Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempo

726 views

Published on

Subsídios para lições bíblicas da CPAD elaborados pelo Pastor Natalino das Neves (IEADC-Sede).
Assista aos demais vídeos com estudos bíblicos e baixe os arquivos de slides referentes aos vídeos no blog:
http://goo.gl/PPDRnr

Published in: Education
  • Be the first to comment

LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - Hedonismo, um perigo de nosso tempo

  1. 1. TEXTO DO DIA "Disse eu no meu coração: Ora, vem, eu te provarei com a alegria; portanto, goza o prazer; mas eis que também isso era vaidade." (Ec 2.1)
  2. 2. SÍNTESE A cultura da busca incessante pelo prazer (hedonismo) retrata, precisamente, a situação da sociedade contemporânea.
  3. 3. TEXTO BÍBLICO 2 Timóteo 3.1-5
  4. 4. 1 Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; 2 porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, 3 sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, 4 traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, 5 tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.
  5. 5. INTRODUÇÃO
  6. 6. INTRODUÇÃO • Éfeso, cidade de Timóteo, a religião girava em torno do templo de Diana e os rituais envolviam prostitutas cultuais. • Assim, a prostituição, o comércio e a religião se misturavam. • Tudo o que impactasse nessa cultura e práticas eram combatido pelos líderes da cidade. • Em qualquer ambiente, cristianismo e hedonismo nunca conviverão pacificamente, como também não há paz entre o espírito e a carne (Gl 5.17).
  7. 7. I - A CULTURA DO PRAZER
  8. 8. 1. O que é o Hedonismo • O hedonismo traduz-se como o jeito de ver a vida em que se prioriza, acima de tudo, sem limites, a satisfação pessoal, buscando, ao mesmo tempo, evitar a dor e o sofrimento. • Ele defende o prazer como um fim em si mesmo. O oposto da orientação bíblica (Pv 21.17). • O grande problema do hedonismo circunscreve-se em divinizar o prazer. • O prazer e o sofrimento são sentimentos humanos e naturais, desde que de forma equilibrada. AP – Qual a influência do hedonismo em sua vida?
  9. 9. 2. As origens do Hedonismo • A prática do hedonismo existe desde os primórdios da humanidade (Gn 4.23; 26.34; Êx 32.6; Nm 25.1-3; Ec 2.10). • As consequências do hedonismo são desastrosas (Pv 16.27). • Todavia, como pensamento filosófico, o hedonismo foi organizado na Grécia, e seu maior arauto foi Aristipo de Cirene (435-335 a.C.). A teoria evoluiu e criou escolas, destaque especial ao epicurismo e ao utilitarismo. • A Bíblia coloca o temor do Senhor como princípio de sabedoria e de uma vida bem vivida.
  10. 10. 3. As consequências do Hedonismo • A vida do hedonista é vazia de significado (Ec 2.1-11). Colocar o prazer como prioridade é uma forma de prática idólatra. • Salomão, reconhecido como o homem mais sábio da terra, em grande período de seu reinado se deixou influenciar e priorizou os “prazeres da vida” (1 Rs 11.1-8). • O cristão, especialmente o jovem, deve evitar as influências das práticas hedonistas atuais e manter uma vida separada para Deus. • Estando no mundo, mas separado pelas suas práticas. AP – Jóvem, você está influenciando ou sendo influenciado pelo “mundo”?
  11. 11. PENSE Será que a pergunta "de que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma" apresenta coerência com a realidade dos dias atuais?
  12. 12. PONTO IMPORTANTE O hedonismo, bem presente em nossos dias, diviniza o prazer, transformando-o em um deus ou, quem sabe, em um demônio, que fará de tudo para conseguir seu objetivo.
  13. 13. II - HEDONISMO E AS OBRAS DA CARNE
  14. 14. 1. A ideologia de gênero • O comentarista da LBJ afirma: “O hedonismo está na base da ideologia de gênero, a qual traduz reivindicações políticas que chancelam obras da carne como a "prostituição, impureza e lascívia" (Gl 5.19)”. • No entanto, devemos tomar cuidado com o extremismo. • Devemos avaliar as situações antes de “sentenciarmos” as pessoas. O pré-conceito pode induzir a práticas com falta de amor e acepções de pessoas. • Todas as pessoas são carentes da graça e misericórdia de Deus. • A Bíblia diz que os que viverem segundo a carne morrerão, mas os que, pelo Espírito, mortificarem as obras do corpo, viverão (Rm 8.13).
  15. 15. 2. O aborto • Há conflitos entre os especialistas sobre quando se dá o início da vida. • O comentarista da LBJ afirma que há abundantes e irrefutáveis estudos médicos e bioéticos que demonstram que a vida começa com a fecundação. • Um dos 10 mandamentos é “não matarás” (Êx 20.13). • A Constituição Federal do Brasil de 1988 prescreve como inviolável o direito à vida (art. 5º, caput). • O art. 2º do Código Civil Brasileiro anui que a lei "...põe a salvo, desde a concepção, os direitos do nascituro."
