Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Bibliografia de história da áfrica

5,283 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Bibliografia de história da áfrica

  1. 1. 1 Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Extensão e Cultura Curso de Formação Continuada – Direitos Humanos e Diversidade em Sala de Aula Oficina: Como trabalhar a História da África na Escola? Ministrante: Prof. Dr. Paulo Pezat (DH/ICH/UFPel) Data e horário: 13/07/2013 (sábado), das 13:30 às 17:00 Local: ICH / UFPel, Campus 5, rua Félix da Cunha, 520, Pelotas Bibliografia sobre História da África ALBUQUERQUE, Luís de (org). Textos para a história da África austral (século XVIII). Lisboa: Publicações Alfa / Biblioteca da Expansão Portuguesa, 1989. ALDEN, Chris. China na África. Curitiba: Nossa Cultura, 2009 (audiolivro). ALEXANDRE, Valentim & DIAS, Jill (coord). O Império Africano, 1825-1890. Lisboa: Estampa, 1998. ANDERSON, Perry. Portugal e o fim do ultracolonialismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1966. APPIAH, Kwame A. Na casa de meu pai – a África na filosofia da cultura. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997. ASSOCIATION POUR L’ÉTUDE DES LITTÈRATURES AFRICAINES. Autobiographies et récits de vie en Afrique. Paris: L’Harmattan, 1991. AZEVEDO, Licinio. Diário da libertação (a Guiné-Bissau na nova África). São Paulo: Versus, 1977. AZEVEDO, Licínio. Moçambique com os Mirage sul-africanos a 4 minutos. São Paulo: Global, 1980. AZIZ, Philippe. Os impérios negros da Idade Média. Rio de Janeiro: Otto Pierre Editores, 1978. AZURARA, Gomes Eanes de. Crônica do descobrimento e conquista da Guiné. Lisboa: Europa-América, s.d. BÂ, Amadou Hampâté. Amkoullel, o menino fula. 2ª ed. São Paulo: Palas Athena / Casa das Áfricas, 2003 (1992). BACQUART, Jena-Baptiste. The tribal arts of África. Londres: Thames & Hudson, 2004. BALANDIER, Georges. Afrique ambiguë. Paris: Plon, 1957. BARBOSA, Rogério Andrade. Madiba – o menino africano. São Paulo: Cortez, 2011. BARGNA, Ivan. African Art. Milano: Editoriale Jaca Book, 2000. BECKWITH, Carol & FISHER, Angela. Faces of Africa – thirty years of photography. Washington: National Geographic Society, 2009. BENÍTEZ FLEITES, Augusto & MORENO GARCÍA, Julia. Los pueblos de África – vida y costumes en la Antigüedad. Madrid: Edimat Libros, 2006. BENJAMÍN, Anne (org). Parte de minha alma: Winie Mandela. Rio de Janeiro: Rocco, 1986 (1984). BERTAUX, Pierre. Africa: desde la prehistoria hasta los Estados actuales. Madrid: Siglo XXI, 1985 (1966). BIDIMA, Jean-Godefroy. L’art negro-africain. Paris: PUF, 1997. BOAVIDA, Américo. Angola: cinco séculos de exploração portuguesa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967. BONZATTO, Eduardo Antonio. Aspectos da História da África, da diáspora africana e da escravidão sob a perspectiva do poder eurocêntrico. São Paulo: Ícone, 2011. BORER, Alain. Rimbaud na Abissínia. Porto Alegre: L&PM, 1986. BRAZZA, Pierre Savorgnan de. En el corazón de África. Buenos Aires: Ediciones del Sol, 1999. BRETOUT, Françoise. Mogho Naba Wobgho – la résistance du royaume mossi de Ouagadougou. Paris: ABC; Dakar: NEA, 1976. BRUNSCHWIG, Henri. A partilha da África. São Paulo: Perspectiva, 2004 (1971). CABAÇO, José Luís. Moçambique – identidade, colonialismo e libertação. São Paulo: Editora da UNESP, 2009. CANEDO, Letícia Bicalho. A descolonização da Ásia e da África. São Paulo: Atual, 1994. CANOT, Théodore. Memórias de un tratante de esclavos. Buenos Aires: Centro Editor de América Latina, 1976 (1854). CAPELA, José. O tráfico de escravos nos portos de Moçambique. Porto: Edições Afrontamento, 2002. CAPELA, José. Moçambique pela sua história. Famalicão (Portugal): Edições Húmus, 2010. CARDONA, Francesc Lluís. Mitologias y leyendas africanas. Barcelona: Edicomunicación, 1998. CARELL, Paul. Afrika Korps – as raposas do deserto. São Paulo: Flamboyant, 1967.
