Febre Amarela epidemiologia

6,512 views

Published on

Febre amarela, epidemiologia e casos recentes nos anos de 2014 e 2015, vacinações.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Febre Amarela epidemiologia

  1. 1. Ediléia O. Gomes Silva Nelmídia Alves da Silva 1
  2. 2. Febre Amarela A febre amarela é uma doença infecciosa viral aguda, endêmica em regiões da África e da América do Sul. É de notificação compulsória. 2
  3. 3. Etiologia O agente causador da febre amarela é um arbovírus, pertencente à família Flaviviridae e ao gênero Flavivirus. 3
  4. 4. Tipos de Febre Amarela  Silvestre: Transmitida pela picada do mosquito Haemagogus. Na forma silvestre, os primatas são os principais hospedeiros.  Urbana: Transmitida pela picada do mosquito (fêmea) Aedes aegypti. Na forma urbana o homem é o único hospedeiro. Embora os vetores sejam diferentes, o vírus e a evolução da doença são absolutamente iguais. 4
  5. 5. Quadro clínico  Febre alta e mal-estar  Cefaleia e mialgia  Fadiga e calafrios  Vômito e diarreia  Icterícia  Hemorragias  Comprometimento dos rins (anúria), fígado (hepatite e coma hepático), pulmão e problemas cardíacos que podem levar à morte. 5
  6. 6. Perfil epidemiológico Apresenta dois ciclos epidemiologicamente distintos: febre amarela silvestre e febre amarela urbana. 6
  7. 7. Perfil epidemiológico A febre amarela incide, atualmente, em áreas tropicais de alguns países da África e da América do Sul e atinge, em média, 200.000 pessoas por ano, sendo responsável por 30.000 mortes ao ano. 7
  8. 8. Perfil epidemiológico  O Brasil possui a maior área endêmica da forma silvestre da doença e a transmissão urbana ocorre majoritariamente na África.  No Brasil, a partir do desaparecimento da forma urbana em 1942, só há ocorrência de casos de febre amarela silvestre. 8
  9. 9. 9
  10. 10. Indicadores epidemiológicos de febre amarela no Brasil 2002 a 2013 10
  11. 11. Situação da febre amarela no Brasil em 2007/2008 11
  12. 12. Notificações e Letalidade no Brasil nos anos de 1982 a 2001 12
  13. 13. Tratamento  Atendimento hospitalar para evitar que o quadro evolua com maior gravidade.  Não existem medicamentos específicos para combater a doença.  Basicamente, o tratamento consiste em hidratação e uso de antitérmicos que não contenham ácido acetilsalicílico.  Casos mais graves podem requerer diálise e transfusão de sangue. 13
  14. 14. Prevenção e medidas profiláticas  Vacinação  Realização de ações educativas de mobilização social para eliminação de criadouros do mosquito;  Atuação dos agentes de endemias ou sanitários especializados os chamados "mata-mosquitos“ e fumacê; 14
  15. 15. Medidas profiláticas  Manter a população e profissionais de saúde informados sobre a doença e a importância da notificação de epizootias de PNH.  Notificar e investigar casos suspeitos.  Ministério da Saúde promove vacinação dos povos indígenas. 15
  16. 16. 16
  17. 17. Ficha de notificação da febre amarela 17
  18. 18. Referências  http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_vigilancia _epidemiologica_febre_amarela.pdf  http://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/bom-dia- pr/videos/t/edicoes/v/ministerio-da-saude-muda-protocolo- para-a-vacinacao-contra-a-febre-amarela/3926757/  http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/maio/27/BE- V45-n---07-FebreAmarela.pdf  http://www.scielo.br/pdf/rsbmt/v36n2/a12v36n2.pdf 18
  19. 19. Referências  http://www.mastereditora.com.br/periodico/20141101_221620.pdf  http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/imuni/pdf/IF11_VAC_FAMAR ELA.pdf  http://livros01.livrosgratis.com.br/ms000061.pdf  http://sbmt.org.br/portal/nota-informativa-sobre-mudanca-do- esquema-de-vacinacao-para-febre-amarela/  http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o- ministerio/principal/secretarias/svs/noticias-svs/17535-ministerio- da-saude-promove-vacinacao-dos-povos-indigenas  http://189.28.128.178/sage/  http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/situacao-epidemiologica- dados-febreamarela 19
  20. 20. Outras informações sobre FA estão disponíveis por meio do Disque Saúde (0800-61-1997) ou nos sites oficiais do Ministério da Saúde: http://www.saude.gov.br/svs http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area.cfm?id_area=1 552 20

×