SlideShare a Scribd company logo
1 of 1
Um nascimento
                                                                                                                          aqui evocar o castiçal judeu,
                                                                                                                          numa ideia de luz e de vida.
                                                                                                                            O plano final da narrativa,
                                                                                                                          com a imagem de um telescópio



                    e um disparate
                                                                                                                          imenso que cruza duas páginas,
                                                                                                                          lembra que pouco sabemos do
                                                                                                                          mundo e há sempre mais para
                                                                                                                          descobrir. Volta-se então ao
                    Dois livros com a assinatura do Planeta Tangerina.                                                    começo. Porque há “um universo
                                                                                                                          por estrear”, disse Dora Batalim.
                    O prazer de existir, num. A invasão dos automóveis,                                                   Com razão.

                    noutro. Texto de Rita Pimenta                                                                         O absurdo dos carros
                                                                                                                          “Crianças, não leiam. Pais, não
                                                                                                                          comprem. Este livro tem coisas
                                                                                                                          que metem medo”, disse o
                                                                                                                          escritor Rui Zink no lançamento
                                                                                                                          de “A Grande Invasão”. Amuado
                                                                                                                          por lhe terem deixado a tarefa de
                                                                                                                          apresentar “um livro horrível”,
                                                                                                                          logo avisou os presentes de que
                                                                                                                          é preciso precavermo-nos contra
                                                                                                                          estes “invasores simpáticos”, os
                                                                                                                          automóveis.
                                                                                                                             Ironias à parte — que ainda
                                                                                                                          assim obrigaram o discreto,
                                                                                                                          mas bem-humorado ilustrador
                                                                                                                          Bernardo Carvalho a pedir
                                                                                                                          desculpa ao auditório: “Só sei
                                                                                                                          fazer assim, lamento...” —, este
                                                                                                                          livro fala de uns seres que, “quase
                                                                                                                          sem darmos por isso, ocuparam as
                                                                                                                          nossas ruas, as nossas praças e até
                                                                                                                          os passeios por onde caminhamos.




                    A
                                      descoberta fasci-                                                                   Viraram as nossas cidades de
                                                           história, o leitor obriga-se a parar.
                                      nada do mundo,                                                                      pernas para o ar e fizeram o
                                                           Não só porque se trata do começo
                                      o espanto de                                                                        mesmo às nossas vidas. É que
                                                           de tudo, mas porque é absorvido,
                                      ir conhecendo                                                                       estes invasores são tão simpáticos
                                                           quase sugado por aquele imenso
                                      sons, texturas e                                                                    e confortáveis que já quase não
                                                           preto, dir-se-ia do universo
                                      cores, o deslum-                                                                    conseguimos viver sem eles”.
                                                           primordial. “O preto é uma cor
                    bramento de quem olha o uni-                                                                             Depois de uma série de
                                                           completamente tabu nos livros
                    verso pela primeira vez. É disto                                                                      considerações gerais sobre os
                                                           para crianças”, lembrou Dora            Quando Eu Nasci
                    que fala Isabel Minhós Martins                                                                        bólides e o absurdo da relação
                                                           Batalim, elogiando o trabalho de        Autor: Isabel Minhós
                    em “Quando Eu Nasci”, na pri-                                                                         das pessoas com esses objectos
                                                           Madalena Matoso, que consegue           Martins
                    meira pessoa. Ou seja, em todas.                                                                      — “um disparate”, escreve-se —,
                                                           “dar a imagem de alguém que             Ilustrador: Madalena
Xis Letra Pequena




