Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
MAR
EGEU
MAR MEDITERRÂNEO
MAR
JÔNIO
LOCALIZAÇÃO
GRÉCIA
DIVISÃO TERRITORIAL DA GRÉCIA
MAR
EGEU
MAR MEDITERRÂNEO
MAR
JÔNIO
DIVISÃO DIDÁTICA PARA ESTUDO HISTÓRICO
DA GRÉCIA ANTIGA
 PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO (SÉC. XX – XII a.C.)
(CIVILIZAÇÃO CRETO-MIC...
CRETA
PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO SÉC. XX – XII a.C.)
(POVOAMENTO DA GRÉCIA)
Durante muitos anos se estabeleceu na ilha de Creta ...
Por volta de 1.400 a.C.
os AQUEUS invadiram
pacificamente a região.
O contato com os
cretenses permitiu que
os aqueus
inco...
Outras invasões pacíficas ocorreram no século XVII a.C.. Dessa vez
foram os EÓLIOS e JÔNIOS a instalar-se na península, oc...
AQUEUS
(Civilização creto-micênica)
AQUEUS
(Civilização creto-micênica)
AQUEUS
(Civilização creto-micênica)
Após 1.200 a.C...
COLAPSO DA CIVILIZAÇÃO MICÊNICA
DEVIDO À INVASÃO DOS
DÓRIOS TODO O GRANDE
COMÉRCIO QUE HAVIA SE
ESTABELECIDO NOS
SÉCULOS A...
PERÍODO HOMÉRICO SÉC. XII - VIII a.C.)
(Civilização gentílica)
O PERÍODO HOMÉRICO FOI ASSIM DENOMINADO PELO ESTUDO DOS POE...
Pai Mãe filhos Empregados
agregados e
escravos
Animais
Casa
FORMAÇÃO DOS OIKOIS
A ECONOMIA SE BASEOU NA SUBSISTÊNCIA, OU
S...
SURGIMENTO DOS GENOS
VÁRIOS OIKOI, POR RAZÕES POLÍTICAS E ECONÔMICAS, COMEÇARAM A SE
REUNIR EM CLÃS POR MEIO DE PARENTESCO...
FORMAÇÃO DAS FRATRIAS
A luta pela sobrevivência, que dependia basicamente da terra, desencadeou
uma série de guerras entre...
OS EUPATRIDAS ERAM OS "BEM-NASCIDOS", POSSUÍAM UM
GRAU DE PARENTESCO COM O PATER, QUANDO ADULTOS
RECEBIAM AS MELHORES TER...
SURGIMENTO DAS TRIBOS
TRIBOS= UNIÃO DE VÁRIAS FRATRIAS
POLIS OU CIDADES -ESTADOS
A união de várias tribos deu origem aos demos (povo, povoado),
que reconhecia como seu líder sup...
SEGUNDA DIÁSPORA GREGA
O excedente populacional das cidades gregas forçou à segunda diáspora Grega e permitiu
a disseminaç...
NA PASSAGEM DO PERÍODO HOMÉRICO PARA O ARCAICO, AS CIDADES-ESTADOS
QUE SE FORMARAM OPTARAM POR MODOS DIFERENTES DE ORGANIZ...
ESPARTA: LOCALIZAÇÃO
PENÍNSULA DO
PELOPONESO
REGIÃO DA
ÁTICA
ESPARTA
ATENAS
FUNDADA PELOS DÓRIOS, ESPARTA DESENVOLVEU-SE N...
ESPARTA: DIVISÃO SOCIAL
ESPARTA: EDUCAÇÃO
A EDUCAÇÃO ERA VOLTADA PARA A
PREPARAÇÃO MILITAR, A DEFESA E O
DOMÍNIO DA PÓLIS.
AO NASCER, CADA CRIANÇA...
