prioridade, lucro é secundário. No Setor Privado, lucro é primeiro e ajudar vem em se...
Setor Público é a parte da economia controlada pelo governo
Setor Privado é baseado em lucro, o público é baseado em impostos</li></ul>Fonte: diversos depoimentos em blogs, comentári...
:: o que os internautas pensam?<br /><ul><li>Público é tocado pelo governo, privado é por qualquer outra pessoa
Setor Público: ajudar as pessoas é a prioridade, lucro é secundário. No Setor Privado, lucro é primeiro e ajudar vem em se...
Setor Público é a parte da economia controlada pelo governo
Setor Privado é baseado em lucro, o público é baseado em impostos</li></ul>Fonte: diversos depoimentos em blogs, comentári...
:: e-Governo<br />Da Era Industrial para Era daInformaçãoPressãoparaGoverno se parecermais com SetorPrivado<br />Umamudanç...
:: e-Governo – principais desafios<br />Relacionamento entre cidadãos e o governoCom o potencialda internet emcustomizar a...
:: e-Governo – prós e cons<br />
:: ranking da ONU para eGov (2010)<br />
Mudanças no Ambientee o impacto no Setor Público<br />
:: em algum lugar não muito distante<br />
Voz Política / Green Friendly<br />Maisexigente<br />Facilmente<br />entediado<br />Novo<br />e-cidadão<br />Mais<br />dis...
As pessoas se expressam online<br />Uma comunidade que declara ódio a uma marca e agrega alguns milhares de membros, confi...
E será que estamos atentos às oportunidades e aliados?<br />
:: Revoltas em Londres (Ago, 2011)<br />
:: Meio milhão no Chile (Ago, 2011)<br />
:: Estudantes da UFES (semana passada)<br />
Alguns Cases<br />
<ul><li>Polêmica: apesar do debate causado pela percepção crítica e opinativa do blog da Petrobras em relação às matérias ...
Instrumento de autodefesa: Fatos e Dados é uma ferramenta da Petrobras que protege a empresa contra o “fogo crítico” dispa...
Autonomia: o blog oferece à empresa independência nas respostas e nas divulgações de conteúdo. A Petrobras consegue dissem...
Contato direto: a companhia fala diretamente com o seu público-alvo e se posiciona frente aos acontecimentos sem interferê...
Ministério da Saúde > excelente uso das Redes Sociais<br />
Ministério da Saúde > excelente uso das Redes Sociais<br />São mais de 100 mil influenciados diretos<br />Mais de de10 mil...
Excelente iniciativa – vamos usar a internet pra evoluir!<br />
:: nossos ministros e ministérios<br />Das 27 casas, quase metade não possui perfil no Twitter (Fazenda, Esportes e Ciênci...
Case em DestaqueFinlândia<br />
:: conhece a Finlândia?<br />
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Comunicação Pública na Era Digital

3,329 views

Published on

Webinar sobre Comunicação Digital para o Setor Público. Falo sobre as diferenças de Comunicação e Marketing nos setores público e privado, e-governo, revoltas potencializadas pela internet. Apresento cases como: Petrobras, Senado Federal, STJ, Ministério da Saúde, Finlândia, IBM, BBC.