                                                                                                                          o narrador admite que vai ter
                       “O texto da Isabel é sempre         cresce inteiro”. E tem razão.           Matoso
                                                                                                                          de se pôr a andar: “Vou só ali à
                    mais fundo, mais simples, mais            Diz a autora do texto que            Editor: Planeta
                                                                                                                          mercearia da esquina, mas como
                    verdadeiro, como um texto              com este trabalho quis “dar as          Tangerina
                                                                                                                          ainda demoro a estacionar, talvez
                    clássico. Se calhar, fundador”,        boas-vindas a todos os bebés”.          28 págs., €11,90
                                                                                                                          só regresse ao fim da tarde.”
                    disse Dora Batalim, professora         Embora saiba que os especialistas
                                                                                                                             A dinâmica da ilustração, o
                    de Literatura na Escola Superior       afirmam que a descoberta do
                                                                                                                          “lettering” escolhido e a forma
                    de Educadores de Infância Maria        mundo começa logo na barriga
                                                                                                                          como o texto se distribui e corre
                    Ulrich, no lançamento da obra no       da mãe, Isabel Minhós Martins
                                                                                                                          na página fazem deste livro mais
                    I Salão Ilustrarte do Livro Infantil   pensa que todas as descobertas
                                                                                                                          um exemplo de criatividade do
                    do Barreiro, no último domingo.        aguardam por uma espécie de
                                                                                                                          Planeta Tangerina. Lugar onde as
                    E tem razão.                           confirmação, e essa só chega
                                                                                                                          obras são pensadas em conjunto
                       O livro começa com a seguinte       no dia em que se nasce. “Aí sim,
                                                                                                                          e em que texto, imagem e design
                    tomada de consciência: “Quando         começa a grande aventura! Do
                                                                                                                          convivem (e vivem) sem que
                    eu nasci nunca tinha visto nada.”      respirar, do provar, do sentir...”      A Grande Invasão
                                                                                                                          qualquer deles se sobreponha a
                    Esta frase aparece inscrita a             O nosso destaque vai para a          Autor: Isabel Minhós
                                                                                                                          outro. Se algum vencedor tiver
                    branco no topo de um plano com         unidade capa-contracapa e para o        Martins
                                                                                                                          de existir, será a comunicação. E
                    um fundo completamente negro.          movimento do texto, que ondula,         Ilustrador: Bernardo
                                                                                                                          aí quem ganha é o leitor — com o
                    No pé da página continua o texto:      numa dança que se articula              Carvalho
                                                                                                                          tamanho que tiver. a
                    “Só um escuro, muito escuro na         eficaz e talentosamente com a            Editor: Planeta
                    barriga da minha mãe.”                 ilustração. A imagem da árvore,         Tangerina
                                                                                                                          letra.pequena@publico.pt
                       Embora seja o início da             que se repete nas guardas, parece       28 págs.,€ 11,90




                    86 • 16 Dezembro 2007 • Pública

More Related Content

What's hot

BernardJeunet5
BernardJeunet5BernardJeunet5
BernardJeunet5mrvpimenta
 
Jornal do comércio 01.10.10
Jornal do comércio   01.10.10Jornal do comércio   01.10.10
Jornal do comércio 01.10.10olhobservando
 
José Saramago - Depoimento sobre gagueira
José Saramago - Depoimento sobre gagueiraJosé Saramago - Depoimento sobre gagueira
José Saramago - Depoimento sobre gagueiraStuttering Media
 
Maria Keil em entrevista
Maria Keil em entrevistaMaria Keil em entrevista
Maria Keil em entrevistamrvpimenta
 
Pag.miudos 8 maio2011 yara
Pag.miudos 8 maio2011 yaraPag.miudos 8 maio2011 yara
Pag.miudos 8 maio2011 yaramrvpimenta
 
BernardJeunet7
BernardJeunet7BernardJeunet7
BernardJeunet7mrvpimenta
 
Pág.Farol de Sonhos 2006
Pág.Farol de Sonhos 2006Pág.Farol de Sonhos 2006
Pág.Farol de Sonhos 2006mrvpimenta
 
Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2
Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2
Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2Sergyo Vitro
 
Revista ler agustina a_indomavel
Revista ler agustina a_indomavelRevista ler agustina a_indomavel
Revista ler agustina a_indomavelAnaigreja
 

What's hot (16)

BernardJeunet5
BernardJeunet5BernardJeunet5
BernardJeunet5
 
Ra
RaRa
Ra
 
Jornal do comércio 01.10.10
Jornal do comércio   01.10.10Jornal do comércio   01.10.10
Jornal do comércio 01.10.10
 
Ana Saldanha
Ana SaldanhaAna Saldanha
Ana Saldanha
 
José Saramago - Depoimento sobre gagueira
José Saramago - Depoimento sobre gagueiraJosé Saramago - Depoimento sobre gagueira
José Saramago - Depoimento sobre gagueira
 
Maria Keil em entrevista
Maria Keil em entrevistaMaria Keil em entrevista
Maria Keil em entrevista
 
Pag.miudos 8 maio2011 yara
Pag.miudos 8 maio2011 yaraPag.miudos 8 maio2011 yara
Pag.miudos 8 maio2011 yara
 
