Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

CÂNTICO DOS CANTICOS

722 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

CÂNTICO DOS CANTICOS

  1. 1. CÂNTICO DOS CANTICOS DE SALOMÃO Palavra-chave: “AMADO”
  2. 2. DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS 05 LIVROS POÉTICOS OS 05 LIVROS POÉTICOS JÓ JÓ SALMOS SALMOS PROVÉRBIOS PROVÉRBIOS ECLESIASTES ECLESIASTES CANTARES
  3. 3. Autor O Livro de Cantares foi escrito pelo Rei Salomão O Livro de Cantares foi escrito pelo Rei Salomão - Salomão foi Rei de Israel de 970 a 930 a.C. - Salomão foi Rei de Israel de 970 a 930 a.C. - Por ser o principal dos cânticos do glorioso Rei Salomão, ele se chama “Cântico dos Cânticos” - Por ser o principal dos cânticos do glorioso Rei Salomão, ele se chama “Cântico dos Cânticos” (I Reis.4) (I Reis.4)
  4. 4. Data e Ocasião Escrito por volta do século X, segundo a tradição dos judeus Salomão teria escrito: Escrito por volta do século X, segundo a tradição dos judeus Salomão teria escrito: - Cantares durante a sua juventude; - Provérbios em sua maturidade; e - Eclesiastes no final de sua vida, - Cantares durante a sua juventude; - Provérbios em sua maturidade; e - Eclesiastes no final de sua vida, Deve ser lido como romance! Deve ser lido como romance!
  5. 5. CCaarraacctteerrííssttiiccaass ddoo lliivvrroo • Cantares de Salomão foi escrito por alguém que amava e era amado. • Ao longo da história do cristianismo, despertou muitas controvérsias. Alguns não acreditavam que o livro era inspirado e portanto, não poderia fazer parte do Livro Sagrado. • Hoje, Cantares de Salomão está sendo redescoberto pelos estudiosos da Palavra de Deus. • O livro fala de amor, companheirismo, romance e poesia.
  6. 6. Características do livro • Cantares é um livro de poesia de amor. Não amor platônico, mas de ardente amor conjugal puro. • Belíssimo livro e belíssimas poesias, que podem inspirar o relacionamento entre o homem e a mulher cristã em sua expressão de amor. Podem – e devem inspirá-los. • Que bom seria se às vésperas das núpcias, os casais estudassem Cantares: Que delícia! Que alegria! Que harmonia! • Ó, Deus, como nos ama tanto!
  7. 7. Que Belíssima Cena! • O ambiente é poético e construído com descrições tiradas aos bosques (cedros, ciprestes) • e aos jardins (narciso, açucena) – • os dois amados estão sob os cedros e ciprestes, entre flores e puro viço vegetal (leito viçoso) • Quem sabe cantam os pássaros (1,15b)? • Talvez estejam deitados na relva (leito viçoso), • e tenham momentos de se olhar nos olhos (teus olhos, [são] pombas).
  8. 8. PROPÓSITO DO LIVRO - "Cântico dos Cânticos - O Misterioso Romance" - Cantares, superabundando em metáforas e linguagem figurada de estilo oriental, apresenta o relacionamento entre o rei Salomão e uma jovem sulamita, com o propósito de mostrar que, assim como a vida terrena é preenchida pelo amor conjugal, a vida espiritual é preenchida pelo amor que o Senhor tem pelos Seus e pelo relacionamento que estes têm com Ele, como fruto desse amor. - Mostrar que o amor lícito entre uma homem e sua mulher é lindo poema de Deus e deve ser vivido intensamente
  9. 9. PROPÓSITO DO LIVRO - Cantares de Salomão é um história de amor, que glorifica o amor puro e natural e focaliza a simplicidade e a santidade do matrimônio (do leito sem mácula) - Embora seja uma história de amor entre Salomão e a Sulamita, (um homem e uma mulher) - Serve para retratar o amor puro de Deus (Javéh) pela nação de Israel, e Israel por Javé; - E o amor de Cristo pela igreja e da Igreja por Cristo
  10. 10. Versículo-chave do Livro "Eu sou do meu amado, e ele tem saudades de mim" (7.10)
