Unidade 4 matemática (1)

62,397 views

Published on

Unidade 4 matemática (1)

  1. 1. UNIDADE 4 – LUDICIDADE NA SALA DE AULAA literatura infantil como elemento integrante da brincadeira noprocesso de ensino aprendizagem dos diferentes componentescurriculares: MatemáticaUNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTOCENTRO DE EDUCAÇÃONÚCLEO DE ALFABETIZAÇÃO, LEITURA E ESCRITA DO ESPÍRITO SANTOPACTO NACIONAL PARA A ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTAFORMAÇÃO DE ORIENTADORES DE ESTUDOmaio de 2013Formadoras - 1º ano:Elis Beatriz de Lima FalcãoFabricia Pereira de Oliveira DiasMaristela Gatti Piffer4 de maio de 2013 - matutino
  2. 2. Leitura deleite
  3. 3. Vimos como a Prof.ª Joice Mara desenvolveu asequência didática com o livro Quer brincar depique esconde na sua sala de aula, articulandoas dimensões da alfabetização por meio daliteratura infantil, do jogo, da brincadeira numtrabalho que envolveu a sistematização deconhecimentos sem perder de vista aludicidade nas relações de aprendizagem.Retomada do encontro anterior
  4. 4. A palavra LÚDICO (latim ludus) estáassociada à brincadeira, ao jogo, aodivertimento. Mas, esse significadofoi ampliado e passou a serreconhecido como elementoessencial do desenvolvimentohumano (BRAINER, Unidade IV, Ano1, PNAIC, et al, 2012, p. 14).Estudos desenvolvidos por Leontiev(1988), por exemplo, apontam que aprincipal atividade da criança nainfância é a brincadeira. Com basenela, a criança aprende a interagir ecompreende o mundo.Cruz, I. Brincando de Roda. Escultura
  5. 5. Isso torna ainda maisimportante o papel damediação pedagógica, uma vezque somos responsáveis pelaorganização do espaço, dosmateriais, dos brinquedos ejogos, pela oferta da literaturainfantil, pelo planejamento deatividades que potencializam aentrada do lúdico na sala deaula.Cruz, I. Avião de papel. Pintura em tela
  6. 6. • Vamos ouvir um relato que irá expor ummodo de trabalho explorando a ludicidadeatravés da literatura...• Tarefa de análise... (Anexo 1)• Questões 1 a 3 (coletivo) 4 e 5 (individual)E você trabalha o lúdico através daliteratura em sua rotina de trabalho?De que forma?
  7. 7. O ensino da Matemática, assim como o dosdemais componentes curriculares, é previsto naLei 9.394/96, que estabelece as diretrizes ebases da educação nacional. No artigo 32, porexemplo, é proposto que é necessário garantir“o desenvolvimento da capacidade deaprender, tendo como meios básicos o plenodomínio da leitura, da escrita e do cálculo”(PNAIC, Unidade IV, Ano 1, p. 24).Direitos de Aprendizagem:Matemática
  8. 8. Com relação ao ensino da Matemática, oDocumento Elementos conceituais emetodológicos para definição dosdireitos de aprendizagem edesenvolvimento do Ciclo deAlfabetização do Ensino Fundamental(BRASIL, MEC, 2012, p. 60), aponta queos direitos de aprendizagem queenvolvem esse componente curricularestão atrelados à compreensão dosfenômenos da realidade. http://www.google.com.br
  9. 9. Esta compreensão oferece ao sujeito asferramentas necessárias para que ele possaagir conscientemente sobre a sociedade naqual está inserido e a escola tem o papel decriar as condições necessárias para que osujeito possa servir-se dessas ferramentas emsuas práticas sociais.De acordo com o Documento Elementosconceituais e metodológico para definição dosdireitos de aprendizagem, quais são essasferramentas?
  10. 10. 1. Utilizar caminhos próprios na construção doconhecimento matemático, como ciência ecultura construídas pelo homem, através dostempos, em resposta a necessidades concretase a desafios próprios dessa construção.1. Utilizar caminhos próprios na construção doconhecimento matemático, como ciência ecultura construídas pelo homem, através dostempos, em resposta a necessidades concretase a desafios próprios dessa construção.
  11. 11. Para ajudar as crianças a utilizarem essaferramenta na construção dos conhecimentosmatemáticos podemos explorar a História daMatemática para que elas se sintam partedessa construção humana, nos diversoscontextos socioculturais.
  12. 12. Elas podem, por exemplo, experimentarsituações em que são solicitadas a comparar, amedir, a quantificar e a prever, que são formasde pensar, características dos seres humanos.
  13. 13. 2. Reconhecer regularidades em diversassituações, de diversas naturezas, compará-las e estabelecer relações entre elas e asregularidades já conhecidas.2. Reconhecer regularidades em diversassituações, de diversas naturezas, compará-las e estabelecer relações entre elas e asregularidades já conhecidas.No Ciclo de Alfabetização, ascrianças devem partir daobservação ativa: manipularobjetos; construir edesconstruir sequências;desenhar, medir, comparar,classificar e modificarsequências estabelecidas porpadrões.