BernardJeunet7
BernardJeunet7BernardJeunet7
BernardJeunet7
 
Novos Pdf Ser
Novos Pdf SerNovos Pdf Ser
Novos Pdf Ser
 
Pág.Farol de Sonhos 2006
Pág.Farol de Sonhos 2006Pág.Farol de Sonhos 2006
Pág.Farol de Sonhos 2006
 
Logo (3)
Logo (3)Logo (3)
Logo (3)
 
Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2
Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2
Atriz sem vaidade juliana carneiro da cunha 2
 
Revista ler agustina a_indomavel
Revista ler agustina a_indomavelRevista ler agustina a_indomavel
Revista ler agustina a_indomavel
 
Mozart+ Bemol
Mozart+ BemolMozart+ Bemol
Mozart+ Bemol
 
Marianice
MarianiceMarianice
Marianice
 
Adélia prado
Adélia pradoAdélia prado
Adélia prado
 

Viewers also liked

A galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio motaA galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio motaColégio Colibri
 
O pequeno azul e o pequeno amarelo
O pequeno azul e o pequeno amareloO pequeno azul e o pequeno amarelo
O pequeno azul e o pequeno amareloAndre Mandim
 
Oh as cores - pré mourão
Oh as cores - pré mourãoOh as cores - pré mourão
Oh as cores - pré mourãoSaudade Roxo
 
Papá por favor apanha-me a lua...
Papá por favor apanha-me a lua...Papá por favor apanha-me a lua...
Papá por favor apanha-me a lua...labeques
 
Quando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangadoQuando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangadoLurdesRFernandes
 
A casa da mosca fosca
A casa da mosca foscaA casa da mosca fosca
A casa da mosca foscagigilu
 
A manta (1)
A manta (1)A manta (1)
A manta (1)10-09-61
 
Isabel minhós e madalena matoso visitaram a nossa
Isabel minhós e madalena matoso visitaram a nossaIsabel minhós e madalena matoso visitaram a nossa
Isabel minhós e madalena matoso visitaram a nossabepombal
 
Semana Da Leitura 2010
Semana Da Leitura 2010Semana Da Leitura 2010
Semana Da Leitura 2010bepombal
 

Viewers also liked (20)

A manta de isabel martins
A manta de isabel martinsA manta de isabel martins
A manta de isabel martins
 
A galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio motaA galinha medrosa de antonio mota
A galinha medrosa de antonio mota
 
O pequeno azul e o pequeno amarelo
O pequeno azul e o pequeno amareloO pequeno azul e o pequeno amarelo
O pequeno azul e o pequeno amarelo
 
Livro d. pedro e d. ines
Livro d. pedro e d. inesLivro d. pedro e d. ines
Livro d. pedro e d. ines
 
Oh as cores - pré mourão
Oh as cores - pré mourãoOh as cores - pré mourão
Oh as cores - pré mourão
 
Papá por favor apanha-me a lua...
Papá por favor apanha-me a lua...Papá por favor apanha-me a lua...
Papá por favor apanha-me a lua...
 
O polvo coceguinhas
O polvo coceguinhasO polvo coceguinhas
O polvo coceguinhas
 
Quando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangadoQuando me sinto... zangado
Quando me sinto... zangado
 
A casa da mosca fosca
A casa da mosca foscaA casa da mosca fosca
A casa da mosca fosca
 
O livro dos medos
O livro dos medosO livro dos medos
O livro dos medos
 
A manta (1)
A manta (1)A manta (1)
A manta (1)
 
Traca tracas clementinos 2014
Traca tracas clementinos 2014Traca tracas clementinos 2014
Traca tracas clementinos 2014
 
Isabel minhós e madalena matoso visitaram a nossa
Isabel minhós e madalena matoso visitaram a nossaIsabel minhós e madalena matoso visitaram a nossa
Isabel minhós e madalena matoso visitaram a nossa
 
Semana Da Leitura 2010
Semana Da Leitura 2010Semana Da Leitura 2010
Semana Da Leitura 2010
 
Ritier
RitierRitier
Ritier
 
Manu eta Iker
Manu eta IkerManu eta Iker
Manu eta Iker
 
Amordiscadelas pt 01
Amordiscadelas pt 01Amordiscadelas pt 01
Amordiscadelas pt 01
 