O seminário foi apresentado online no @treinatom e promovido pelo @paposnarede (em Set 2011)

Published in: Business

Comunicação Pública na Era Digital

  1. 1. Mídias Digitais para Organizações Públicas<br />Nino Carvalho<br />Consultoria e Capacitação<br />em Marketing Digital<br />Nino Carvalho, MSc<br />+ Consultor em Planejamento Estratégico de Marketing Digital<br />+ Desenvolve Programas de Capacitação para organizações públicas e privadas<br />+ Coordena o MBA e Pós-MBA em Marketing Digital da FGV no Brasil<br />@ninocarvalho<br />Quem Somos – Nino Carvalho<br />
  2. 2. :: o que fazemos?<br />Nosso foco está em treinamento, planejamento e estratégia de comunicação e marketing digitalpara organizações públicas e privadas.<br />Contamos com especialistas em diferentes segmentos e atendemos a diversas soluções, entre elas:<br /> . Planejamento de Comunicação e Marketing<br /> . Capacitação e Treinamento em Mídias Digitais<br /> . Estratégias de Mídias Digitais<br /> . Inteligência Competitiva no Ambiente Digital<br /> . Gestão de Presença Online<br />Orientamos as ações de nossos clientes em áreas como:<br /><ul><li>Redes sociais
  3. 3. Monitoramento de Marca
  4. 4. Gerenciamento de e-crise
  5. 5. RP 2.0
  6. 6. e-Branding
  7. 7. Marketing de Busca (SEM/SEO)</li></li></ul><li>:: principais diferenciais<br />Equipe Premium > experiência prática e acadêmica<br />Posicionamento Estratégico >customercentric / satisfação dos clientes<br />Focado no Negócio >estamos aqui para maximizar seus lucros e resultados<br />Especializados em >Setor Público / Programas de Treinamento Corporativo<br />
  8. 8. :: experiência e portfolio<br />Superior Tribunal de Justiça<br />Presidência da República<br />
  9. 9. :: experiência > Professor e Palestrante<br /><ul><li> Capacitou mais de 6.000profissionais no Brasil e exterior, dos quais cerca de mil no Setor Público do Brasil e Reino Unido
  10. 10. Idealizador, coordenador dos cursos de MBA e Pós-MBA em Comunicação e Marketing Digital da Fundação Getúlio Vargas – FGV (desde 2011) e do primeiro MBA em Marketing Digital do Brasil (Facha-IGEC, 2008-2010)
  11. 11. Palestrante em mais de 400 eventos e workshops desde 1998
  12. 12. Professor de cursos de pós-graduação e MBAs no Brasil > Marketing Digital, Propaganda e Mídias Digitais, Comunicação Integrada de Marketing, Comércio Eletrônico, e Planejamento Estratégico de Marketing Digital
  13. 13. Desenhou e ministrou treinamentos para dezenas organizações públicas e privadas, do Brasil e exterior (Argentina, Chile, Colômbia, Venezuela, Reino Unido)
  14. 14. Professor da eConsultancy no Brasil, ministrando treinamentos para empresas de grande porte e principais agências de publicidade do país
  15. 15. Idealizador e curador dos eventos #SouMaisWebe do Fórum de Marketing Digital FGV (#FGVDigital)</li></li></ul><li>Jornalista, Mestre em Administração pelo IBMEC, pós-graduado em Marketing e Estratégia pelo CharteredInstituteof Marketing (Reino Unido). Vasta experiência em treinamentos, programas de capacitação e eventos.<br />Artigos acadêmicos e práticos publicados em diversos veículos no Brasil. Co-autorde dois ebooks e de capítulo sobre Assessoria de Imprensa 2.0 no livro-referência Assessoria de Imprensa e Relacionamento com a Mídia (de Jorge Duarte).<br />Foi Gerente de Estratégias em Mídias Digitais da InPress Porter Novelli, uma das maiores agências de comunicação do país e Diretor de Marketing Digital no BritishCouncil para América Latina. É consultor em Estratégias de Comunicação e Marketing Digital.<br />Experiência em desenvolvimento de projetos, ações e planejamentos estratégicos na área online para organizações como: IBM, Unilever, Net, Claro, Audi, L’Óreal, Sportv, Comunique-se, Souza Cruz, GSN Esportes, Embratel, Ministério da Cultura, Superior Tribunal de Justiça, WMcCann, Senado Federal, Presidência da República, Lector.com, Embrapa, entre outros.<br />:: Nino Carvalho, prof. Ms.<br />
  16. 16. Recomendação: Eleições 2010 – é hora de desmistificar o case Obama(Gabriel Rossi, 2011)<br />
  17. 17. Excelência em eComunicação<br />O sucessoemEstratégias Sociais nãoseráconquistado com suposições, ignorância e modismos, massimatravés de um sólidoentendimentodetalhado do seumercado e clientes; focoemsegmentação e diferenciação, e umaproposta de valorrealmenteútil. . .<br />
  18. 18.
