Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
A história social através do método de pesquisa genealógica: a genealogia corrigindo lapsos da história  Silvia Buttros Ni...
1692 1703 1723 1725 1732 1739 1745 1749 Datas de chegada dos povoadores  à região de Paraguaçu
Antigo nome de Paraguaçu
Rio Machado PARAGUAÇU Pontalete Macuco Pouca Massa Fazenda Velha Rio Dourado Rio Sapucaí Rio Verde
VERSÃO TRADICIONAL: pontos conflitantes CORREÇÃO DOCUMENTADA Pelo ano de 1790, o paulista Manuel Ferreira do Prado, e o po...
 
A região de origem de dos povoadores e a localização de Leopoldina
Povoadores do Feijão Cru %   ORIGEM   ATIVIDADE ANTERIOR 41,9   Desconhecida   Desconhecida 16,1   Bom Jardim de Minas   A...
“ demarcar as terras devolutas e normalizar o acesso à terra por parte dos particulares, daquela data em diante”. SILVA, 1...
“ A memória, na qual cresce a história, que por sua vez a alimenta, procura salvar o passado para servir ao presente e ao ...
BIBLIOGRAFIA BLOCH, Marc.  Apologia da História ou O Ofício de Historiador.  Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001. BURMEISTER...
FONTES Arquivo da Arquidiocese de Juiz de Fora: Livros Paroquiais da Zona da Mata, 1842-1900. Arquivo da Cúria Metropolita...
Agradecemos aos organizadores deste Encontro pela oportunidade de mostrarmos a genealogia a serviço da história. Silvia Bu...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Historia Social através da Pesquisa Genealógica

Apresentação de Silvia Buttros e Nilza Cantoni no 2º Encontro de Pesquisadores do Caminho Novo, realizado em agosto de 2011 na cidade de São João del Rei, MG