AS MULHERES
RECEBIAM TAMBÉM
UMA EDUCAÇÃO MUITO
DURA, PARTICIPANDO
NOS TORNEIOS E
ATIVIDADES
DESPORTIVAS, EM
EXERCÍCIOS FÍS...
LEIA O QUE ESCREVEU ARISTÓTELES SOBRE O PAPEL DAS MULHE-
RES EM ESPARTA.
“A liberdade excessiva das mulheres é prejudicial...
ÉFOROS
Era composta por 5 cidadãos, com
mandatos de um ano, detinham todos os
poderes e eram eleitos pela Ápela.
ESPARTA: ...
ATENAS: LOCALIZAÇÃO
PENÍNSULA DO
PELOPONESO
REGIÃO DA
ÁTICA
ESPARTA
ATENAS
LOCALIZADA NA REGIÃO DA ÁTICA, PRÓXIMO AO LITOR...
ATENAS: DIVISÃO SOCIAL
 EUPÁTRIDAS: ERAM DESCENDENTES DOS JÔNIOS (CIDADÃOS). DETENTORES
DA MAIORES PROPRIEDADES DE TERRA....
ATENAS: EDUCAÇÃO
FILOSOFIA, ETC. AS ATIVIDADES FÍSICAS TAMBÉM FAZIAM PARTE DA VIDA
ESCOLAR, POIS OS ATENIENSES CONSIDERAVA...
ATENAS: EDUCAÇÃO DAS MULHERES
ATENAS: EVOLUÇÃO POLÍTICA
(SÉCULO VI A.C. –
508 A.C.)
DEMOCRACIA
Poder político
exercido pelos
cidadãos, através
do seu vo...
A DEMOCRACIA ATENIENSE
A DEMOCRACIA CRIADA
POR CLÍSTENES EM 510
A.C., AMPLIOU A
POSSIBLIDADE DE
PARTICIPAÇÃO NAS
DECISÕES ...
AREÓPAGO
Tribunal composto por 31 magistrado
encarregados de julgar os crimes mais
graves.
ECLÉSIA (ASSEMBLEIA)
Órgão cent...
TEMA PARA DEBATE
Na Grécia Antiga, a desobrigação do trabalho
manual era vista, pelas elites, como necessária para
o exerc...
BATALHA: entre Gregos e Persas.
MOTIVO: Expansão do Império Persa.
GUERRA: Ao todo foram 3 grandes Guerras ; na primeira o...
ENTRE A SEGUNDA E A
TERCEIRA GUERRA
MÉDICA, ATENAS
CONSEGUIU QUE AS
PÓLIS SITUADAS NO
MAR EGEU ASSINASSEM
UM ACORDO (LIGA ...
A SITUAÇÃO VIVIDA SOB A
LIGA DE DELOS GEROU
DESCONFORTO ENTRE
OUTRAS VÁRIAS CIDADES
GREGAS. FOI ENTÃO QUE
ESPARTA REUNIU C...
RELIGIÃO
Principaisdeusesgregos
PRINCIPAIS DEUSES GREGOS
PRINCIPAIS DEUSES GREGOS
FILOSOFIA
SÓCRATES
“Só sei que nada sei.”
“Uma vida não examinada não vale a pena ser vivida.”
“Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o...
PLATÃO
ARISTÓTELES
ARQUITETURA
Um exemplo da arquitetura grega é a Acrópole de Atenas, que foi
construído no ponto mais alto da cidade, entre...
ESCULTURAS
O Bronze de Artemísio,
possivelmente Poseidon ou Zeus,
c. 460 a.C., Museu Arqueológico
Nacional de Atenas
PINTURA GREGA
JOGOS OLÍMPICOS DA ANTIGUIDADE
Corrida com armas
Ânfora que representa
cena de luta
Um atleta realiza o salto em
comprimen...
Os gregos eram apaixonados pelo teatro. As peças eram
apresentadas em anfiteatros ao ar livre e os atores representavam
us...