A maior-casa-pt 01
A maior-casa-pt 01A maior-casa-pt 01
A maior-casa-pt 01
 
Papa por-favor-pt 01
Papa por-favor-pt 01Papa por-favor-pt 01
Papa por-favor-pt 01
 
Pela floresta-pt 01
Pela floresta-pt 01Pela floresta-pt 01
Pela floresta-pt 01
 

Similar to Livro infantil sobre a descoberta do mundo desde o nascimento

Área Cultural 2ª edição
Área Cultural 2ª ediçãoÁrea Cultural 2ª edição
Área Cultural 2ª ediçãoFran Buzzi
 
Entrevista silvia avallone
Entrevista silvia avalloneEntrevista silvia avallone
Entrevista silvia avalloneSergyo Vitro
 
Outras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira ediçãoOutras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira ediçãoActon Lobo
 
O quotidiano na obra de Cesário Verde
O quotidiano na obra de Cesário VerdeO quotidiano na obra de Cesário Verde
O quotidiano na obra de Cesário VerdeMariaVerde1995
 
Cultura dia 10 abril-2013
Cultura dia 10 abril-2013Cultura dia 10 abril-2013
Cultura dia 10 abril-2013Profmaria
 

Similar to Livro infantil sobre a descoberta do mundo desde o nascimento (8)

Mf Tempo
Mf TempoMf Tempo
Mf Tempo
 
Área Cultural 2ª edição
Área Cultural 2ª ediçãoÁrea Cultural 2ª edição
Área Cultural 2ª edição
 
Entrevista silvia avallone
Entrevista silvia avalloneEntrevista silvia avallone
Entrevista silvia avallone
 
Outras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira ediçãoOutras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira edição
 
SP2D#5#6
SP2D#5#6SP2D#5#6
SP2D#5#6
 
O quotidiano na obra de Cesário Verde
O quotidiano na obra de Cesário VerdeO quotidiano na obra de Cesário Verde
O quotidiano na obra de Cesário Verde
 
Temática E Estrutura
Temática E EstruturaTemática E Estrutura
Temática E Estrutura
 
Cultura dia 10 abril-2013
Cultura dia 10 abril-2013Cultura dia 10 abril-2013
Cultura dia 10 abril-2013
 

More from mrvpimenta

Crianças 19 maio pjl47
Crianças   19 maio  pjl47Crianças   19 maio  pjl47
Crianças 19 maio pjl47mrvpimenta
 
Cultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonha
Cultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonhaCultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonha
Cultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonhamrvpimenta
 
Pág. crianças 4 fev.
Pág. crianças 4 fev.Pág. crianças 4 fev.
Pág. crianças 4 fev.mrvpimenta
 
Pág. miúdos gatafunho 220112
Pág. miúdos gatafunho 220112Pág. miúdos gatafunho 220112
Pág. miúdos gatafunho 220112mrvpimenta
 
Pág.crianças28 01-12
Pág.crianças28 01-12Pág.crianças28 01-12
Pág.crianças28 01-12mrvpimenta
 
Pág.crianças21 janeiro
Pág.crianças21 janeiroPág.crianças21 janeiro
Pág.crianças21 janeiromrvpimenta
 
Pág,crianças14 janeiro2012
Pág,crianças14 janeiro2012Pág,crianças14 janeiro2012
Pág,crianças14 janeiro2012mrvpimenta
 
Cultura folio ilustrarte120112
Cultura folio ilustrarte120112Cultura folio ilustrarte120112
Cultura folio ilustrarte120112mrvpimenta
 
Miúdos ilustrarte 080112
Miúdos ilustrarte 080112Miúdos ilustrarte 080112
Miúdos ilustrarte 080112mrvpimenta
 
Pág.crianças17 dezembro de 2011
Pág.crianças17 dezembro de 2011Pág.crianças17 dezembro de 2011
Pág.crianças17 dezembro de 2011mrvpimenta
 
Pág. crianças 10 dezembro
Pág. crianças 10 dezembroPág. crianças 10 dezembro
Pág. crianças 10 dezembromrvpimenta
 
Pág. crianças 3 dezembro2011
Pág. crianças 3 dezembro2011Pág. crianças 3 dezembro2011
Pág. crianças 3 dezembro2011mrvpimenta
 
Pág.crianças 19 nov
Pág.crianças 19 novPág.crianças 19 nov
Pág.crianças 19 novmrvpimenta
 