  2. 2. 2 CARLIN, John. Conquistando o inimigo – Nelson Mandela e o jogo que uniu a África do Sul. Rio de Janeiro: Sextante, 2009. CARVALHO, Castro. África contemporânea. São Paulo: Gráfica Biblos, 1962. CARVALHO, Delgado de. África – geografia social econômica e política. Rio de Janeiro: IBGE, 1963. CARVALHO, Rui Moreira de. Compreender África – teorias e práticas de gestão. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2005. CASCUDO, Luís da Câmara. Made in África (pesquisas e notas). 4ª ed. São Paulo: Global, 2002 (1964). CASTELNAU, Francis de. Entrevistas com escravos africanos na Bahia oitocentista. Rio de Janeiro: José Olympio Editor, 2006. CASTRO, Therezinha de. África: geohistória, geopolítica e relações internacionais. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 1981. CHALIAND, Gerar. A luta pela África: estratégia das potências. São Paulo: Brasiliense, 1982 (1980). CHEVRIER, Jacques (org). La littérature africaine: une anthologie du monde noir. Paris: Librio, 2008. CHISSANO, Joaquim Alberto. Cooperação África e Brasil no âmbito da Nova Parceria para o Desenvolvimento da África (NEPAD) – Aula Magna UFRGS 2004. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004. CHURCHILL, Winston. Mi viaje por África. La Coruña: Ediciones del Viento, 2009. COMITINI, Carlos. África arde – lutes dos povos africanos pela liberdade. Rio de Janeiro: Codecri, 1980. COPPENS, Yves. O macaco, a África e o homem. Lisboa: Gradiva,1993. COQUERY-VIDROVITCH, Catherine (org). A descoberta da África. Lisboa: edições 70, 1981 (1965). COQUERY-VIDROVITCH, Cateherine & MONIOT, Henri. Africa negra de 1800 a nuestros días. Barcelona: Labor, 1976. CORNEVIN, Marianne. Apartheid, poder e falsificação histórica. Lisboa: Edições 70, 1982 (1979). COSTA, Fernando Marques da & FALÉ, Natália. Guia político dos PALOP. Lisboa: Fragmentos / Fundação de Relações Internacionais, s.d. DAVIDSON, Basil. Revelando a velha África. 2ª ed. Lisboa: Prelo Editora, 1977. DAVIDSON, Basil. Os africanos – uma introdução à sua história cultural. Lisboa: Edições 70, 1981 (1969). DAVIDSON, Basil. A libertação da Guiné. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970. DAVIES, Gill. África – natural spirit of the African continent. Bath (England): Parragon Books, 2007. DÁVILA, Jerry. Hotel Trópico: o Brasil e o desafio da descolonização africana, 1950-1980. São Paulo: Paz e Terra, 2011. DEL PRIORE, Mary & VENÂNCIO, Renato Pinto. Ancestrais: uma introdução à história da África Atlântica. Rio de Janeiro: Elvesier / Editora Campus, 2004. DESCHAMPS, Hubert. Las religions del Africa Negra. Buenos Aires: Eudeba, 1962. DESPINEY, Elsa. 100 mots pour l’art africain. Paris: Maisonneuve & Larose, 2003. DIAGNE, Pathé. Cheikh Anta Diop et l’Afrique dans l’histoire du monde. Paris> L’Harmattan, 2010. DIALO, Demba. L’Afrique en question. Paris: François Maspero / Cahiers Libres, nº 114-115, 1968. DIAS, Gastão Sousa. Pioneiros de Angola: explorações portuguesas no sul de Angola (século XVII e XVIII). Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1971 (1937). DOWBOR, Ladislau. Guiné-Bissau: a busca da independência econômica. São Paulo: Brasiliense, 1983. DU BOIS, W. E. B. As almas da gente negra. Rio de Janeiro: Lacerda Editores, 1999. DUARTE, Gil (Padre José Vicente). Bernardino Freire de Figueiredo Abreu e Castro – fundador de Moçâmedes. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1969. EBERHARDT, Isabelle. Hacia los horizontes azules. Palma de Mallorca, Terra Incógnita, 2001. EINSTEIN, Carl. La escultura negra y otros escritos. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, s.d. (1930). ENDERS, Armelle. História da África lusófona. Lisboa: Inquérito, 1997 (1994). ENGELHARD, Philippe. África, espejo del mundo? Madrid: Akal, 1998. EVANS-PRITCHARD, E. E. Os nuer. São Paulo: Perspectiva, 1993 (1931). EVANS-PRITCHARD, E. E. Bruxaria, oráculos e magia entre os Azande. Rio de Janeiro: Zahar, 2005 (1937). FAGAN, Brian. África austral. Lisboa: Editora Verbo, 1972. FAGE, J. D. & TORDOFF, William. A history of Africa. New York: Routledge, 2002. FANON, Frantz. Peau noire, masques blancs. Paris: Seuil, 1971 (1952). FANON, Frantz. Los condenados de la tierra. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2009 (1961). FARWELL, Byron. The great war in África (1914-1918). New York: Norton, 1989. FERKISS, Victor C. África: um continente à procura de seu destino. Rio de Janeiro: Editora GRD, 1967. FLINT, Julie & WAAL, Alex de. Darfur: uma nova história de uma longa guerra. Curitiba: Nossa Cultura, 2009 (audiolivro).