  19. 19. :: Organizações de Excelência<br /><ul><li>Profundo entendimento do mercado
  20. 20. Segmentação muito bem pensada
  21. 21. Planejamento Estratégico de Marketing eficiente
  22. 22. Estratégias integradas de longo prazo
  23. 23. Institucionalização da criatividade e inovação
  24. 24. Estruturas organizacionais focadas no cliente
  25. 25. Investimento em Marketing e Comunicação
  26. 26. Pensamento pró-ativo</li></ul>Comprometimento com a implementação!<br />
  27. 27. Principais DiferençasSetor Público x Setor Privado<br />
  28. 28. :: Comunicação 1.0 x Comunicação 2.0<br />
  29. 29. :: Pros e Cons da nova Comunicação<br />
  30. 30. :: o que os internautas pensam?<br /><ul><li>Público é tocado pelo governo, privado é por qualquer outra pessoa
  31. 31. Setor Público: ajudar as pessoas é a prioridade, lucro é secundário. No Setor Privado, lucro é primeiro e ajudar vem em segundo
  32. 32. Setor Público é a parte da economia controlada pelo governo
  33. 33. Setor Privado é baseado em lucro, o público é baseado em impostos</li></ul>Fonte: diversos depoimentos em blogs, comentários e fóruns<br />
  34. 34. :: o que os internautas pensam?<br /><ul><li>Público é tocado pelo governo, privado é por qualquer outra pessoa
  35. 35. Setor Público: ajudar as pessoas é a prioridade, lucro é secundário. No Setor Privado, lucro é primeiro e ajudar vem em segundo
  36. 36. Setor Público é a parte da economia controlada pelo governo
  37. 37. Setor Privado é baseado em lucro, o público é baseado em impostos</li></ul>Fonte: diversos depoimentos em blogs, comentários e fóruns<br />O setor público, também conhecido como setor estatal, é uma parte do Estado  que lida com a produção, entrega e distribuição de bens e serviços por e para o governo ou para os seus cidadãos.<br />
  38. 38. :: e-Governo<br />Da Era Industrial para Era daInformaçãoPressãoparaGoverno se parecermais com SetorPrivado<br />Umamudança de idéias é necessáriaGovernonãoconsiguirámudarsuaessênciaatéentenderque as formas de entrega de serviços e estruturasburocráticasprecisam ser revistaspararefletir a nova realidade<br />ResponsabilidadeA internet é a principal peçaparaconseguirtransparência e cobrarresponsabilidadedaesferapública<br />“É o empregoda internet paraentregarinformações e serviçospúblicosparaoscidadãos”(ONU, 2006)<br />“Essencialmente se refere à utilização de TI e outrastecnologias online paramelhorar a eficiência e eficácia dos serviçosoferecidos no SetorPúblico” (Jeong, 2007).<br />
  39. 39. :: e-Governo – principais desafios<br />Relacionamento entre cidadãos e o governoCom o potencialda internet emcustomizar a experiência de serviço, a padronizaçãopúblicairásofrer<br />ReformasEducacionaisMudar a forma comoosprofessoreslecionam, estudantesaprendem e como as escolassãogeridas e maximizar o uso de EAD<br />Congestionamento de TráfegoNotíciassobreestado do tráfegosãomeraquestão de transformar dados eminformaçõesúteis<br />PrivacidadeÉ necessáriamaisregulamentação no tratamento, coleta e uso de informações dos cidadãospor parte de organizaçõespúblicas<br />SegurançaQuantomaisinvestimosemtecnologiapratocarnossaeconomia, o governo etc, maisestamosabertos a problemasrelacionados a segurançadainformação<br />
  40. 40. :: e-Governo – prós e cons<br />
  41. 41.
  42. 42.
  43. 43. :: ranking da ONU para eGov (2010)<br />
  44. 44. Mudanças no Ambientee o impacto no Setor Público<br />
  45. 45. :: em algum lugar não muito distante<br />
  46. 46. Voz Política / Green Friendly<br />Maisexigente<br />Facilmente<br />entediado<br />Novo<br />e-cidadão<br />Mais<br />discriminador<br />Acesso aoconhecimento<br />Embusca deconveniência<br />Maiscético<br />Maisinclinadoa reclamar<br />
  47. 47. As pessoas se expressam online<br />Uma comunidade que declara ódio a uma marca e agrega alguns milhares de membros, configura uma opção de boicote?<br />(Patrícia Moura)<br />
  48. 48. E será que estamos atentos às oportunidades e aliados?<br />
  49. 49.