Grécia Antiga (Civilização Ocidental)
Grécia Antiga (Civilização Ocidental)
Grécia Antiga (Civilização Ocidental)
Grécia Antiga (Civilização Ocidental)
Grécia Antiga (Civilização Ocidental)
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Grécia Antiga (Civilização Ocidental)

1,222 views

Published on

Este slide é um estudo didático sobre a Grécia Antiga. Nele iremos analisar a formação da civilização creto-micênica, a formação da sociedade helenística, o surgimento das pólis gregas, a diferenças e semelhanças entre as pólis gregas a educação grega, a posição social da mulher grega, o conceito de democracia, os primórdios da filosofia, o surgimento do teatro, a arte na arquitetura.

Published in: Education

Grécia Antiga (Civilização Ocidental)

  1. 1. MAR EGEU MAR MEDITERRÂNEO MAR JÔNIO LOCALIZAÇÃO GRÉCIA
  2. 2. DIVISÃO TERRITORIAL DA GRÉCIA MAR EGEU MAR MEDITERRÂNEO MAR JÔNIO
  3. 3. DIVISÃO DIDÁTICA PARA ESTUDO HISTÓRICO DA GRÉCIA ANTIGA  PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO (SÉC. XX – XII a.C.) (CIVILIZAÇÃO CRETO-MICÊNICA)  PERÍODO HOMÉRICO (SÉC. XII – VIII a.C.) (CIVILIZAÇÃO GENTÍLICA)  PERÍODO ARCAICO (SÉC. VIII – V a.C.) (SURGIMENTO DAS POLIS OU CIDADES-ESTADOS)  PERÍODO CLÁSSICO (SÉC. V – IV a.C.) (AUGE DAS CIDADES-ESTADOS GREGA)  PERÍODO HELENÍSTICO OU MACEDÔNICO (SÉC. IV a.C.) (DOMÍNIO DOS MACEDÔNIOS SOBRE A GRÉCIA, EXPANSÃO DA CULTURA HELENÍSTICA)
  4. 4. CRETA PERÍODO PRÉ-HOMÉRICO SÉC. XX – XII a.C.) (POVOAMENTO DA GRÉCIA) Durante muitos anos se estabeleceu na ilha de Creta a civilização minoica, caracterizada pelo comércio em grande quantidade que realizava no Mar Egeu. MAR EGEU MAR JÔNIO
  5. 5. Por volta de 1.400 a.C. os AQUEUS invadiram pacificamente a região. O contato com os cretenses permitiu que os aqueus incorporassem não apenas os padrões artísticos, religiosos e políticos como também aprendessem a arte de navegação, novas técnicas agrícolas e a escrita. Nascia, dessa maneira, a civilização CRETO-MICÊNICA. AQUEUS CRETA PENÍNSULA DO PELOPONESO REGIÃO DA TESSÁLIA REGIÃO DA ÁTICA AQUEUS (Civilização creto-micênica) INVASÃO DOS AQUEUS
  6. 6. Outras invasões pacíficas ocorreram no século XVII a.C.. Dessa vez foram os EÓLIOS e JÔNIOS a instalar-se na península, ocupando, respectivamente, as regiões da Tessália e da Ática. EÓLIOS PENÍNSULA DO PELOPONESO REGIÃO DA TESSÁLIA REGIÃO DA ÁTICA AQUEUS (Civilização creto-micênica) INVASÃO DOS EÓLIOS E JÔNIOS Jônios