  3. 3. 3 FONKOUÉ, Jean. Cheikh Anta Diop au Carrefour des historiographies. Paris: L’Harmattan, 2007. FRANCHINI, A. S. & SEGANFREDO, Carmen. As melhores histórias da mitologia africana. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 2008. FROBENIUS, Leo & FOX, Douglas. A gênese africana: contos, mitos e lendas da África. São Paulo: Landy Editora, 2005. GAMA, José Basílio da. Quitúbia. Lisboa: Agência Geral do Ultramar, 1973 (1791). GEBARA, Alexsander. A África de Richard Francis Burton: antropologia, política e livre-comércio, 1861-1865. São Paulo: Alameda, 2010. GENRO, Tarso Fernando. Moçambique a caminho do socialismo. Porto Alegre: Movimento, 1982. GIORDANI, Mário Curtis. História da África: anterior aos descobrimentos. 5ª ed. Petrópolis: Vozes, 2007 (1993). GLASGOW, Roy Arthur. Nzinga – resistência Africana à investida do colonialismo português em Angola, 1582- 1663. São Paulo: Perspectiva, 1982. GOERG, O. L’Afrique XVIII-XXI siècles: du sud du Sahara au Cap de Bonne-Espérance. Paris: Autrement, 2005. GONÇALVES, Maria do Rosário Rebelo de Penha. A China em África: parceria igual ou desigual (os casos de Angola e Moçambique). Lisboa: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 2009 (dissertação de mestrado). GROMIKO, Anatoli. África: progresso, dificuldades, perspectivas. Moscou: Edições Progresso, 1983. GUEVARA, Ernesto Che. Passagens da guerra revolucionária: Congo. Rio de Janeiro: Record, 2000. GUTTERIDGE, William. Las fuerzas armadas en los nuevos estados africanos. Buenos Aires: Editorial Universitaria de Buenos Aires, 1964. HERNANDEZ, Leila Leite. Os Filhos da Terra do Sol – a formação do Estado-nação em Cabo Verde. São Paulo: Selo Negro, 2002. HERNANDEZ, Leila Leite. A África na sala de aula: visita à história contemporânea. São Paulo: Selo Negro, 2005. HERRMANN, Paul. A conquista da África. São Paulo:boa Leitura Editora, 1963. HILL, Pascoe Grenfell. Cinqüenta dias a bordo de um navio negreiro. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006 (1843). HOCHSCHILD, Adam. O fantasma do rei Leopoldo. Lisboa: Caminho, 2001. HUGON, Anne. Introduction à l’histoire de l’Afrique contemporaine. Paris: Armand Colin, 1998. HUGON, Philippe. Geopolítica da África. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2009. HUNTER, John & MANNIX, Daniel. Cuentos de la frontera africana. Buenos Aires: Ediciones de Sol, 1994. IBAZEBO, Isimeme. Explorando a África. São Paulo: Ática, 2000. ILIFFE, John. Les africains: histoire d’un continent. Paris: Flammarion, 1997. JONGE, Klaas de. África do Sul: apartheid e resistência. São Paulo: Cortez / Eboh, 1991. KAKE, Ibrahima Baba & COMTE, Gilbert. Askia Mohamed – l’apogée de l’empire songahy. Paris: ABC, 1976. KAKÉ, Ibrahima Baba. Combats pour l’histoire africaine. Paris: Presence Africaine, 1982. KAMARCK, Andrew. A economia da África. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1972. KAPUSCINSKI, Ryszard. O Imperador: a queda de um autocrata. São Paulo: Companhia das Letras, 2005 (1978). KAPUSCINSKI, Ryszard. Ébano – minha vida na África. São Paulo: Companhia das Letras, 2002 (1998). KAPUSCINSKI, Ryszard. Un día más con vida. Barcelona: Anagrama, 2003 (1976). KI-ZERBO, Joseph. História da África negra. Lisboa: Publicações Europa-América, 1972 (2 vol). KI-ZERBO, Joseph. Para quando a África? (entrevista com René Holenstein). Rio de Janeiro: Pallas, 2006. KONARÈ, Adame Ba (org). Petit précis de remise à niveau sur listoire africaine. Paris: La Découverte, 2008. LAHNI, Cláudia Regina et alii (orgs). Culturas e diásporas africanas. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2009. LANG, Jack. Nelson Mandela – uma lição de vida. São Bernardo do Campo: Mundo Editorial, 2007. LAS CASAS, Bartolomé de. Brevíssima relação da destruição de África. Lisboa: Antígona, 1996 (1527-1561). LAUDE, Jean. Les arts de l’Afrique noire. Paris: Librairie Générale Française, 1966. LE CLÉSIO, J. M. G. O africano. São Paulo: Cosac Naify, 2007. LESSA, Clado Ribeiro de (org). Viagem de África em o Reino de Daomé – escrita pelo padre Vicente Ferreira Pires no ano de 1800. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1957. LINHARES, Maria Yedda. A luta contra a metrópole (Ásia e África). São Paulo: Brasiliense, 1981. LOPES, Ana Mônica & ARNAUT, Luiz. História da África: uma introdução. Belo Horizonte: Crisálida, 2005. LOPES, Antonio dos Mártires. A questão de Bolama – pendência entre Portugal e Inglaterra. Lisboa: Agência Geral do Ultramar, 1970. LOPES, Marta Maria. O apartheid. São Paulo: Contexto, 1990. LOPES, Nei. História da antiguidade africana. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011. LOPES FILHO, João. Defesa do patrimônio sócio-cultural de Cabo Verde. Lisboa: Ulmeiro, 1985.
  4. 4. 4 LOVEJOY, Paul. A escravidão na África – uma história de suas transformações. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002 (1983). M’BOKOLO, Elikia. África Negra: História e Civilização – Tomo I: até ao século XVIII. Lisboa: Vulgata, 2000 (1995). M’BOKOLO, Elikia. África Negra: História e Civilização – Tomo II: do século XIX aos nossos dias. Lisboa: Edições Colibri, 2007 (2004). MACEDO, José Rivair (org). Desvendando a história da África. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008. McEVEDY, Colin. The Penguin Atlas of African History. London: Penguin Books, 1995. McKENZIE, J. M. A partilha da África negra (1880-1900). São Paulo: Ática, 1994. MAESTRI, Mário. A agricultura africana nos séculos XVI e XVII no litoral angolano. Porto Alegre: UFRGS, 1978. MAESTRI, Mário. História da África negra pré-colonial. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1988. MAGNOLI, Demétrio. África do Sul: capitalismo e apartheid. São Paulo: Contexto, 1992. MAR, Eli J. E. História de Moçambique. Lourenço Marques: Tipografia Progresso, 1974. MARQUES, A. H. de Oliveira (coord). O Império Africano, 1890-1930. Lisboa: Estampa, 2001 (Nova História da Expansão Portuguesa, volume XI). MELEIRO, Alessandra (org). Cinema no mundo: indústria, política e mercado – África. São Paulo: Escrituras, 2007. MELO, Elisabete & BRAGA, Luciano. História da África e afro-brasileira: em busca de nossas origens. São Paulo: Selo Negro, 2010. MELO, José Brandão Pereira de. A Fortaleza de Santo António da Ponta da Mina. Lisboa: Agencia Geral do Ultramar, 1969 MEMMI, Albert. Retrato do colonizado precedido pelo retrato do colonizador. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967. MENEZES, Solival. Mamma Angola: sociedade e economia de um país nascente. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo / FAPESP, 2000. MESGRAVIS, Laima. A colonização da África e da Ásia: a expansão do imperialismo europeu no século XIX. São Paulo: Atual, 1994. MONIOT, Henri. “A história dos povos sem história”. In: LE GOFF, Jacques & NORA, Pierre. História – novos problemas. 4ª ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1994 (1974). MONOD, Théodore. Camelladas – exploraciones por el verdadero Sahara. Barcelona: El Barquero, 2004. MOREIRA, Neiva & BISSIO, Beatriz. Os cubanos na África. São Paulo: Global, 1979. MOSCA, João & ZANZALA, Julien (org). Economia dos PALOP – Seminário Internacional sobre a economia dos Palop. Lisboa: Instituto Piaget, 2006. N’KRUMAH, Kwame. Neocolonialismo: último estágio do imperialismo. RJ: Civilização Brasileira, 1967. NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). A matriz africana no mundo. São Paulo: Selo Negro, 2008 (Coleção Sankofa, I). NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). Cultura em movimento: matrizes africanas e ativismo negro no Brasil. São Paulo: Selo Negro, 2008 (Coleção Sankofa, nº II). NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). Guerreiras de natureza: mulher negra, religiosidade e ambiente. São Paulo: Selo Negro, 2008 (Coleção Sankofa, nº III). NASCIMENTO, Elisa Larkin (org). Afrocentricidade: uma abordagem epistemológica inovadora. São Paulo: Selo Negro, 2009 (Coleção Sankofa, nº IV). NICHOLL, Charles. Rimbaud na África – os últimos anos de um poeta no exílio (1880-1891). