Monarquias

1,100 views

Published on

Published in: News & Politics, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,100
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
49
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Monarquias

  1. 1. FIM DA IDADE MÉDIA & FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS NACIONAIS
  2. 2. A transição entre uma Europa fechada em feudos (autosuficientes) e um comércio crescente que ajudou no surgimento da burguesia foi a principal característica do RENASCIMENTO COMERCIAL (séc. XI). O comércio deixa de ser itinerante e se fixa em determinadas regiões. Essas regiões atraem pessoas e, ao longo do tempo, formam-se cidades. Para essas cidades as feiras têm um papel comercial e social importante. Para o fornecimento de produtos a esses mercados, as Cruzadas se tornaram fundamentais, pois traziam produtos do oriente.
  3. 3. Os moradores dos burgos (burgueses) passam a usar moedas em seus negócios. O enriquecimento gradual desses Burgueses deixa em alerta a Igreja, que se vê ameaçada pelo poder econômico crescente dessa parcela da sociedade feudal. A insatisfação dos burgueses somada à Real e ao Renascimento Comercial fez surgir uma nova classe social: a Burguesia. A troca de “favores” entre o Rei e os burgueses acaba por ser um dos fatores para o início do Absolutismo.
  4. 4. A Guerra dos 100 Anos (1337-1453) Inglaterra e França iniciam a última grande guerra feudal. O motivo da guerra é a tentativa de posse inglesa no trono francês. A guerra é interrompida diversas vezes. Uma delas pela “Peste Negra”, entre 1347 e 1351 matou milhões de europeus de todas as classes sociais. Após de diversas vitórias esmagadoras da Inglaterra, a França inicia a retomada das terras perdidas a partir de 1444. <ul><li>Os resultados da guerra foram: </li></ul><ul><li>Declínio da nobreza feudal </li></ul><ul><li>Fortalecimento do poder do rei </li></ul><ul><li>Poder absoluto do rei </li></ul><ul><li>Formação das Monarquias Nacionais </li></ul>
  5. 7. MONARQUIAS NACIONAIS: CARACTERÍSTICAS Centralização político-administrativa Submissão do clero, da nobreza e do povo ao Rei (Absolutismo Real) Teoria da origem divina do poder real Teoria do contratualismo Unificação do sistema tributário e tarifário Abolição das alfândegas internas Tarifas protecionistas Incentivo as exportações MERCANTILISMO
  6. 8. EXPANSÃO MARÍTIMO-COMERCIAL Busca por novas rotas comerciais Busca por metais preciosos Balança comercial favorável Formação de colônias de exploração Monopólio e Sistema Colonial Périplo Africano Colombo e as “índias Ocidentais”

×