  7. 7. AQUEUS (Civilização creto-micênica) AQUEUS (Civilização creto-micênica) AQUEUS (Civilização creto-micênica) Após 1.200 a.C. os DÓRIOS invadiram a península do Peloponeso e, devido a sua superioridade bélica, provocou a primeira DIÁSPORA GREGA, forçando os aqueus a se espalharem por diversas partes do Mar Mediterrâneo . EÓLIOS PENÍNSULA DO PELOPONESO REGIÃO DA TESSÁLIA REGIÃO DA ÁTICA Dórios AQUEUS AQUEUS AQUEUS AQUEUS AQUEUS Jônios INVASÃO DOS DÓRIOS
  8. 8. COLAPSO DA CIVILIZAÇÃO MICÊNICA DEVIDO À INVASÃO DOS DÓRIOS TODO O GRANDE COMÉRCIO QUE HAVIA SE ESTABELECIDO NOS SÉCULOS ANTERIORES E A ESTRUTURAÇÃO DOS NÚCLEOS URBANOS FORAM ALTERADOS. A POPULAÇÃO COMEÇOU A VIVER BASEANDO-SE EM PEQUENOS GRUPOS FAMILIARES QUE VIVIAM DA AGRICULTURA DE SUBSISTÊNCIA. O SOFISTICADO ARTESANATO QUE HAVIA SIDO DESENVOLVIDO CEDEU ESPAÇO PARA PEÇAS MAIS SIMPLES E FUNCIONAIS. CÂNFORA GREGA REGISTRA A AGRICULTURA DA GRÉCIA ANTIGA
  9. 9. PERÍODO HOMÉRICO SÉC. XII - VIII a.C.) (Civilização gentílica) O PERÍODO HOMÉRICO FOI ASSIM DENOMINADO PELO ESTUDO DOS POEMAS ILÍADA (GUERRA DE TROIA) E ODISSEIA (VOLTA DE ULISSES, APÓS A GUERRA DE TROIA, PARA SUA ILHA, ÍTACA), ESCRITOS PELO POETA GREGO HOMERO, NO SÉCULO VI A.C... A IMPORTÂNCIA DESTES POEMAS ESTÁ RELACIONADA AO FATO DELES EXPRESSAREM OS MODOS DE VIDA DA CIVILIZAÇÃO GREGA DAQUELA ÉPOCA, BEM COMO SEUS COSTUMES, USO DA TERRA E FORMAÇÃO SOCIAL, EM DETRIMENTO DA CIVILIZAÇÃO CRETO-MICÊNICA . HOMERO É CONSIDERADO O PAI DA HISTÓRIA).
  10. 10. Pai Mãe filhos Empregados agregados e escravos Animais Casa FORMAÇÃO DOS OIKOIS A ECONOMIA SE BASEOU NA SUBSISTÊNCIA, OU SEJA, ELES DEPENDIAM DO QUE PRODUZIAM NA TERRA PARA O PRÓPRIO CONSUMO.
  11. 11. SURGIMENTO DOS GENOS VÁRIOS OIKOI, POR RAZÕES POLÍTICAS E ECONÔMICAS, COMEÇARAM A SE REUNIR EM CLÃS POR MEIO DE PARENTESCO ARRANJADO E PASSARAM A SER CONHECIDOS COMO GENO. GENO= UNIÃO DE VÁRIOS OIKOI
  12. 12. FORMAÇÃO DAS FRATRIAS A luta pela sobrevivência, que dependia basicamente da terra, desencadeou uma série de guerras entre os genos. Para enfrentar um inimigo em comum, os genos passaram a se unirem formando uma FRATRIA. FRATRIA= UNIÃO DE VÁRIOS GENOS Logo a igualdade social presente no período pré-homérico deixou de existir, havendo então desigualdade social entre as tribos. Contestando assim 3 grupos miciais: os EUPATRIDAS, os GEORGOIS, e os THETAIS. O BASILEU (rei devido a força militar) logo se tornou líder da fratrias. O rei governava perante uma agremiação de aristocratas que eram representados pelos paters dos genos.