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007. OLIC, Nelson Bacic & CANEPA, Beatriz. África: terra, sociedades e conflitos. São Paulo: Moderna, 2004. OLINTO, Antônio. Brasileiros na África. Rio de Janeiro: Edições GRD, 1964. OLIVEIRA, José Osório de. El arte negro como expresión humana y como valor cultural. Madrid: Indice, 1956. OLIVER, Roland & FAGE, J. D. Breve historia de África. Madrid: Alianza Editorial, 1972. OLIVIER, Roland. A experiência africana: da pré-história aos dias atuais. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994. ONDÓ, Eugenio Nkogo. Síntesis sistemática de la filosofía africana. 2ª ed. Barcelona: Ediciones Carena, 2006. ORTIGUES, Marie-Cécile & ORTIGUES, Edmond. Édipo africano. São Paulo: Editora Escuta, 1989 (1984). PALERMO, Miguel Angel & DUPEY, Ana Maria. Arte popular africano. Buenos Aires: Centro Editor de América Latina, 1977. PANTOJA, Selma & SARAIVA, José Flávio Sombra (orgs). Angola e Brasil nas rotas do Atlântico sul. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999. PANTOJA, Selma (org). Identidades, memórias e histórias em terras africanas. Brasília: LGE Editora, 2006. PARK, Mungo. Viajes a las regiones interiores de África. La Coruña: Ediciones del Viento, 2008. PARREIRA, Adriano. Economia e sociedade em Angola na época da rainha Jinga – século XVII. Lisboa: Editorial Estampa, 1997.
  5. 5. 5 PAULME, Denise. Les sculptures de l’Afrique Noire. Paris: PUF, 1956. PAULME, Denise. As civilizações africanas. Lisboa: Europa-América, 1977 (1953). PÉLISSIER, René. História de Moçambique – formação e oposição (1854-1918). Lisboa: Editorial Estampa, 2000. PÉLISSIER, René. História das campanhas de Angola – resistência e revoltas (1845-1941). Lisboa: Editorial Estampa, 1997. Vol. 1. PÉLISSIER, René. História da Guiné – portugueses e africanos na Senegâmbia (1841-1936). Lisboa: Editorial Estampa, 1997. Vol. 2. PENHA, Eli Alves. Relações Brasil-África e geopolítica no Atlântico Sul. Salvador: Edufba, 2011. PENNA FILHO, Pio. A África contemporânea: do colonialismo aos dias atuais. Brasília: Hinterlândia Editora 2009. PENNAFORTE, Charles. África: horizontes e desafios no século XXI. São Paulo: Atual, 2006. POLSHIKOV, P. Acumulação e crescimento econômico nos países africanos em vias de desenvolvimento. Moscou: Edições Progresso, 1982. POWELL, Richard. Arte y cultura negros en el siglo XX. Barcelona: Ediciones Destino, 1998 (1997). QUERINO, Manuel. O africano como colonizador. Salvador: Livraira Progresso, 1954. RADCLIFFE-BROWN, Alfred. “Sistemas africanos de parentesco e casamento”. In: Radcliffe-Brown: antropologia. São Paulo: Ática, 1978 (Coleção Grandes Cientistas Sociais), p. 59-161. RANGER, Terence. “A invenção da tradição na África colonial”. In: HOBSBAWM, Eric & RANGER, Terence (org). A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 1984, p. 219-269. READER, John. Africa – a biography of the continent. New York: Vintage Books, 1999. RIBEIRO, Cláudio Oliveira. Relações político-comerciais Brasil-África (1985-2006). São Paulo: Programa de Pós- Graduação em Ciência Política da Universidade de São Paulo, 2007 (tese de doutorado). RICE, Edward. Sir Richard Francis Burton – o agente secreto que fez a peregrinação a Meca, descobriu o ‘Kama Sutra’ e trouxe ‘As mil e uma noites’ para o Ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 2008. RIBEIRO, Ana Paula Alves & GONÇALVES, Maria Alice Rezende (org). História e cultura africana e afro- brasileira na Escola. Rio de Janeiro: Outras Letras / UERJ, 2012. RODRIGUES, João Carlos. Pequena história da África Negra. Rio de Janeiro: Editora Globo, 1990. RODRIGUES, José Honório. Brasil e África: outro horizonte (relações e política brasileiro-africana). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1961. RODRIGUES, José Honório. Brasil e África: outro horizonte. Vol. 2 – Política brasileio-africana. 2ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1964. RODRIGUES, Lopes. O livro de Costa Alegre – o poeta de São Tomé e Príncipe. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1969. ROGRIGUES, Nina. Os africanos no Brasil. 5ª ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1977 (1933). SAMPSON, Anthony. África y el sentido común. Buenos Aires: Eudeba, 1965 (1960). SAMPSON, Anthony. O negro e o ouro: magnatas, revolucionários e o apartheid. São Paulo: Companhia das Letras, 1988 (1987). SÁNCHEZ PIÑOL, Albert. Paysanos y monstruos: Bokassa, Idi Amin Dada, Mobutu Sese Seko..., dictadores africanos que se creían dioses. Madrid: Aguilar, 2006 (2000). SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: pequena monografia. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1964. SARAIVA, José Flávio Sombra. Formação da África contemporânea. São Paulo: Atual, 1987. SEAL, Mark. Na África selvagem. Rio de Janeiro: Zahar, 2010. SECCO, Carmen Lucia Tindo. A magia das letras africanas. Rio de Janeiro: Quartet, 2008. SENGHOR, Leopold Sengar. Um caminho do socialismo. Rio de Janeiro: Record, 1965. SERRANO, Carlos & WALDMAN, Mauricio. Memoria d’África: a temática africana em sala de aula. São Paulo: Cortez Editora, 2007. SERVIER, Jean. Les berbères. Paris: PUF, 1990. SILVA, Alberto da Costa e. A enxada e a lança: a África antes dos portugueses. 3ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006. SILVA, Alberto da Costa e. A manilha e o libambo: a África e a escravidão, de 1500 a 1700. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002. SILVA, Alberto da Costa e. Um rio chamado Atlântico: a África no Brasil e o Brasil na África. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2003. SILVA, Alberto da Costa e. Francisco Félix de Souza, mercador de escravos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira / Editora da UERJ, 2004. SILVA, Alberto da Costa e. A África explicada aos meus filhos. Rio de Janeiro: Agir, 2008. SILVA, Alberto da Costa e (org). Imagens da África (da Antiguidade ao século XIX). São Paulo: Penguin, 2012.
  6. 6. 6 SILVA, Joaquim Duarte & MOTA, A. Teixeira da. Honório Barreto – português da Guiné. Lisboa: Agência-Geral do Ultramar, 1973. SILVA, Juliana Ribeiro da. Homens de ferro: os ferreiros na África central no século XIX. SP: Alameda, 2011. SOUZA, Marina de Mello e. África e Brasil africano. São Paulo: Ática, 2007. SOUZA, Mônica Lima e. Entre margens: o retorno à África de libertos no Brasil, 1830-1870. Niterói: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense, 2008 (tese de doutorado). STAMM, Anne. Les religions africaines. Paris: PUF, 1995. STAMM, Anne. L’Afrique de la colonization à l’indépendance. Paris: PUF, 1998. STANJEY, Henry Morton. Através do continente Negro. Lisboa: Europa-América, 2007 (2 volumes). SURET-CANELE, Jean. Afrique Noire – Géographie, civilizations, histoire. 3ª ed. Paris: Éditions Sociales, 1973. SURET-CANELE, Jean. Afrique Noire – l’ère coloniale (1900-1945). Paris: Éditions Sociales, 1977. SURET-CANELE, Jean. Afrique Noire – De la colonization aux independences (1945-1960). Paris: Éditions Sociales, 1977. THORNTON, John. A África e os africanos na formação do Mundo Atlântico - 1400-1800. Rio de Janeiro: Editora Campus. 