  50. 50. :: Revoltas em Londres (Ago, 2011)<br />
  51. 51. :: Meio milhão no Chile (Ago, 2011)<br />
  52. 52. :: Estudantes da UFES (semana passada)<br />
  53. 53. Alguns Cases<br />
  54. 54. <ul><li>Polêmica: apesar do debate causado pela percepção crítica e opinativa do blog da Petrobras em relação às matérias publicadas pela mídia, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) defendeu a Petrobras e considerou legítima a decisão de criar o blog
  55. 55. Instrumento de autodefesa: Fatos e Dados é uma ferramenta da Petrobras que protege a empresa contra o “fogo crítico” disparado pela imprensa
  56. 56. Autonomia: o blog oferece à empresa independência nas respostas e nas divulgações de conteúdo. A Petrobras consegue disseminar livremente as informações e os dados de seu interesse
  57. 57. Contato direto: a companhia fala diretamente com o seu público-alvo e se posiciona frente aos acontecimentos sem interferência de terceiros, o que resulta em uma relação mais íntima e direta com a sociedade. </li></li></ul><li>Lições bem aprendidas no Blog do Planalto<br />
  58. 58.
  59. 59.
  60. 60.
  61. 61.
  62. 62.
  63. 63.
  64. 64.
  65. 65.
  66. 66.
  67. 67. Ministério da Saúde > excelente uso das Redes Sociais<br />
  68. 68. Ministério da Saúde > excelente uso das Redes Sociais<br />São mais de 100 mil influenciados diretos<br />Mais de de10 mil “curtiram” no Facebook + 75 mil seguem no Twitter<br />Dezenas de comunidades (Facebook e Orkut)<br />Quase 20 mil perguntas no FormSpring<br />E centenas de vídeos no YouTube e imagens no Flickr<br />
  69. 69. Excelente iniciativa – vamos usar a internet pra evoluir!<br />
  70. 70. :: nossos ministros e ministérios<br />Das 27 casas, quase metade não possui perfil no Twitter (Fazenda, Esportes e Ciência e Tecnologia)<br />Destaque para Ministérios da Saúde, da Defesa e do Turismo<br />Ministro Alfredo Nascimento (Transportes) – última atualização = 2 Outubro 2010<br />Edison Lobão (Minas e Energia) – também em outubro!<br />Mario Negromonte (Cidades) – março de 2010!<br />Fonte: Nino Carvalho Consultoria (Jan 2011)<br />
  71. 71. Case em DestaqueFinlândia<br />
  72. 72. :: conhece a Finlândia?<br />
  73. 73.
  74. 74.
  75. 75.
  76. 76.
  77. 77. Quase 90%dapopulaçãoestá online (2010). É o nono no ranking mundial.<br />Acesso à internet é direitoconstitucional (2011).<br />
  78. 78. Política de Mídias Sociaisa importância de se estabelecer guidelines<br />
  79. 79. :: O início de tudo...<br />Somente 29% das organizações possuem políticas de mídias sociais (Manpower, 2010)<br />
  80. 80. :: Benchmarks > IBM <br />ObjetivosnasMídiasSociais:<br /><ul><li>Aprender: sendoumaempresainovadora e ligada à pesquisa, acreditamosnaimportância de trocar com nossospúblicos. MídiasSociaissãouma arena importantepara o desenvolvimentoorganizacional e pessoal
  81. 81. Contribuir: fazemoscontribuiçõesimportantespara o mundo, o futuro do mercado e datecnologia, e aodiálogopúblico. É importantepara a IBM e seuscolaboradorescompartilhar com o mundo as coisasquefazemos e aprendemos</li></li></ul><li>:: Benchmarks > IBM <br />“Conheça e siga”<br /><ul><li>Não entre emdiscussões – seja o primeiro a admitirseuserros
  82. 82. Adicione valor – ofereçainformaçõesúteis e perspectivas
  83. 83. Você é a marca – a marcada IBM é representadaporsuaspessoas e o quevocêpublicarefletenanossamarca
  84. 84. Falenaprimeirapessoa – tragasuapersonalidade, diga o queestánasuamente!