  16. 16. 2. O aborto • Deus é o "Autor da vida" (At 3.15; Sl 139.16). • Existem várias situações em relação ao aborto. Como exemplo uma mãe cristã grávida que está com câncer e precisa tomar a decisão de manter a gravidez ou não. • Qual decisão tomar? • Qual o impacto da orientação do profissional da saúde? • Entre outras necessidades de tomada de decisão.
  17. 17. 3. A descriminalização das drogas • A obra da carne denominada "bebedices" (Gl 5.21) também tem sua motivação no hedonismo. • Deve-se evitar, pois as consequências são desastrosas (Is 55.2; Pv 23.20,21). • Em diversos países do mundo, há uma onda de liberação da maconha, inclusive no Brasil, mas isso se apresenta muito perigoso. • Os jovens, desprovidos de esperança e sem Deus no mundo, em busca de novas sensações, experimentarão cada vez mais substâncias psicotrópicas proibidas. • As drogas, para muitos, pode ser um caminho sem volta.
  18. 18. PENSE Se a sociedade vive "na carne", não seria justo, do ponto de vista social, a aprovação de leis liberais que corroborem com "as obras da carne"?
  19. 19. PONTO IMPORTANTE "Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis" (Rm 8.13)
  20. 20. III - A COSMOVISÃO JUDAICO-CRISTÃ
  21. 21. 1. O corpo como sacrifício vivo (Rm 12.1). • Enquanto o hedonismo segue transtornando o mundo, ao levar mais jovens à sensualidade, prostituição, drogas, à libertinagem e a todo o tipo de vícios, Deus oferece um jeito diferente de enxergar os valores da vida. • O discípulo não leva a cruz sem propósito, pois sabe o que está fazendo. Ele usa a razão! • As alegrias e delícias desta vida alcançarão os fiéis (Dt 28.1-13), mas elas não são as coisas mais importantes. • A prioridade do fiel é o que Deus tem preparado à vida eterna. AP – Você tem preferido as coisas eternas aos prazeres sem medida?
  22. 22. 2. A mente transformada (Rm 12.2) • Outro aspecto da cosmovisão judaico-cristã (que são as lentes através das quais se vê o mundo) é a necessidade de ter uma "mudança de mente", do grego metanoia (Rm 12.2). • A mente dos salvos é gerida pelas coisas espirituais. • Antes de fazer as coisas, o salvo procura saber qual é a vontade de Deus. • O título do livro “o que faria Jesus em meus passos” é uma boa sugestão de como planejar nossa vida. AP – Jovem, o que tem gerido e motivado sua mente?
  23. 23. 3. A contracultura do Reino • Aderindo aos ensinamentos da cosmovisão do evangelho de Cristo, produzir-se-á uma contracultura aos valores infundidos pelas heresias do hedonismo. • A cultura do prazer (hedonismo), nisto incluída toda sorte de mazelas egoístas da sociedade contemporânea, dará lugar: • ao serviço sacrificial em prol dos menos favorecidos, a quem a Bíblia chama de "próximo“; • à união familiar duradoura; • ao desapego (e não cobiça) das coisas materiais; • dentre inúmeros outros benefícios. AP – O que você tem escolhido: a cultura do prazer ou a contracultura do Reino?
  24. 24. PENSE A dinâmica da vida, cheia de tantos sofrimentos, não deveria ser atenuada pela busca do prazer a qualquer custo, todavia sem os excessos do pecado?
  25. 25. PONTO IMPORTANTE Não é possível separar a busca hedonista pelos deleites e o pecado. As verdadeiras alegrias e delícias somente são achadas à mão direita de Deus.
  26. 26. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  27. 27. CONSIDERAÇÕES FINAIS 1. As pessoas que são ávidas pelo prazer não pensam, muitas vezes, nas consequências das suas escolhas. 2. No princípio, a experiência parece agradável, mas, no fim, exalará o cheiro da morte. 3. A igreja do Senhor, por meio de seus membros, deve fazer a diferença na sociedade hedonista.
  28. 28. REFERÊNCIAS COLSON, Charles; PEARCEY, Nancy. O Cristão na Cultura de Hoje. 2.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006. COMENTÁRIO BÍBLICO BEACON. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. DANIELS, Robert. Pureza Sexual. Rio de Janeiro: CPAD, 2001. DEVER, M. A Mensagem do Antigo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2008. DICIONÁRIO BÍBLICO WYCLIFF. Rio de Janeiro: CPAD, 2009. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Tempo para todas as coisas. 3º Trim., Edição Professor, Rio de Janeiro, CPAD, 2017. ODILO, Reynaldo. Tempo para todas as coisas. Rio de Janeiro: CPAD, 2017.
  29. 29. REFERÊNCIAS RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia: Uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo. 10ª ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. RICHARDS, Lawrence. Comentário Histórico-Cultural do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2007. SWINDOLL, Charles R. Vivendo Provérbios. Rio de Janeiro: CPAD, 2013.
  30. 30. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Facebook: www.facebook.com/natalino.neves Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 98409 8094 (TIM)

×