2004. TOYNBEE, Arnold. África árabe, África negra. Lisboa: Arcádia, 1975. TRAVISH, Dean. O amor na África negra. Lisboa: Plátano Editora, 1973. TROJANOW, Ilija. O colecionador de mundos. São Paul: Companhia das Letras, 2010. UNESCO. História Geral da África. 2ª ed. Brasília: Unesco/MEC, 2010. 8 volumes (disponível em http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/about-this-office/single- view/news/general_history_of_africa_collection_in_portuguese-1/ e no site www.dominiopublico.gov.br) VAIL, John J. Mandela. São Paulo: Nova Cultural, 1990 (Coleção Grandes Líderes do Século XX). VENÂNCIO, José Carlos. A economia de Luanda e hinterland no século XVII – um estudo de sociologia histórica. Lisboa: Estampa, 1996. VENÂNCIO, José Carlos. O fato africano: elementos para uma sociologia da África. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2009. VISENTINI, Paulo Gilberto Fagundes et alii. Breve história da África. Porto Alegre: Leitura XXI, 2007. VISENTINI, Paulo Gilberto Fagundes. A África na política internacional – o sistema interafricano e sua inserção internacional. Curitiba: Juruá, 2010. VISENTINI, Paulo Gilberto Fagundes. A África moderna: um continente em mudança (1960-2010). Porto Alegre: Leitura XXI, 2010. VIZENTINI, Paulo Fagundes. As relações internacionais da Ásia e da África. Petrópolis: Vozes, 2008. VISENTINI, Paulo Fagundes et alii. História da África e dos africanos. Petrópolis: Vozes, 2013. VISUAL ENCYCLOPEDIA OF ART. Arte africana. Florence: Scala, 2010. YAZBEK, Mustafa. Argélia: a guerra e a independência. São Paulo: Brasiliense, 1983. WESSELING, H. L. Dividir para dominar: a partilha da África (1880-1914). Rio de Janeiro: Ed. da UFRJ, 1998. WILLETT, Frank. Arte africano. Barcelona: Ediciones Destino, 2000 (1971). WOODS, Donald. Por dentro do apartheid – o cotidiano da resistência na África do Sul. SP: Best Seller, 1988. WODDIS, Jack. África – as raízes da revolta. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1961. Sites com textos e documentos sobre História da África www.casadasafricas.org.br www.dominiopublico.gov.br https://sites.google.com/site/revistasankofa/ www.afroasia.ufba.br www.ceao.ufba.br/2007/ www.historia.uff.br/nec/angola www.codesria.org/ www.costadamina.ufba.br/ www.fflch.usp.br/cea/
  7. 7. 7 Filmes / documentários sobre História da África A Batalha de Argel (La Battaglia di Algeri) – Direção: Gillo Pontecorvo; com Brahim Hagiag, Jean Martin e Saadi Yacef Produção: Itália / Argélia, 1966. A Intérprete (The Interpreter) – Direção: Sydney Pollack; com Nicole Kidman e Sean Penn; 2005. África dos Meus Sonhos (I Dreamed of África) – Direção: Hugh Hudson; com Kim Bessinger e Vincent Perez. Baseado na autobiografia de Kuki Gallmann. Produção: EUA, 2000. Ashanti (Ashanti) – Direção: Richard Fleischer; com Michael Caine, Omar Sharif, Rex Harrison, Peter Ustinov e William Holden. Produção: EUA, 1979. Assassinato sob custódia ( A dry white season) – Direção Euzhan Palcy, com Donald Sutherland, Susan Sarandon e Marlon Brando. Produção: EUA, 1989 (106 min). Cobra Verde (Cobra Verde) – Direção: Werner Hertzog; com Klaus Kinski e José Lewgoy; baseado no livro de Bruce Chatwin. Produção: Alemanha, 1987. Crianças Invisíveis (All the invisible children) – Documentário; Produç David Livingstone – Jornada ao Coração da África (Dr. Livingstone & Stanley) – Direção: Ruth Wood (1994). Produção: Inglaterra, 1994. Desonra (Disgrace) – Direção: Steve Jacobs. Elenco: John Malkovich, Eriq Ebouaney. Produção: Austrália / África do Sul, 2009 (118 min). Diamante de Sangue (Blood Diamond) – Direção: Edward Zwick; com Leonardo DiCaprio, Jennifer Connelly e Djimon Hounsou. Produção: EUA, 2006. Entre Dois Amores (Out of África) – Direção: Sydney Pollack; com Robert Redford e Mery Streep; baseado no livro de Karen Blixen (Isak Dinesen). Produção: EUA, 1985. Eu, um Negro ( Moi, un Noir) – Direção: