Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz

662 views

Published on

Subsídios elaborados pelo pastor Natalino das Neves
Demais arquivos e vídeos disponíveis em:
www.natalinodasneves.blogspot.com.br

Published in: Education

LBJ LIÇÃO 1 - Relevantes como o sal, resplandencentes como a luz

  1. 1. TEXTO DO DIA "Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus." (Mt 5.16)
  2. 2. SÍNTESE O viver cristão autêntico é capaz de fazer uma diferença substancial na sociedade, não por meio de palavras, mas através de ações verdadeiras.
  3. 3. LEITURA BÍBLICA Mateus 5.13-16
  4. 4. 13 Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta, senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens. 14 Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; 15 nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas, no velador, e dá luz a todos que estão na casa. 16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus.
  5. 5. • Jesus foi contundente ao dizer que os seus discípulos eram o sal da terra e a luz do mundo (Mt 5.13-16). • No decorrer deste trimestre, estudaremos a respeito de vários temas que evocam a aplicação dessa alegoria. • Passados dois milênio, em tempos de caos, em meio a injustiças, desigualdades e conflitos, a Igreja é chamada a fazer a diferença e a testemunhar, diante dos homens, a relevância da fé cristã. INTRODUÇÃO
  6. 6. I - COMISSIONADOS PARA TRANSFORMAR O MUNDO
  7. 7. • No contexto do Sermão da Montanha, Jesus declarou que os seus discípulos são o "sal da terra" e a "luz do mundo" (Mt 5.13-16). • Uma metáfora, extraída das práticas comuns à vida, que ensina sobre o testemunho cristão no ambiente social. • A essência da missão da Igreja na Terra: a sua presença ativa e transformadora na sociedade. 1. A riqueza da metáfora
  8. 8. • A comissão de Jesus não é opcional, mas uma prescrição para quem se diz seu seguidor. • A comissão cultural - a chamada para salgar e iluminar a cultura do mundo. • Isso significa tanto confrontar as culturas que se opõem ao evangelho, quanto produzir cultura de qualidade, para exaltação do nome do Senhor. • Aplicar os valores e princípios bíblicos em todos os setores da sociedade. 2. Comissão cultural
  9. 9. • Apesar de vivermos em uma cultura decadente a verdadeira igreja de Cristo é capaz de testemunhar a graça divina e transformar a realidade social, política e econômica. • O mundo jaz no maligno (1 Jo 5.19), mas não lhe pertence. • O deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos (2 Co 4.4). • O povo de Deus pode e deve influenciar o mundo com o poder do evangelho (Rm 1.16). 3. O poder impactante do Evangelho em tempos sombrios
  10. 10. Pense A verdade do Evangelho não está confinada ao ambiente da Igreja. Ela abrange cada centímetro do universo.
  11. 11. Ponto Importante Apesar de vivermos em uma cultura decadente, caótica e sombria, o povo de Deus é capaz de testemunhar a graça divina e transformar a realidade social, política e econômica da presente era.
  12. 12. II - RELEVANTES COMO O SAL
  13. 13. • O sal é usado tanto para dar sabor quanto para conservar os alimentos. • A Igreja torna-se o tempero gracioso para um mundo decadente (Ef 3.10,11; 1 Pe 2.9). • Como seria o mundo sem esse tempero? • Exemplos da influência da Igreja na história: • a Reforma Protestante; • o Avivamento Wesleyano do Século XVIII; • o Avivamento Pentecostal moderno iniciado na Rua Azusa; • Obras sociais e de recuperação ao redor do mundo; • Entre outros exemplos. 1. "Vocês são o sal da terra"
  14. 14. • Jesus adverte do perigo de se perder a essência do sal (v. 13). • Quando possui sabor, o cristianismo é realmente útil para atender às diversas necessidades do homem. • Porém, insípido, se resume à mera religiosidade formal, inútil para promover qualquer mudança. • Não podemos ser servos inúteis (Mt 25.30) ou árvores infrutíferas (Jo 15.1). • Devemos estar temperados com a graça e poder de Deus em nossas vidas. 2. Cadê o sabor do sal que estava aqui?
  15. 15. • Não é correto associar relevância social da Igreja com o seu crescimento numérico. O testemunho público impactante é prioridade. • Apesar de ser minoria, a igreja primitiva fez a diferença (At 4.33). • Relevância também não significa ativismo social e político dos crentes. • A Igreja não é uma organização, é um organismo vivo (1 Co 12.12)! • A evangelização deve resultar na transformação de vidas (Lc 9.2; 1 Co 9.16). 3. Não confunda!
  16. 16. Pense Na perspectiva cristã, não existe transformação social sem transformação individual.
  17. 17. Ponto Importante Não é adequado associar relevância social da igreja com o seu crescimento numérico, pois nem sempre quantidade representa qualidade espiritual.
  18. 18. III - RESPLANDECENTES COMO A LUZ
  19. 19. • Ser luz do mundo = função iluminadora, resplandecente da luz. • A comunidade cristã como o luzeiro moral e espiritual de Deus neste mundo tenebroso. • A vida do cristão deve ser modelo para as demais pessoas. • Paulo advertiu que os cristãos devem ser "irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandecemos como astros no mundo" (Fp 2.15). 1. Devemos ser como "astros" no mundo
  20. 20. • Para cumprir a sua finalidade, a lâmpada não pode ficar escondida. • Limites da Igreja e do lar ? (2 Co 4.6). • O cristão deve brilhar em todas áreas da sociedade (economia, comércio, direito, meios de comunicação, artes, educação, política, ...). 2. Não esconda a sua luz!
  21. 21. • É significativo observar que o símbolo do batismo com o Espírito Santo e do pentecostalismo é o fogo, em alusão a Atos 2.3. • Além de aquecer, a chama irradia luz. • A fé pentecostal DEVE ter sempre algo a dizer, seja nos degraus do templo de Jerusalém (At 2) ou no Areópago de Atenas (At 17). AP - A comunidade pentecostal realmente está fazendo a diferença? 3. Luz Pentecostal
  22. 22. • Jesus enfatiza o propósito final do testemunho: " (...) para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está no céu". • Fica claro que a iluminação cristã no mundo não é para a glorificação pessoal ou da Igreja. • O cristão e a igreja deve ser como um farol, que irradia luz e serve como norte para as pessoas, para a glória de Deus! 4. Resplandecentes para a glória de Deus
  23. 23. Pense A chama pentecostal, ao tempo em que aquece a vida espiritual das pessoas, irradia o brilho de Cristo diante dos homens.
  24. 24. Ponto Importante A Igreja não existe para atrair os holofotes da fama, mas para ser como o farol, que irradia luz e serve como norte para as pessoas, para a glória de Deus!
  25. 25. 1. A metáfora do sal e da luz enfatiza a presença ativa e transformadora da Igreja na sociedade. 2. O sal preserva e dá paladar; representando a relevância cristã no mundo. 3. A luz resplandece nas trevas, em alusão ao testemunho moral e espiritual dos crentes diante dos homens. 4. Essas premissas serão base para as próximas lições. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  26. 26. Comentário Bíblico Beacon. Vol. 6: Mateus a Lucas. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Seguidores de Cristo: testemunhando uma sociedade em ruinas. 4º Trim., Edição Professor, Rio de Janeiro, CPAD, 2017. NASCIMENTO, Valmir. Seguidores de Cristo: testemunhando uma sociedade em ruinas. Rio de Janeiro: CPAD, 2017. REFERÊNCIAS

×