Unificação italiana

2,626 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,626
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
76
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Unificação italiana

  1. 1. Unificação Italiana
  2. 2. <ul><li>Após a realização do Congresso de Viena (1814-1815) e a formação de um novo mapa político europeu, o território italiano foi dividido em oito Estados independentes, alguns deles sendo, inclusive, controlados pela Áustria. Com o fim de fazer a Itália voltar aos seus tempos de glória, surgiram diversos movimentos nacionalistas independentes, os quais tinham o objetivo comum de libertar o território italiano da dominação estrangeira. </li></ul>
  3. 4. Lideranças <ul><li>As primeiras tentativas foram feitas em 1831, pela organização Jovem Itália e seu líder Giuseppe Mazzini. Tratava-se de confrontos militares contra as forças austríacas na região. Embora os revolucionários tenham tido algumas significativas vitórias, não resistiram ao poder militar da Áustria. Mesmo assim, o movimento liderado por Giuseppe Mazzini foi importante para o crescimento do nacionalismo italiano e para o surgimento de outras manifestações. </li></ul>
  4. 5. Lideranças <ul><li>Ao mesmo tempo ocorria outro confronto nacionalista na região sul da Itália, pelo controle do Reino das Duas Sicílias. Liderados por Giuseppe Garibaldi, os voluntários, conhecidos como camisas vermelhas, tiveram sucesso na tentativa de libertação de tal região. </li></ul>
  5. 6. Questão Romana Tratado de Latrão <ul><li>Apenas em 7 de junho 1929 foi posto um ponto final na Questão Romana, quando foi assinado o Tratado de São João Latrão ou, simplesmente, Tratado de Latrão. </li></ul><ul><li>Este Tratado, assinado pelo Ditador Fascista Benito Mussolini, formalizou a existência do Estado do Vaticano. Soberano, neutro e inviolável, sob a autoridade do papa. </li></ul>
  6. 7. Histórico da Questão Romana <ul><li>Em 756, Pepino, o Breve, rei dos francos, deu ao Papa um grande território no centro de Itália. A existência destes Estados Pontifícios terminou quando, em 1870, as tropas do rei Vítor Emanuel II entraram em Roma e incorporaram no Reino de Itália esta parte do território, dando início assim à Questão Romana. O Papa recusou-se a sair do Vaticano, para não reconhecer, pondo-se sob a protecção das novas autoridades, a dependência delas, e considerou-se &quot;prisioneiro&quot; no Vaticano . </li></ul>

×