EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL SOB A PERSPECTIVA
DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO
LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS (LATA)
Autora:
NA...
2
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO
LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
METODOLOGIA
O pres...
3
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O
CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
BIOLOGIA DO CONHEC...
RESULTADOS E DISCUSSÕES
4
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO
LABORATÓRIO TROCA DE A...
5
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO
DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
RESULTADOS E DISCU...
O das comunidades virtuais se dá através de um procedimento de
simulação. Usa-se a foto como recurso informacional para re...
CONCLUSÃO
O educador (a) deve ser envolvido por outros processos de mediação
educativa e avaliativa. Instiga processos que...
8
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO
DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
9
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO
DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
10
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO
DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
11
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO
LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
12
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO
DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
13
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO
DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
“O educador (a) deve ser acariciado por outras estratégias de avaliação.
Instigar processos que aliam – aluno e cultura -,...
REFERÊNCIAS
MATURANA, Humberto. Emoções e Linguagem na Educação e
na Política. Tradução: José Fernando Campos Forte. Belo
...
16
EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO
LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
OBRIGADO PELA ATE...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS (LATA)

1,489 views

Published on

Trabalho apresentado no II Encontro Universitário da UFC no Cariri.

Published in: Education, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,489
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS (LATA)

  1. 1. EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS (LATA) Autora: NAIRA MICHELLE ALVES PEREIRA Graduanda do Curso de Biblioteconomia da UFC, Campus Cariri nairamichelle_ufc@yahoo.com.br MARIA VANDERLEIA DE SOUSA vanderleiamary@yahoo.com.br TATIANE PEREIRA JORGE tattyufc2008@yahoo.com.br Orientadora: FRANCISCA PEREIRA DOS SANTOS Professora do Curso de Biblioteconomia da UFC – Campus cariri teiadoato@gmail.com
  2. 2. 2 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS METODOLOGIA O presente trabalho é fruto de nossa participação do Laboratório Troca de Afetos (LATA), quando cursávamos a disciplina cultura e mídia e fruto também das nossas conversar sobre essa experiência e principalmente do nosso interesse em estudar e conhecer a perspectiva da abordagem desenvolvida por Maturana no que diz respeito a biologia do conhecimento. Sendo assim, o estudo do LATA vem sendo observado a partir de investigação tanto empírica como baseada em referências bibliográficas a partir dos livros: Emoções e Linguagens na Educação e na Política de Humberto Maturana (1999) e Educar na Biologia do Amor e da Solidariedade de Maria Cândida Moraes (2003).
  3. 3. 3 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS BIOLOGIA DO CONHECER NA EDUCAÇÃO O educar se constitui em uma relação de afeto, deixando de ser atividades distantes, constituindo-se em exercícios integrados a realidade cotidiana, implicando em uma “[...] valorização dos processos de aprendizagem cooperativa, da interatividade e da dialogicidade entre sujeito e objeto [...]” (MORAES, 2003, p. 162).
  4. 4. RESULTADOS E DISCUSSÕES 4 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS O LATA se constitui em um projeto de ensino, pesquisa e extensão sobre cultura que visa proporcionar ao aluno (a) uma relação de afeto entre:  A sala de aula e o mundo externo;  O conhecimento trazido pelas escolhas do professor;  A opinião, participação e integração dos alunos na dinamização da ementa;  Uma outra pessoa que vem de fora, a testemunha da vida, da cultura do seu lugar e do mundo que vem nos trazer uma “verdade”.
  5. 5. 5 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS RESULTADOS E DISCUSSÕES A metodologia integrada para apreensão de saberes acontece através de dois procedimentos: um das comunidades orais e outros das comunidades virtuais. Alguém vem de fora para narrar através da sua voz o ritmo da sua experiência de vida a ser dita objetivando gerar uma experiência. Um contato. Nesse sentido, toda pessoa é potencialmente apta para o intercâmbio. Fazendo assim com que o educar deixe de ser entendido como um ato da fala enquanto apresentação de quem domina certas informações pronunciadas como verdades e passa a construir-se em comunicação de sistemas viventes nas ações comuns. (MATURANA, 1999).
  6. 6. O das comunidades virtuais se dá através de um procedimento de simulação. Usa-se a foto como recurso informacional para registro, memorização e disseminação dos processos, estudos e pesquisa do laboratório, onde posteriormente são incluídos no Blog do projeto- acontecimento. O blog é gerenciado pelos alunos (as) do Curso de Biblioteconomia da UFC Campus Cariri objetivando divulgar as imagens, a entrevista o documentário, a conversação desses debates gestados informalmente, construindo um acervo de documentários poéticos digitais como fonte de informação [...]. 6 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS RESULTADOS E DISCUSSÕES
  7. 7. CONCLUSÃO O educador (a) deve ser envolvido por outros processos de mediação educativa e avaliativa. Instiga processos que alia aluno, cultura e comunidade, a fim de integrar o processo educativo a realidade cotidiana.O processo pedagógico do Laboratório Troca de Afetos – LATA constitui-se em uma relação mais espontânea, deixando de ser apenas atividades depositadoras de informações passando a constituir-se em exercícios integrados a realidade cotidiana, através de um processo de interatividade, coletividade e cooperatividade. Nessa perspectiva, o ensino/aprendizagem deixa de ser entendido como processo da pronuncia de certas informações, como ato da fala de quem domina e passa a ser um processo de mediação coletiva e interativa entre aluno, professor e comunidade. 7 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  8. 8. 8 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  9. 9. 9 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  10. 10. 10 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  11. 11. 11 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  12. 12. 12 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  13. 13. 13 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  14. 14. “O educador (a) deve ser acariciado por outras estratégias de avaliação. Instigar processos que aliam – aluno e cultura -, enquanto experiência singulares. Educar é aprender com os alinhamentos e alianças. Encaminhar um processo avaliativo deve ser inventariar situações transformacionais, para e sobretudo, se emocionar. Um novo emocionear. Queremos interceder a favor da diferença e do espanto. Nada que não provoca emoções e desejos podem nos conduzir ao aprendizado. Pretendemos os meios e os ritmos. Aprender a intervir para mudar o rumo do barco e assim descobrir: continentes, territórios e palavras de ordem que nos façam maior, que nos desorganize por completo o corpo dramatizado pelo condicionamento e os medos.” (Francisca Pereira dos Santos- FANKA, idealizadora do LATA e educadora da UFC Cariri). 14 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  15. 15. REFERÊNCIAS MATURANA, Humberto. Emoções e Linguagem na Educação e na Política. Tradução: José Fernando Campos Forte. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999. MORAES, Maria Cândida. Educar na Biologia do amor e da solidariedade. Petrópolis: editora vozes, 2003. 15 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS
  16. 16. 16 EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DA BIOLOGIA DO CONHECER: O CASO DO LABORATÓRIO TROCA DE AFETOS OBRIGADO PELA ATENÇÃO!!!

×