Jean Rouch. Produção: França/Costa do Marfim, 1958 General Idi Amin Dada – um auto-retrato (General Idi Amin Dada – self portrait) – Direção: Barbet Schroeder; Produção: França/Suíça, 1974. Hotel Ruanda (Hotel Rwanda) – Direção: Terry George; com Don Cheadle e Nick Nolte. Produção: Inglaterra/África do Sul/EUA, 2004. Invictus (Invictus) – Direção: Clint Eastwood; com Morgan Freeman e Matt Damon; baseado no livro de John Carlin; Produção: EUA, 2009. Jaguar (Jaguar) – Direção: Jean Rouch. Produção: França/Niger, 1957-1967. Jim das Selvas (Jungle Jim) – Direção: Ford Beebe e Cliff Smith; com Grant Withers e Raymond Hatton. Produção: EUA, 1936. Khartoum – A Batalha do Nilo (Khartoum) – Direção: Basil Dearden & Eliot Elisofon; com Laurence Olivier, Charlton Heston e Ralph Richardson. Produção: Inglaterra, 1966. Lugar Nenhum na África (Nirgendwo in Afrika) – Direção: Caroline Link; com Juliane Köhler e Merab Ninidze; baseado em livro de Stefanie Zweig. Produção: Alemanha, 2001. Mandela – luta pela liberdade (Goodbye Bafana) – Direção: Bille August; com Joseph Fiennes e Denis Haysbert. Produção Alemanha / França / Inglaterra / África do Sul, 2007. Mister Johnson (Mister Johnson) – Direção: Bruce Beresford; com Maynard Eziashi e Pierce Brosnan. Produção: EUA, 1990. O Céu que nos Protege (The Sheltering Sky) – Direção: Bernardo Bertolucci; com Debra Winger e John Malkovich. Produção: EUA, 1990. O Espírito da Selva (Schweitzer) – Direção: Grey Hofmeyr; com Malcolm MacDowell e Susan Strasberg. Produção: EUA/Inglaterra, 1990. O Jardineiro Fiel (The Constant Gardener) – Direção: Fernando Meirelles; com Ralph Finnes e Rachel Weisz; baseado no livro de John Le Carré. Produção Alemanha/Inglaterra, 2005. O Leão do Deserto (Lion of the Desert) – Direção: Moustapha Akkad; com Anthony Quinn, Oliver reed e Rod Steiger. Produção: EUA/Líbia, 1979.
  8. 8. 8 O Último Rei da Escócia (The Last King of Scotland) – Direção: Kevin MacDonald; com Forest Whitaker e James McAvoy. Produção Inglaterra/EUA, 2006. Os Chacais (The Jackals) – Direção: Robert D. Webb; com Vincent Price e Diana Ivarson. Produção: África do Sul, 1967. Os Deuses Devem Estar Loucos (The Gods Must Be Crazy) – Direção: Jamie Uys; com N’xau e Marius Meyers. Produção: África do Sul – Botsuana, 1980. Os Deuses Devem Estar Loucos 2 (The Gods Must Be Crazy II) – Direção: Jamie Uys; com N’xau e Lena Farugia. Produção: África do Sul – Botsuana, 1989. Os Deuses Devem Estar Loucos 3 (The Gods Must Be Crazy III) – Direção: Jamie Uys; com N’xau. Produção: África do Sul – Botsuana, 1991. Os Mestres Loucos (Les Maîtres Fous) – Direção: Jean Rouch. Produção: França/Gana, 1954. Pierre Verger, mensageiro entre dois mundos – Direção: Lula Buarque de Holanda; entrevista com Pierre Verger. Produção: Brasil, 1998. Sangue sobre a Terra (Something of Valeu) – Direção: Richard Brooks. Elenco: Sidney Poitier, Rock Hudson e Dana Winter. Produção: EUA, 1957. Tarzan, o Homem Macaco (Tarzan The Ape Man) – Direção: W. S. Van Dyke; com Johnny Weissmuller e Maureen O’Sullivan. Produção: EUA, 1932. Tensão em Ruanda (Un Dimanche à Kigali) – Direção: Robert Fravreau; com Luc Picard e Fatou N’Diaye. Produção canadense, 2006, Tiros em Ruanda (Shooting Dogs) – Direção: Michael Caton-Jones; com John Hurt, Hugh Dancy. Produção anglo-germânica, 2005. Um Grito de Liberdade (Cry Freedom) – Direção: Richard Attenborough; com Denzel Washington e Kevin Kline. Produção britânica, 1987. Uma Aventura na África (The African Queen) – Direção: John Huston; com Humphrey Bogart e Katharine Hepburn. Produção: EUA, 1951. Un Buen Hombre en Africa (A Good Man in Africa) – Direção: Bruce Beresford; com Sean Connery, John Lithgow e Colin Friels. Produção: EUA, 1994. Zulu (Zulu) – Direção: Cy Endfield; com Michael Caine e Stanley Baker. Produção: Inglaterra, 1964.

×