O nascimento da lógica 2º ano ok

16,446 views

Published on

3 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
16,446
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
73
Actions
Shares
0
Downloads
334
Comments
3
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O nascimento da lógica 2º ano ok

  1. 1. O NASCIMENTO DA LÓGICA Revisão de Filosofia- 2º ano
  2. 2. O APARECIMENTO DA LÓGICAA dialética platônica. Diálogo de opiniões opostas e devem discutir para chegar à uma unicidade de ideias.A analítica aristotélica. Demonstração e prova daquilo quese fala. Leis universais para o pensamento.
  3. 3. ELEMENTOS DA LÓGICA Características da lógica aristotélica: Instrumental; Formal; Propedêutica ou preliminar; Normativa; Doutrina da prova; Geral e atemporal.
  4. 4. A PROPOSIÇÃO A proposição é constituída por termos. Substância; Quantidade; “ Raio risca o céu de São Qualidade; Paulo durante temporal”. Relação Lugar; Tempo; Posição; Posse; Ação; Paixão ou passividade;
  5. 5.  As categorias ou termos indicam aquilo que captamos imediatamente sobre algo, sem precisar de nenhuma demonstração. Propriedades: extensão e compreensão. Extensão: conjunto de objetos designados por um termo. Compreensão: conjunto de propriedades que esse mesmo termo designa. Exemplo: O homem, conjunto de todos os seres que podem ser chamados de homem. Metal conjunto de todos os seres que podem ser chamados de metais. Isto é a extensão dos objetos e seres. Quando digo o homem é animal, vertebrado, mamífero, mortal, bípede, estou falando da compreensão do homem. Metal, bom condutor de calor, reflete luz, etc... Estamos falando também de sua compreensão.
  6. 6.  Quanto maior sua extensão, menor sua compreensão. Quanto menor sua extensão, maior sua compreensão. A distinção entre a extensão e a compreensão nos permite classificar os termos em 3 tipos:1- Gênero: extensão maior, compreensão menor. (animal)2- Espécie: extensão média, compreensão média. (homem)3- Individuo: extensão menor, compreensão maior. ( Sócrates) pagina 128 ultimo parágrafo Sujeito (S) + verbo de ligação (ser)+ Predicado (p) Pedro é alto Discurso Declarativo S é P= Afirmação ou negação =S não é P
  7. 7.  Se é verdadeira, recebe o nome de VERDADE; Se é falsa, recebe o nome de FAALSIDADE; Sujeito:1- Proposição existencial: existência, posição, ação ou paixão do sujeito. Ex: “Um homem está ferido”2- Proposição predicativa: declara a atribuição de alguma coisa a um sujeito por meio do verbo de ligação é. Ex: “Um homem não é justo”. Qualidade: Afirmativas e negativas; Quantidade:(afirmativas ou negativas). Universais: extensão total do sujeito. Todos os S são P; Nenhum S é P. Particulares:Parte da extensão.Alguns S são P; Alguns S não são P. Singulares: Atribuído a um único individuo. Este S é P; Este S não é P.
  8. 8.  Modalidade: Necessárias: O predicado está incluído necessariamente na essência do sujeito. Ex:“Todo homem é mortal” Não- necessárias: O predicado não pede, de modo algum, ser atribuído ao sujeito. Ex:“ Nenhum triângulo é figura de quatro lados”. Possíveis: O predicado pode ser ou deixar de ser atribuído ao sujeito. Ex: “Alguns homens são justos”. Os 3 princípios lógicos: O Princípio da Identidade, que na linguagem da Lógica Clássica se exprime da seguinte forma: - Cada ser é igual a si mesmo. O Princípio da Não-Contradição: - Uma coisa não pode ser e não ser ao mesmo tempo, de acordo com a mesma perspectiva. (Uma proposição não pode ser verdadeira e falsa ao mesmo tempo, de acordo com a mesma perspectiva). O Princípio do Terceiro Excluído: - Uma coisa é ou não é, não há uma terceira hipótese. (Uma proposição é verdadeira ou falsa, não há uma terceira hipótese).
  9. 9.  Relação: Contraditórias; Contrárias; Subalternas; O quadrado dos opostos
  10. 10.  Juízo apodítico:Universal e necessária; Juízo hipotético: Universal possível ou particular possível. “Se...então”. Juízo disjuntivo: Universal ou particular . “Ou...ou”.O SILOGISMO Mediato- Demonstrativo- Necessário-Constituído de: Premissa maior Premissa menor Conclusão
  11. 11. A lógica é um dos campos da filosofia, e pode ser considerada uma disciplina introdutória para qualquer estudo filosófico. Isso acontece porque a lógica lida com raciocínios e argumentos, e raciocínios e argumentos fazem parte de qualquer reflexão filosófica, seja ela no campo da teoria do conhecimento, da ética, da filosofia política ou da estética

×