  14. 14. 3. Perceber a importância da utilização deuma linguagem simbólica universal narepresentação e modelagem de situaçõesmatemáticas como forma de comunicação.3. Perceber a importância da utilização deuma linguagem simbólica universal narepresentação e modelagem de situaçõesmatemáticas como forma de comunicação.
  15. 15. A linguagem Matemática,assim como a linguagemescrita, abarca um conjuntode símbolos que atribuemsignificação às operações dopensamento humano e, nessesentido, as crianças precisamser levadas à transitar entreessas formas derepresentação por meio deregistros orais, pictóricos eescritos.
  16. 16. Contudo, a linguagem matemáticadeve acompanhar a formação doconceito. Representar um númeropor meio de palavra ou de umdesenho é ação desprovida designificado se a criança nãoformar, progressivamente, oconceito de número, a partir desituações do seu cotidiano.
  17. 17. 4. Desenvolver o espírito investigativo, crítico ecriativo, no contexto de situações-problema,produzindo registros próprios e buscandodiferentes estratégias de solução.4. Desenvolver o espírito investigativo, crítico ecriativo, no contexto de situações-problema,produzindo registros próprios e buscandodiferentes estratégias de solução.
  18. 18. Compreende o desenvolvimento de ações reflexivaspara a criança comparar, discutir, questionar, criar eampliar ideias, e também perceber que a tentativa e oerro fazem parte do seu processo de construção doconhecimento. Ações que geram o desejo de respondera uma pergunta instigante, ou de ajustar-se às regrasde um jogo, ou de seguir as estratégias socializadas porum colega, ou seja, resolver problemas que ajudem naapropriação do conhecimento matemático.
  19. 19. 5. Fazer uso do cálculo mental, exato,aproximado e de estimativas. Utilizar asTecnologias da Informação e Comunicaçãopotencializando sua aplicação em diferentessituações.5. Fazer uso do cálculo mental, exato,aproximado e de estimativas. Utilizar asTecnologias da Informação e Comunicaçãopotencializando sua aplicação em diferentessituações.No Ciclo de Alfabetizaçãosugere-se que a calculadoraseja usada em situações deinvestigação, de análises,inferências e previsões e deestimativas e aproximações.
  20. 20. Como estão distribuídos os Direitos deAprendizagem de Matemática nos quadros doPNAIC? E no Documento Curricular doMunicípio?• Texto: Qualquer maneira de jogar e brincar vale apena? O que fazer para ajudar as crianças a aprender?• Plano Trimestral Matemática – 2º trimestre(atividade realizada em grupo e por escola) comanálise do livro didático.
  21. 21. Eixos Estruturantes e Objetivos deAprendizagem por eixoO ensino da Matemática está organizado em quatroeixos estruturantes: números e operações; espaço eforma (geometria, pensamento geométrico);grandezas e medidas e; tratamento da informação(estatística).
  22. 22. Os conhecimentos relativos a estes campos nãodevem ser trabalhados na escola de modofragmentado, deve haver articulação entre eles.Também não serão esgotados em um únicomomento da escolaridade, mas pensados numaperspectiva em espiral, ou seja, os temas sãoretomados e ampliados ao longo dos anos deescolarização. Assim, a maioria destes direitos deaprendizagem deverá ser abordada nos anos 1, 2 e3, sem ainda ser consolidados, pois continuarão aser retomados e ampliados e todo ensinofundamental (PNAIC, Unidade IV, Ano 1, p. 25)
  23. 23. Exemplo de articulação dos eixos estruturantes no L.DMatemática: Imenes, Lellis e Milani, 1º ano, Moderna, 2011.
  24. 24. Matemática: Imenes, Lellis e Milani, 1º ano, Moderna, 2011.
  25. 25. Sugestão de literatura infantilOs personagens fazem medições paradecidir quem vai ficar com o pêssego.Utiliza critérios de comparação de altura,de peso e outros parâmetros inusitados.Números de 1 a 10 contados comilustrações, rimas e brincadeiras.
  26. 26. O personagem quer guardar suas coisasna mochila, mas vai ter que fazerescolhas. Trabalha comparação decomprimentos, volumes e pesos.Um conjunto de ovos que a mamãegalinha deixa no ninho leva àapresentação das operações de adiçãoe de subtração.
  27. 27. Dez poemas que falam da emoçãode fazer um gol, os detalhes deuma partida, um time só deanimais e vinte e seis gols.O ponto, a linha, a forma, a cor e omovimento são apresentados deforma lúdica e poética.
  28. 28. Inventário de jogos...Relato de experiência coma utilização deste.Selecionar um dos livros de literatura eelaborar um plano de aula que contemplea área de conhecimento de Matemáticaentre outros (tarefa em grupo paraapresentação).
  29. 29. ReferênciasBRASIL, PACTO NACIONAL PARA ALFABETIZAÇÃO NAIDADE CERTA, UNIDADE 4, ANO 1, 2012.BRASIL, Ministério da Educação, Secretaria de EducaçãoBásica, Elementos conceituais e metodológicos paradefinição dos direitos de aprendizagem edesenvolvimento do ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3ºanos do Ensino Fundamental). Brasília, 2012. Disponívelem: portal.mec.gov.brIMENES, Luiz Márcio. Matemática: Imenes, Lellis e Milani.1 ed. São Paulo: Moderna, 2011.

×