Miudos - adolescentes e livros 061111
Miudos - adolescentes e livros 061111Miudos - adolescentes e livros 061111
Miudos - adolescentes e livros 061111mrvpimenta
 
Pág.crianças12 novembro
Pág.crianças12 novembroPág.crianças12 novembro
Pág.crianças12 novembromrvpimenta
 
Pág.crianças 5 novembro2011
Pág.crianças 5 novembro2011Pág.crianças 5 novembro2011
Pág.crianças 5 novembro2011mrvpimenta
 
Pág. crianças 29 outubro
Pág. crianças 29 outubroPág. crianças 29 outubro
Pág. crianças 29 outubromrvpimenta
 
Pág.crianças 22 10-11
Pág.crianças 22 10-11Pág.crianças 22 10-11
Pág.crianças 22 10-11mrvpimenta
 
Pública zoom Conservas portuguesas 161011
Pública zoom Conservas portuguesas 161011Pública zoom Conservas portuguesas 161011
Pública zoom Conservas portuguesas 161011mrvpimenta
 

More from mrvpimenta (20)

Alice pdf
Alice pdfAlice pdf
Alice pdf
 
Crianças 19 maio pjl47
Crianças   19 maio  pjl47Crianças   19 maio  pjl47
Crianças 19 maio pjl47
 
Cultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonha
Cultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonhaCultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonha
Cultura 3435 03 23-12 p1 s lc01-bolonha
 
Pág. crianças 4 fev.
Pág. crianças 4 fev.Pág. crianças 4 fev.
Pág. crianças 4 fev.
 
Pág. miúdos gatafunho 220112
Pág. miúdos gatafunho 220112Pág. miúdos gatafunho 220112
Pág. miúdos gatafunho 220112
 
Pág.crianças28 01-12
Pág.crianças28 01-12Pág.crianças28 01-12
Pág.crianças28 01-12
 
Pág.crianças21 janeiro
Pág.crianças21 janeiroPág.crianças21 janeiro
Pág.crianças21 janeiro
 
Pág,crianças14 janeiro2012
Pág,crianças14 janeiro2012Pág,crianças14 janeiro2012
Pág,crianças14 janeiro2012
 
Cultura folio ilustrarte120112
Cultura folio ilustrarte120112Cultura folio ilustrarte120112
Cultura folio ilustrarte120112
 
Miúdos ilustrarte 080112
Miúdos ilustrarte 080112Miúdos ilustrarte 080112
Miúdos ilustrarte 080112
 
Pág.crianças17 dezembro de 2011
Pág.crianças17 dezembro de 2011Pág.crianças17 dezembro de 2011
Pág.crianças17 dezembro de 2011
 
Pág. crianças 10 dezembro
Pág. crianças 10 dezembroPág. crianças 10 dezembro
Pág. crianças 10 dezembro
 
Pág. crianças 3 dezembro2011
Pág. crianças 3 dezembro2011Pág. crianças 3 dezembro2011
Pág. crianças 3 dezembro2011
 
Pág.crianças 19 nov
Pág.crianças 19 novPág.crianças 19 nov
Pág.crianças 19 nov
 
Miudos - adolescentes e livros 061111
Miudos - adolescentes e livros 061111Miudos - adolescentes e livros 061111
Miudos - adolescentes e livros 061111
 
Pág.crianças12 novembro
Pág.crianças12 novembroPág.crianças12 novembro
Pág.crianças12 novembro
 
Pág.crianças 5 novembro2011
Pág.crianças 5 novembro2011Pág.crianças 5 novembro2011
Pág.crianças 5 novembro2011
 
Pág. crianças 29 outubro
Pág. crianças 29 outubroPág. crianças 29 outubro
Pág. crianças 29 outubro
 
Pág.crianças 22 10-11
Pág.crianças 22 10-11Pág.crianças 22 10-11
Pág.crianças 22 10-11
 
Pública zoom Conservas portuguesas 161011
Pública zoom Conservas portuguesas 161011Pública zoom Conservas portuguesas 161011
Pública zoom Conservas portuguesas 161011
 

Recently uploaded

Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do BrasilMary Alvarenga
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfSandra Pratas
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 

Recently uploaded (20)

Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 

Livro infantil sobre a descoberta do mundo desde o nascimento

  • 1. Um nascimento aqui evocar o castiçal judeu, numa ideia de luz e de vida. O plano final da narrativa, com a imagem de um telescópio e um disparate imenso que cruza duas páginas, lembra que pouco sabemos do mundo e há sempre mais para descobrir. Volta-se então ao Dois livros com a assinatura do Planeta Tangerina. começo. Porque há “um universo por estrear”, disse Dora Batalim. O prazer de existir, num. A invasão dos automóveis, Com razão. noutro. Texto de Rita Pimenta O absurdo dos carros “Crianças, não leiam. Pais, não comprem. Este livro tem coisas que metem medo”, disse o escritor Rui Zink no lançamento de “A Grande Invasão”. Amuado por lhe terem deixado a tarefa de apresentar “um livro horrível”, logo avisou os presentes de que é preciso precavermo-nos contra estes “invasores simpáticos”, os automóveis. Ironias à parte — que ainda assim obrigaram o discreto, mas bem-humorado ilustrador Bernardo Carvalho a pedir desculpa ao auditório: “Só sei fazer assim, lamento...” —, este livro fala de uns seres que, “quase sem darmos por isso, ocuparam as nossas ruas, as nossas praças e até os passeios por onde caminhamos. A descoberta fasci- Viraram as nossas cidades de história, o leitor obriga-se a parar. nada do mundo, pernas para o ar e fizeram o Não só porque se trata do começo o espanto de mesmo às nossas vidas. É que de tudo, mas porque é absorvido, ir conhecendo estes invasores são tão simpáticos quase sugado por aquele imenso sons, texturas e e confortáveis que já quase não preto, dir-se-ia do universo cores, o deslum- conseguimos viver sem eles”. primordial. “O preto é uma cor bramento de quem olha o uni- Depois de uma série de completamente tabu nos livros verso pela primeira vez. É disto considerações gerais sobre os para crianças”, lembrou Dora Quando Eu Nasci que fala Isabel Minhós Martins bólides e o absurdo da relação Batalim, elogiando o trabalho de Autor: Isabel Minhós em “Quando Eu Nasci”, na pri- das pessoas com esses objectos Madalena Matoso, que consegue Martins meira pessoa. Ou seja, em todas. — “um disparate”, escreve-se —, “dar a imagem de alguém que Ilustrador: Madalena Xis Letra Pequena o narrador admite que vai ter “O texto da Isabel é sempre cresce inteiro”. E tem razão. Matoso de se pôr a andar: “Vou só ali à mais fundo, mais simples, mais Diz a autora do texto que Editor: Planeta mercearia da esquina, mas como verdadeiro, como um texto com este trabalho quis “dar as Tangerina ainda demoro a estacionar, talvez clássico. Se calhar, fundador”, boas-vindas a todos os bebés”. 28 págs., €11,90 só regresse ao fim da tarde.” disse Dora Batalim, professora Embora saiba que os especialistas A dinâmica da ilustração, o de Literatura na Escola Superior afirmam que a descoberta do “lettering” escolhido e a forma de Educadores de Infância Maria mundo começa logo na barriga como o texto se distribui e corre Ulrich, no lançamento da obra no da mãe, Isabel Minhós Martins na página fazem deste livro mais I Salão Ilustrarte do Livro Infantil pensa que todas as descobertas um exemplo de criatividade do do Barreiro, no último domingo. aguardam por uma espécie de Planeta Tangerina. Lugar onde as E tem razão. confirmação, e essa só chega obras são pensadas em conjunto O livro começa com a seguinte no dia em que se nasce. “Aí sim, e em que texto, imagem e design tomada de consciência: “Quando começa a grande aventura! Do convivem (e vivem) sem que eu nasci nunca tinha visto nada.” respirar, do provar, do sentir...” A Grande Invasão qualquer deles se sobreponha a Esta frase aparece inscrita a O nosso destaque vai para a Autor: Isabel Minhós outro. Se algum vencedor tiver branco no topo de um plano com unidade capa-contracapa e para o Martins de existir, será a comunicação. E um fundo completamente negro. movimento do texto, que ondula, Ilustrador: Bernardo aí quem ganha é o leitor — com o No pé da página continua o texto: numa dança que se articula Carvalho tamanho que tiver. a “Só um escuro, muito escuro na eficaz e talentosamente com a Editor: Planeta barriga da minha mãe.” ilustração. A imagem da árvore, Tangerina letra.pequena@publico.pt Embora seja o início da que se repete nas guardas, parece 28 págs.,€ 11,90 86 • 16 Dezembro 2007 • Pública