  11. 11. Conteúdo de Cantares A História do Livro: Estrutura Salomão, Rei poderoso e glorioso, visita sua vinha no monte Líbano. Chega de surpresa e encontra uma formosa donzela Sulamita e se encanta por ela. Ela foge dele, mas ele vai visitá-la de novo, agora disfarçado de pastor de ovelhas, e a persuade a casar-se com ele. Logo vem recebê-la como rainha. Deslumbrados encaminham para o palácio real. Aqui começa o poema e relata a história de amor que se segue:
  12. 12. I. A Noiva nos Jardins de Salomão – 1:2 a 2:7 1. A noiva pede um penhor do seu amor e elogia o noivo (1:1 a 4) 2. Ela roga às filhas de Jerusalém que não desprezem a sua humilde origem, e pergunta onde pode encontrar o seu noivo. As donzelas respondem em conjunto, prontamente (1:5 a 8) 3. Segue-se então uma conversa amorosa entre Salomão e sua noiva, onde o amor de uma pelo outro vai se confirmando e consolidando “Como és formoso, amado meu, como és amável” (1:15)
  13. 13. Conteúdo de Cantares II. As recordações da noiva (2:8 a 3:5) 1. Recorda que a visita de seu amado na vinha aconteceu na primavera (2:8:17) – “Porque passou o inverno e cessou a chuva” 2. Recorda um sonho referente a ele (3:1-5) “De noite no meu leito, busquei o amado de minha alma e não o achei...” (3:1) “Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, pelas gazelas e servas do campo, que não acordeis, nem desperteis o amor, até que este o queira” (3:5)
  14. 14. Conteúdo de Cantares III. As Núpcias (3:6 a 5:1) 1. Os habitantes de Jerusalém (alegres) descrevem a chegada do Rei e da noiva (3:6-11) - “Que é isto que sobe do deserto como colunas de fumaça?” “... É a liteira de Salomão” (3:6,7) 2. Depois segue-se uma conversa entre Salomão (o Noivo) e sua noiva (4:1-5:1) “Tu és toda formosa, querida minha, em ti não há defeito” (4:7) “Arrebataste-me o coração com um só dos olhares, como uma só pérola do teu colar. Que belo é o teu amor...” (4:9,10)
  15. 15. Conteúdo de Cantares III. No Palácio (5:2 a 8:4) 1. A esposa relata um sonho que teve referente a Salomão. Sonhou que ele partiu, e que ao buscá-lo, ela foi maltratada pelos guardas da cidade. No sonho ela pergunta por ele às filhas de Jerusalém, e descreve para elas a sua formosura (5:2 a 6:3) 2. Salomão entra em cena e a elogia sem rodeios (6:4-9) “desvia de mim os teus, porque eles me perturbam” (6:6) “Formosa és, querida minha, ... Formidável como um exército com bandeiras” (6:4)
  16. 16. Conteúdo de Cantares IV. O Lar da Esposa (8:5-14) 1.Os habitantes do país falam em coro ... “Quem é esta que sobe do deserto e vem encostada ao seu amado?” (8:5) 2. Salomão fala à esposa, ela fala a Salomão, os irmãos reconhecem a felicidade da irmã ... (8:10,11) “Vem depressa, amado meu, faze-te semelhante ao gamo ou ao filho da gazela, que saltam sobre os montes aromáticos” (8:14)
  17. 17. Lições do Livro 1 A Pureza do amor O amor conjugal não pode ser visto como algo imoral, ou contrário aos padrões da vida de santidade. Este livro tem o grande "dom" de colocar o amor conjugal em seu devido lugar, evitando dois extremos: a luxúria, de um lado, e o ascetismo, de outro. 2 A pureza do amor de Cristo pela igreja Uma visão linda que o Senhor Jesus tem da Sua Igreja! É bom lembrar, todavia, que essa visão é o resultado de algo tremendo que Ele mesmo fez em favor dela! Leiamos Ef 5.25-27 e conheçamos a Sua obra em favor da Noiva!
  18. 18. Cristologia de Cantares • No Velho Testamento a nação de Israel é vista como a Noiva de Javé (Jr 2.2; Is 54.5; Ez 16.8- 14). • Em o Novo Testamento a Igreja é apontada como a Noiva do Cordeiro (Ap 19.7-9). • Cantares ilustra a realidade do Israel antigo, e aponta para o novo Israel, a Igreja, cujo Noivo é o Senhor Jesus, o Messias
  19. 19. PALAVRA FINAL - Talvez a melhor maneira de interpretarmos o livro de Cantares (há outras!) seja relacionando: o Noivo ao Senhor Jesus, a Noiva à Igreja, e o coro ao mundo, que observa o relacionamento entre ambos. - Vem depressa, amado meu! Maranata, vem Senhor Jesus! Rev. Ildemar de Oliveira Rev. Ildemar de Oliveira B Beerrbbeerrtt – – 1 177.0.044.1.133

×