  13. 13. OS EUPATRIDAS ERAM OS "BEM-NASCIDOS", POSSUÍAM UM GRAU DE PARENTESCO COM O PATER, QUANDO ADULTOS RECEBIAM AS MELHORES TERRAS. OS GEORGOIS POSSUÍAM UM GRAU DE PARENTESCO DISTANTE DO PATER. ERAM PRINCIPALMENTE OS AGRICULTORES E OS ARTESÃOS. OS THETHAIS ERAM OS MARGINALIZADOS. EXCLUÍDOS DA VIDA PÚBLICA GREGA. DIVISÃO SOCIAL DAS FRATRIAS
  14. 14. SURGIMENTO DAS TRIBOS TRIBOS= UNIÃO DE VÁRIAS FRATRIAS
  15. 15. POLIS OU CIDADES -ESTADOS A união de várias tribos deu origem aos demos (povo, povoado), que reconhecia como seu líder supremo o basileu (rei). Basileu
  16. 16. SEGUNDA DIÁSPORA GREGA O excedente populacional das cidades gregas forçou à segunda diáspora Grega e permitiu a disseminação da cultura grega por outras partes do mar mediterrâneo.
  17. 17. NA PASSAGEM DO PERÍODO HOMÉRICO PARA O ARCAICO, AS CIDADES-ESTADOS QUE SE FORMARAM OPTARAM POR MODOS DIFERENTES DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ECONÔMICA, EM FUNÇÃO DAS CONDIÇÕES GEOGRÁFICAS E DO PROCESSO DE INTEGRAÇÃO DAS POPULAÇÕES COM OS POVOS INVASORES. OS DOIS GRANDES EXEMPLOS DE CIDADES-ESTADOS SÃO ESPARTA E ATENAS. ELAS NÃO SÓ SE CONTRAPUNHAM COMO CHEGARAM A TRAVAR GUERRAS. PERÍODO ARCAICO (SÉC. VIII – V a.C.) (Surgimento das Polis ou cidades-estados)
  18. 18. ESPARTA: LOCALIZAÇÃO PENÍNSULA DO PELOPONESO REGIÃO DA ÁTICA ESPARTA ATENAS FUNDADA PELOS DÓRIOS, ESPARTA DESENVOLVEU-SE NA PENÍNSULA DO PELOPONESO, UMA REGIÃO DE PEQUENAS PLANÍCIES, CERCADA DE MONTANHAS DE PEQUENAS ALTITUDES.
  19. 19. ESPARTA: DIVISÃO SOCIAL
  20. 20. ESPARTA: EDUCAÇÃO A EDUCAÇÃO ERA VOLTADA PARA A PREPARAÇÃO MILITAR, A DEFESA E O DOMÍNIO DA PÓLIS. AO NASCER, CADA CRIANÇA ESPARTANA ERA EXAMINADA POR UM CONSELHO DE ANCIÃOS, QUE AVALIAVA SUA CONSTITUIÇÃO FÍSICA. SE APRESENTASSE ALGUMA DEFICIÊNCIA ERA IMEDIATAMENTE ATIRADA EM UM DESFILADEIRO. DOS 7 AOS 18 ANOS ERAM ENTREGUES AO ESTADO PARA CUMPRIREM O AGOGÊ (SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO ONDE SOFRIAM RIGOROSOS TREINAMENTOS). AOS 30 ANOS ELE SE TORNAVA UM SOLDADO OFICIAL E GANHAVAM DIREITOS POLÍTICOS.