  85. 85. IBMerssãopessoalmenteresponsáveispeloquepublicam online
  86. 86. Identifique-sesemprequefalarda IBM, com seunome e cargo
  87. 87. Use disclaimers
  88. 88. Respeitedireitosautorais e normaislegais
  89. 89. Nãocompartilhe nada confidencial
  90. 90. Respeitesuaaudiência – nãotrateninguém de maneiraconsideradainapropriadadentroda IBM</li></li></ul><li>:: Benchmarks > BBC<br /><ul><li>Participe online, nãosimplesmente “divulgue” mensagens a outros
  91. 91. Tom de voz– se entrarmosemumacomunidade, nósqueestamos no ambiente dos usuários, não o contrário
  92. 92. Respeito com a comunidade, o ambiente e opiniõesdivergentes
  93. 93. Foco no relacionamento com a comunidade</li></li></ul><li>:: Mas pq você precisa de uma Política?<br /><ul><li>Não ser ativo nas mídias sociais pode fazer mal para marca
  94. 94. Nossa organização nunca esteve com o controle da marca (nem com as conversas de funcionários)
  95. 95. É necessário uma mudança cultural e educação digital em toda a organização – para assegurar a sobrevivência
  96. 96. Desenvolve uma atmosfera de crescimento e compartilhamento de informação
  97. 97. Facilita futuras evoluções da organização e a deixa mais flexível para o ambiente turbulento do mercado
  98. 98. 63% das empresas que possuem Políticas dizem que o documento ajuda diretamente em uma melhor postura da marca e seus colaboradores no ambiente digital</li></ul>As Políticas de Mídias Sociais são a melhor forma de educar e capacitar os funcionários no bom uso das ferramentas digitais.<br />
  99. 99. Marcas Públicasno ambiente social online<br />
  100. 100. Antes, um teste.<br />Vocêconheceessasmarcas?<br />
  101. 101.
  102. 102.
  103. 103.
  104. 104. E a gente?<br />Qual a marcadanossaorganização?<br />
  105. 105. Tendênciasque impactarão o cenário de Comunicação Pública<br />
  106. 106. Programa de Capacitação In Press Agosto 2010 |<br />
  107. 107. Todo mundo está conectado<br />
  108. 108. brasileiros<br />
  109. 109. Tendências Globais de Mídia<br />População pobre considera TV uma necessidade básica<br />Assistimos mais TV, não menos<br />Copa do Mundo, Futebol Americano, AmericanIdol<br />EUA e Europa perdem circulação de jornais, mas resto do mundo vive o sucesso do jornal<br />Facebook!<br />Lanhouses são porta de entrada para mercados emergentes<br />BRICs elevam consumo de vídeos online<br />Custo de acesso ainda um problema<br />Tablets e similares vão potencializar uso da internet<br />Menos palavras = mais consumo de conteúdo<br />Fonte: AdNews<br />
  110. 110. Principais competências de uma organização no mundo digital<br />Escuta ativa<br />Sempre com foco no público-alvo<br />Elaboração de regras e guias para o engajamento<br />Gerenciamento de expectativas<br />Exploração de oportunidades<br />Trabalho em conjunto com o cidadão<br />Desenho um plano para gerenciamento de e-crises<br />Flexibilidade e agilidade<br />Respeito à lei da “Transparência Radical”<br />Foco em diálogo e relacionamento<br />
  111. 111. muito obrigado pelaatenção<br />
  112. 112. :: referências e recomendações<br /><ul><li>Suíça é o primeiro país a colocar internet como direito constitucional (em 2006)
  113. 113. Mais sobre a Finlândia
  114. 114. Sobre e-Governo (em inglês)
  115. 115. Pesquisa da ONU sobre grau de preparação de países para o e-Gov (2010)
  116. 116. Plano Nacional de e-Governança da Índia
  117. 117. Definição de “Setor Público” na Wikipedia
  118. 118. Eleições 2010 – é hora de desmistificar o case Obama(artigo de Gabriel Rossi, 2011)
  119. 119. Lista para acompanhar nossos Ministros e os Ministérios no Twitter
  120. 120. Posts sobre Setor Público
  121. 121. Diversos links sobre Setor Público
  122. 122. Impostômetro e site Hora de Agir (Cidade Marketing)
  123. 123. Padrões e-Gov – Cartilha de Redação para Web (por Bruno Rodrigues)</li></li></ul><li>eu@ninocarvalho.com.br<br />21.8283.2585<br />http://ninocarvalho.com.br<br />Siga @ninocarvalho<br />Entre em contato com a gente ;-)<br />

×