Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Comamos e bebamos

511 views

Published on

Diversas concepções sobre o amor em comparação com a caridade. Eros e agape.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Comamos e bebamos

  1. 1. “Comamos e bebamos”(cf. 1Cor 15,32) A CARIDADE E OS FILHOS DE EROS
  2. 2. Educação sexual = Playback do amor amizade ≠ instrumentalização compromisso ≠ aventura desejo ≠ dominação
  3. 3. Sêneca (4 a.C.-65 AD) “É adúltero quem ama sua esposa com excessivo ardor.” (PL 23,281; cf. Pedro Lombardo, Liber Sententiarum, IV, 31, 6).
  4. 4. Taciano, o Sírio (120-180) Tendências heréticas Proibição do casamento Abstinência de carne Maniqueísmo Encratismo
  5. 5. Pseudo-Dionísio Areopagita (século V) “O amor de Deus é extático, porque não permite que os amantes permaneçam em si mesmos, mas os converte em posse dos amados” (De divinis nominibus, IV, 13)
  6. 6. Anders Nygren (1890-1978) Habilidoso teólogo e exegeta sueco Professor da Universidade de Lund Bispo luterano dessa cidade Presidente da Federação Luterana Mundial Filósofo kantiano da religião Historiador versátil Ativo defensor do ecumenismo Ferrenho opositor do nazismo
  7. 7. C. S. Lewis (1898-1963) Fraternidade (ςτοργή) Amizade (φιλία) Erotismo (ἔρωσ) Sexualidade (Venus) Caridade (ἀγάπη)
  8. 8. Jacques Lacan (1901-1981) A limitação da erótica à procriação faz do corpo vivo um corpo morto; e a fé na ressurreição da carne faz do corpo morto um corpo vivo.
  9. 9. Regina Navarro Lins (1948-) Dualismo artificial: amor ou sexo, força ou fraqueza, virtude ou pecado, glória ou perdição, domínio ou liberdade, etc.
  10. 10. Falsas atribuições Amor é cristão Sexo é pagão Amor é latifúndio Sexo é invasão Amor é divino Sexo é animal Amor é bossa nova Sexo é carnaval (Amor e Sexo, Arnaldo Jabor e Rita Lee)
  11. 11. Bento XVI “O eros de Deus pelo homem (…) é ao mesmo tempo totalmente agape. E não só porque é dado de maneira totalmente gratuita, sem mérito algum precedente, mas também porque é amor que perdoa.” (Deus caritas est, 10)
  12. 12. Francisco “O próprio amor é um conhecimento, traz consigo uma lógica nova”. Coisa inconcebível “aos olhos do homem moderno”, a quem “o amor surge, hoje, como uma experiência ligada, não à verdade, mas ao mundo inconstante dos sentimentos.” (Lumen fidei, 27).
  13. 13. Obrigado! @narajr

×