  • Login to see the comments

Historia Social através da Pesquisa Genealógica

  1. 1. A história social através do método de pesquisa genealógica: a genealogia corrigindo lapsos da história Silvia Buttros Nilza Cantoni Agosto de 2011
  2. 2. 1692 1703 1723 1725 1732 1739 1745 1749 Datas de chegada dos povoadores à região de Paraguaçu
  3. 3. Antigo nome de Paraguaçu
  4. 4. Rio Machado PARAGUAÇU Pontalete Macuco Pouca Massa Fazenda Velha Rio Dourado Rio Sapucaí Rio Verde
  5. 5. VERSÃO TRADICIONAL: pontos conflitantes CORREÇÃO DOCUMENTADA Pelo ano de 1790, o paulista Manuel Ferreira do Prado, e o português Agostinho Fernandes de Lima Barata receberam, cada um, uma sesmaria de 3 léguas em quadra. Manuel Ferreira do Prado tornou-se sócio de um sesmeiro, e Agostinho Fernandes Lima herdou terras de seu sogro. Em 1790, as sesmarias eram de meia légua em quadra. As sesmarias estariam localizadas no Sertão de São Sebastião, freguesia da Campanha. As localidades onde se assentaram eram Sertão do Ouvidor e paragem das Mamonas, ambas na freguesia de Santana do Sapucaí. Manuel Ferreira do Prado veio de São Paulo, com toda a sua família, mais o professor Flávio Secundo de Sales, e instalou-se ao Sul do município. Manuel Ferreira do Prado era mineiro, de Santa Bárbara, morador no Rio de Janeiro, onde se casou, e veio a formar sua família na freguesia de Santana do Sapucaí. O dito professor era mineiro, de Campanha. Agostinho Fernandes de Lima deixou mulher e filhos em Portugal, e instalou-se ao Norte do município. Agostinho Fernandes Lima casou-se, no Brasil, com a filha de José Dias Palhão, sesmeiro de meia légua em quadra, ao Norte do município.
  6. 7. A região de origem de dos povoadores e a localização de Leopoldina
  7. 8. Povoadores do Feijão Cru %   ORIGEM   ATIVIDADE ANTERIOR 41,9   Desconhecida   Desconhecida 16,1   Bom Jardim de Minas   Agricultura 8,1   Freguesia de Barbacena   Agricultura 6,5   Freguesia de São João del Rei   Agricultura 4,8   Aiuruoca   Agricultura 4,8   Santana do Garambéu   Agricultura 3,2   Freguesia de São João del Rei   Agricultura / Comércio 3,2   Prados   Agricultura 1,6   Bocaina de Minas   Agricultura 1,6   Conceição de Ibitipoca   Agricultura 1,6   Congonhas   Mineração 1,6   Conselheiro Lafaiete   Agricultura 1,6   Ibertioga   Agricultura 1,6   Santa Rita de Ibitipoca   Agricultura 1,6   São João del Rei   Agricultura / Comércio
  8. 9. “ demarcar as terras devolutas e normalizar o acesso à terra por parte dos particulares, daquela data em diante”. SILVA, 1996, p. 14 REGISTRO DE TERRAS
  9. 10. “ A memória, na qual cresce a história, que por sua vez a alimenta, procura salvar o passado para servir ao presente e ao futuro. Devemos trabalhar de forma que a memória coletiva sirva para a libertação e não para a servidão dos homens.” LE GOFF, 2003, p.471 “ textos ou documentos [...] não falam senão quando sabemos interrogá-los” BLOCH, 2001, p.102
  10. 11. BIBLIOGRAFIA BLOCH, Marc. Apologia da História ou O Ofício de Historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001. BURMEISTER, Herman. Viagem ao Brasil . Belo Horizonte: Itatiaia, 1980. CANTONI, Nilza. Disputas de Limites entre Rio de Janeiro e Minas Gerais . Disponível em http://www.cantoni.pro.br/documentos/divisasRioMinas.html. Publicado em 2005. CARRATO, José Ferreira. Igreja, Iluminismo e Escolas Mineiras Coloniais . São Paulo: Nacional, 1968. Enciclopédia dos Municípios Brasileiros , IBGE, Volume XXVI, 1959. ESCHWEGE, Wilhelm Ludwig von. Pluto Brasiliensis: memórias sobre as riquezas do Brasil em ouro, diamantes e outros mineirais . v.2 São Paulo: Nacional, 1944 LE GOFF, Jacques. História e Memória. 5. ed. Campinas, SP: Editora Unicamp, 2003. PINTO JUNIOR, Joaquim Modesto e FARIAS Valdez (ORG). Coletânea de Legislação e Jurisprudência Agrária e Correlata . Brasília: MDA, 2007 v. 3. PRADO, Oscar Ferreira. O Sertão dos Mandibóia . Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1981. ROCHA, José Joaquim da. Geografia Histórica da Capitania de Minas Gerais. Belo Horizonte: FJP, 1995 SILVA, Ligia Osório. Terras Devolutas e Latifúndio . Campinas-SP: Editora Unicamp, 1996. VALVERDE, Orlando. Estudos de Geografia Agrária Brasileira . Petrópolis, RJ: Vozes, 1985 VAVERDE, Orlando. Estudo Regional da Zona da Mata de Minas Gerais. in Revista Brasileira de Geografia , jan-mar 1958, p.3-82 WALSH, Robert. Notices of Brazil in 1828 and 1829 . Boston, USA: s.n., 1831
  11. 12. FONTES Arquivo da Arquidiocese de Juiz de Fora: Livros Paroquiais da Zona da Mata, 1842-1900. Arquivo da Cúria Metropolitana do Rio de Janeiro: Processo de Dispensa Matrimonial de Manuel Ferreira do Prado e Teresa Maria de Jesus. Arquivo da Diocese de Leopoldina: Livros Paroquiais de Batismos, Casamentos e Óbitos, 1851-1930. Arquivo do Fórum de Leopoldina: Inventários e Processos Judiciais do século XIX. Arquivo do Seminário Santo Antônio, Juiz de Fora: Livros Paroquiais da Serra da Ibitipoca, 1719-1850. Arquivo Histórico do Exército. Mapa da Capitania de Minas Gerais com a Divisa de suas Comarcas e Mapa da Comarca do Rio das Mortes. 1778. Arquivo Professor Altair Savassi, Barbacena: Testamentos e Inventários. Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro. Registros Paroquiais de Terras séc. XIX RJ. Disponível em http://www.docvirt.no-ip.com/aperj/acervo.htm. Publicado em 2003. Arquivo Público Mineiro: Cartas de Sesmaria; Listas nominativas de habitantes 1831, 1834, 1838 e 1841; Alistamento Eleitoral de São João Nepomuceno 1850; Registros de Terras de 1856. Centro de Memória do Sul de Minas, Campanha: Intenvário de Francisco de Sales Xavier de Toledo. Microfilmes da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Livros paroquiais de São João Batista do Douradinho e de Santana do Sapucaí. Museu Regional de São João del Rei: Testamentos e Inventários; Autos de Medição de Sesmarias.
  12. 13. Agradecemos aos organizadores deste Encontro pela oportunidade de mostrarmos a genealogia a serviço da história. Silvia Buttros e Nilza Cantoni

×