Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Venezuela

10,367 views

Published on

Material de apoio das aulas de Atualidades...

Published in: Education, Business, Travel
  • Be the first to comment

Venezuela

  1. 2. República Bolivariana da Venezuela (1821) Amarelo: as riquezas da terra Azul: Céu e Mar O país tem 916.445 Km² Vermelho: Sangue derramado na Independência Seria, aproximadamente, a área do Mato Grosso (903.357) O país é composto por 23 estados e a capital é Caracas. O país tem, aproximadamente, 29 milhões de habitantes. Fronteiras: Brasil, Guiana, Colômbia. O Lago de Maracaibo é o maior da América Latina (13 mil Km²) É o país de nascimento de Simon Bolivar (O Libertador)
  2. 3. VENEZUELA O nome do país se trata de uma alusão à Veneza (ITA). Colombo ao ver palafitas em Maracaibo achou semelhante ao que ocorria na Itália e chamou aquele local de Venezuela ou Pequena Veneza. Outra Hipótese é a de que o nome se originou a partir de uma tribo nativa chamada Veneciuela. O processo de colonização se iniciou em 1520 e em 1567 foi fundada a capital: Caracas. Durante o período colonial a Venezuela esteve dividida entre o Vice-Reinado do Peru e da Audiência de Santo Domingo.
  3. 4. Simón Bolívar (1783-1830) Aristocrata de origem basca Após visitar diversos países europeus ingressou na Maçonaria e decidiu retornar à América Latina e libertá-la dos espanhóis. Retornou em 1807, mas em 1812 foi obrigado a se exilar em Cartagena das Índias. Lá redigiu o Manifesto de Cartagena Em 1813 invade a Venezuela e a liberta. Vai para Colômbia tentar a mesma coisa mas é obrigado a se exilar na Jamaica. Lá redigiu a Carta de Jamaica. Em 1816 retorna à Venezuela e conquista Angostura. Em 1821 consegue definitivamente expulsar todos os espanhois. Estudou e viveu na Europa
  4. 5. INTEGRAÇÃO A ideia de Bolívar era formar um bloco de nações para se desenvolver e se defender das investidas físicas e ideológicas dos europeus. A primeira tentativa é o que ficou conhecido como Gran-Colômbia, que era formada por Venezuela, Colômbia, Equador e Panamá. A Venezuela é integrante da OPEP (Org. dos países exportadores de petróleo) Angola, Argélia, Líbia, Nigéria, Venezuela, Equador, Arábia Saudita, Emirados Árabes, Irã, Iraque, Kuwait e Qatar. Os países membros detém quase 80% de toda a produção e exportação de petróleo do mundo. Com isso, pode-se pensar que há um tipo de “cartel” do petróleo que define quem recebe e quanto deve pagar... Se tornando uma enorme força política. Economia
  5. 7. Golpe de 1992 Em fevereiro aconteceu uma rebelião coordenada em 4 cidades ao mesmo tempo (Maracaibo, Caracas, Valencia e Maracay) A força não foi suficiente e, sabendo-se derrotado, Chávez se prenuncia na tv reconhecendo sua derrota e levantando a ideia da necessidade de um destino diferente ao povo venezuelano. 14 mortos e 53 feridos Resultados Chávez preso Fortalecimento da esquerda
  6. 8. 1994 (Anistia) Com o fim do mandato do presidente Pérez e a eleição do novo presidente Rafael Rodriguez, os presos políticos são anistiados e dentre eles Hugo Chávez. A insatisfação popular com as condições sociais (pobreza, desemprego, sistema de educação e saúde ineficiente) aumentava a cada dia, desde a tentativa de golpe... Após a libertação, Chávez que se formou na Academia Militar, entrou para a vida política fundando o Partido V República. Em 1998 é eleito Presidente com 56% dos votos. Em 1999 inicia seu mandato de 5 anos.
  7. 9. Constituição da V República Ao iniciar seu mandato propõe a criação de uma nova constituição para o país. Em abril de 1999 é colocado em votação um referendo popular sobre o assunto. Resultado: 70% de aprovação. Após a redação concluída, da nova constituição, novo referendo popular foi colocado em votação para aprovação do texto. Resultado: 71,21% de aprovação. Ao mesmo tempo que deu maior reconhecimento aos grupos minoritários (Reconhecimentos de direitos culturais e linguísticos dos indígenas) possibilitou uma maior centralização do poder do presidente. Com a nova constituição uma nova eleição foi feita e o resultado foi de 59,7% de Chávez, em 2000.
  8. 10. Golpe de 2002 A oposição a Chávez crescia desde que a nova constituição foi aprovada dando ao atual presidente maiores poderes. Em 2002 a oposição organiza uma série de eventos contra o presidente. Em 11 de abril, uma passeata contando com milhares de insatisfeitos com o governo é organizada pelo General Lucas Romero (Ministro da Defesa), que vai a tv e anuncia a renúncia de Chávez. O golpe foi criticado pela maioria dos países latino-americanos. Apenas a Colômbia foi favorável ao evento. No dia 13 de abril Chávez envia mensagem aos seus companheiros dizendo que ele não renunciou, e assim inicia-se a Operação Resgate.