  21. 21. AS MULHERES RECEBIAM TAMBÉM UMA EDUCAÇÃO MUITO DURA, PARTICIPANDO NOS TORNEIOS E ATIVIDADES DESPORTIVAS, EM EXERCÍCIOS FÍSICOS AO AR LIVRE, COM A MÚSICA E A DANÇA. O OBJETIVO ERA DOTÁ-LAS DE UM CORPO FORTE E SAUDÁVEL PARA GERAR FILHOS VIGOROSOS. ESPARTA: EDUCAÇÃO DAS MULHERES
  22. 22. LEIA O QUE ESCREVEU ARISTÓTELES SOBRE O PAPEL DAS MULHE- RES EM ESPARTA. “A liberdade excessiva das mulheres é prejudicial ao fim do regime e a felicidade da cidade. Tal como o homem e mulher são parte da casa também é evidente que a cidade se divide em dois grupos aproximadamente iguais, o dos homens e das mulheres. [...]Foi o que se sucedeu em Esparta. [...] A liberdade excessiva das mulheres de Esparta parece ter sido uma boa justificativa em tempos passados, já que os homens estavam ausente de casa durante longos períodos devidos às campanhas militares, como sucedeu quando lutaram contra os arginos, e depois contra os arcádios e os messênios. [...] Consta que Licurgo Tentou sujeitar as mulheres às supremacia da lei, mas que recuou quando elas resistiram”. ARISTÓTELES. Política. Lisboa: Veja Universidade, 1998. P. 153-155.
  23. 23. ÉFOROS Era composta por 5 cidadãos, com mandatos de um ano, detinham todos os poderes e eram eleitos pela Ápela. ESPARTA: POLÍTICA GERÚSIA OU CONSELHO DOS ANCIÃOS (direção da política interna e externa) A gerúsia era composta por 28 anciãos (espartanos com mais de 60 anos), tinha função legislativa e atuava como corte suprema. ÁPELA OU ASSEMBLEIA DO POVO (atribuição eletivas e legislativas) Era integrada por todos os cidadãos maiores de 30 anos, cuja a função era aprovar as leis e escolher os gerontes e os éforos. DIARQUIA (2 reis) Esparta era uma diarquia, na qual um dos reis assumiam funções religiosas e o outro, funções militares. Ambos participavam da Gerúsia
  24. 24. ATENAS: LOCALIZAÇÃO PENÍNSULA DO PELOPONESO REGIÃO DA ÁTICA ESPARTA ATENAS LOCALIZADA NA REGIÃO DA ÁTICA, PRÓXIMO AO LITORAL A CIDADE DE ATENAS DESENVOLVEU-SE DIFERENTE DE ESPARTA. A COMEÇAR PELA SUA FUNDAÇÃO, QUE FOI REALIZADA PELOS JÔNIOS. ENQUANTO ESPATA SE MANTEVE IMUTÁVEL, ATENAS SOFREU VÁRIAS MUDANÇAS, TANTO NA COMPOSIÇÃO SOCIAL, COMO NA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA.
  25. 25. ATENAS: DIVISÃO SOCIAL  EUPÁTRIDAS: ERAM DESCENDENTES DOS JÔNIOS (CIDADÃOS). DETENTORES DA MAIORES PROPRIEDADES DE TERRA. AS RIQUEZAS ADQUIRIDAS COM A TERRA LHES PERMITIA A EXCLUSIVA DEDICAÇÃO AO ESTUDO DA RETÓRICA, MUITO IMPORTANTE NOS DEBATES PÚBLICOS, OS QUE LHES GARANTIA A PRESENÇA NO GOVERNO E A DEFESA DA MANUTENÇÃO DE SEUS PRIVILÉGIOS. DENTRE OS EUPÁTRIDAS AINDA HAVIA OS GEOMORES E OS DEMIURGOS QUE CONSTITUÍA O RESTANTE DA POPULAÇÃO (DEMOS). OS GEOMORES DEDICAVAM-SE À AGRICULTURA E OS DEMIURGOS DEDICAVAM-SE AO ARTESABATO E AO COMÉRCIO.  METECOS: ERAM OS ESTRANGEIROS, QUE NÃO TINHAM O DIREITO DE PARTICIPAR DAS QUESTÕES POLÍTICAS NEM DE POSSUIR TERRAS. DEDICAVAM A ATIVIDADES COMO O COMÉRCIO E O ARTESANATO.  ESCRAVOS: CHEGARAM A REPRESENTAR METADE DA POPULAÇÃO NA CIDADE- ESTADO DE ATENAS. A MAIORIA ERA OBTIDO POR GUERRAS, DÍVIDAS E CRIMES.