  9. 11. Golpe de 2002 No dia seguinte Chávez estava livre. A tentativa de golpe, novamente, acabou servindo para aumentar o apoio popular a Chávez. Em 2006, houve novas eleições e Chávez aumentou sua margem nas urnas. Agora vencia com 62,9% dos votos contra Manuel Rosales. Outros países da América Latina compõem uma realidade esquerdista na atualidade. Muitos analistas políticos consideram Chávez como “Populista”
  10. 12. O que significa Populismo? Segundo o Dicionário Aurélio: Ação política que toma como referência e fonte de legitimidade o cidadão comum, cujos interesses pretende representar. Política fundada no aliciamento das classes sociais de menor poder aquisitivo. Simpatia pelo povo.
  11. 13. Populismo segundo Bobbio. “ O Populismo tem muitas vezes uma matriz mais lírica e literária do que política ou filosófica. Para o Populismo, pertencer ao povo não depende da condição social ou profissional e exclui a luta de classes. O povo no Populismo não se apresenta como classe social” “ A incompatibilidade com a luta de classes, com o internacionalismo e com a matriz materialista do socialismo faz com que o Populismo se apresente, em relação ao socialismo, como uma ideologia concorrente e até divergente e não como uma ideologia complementar ou subordinada. Se é possível falar de Populismo referindo-o a certos regimes políticos socialistas é porque eles assimilaram e adaptaram na prática a temática populista, afastando-se, na medida correspondente, da própria linha teórica”
  12. 14. Populismo segundo Bobbio. “ Na realidade concreta dos vários sistemas populistas ressalta sempre uma liderança de tipo carismático e a formação de uma elite de “iluminados”, intérpretes quase sagrados da vontade e espírito do povo. Esta realidade é muito próxima do fascismo que muitos estudiosos consideram uma variante agressiva e radical de populismo”
  13. 15. Entrevista Folha Online Folha Online - É correto dizer que Chávez busca controlar a informação difundida na Venezuela ao empreender estas nacionalizações? Trino Márquez - Sim. Este parece seu principal propósito. O Estado venezuelano controla a indústria petroleira, que é a indústria mais importante do país, assim como domina os principais setores básicos venezuelanos. Do total de divisas que entram na Venezuela, cerca de US$ 60 bilhões, o Estado é proprietário de ao menos US$ 52 bilhões. Ou seja, o governo não tem absolutamente nenhuma necessidade de reestatizar a empresa telefônica nem de nacionalizar a Electricidad de Caracas. Parece-me que seu objetivo fundamental é o controle político das telecomunicações no país, assim como já controla totalmente a Assembléia Nacional, todo o sistema judiciário e o Conselho Nacional Eleitoral. Dos 24 governadores do país, 22 são chavistas, e dos 355 prefeitos, cerca de 280 são partidários de Chávez. Assim, é preciso entender que o controle da Cantv faz parte do plano de controle total da sociedade venezuelana. Disponível em : http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u103659.shtml
  14. 16. Entrevista Folha Online Folha Online - E como o sr. vê o caminho para estas nacionalizações? Pensa que vão afetar outros setores também? Trino Márquez - Parece que Chávez vai realizar uma escalada nas nacionalizações. Atualmente, cerca de 80% do PIB (Produto Interno Bruto) da Venezuela está ligado a atividades do Estado. Ele tenta reproduzir na Venezuela o modelo cubano que o atual chefe de governo de Cuba, Raul Castro [irmão de Fidel Castro, que entregou os poderes do país a Raúl em julho último devido a problemas de saúde] está tratando mudar. Enquanto Cuba tenta abrir um pouco a economia, a Venezuela faz o caminho inverso. Estas nacionalizações fazem parte de um conjunto de medidas que pretendem incrementar a intervenção estatal na economia. Eu acredito que o governo de Chávez, que tem uma sólida popularidade por aqui, terá de tomar cuidado porque a atividade privada na Venezuela já é muito reduzida - ao contrário do que ocorre no Brasil. Disponível em : http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u103659.shtml
  15. 17. Companhia Siderúrgica Nacional (1940) Companhia Vale do Rio Doce (1942) Companhia Hidro-Elétrica do São Francisco (1945) Petrobrás - Petróleo Brasileiro S/A (1953) Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES (1952). Substituição das importações através da criação das principais empresas brasileiras, na Era Vargas.
  16. 18. Na Contramão...
  17. 19. Inicia-se o período das PRIVATIZAÇÕES Collor cria o PND – Programa Nacional de Desestatização pela Lei nº 8.031, de 1990.
  18. 20. REFERENDO DE 2008 Com a enorme pressão dos opositores e conforma a lei vigente, que deixava claro que a reeleição não era permitida e, assim, Chávez propôs um referendo com o objetivo de perguntar ao povo se aceitariam um modelo de reeleição indefinida para cargos políticos, inclusive o de Presidente. A resposta do povo foi SIM.

×