  26. 26. ATENAS: EDUCAÇÃO FILOSOFIA, ETC. AS ATIVIDADES FÍSICAS TAMBÉM FAZIAM PARTE DA VIDA ESCOLAR, POIS OS ATENIENSES CONSIDERAVAM DE GRANDE IMPORTÂNCIA A MANUTENÇÃO DA SAÚDE CORPORAL. A EDUCAÇÃO ATENIENSE TINHA COMO OBJETIVO PRINCIPAL À FORMAÇÃO DE INDIVÍDUOS COMPLETOS, OU SEJA, COM BOM PREPARO FÍSICO, PSICOLÓGICO E CULTURAL. POR VOLTA DOS SETE ANOS DE IDADE, O MENINO ATENIENSE ERA ORIENTADO POR UM PEDAGOGO. NA ESCOLA, OS JOVENS ESTUDAVAM MÚSICA, ARTES PLÁSTICAS,
  27. 27. ATENAS: EDUCAÇÃO DAS MULHERES
  28. 28. ATENAS: EVOLUÇÃO POLÍTICA (SÉCULO VI A.C. – 508 A.C.) DEMOCRACIA Poder político exercido pelos cidadãos, através do seu voto. (SÉCULO VI A.C.) TIRANIA Poder político exercido por uma só pessoa, que tem poder ilimitado. (SÉCULO VII A.C.) OLIGARQUIA Regime aristocrático liderado por três magistrados (SÉCULO VIII A.C.) MONARQUIA O rei governava com o apoio de um conselho de anciãos
  29. 29. A DEMOCRACIA ATENIENSE A DEMOCRACIA CRIADA POR CLÍSTENES EM 510 A.C., AMPLIOU A POSSIBLIDADE DE PARTICIPAÇÃO NAS DECISÕES POLÍTICAS A TODOS OS CIDADÃOS ATENIENSES, INDEPENDENTE DA SUA RENDA. ENTRETANTO, APENAS OS HOMENS MAIORES DE 18 ANOS, QUE FOSSEM FILHOS DE ATENIENSES, ERAM CONSIDERADOS CIDADÃOS DE ATENAS, OU SEJA, MULHERES, METECOS E ESCRAVOS CONTINUARAM EXCLUÍDOS DAS DECISÕES POLÍTICAS. NUMA POPULAÇÃO DE APROXIMADAMENTE 250 MIL HABITANTES, APENAS 45 MIL ERAM CONSIDERADOS CIDADÃOS.
  30. 30. AREÓPAGO Tribunal composto por 31 magistrado encarregados de julgar os crimes mais graves. ECLÉSIA (ASSEMBLEIA) Órgão central da democracia ateniense, responsável por discutir e aprovar todos assuntos, civis, militares, da pólis ateniense. BULÉ Conselho composto de 500 cidadãos (10 de cada tribo) escolhidos por sorteio numa lista de candidatos. A Bulé escolhe os assuntos a serem votados na Eclésia. ESTRATEGOS Generais escolhidos pela assembleia para o prazo de um ano. Comandavam o exército e acumulavam funções legislativas e executivas. HELIEIA tribuna do povo composto por 6 mil cidadãos com mais de 30 anos (600 de cada tribo) eleitos por ano. Com as reformas de Clístenes, adquiriu poder para julgar. Cidadãos: divididos entre as tribos. ATENAS: MAGISTRADOS
  31. 31. TEMA PARA DEBATE Na Grécia Antiga, a desobrigação do trabalho manual era vista, pelas elites, como necessária para o exercício da cidadania. O tempo livre resultante dessa condição possibilitava que pudesse se dedicar à atividade política. Que condições seriam necessárias para o exercício da cidadania na sociedade global atual, na qual o trabalho tem consumido cada vez mais o tempo das pessoas?
  32. 32. BATALHA: entre Gregos e Persas. MOTIVO: Expansão do Império Persa. GUERRA: Ao todo foram 3 grandes Guerras ; na primeira os Persas foram barrados pelos atenienses na Batalha de Maratona em 490 a.C.; na segunda tentativa persa, em 480 a.C., as Pólis gregas se uniram para combater o inimigo, Atenas chegou a ser destruída, mas com o apoio dos espartanos, conseguiram derrotar os persa na batalha de Plateia; Na terceira Guerra, os gregos, sobre a liderança do ateniense Címon, venceu os persas na Ásia Menor, em 468, e forçou os pesas a assinarem o Tratado de Susa, na qual garantiu a hegemonia dos gregos sobre o Mar Egeu.
  33. 33. ENTRE A SEGUNDA E A TERCEIRA GUERRA MÉDICA, ATENAS CONSEGUIU QUE AS PÓLIS SITUADAS NO MAR EGEU ASSINASSEM UM ACORDO (LIGA DE DELOS) NO QUAL DEVERIAM PAGAR UM TAXA À ATENAS PARA QUE ESTE PUDESSE INTERFERIR NO CASO DE NOVA INVASÃO PERSA. ASSIM, OS ATENIENSES SE APROVEITARAM PARA INVESTIR EM SUA PÓLIS. MESMO APÓS A DERROTA DOS PERSA OS ATENIENSES CONTINUARAM IMPONDO SUA HEGEMONIA SOBRE A REGIÃO.
  34. 34. A SITUAÇÃO VIVIDA SOB A LIGA DE DELOS GEROU DESCONFORTO ENTRE OUTRAS VÁRIAS CIDADES GREGAS. FOI ENTÃO QUE ESPARTA REUNIU CIDADES PARA UMA INSURREIÇÃO E CONTESTAÇÃO À AUTORIDADE ATENIENSE. AS CARACTERÍSTICA MILITARISTAS FEZ COM QUE ESPARTA ASSUMISSE A LIDERANÇA DE UMA NOVA ALIANÇA GREGA, SURGINDO ENTÃO A LIGA DO PELOPONESO.
  35. 35. RELIGIÃO
  36. 36. Principaisdeusesgregos
  37. 37. PRINCIPAIS DEUSES GREGOS
  38. 38. PRINCIPAIS DEUSES GREGOS
  39. 39. FILOSOFIA
  40. 40. SÓCRATES “Só sei que nada sei.” “Uma vida não examinada não vale a pena ser vivida.” “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo.”
  41. 41. PLATÃO
  42. 42. ARISTÓTELES
  43. 43. ARQUITETURA Um exemplo da arquitetura grega é a Acrópole de Atenas, que foi construído no ponto mais alto da cidade, entre os anos de 447 a 438 a.C. Além das funções religiosas, o templo era utilizado também como ponto de observação militar. As colunas deste templo seguiram o estilo arquitetônico dórico e foram retratadas pela cultura romana. A arquitetura grega antiga pode ser dividida em três estilos: A Acrópole de Atenas, na Grécia
  44. 44. ESCULTURAS O Bronze de Artemísio, possivelmente Poseidon ou Zeus, c. 460 a.C., Museu Arqueológico Nacional de Atenas
  45. 45. PINTURA GREGA
  46. 46. JOGOS OLÍMPICOS DA ANTIGUIDADE Corrida com armas Ânfora que representa cena de luta Um atleta realiza o salto em comprimento munido com dois halteres
  47. 47. Os gregos eram apaixonados pelo teatro. As peças eram apresentadas em anfiteatros ao ar livre e os atores representavam usando máscaras. As comédias, dramas e sátiras retravam, principalmente, o comportamento e os conflitos do ser humano. Ésquilo e Sófocles foram os dois mais importantes escritores de peças de teatro da Grécia Antiga. TEATRO

×