Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

MS Campo Grande Simpósio Estadual - A educação online e a interatividade

625 views

Published on

Apresentação de palestra do Professor Marco Silva no seminário estadual de educação a distância de Campo Grande - MS

Published in: Education, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

MS Campo Grande Simpósio Estadual - A educação online e a interatividade

  1. 1. Marco Silva UERJ & ESTÁCIO A educação online e a interatividade
  2. 2. Mídia unidirecional (modelo um-todos )
  3. 3. TV PC 0NLINE
  4. 4. Na cibercultura... <ul><li>O emissor não emite mais no sentido que se entende habitualmente, uma mensagem fechada. Oferece um leque de elementos e possibilidades à manipulação do receptor. </li></ul><ul><li>A mensagem não é mais &quot;emitida&quot;, não é mais um mundo fechado, paralisado, imutável, intocável, sagrado. É um mundo aberto, modificável na medida em que responde às solicitações daquele que a consulta. </li></ul><ul><li>O receptor não está mais em posição de recepção clássica. É convidado à livre criação, e a mensagem ganha sentido sob sua intervenção. </li></ul>
  5. 5. Permite a flexibilidade do assíncrono e do não-lugar
  6. 6. Pelo menos 7 constatações que desmontam o simulacro <ul><li>Reproduz-se o mesmo paradigma do ensino tradicional, em que se tem o responsável pela produção e transmissão do “conhecimento”. </li></ul><ul><li>Os alunos são destinatários. Não são tratados como agentes de colaboração, de compartilhamento e de co-criação. </li></ul><ul><li>O “tutor” administra a reação dos aprendizes ao conteúdo transmitido. </li></ul><ul><li>A “lógica da distribuição” é a mesma da mídia de massa e da sociedade industrial. Mesmo utilizando Fóruns e E-mails a interação é ainda muito pobre. </li></ul><ul><li>As interfaces Chat, Fórum, E-mail, Blog, Portfólio são definidos como “ferramentas”. </li></ul><ul><li>A educação continua a ser, mesmo com as interfaces digitais online, uma obrigação chata, burocrática. </li></ul><ul><li>Se o paradigma comunicacional não é mudado, as tecnologias digitais online acabam servindo para reafirmar o que já se faz. </li></ul>
  7. 7. DOIS PARADIGMAS EM COMUNICAÇÃO EAD X Educ. Online
  8. 8. DOIS PARADIGMAS EM EDUCAÇÃO <ul><li>Sala de aula interativa </li></ul><ul><li>(todos-todos) </li></ul><ul><li>Sala de aula unidirecional </li></ul><ul><li>(um-todos) </li></ul>
  9. 9. Pelo menos 7 sugestões de qualidade para mediação em Educação Online <ul><li>Garante no AVA uma riqueza de funcionalidades específicas </li></ul><ul><li>Disponibiliza múltiplas experimentações, múltiplas expressões </li></ul><ul><li>Promove uma montagem de conexões em rede que permite múltiplas ocorrências </li></ul><ul><li>Provoca situações de inquietação criadora </li></ul><ul><li>Arquiteta percursos hipertextuais </li></ul><ul><li>Mobiliza a experiência do conhecimento </li></ul><ul><li>Desenvolve rubricas de avaliação formativa </li></ul>contatos
  10. 10. <ul><li>Intertextualidade = conexões com outros sites ou documentos </li></ul><ul><li>Intratextualidade = conexões no mesmo documento </li></ul><ul><li>Multivocalidade = multiplicidade de pontos de vista </li></ul><ul><li>Usabilidade = percursos de fácil navegabilidade intuitiva </li></ul><ul><li>Hipermídia = convergência de vários suportes midiáticos abertos a novos links e agregações e de várias linguagens (som, texto, imagens, vídeo, mapas). </li></ul>voltar
  11. 11. <ul><li>Promove oportunidades de trabalho em grupos colaborativos. </li></ul><ul><li>Desenvolve o cenário das atividades de aprendizagem de modo a possibilitar a participação livre, o diálogo, a troca e a articulação de experiências. </li></ul><ul><li>D isponibiliza games, mapas conceituais, simulações, objetos de aprendizagem e conexão com celular. </li></ul>voltar
  12. 12. <ul><li>Garante um território de expressão e aprendizagem labiríntico com sinalizações que ajudam o aprendiz a não perder-se, mas que ao mesmo tempo não o impeça de perder-se. </li></ul><ul><li>Desenvolve, com a colaboração de profissionais específicos, um ambiente intuitivo, funcional, de fácil navegação e que poderá ser aperfeiçoado na medida da atuação dos aprendiz. </li></ul><ul><li>Propõe a aprendizagem e o conhecimento como espaços abertos a navegação, colaboração e criação, possibilitando ao aprendiz conduzir suas explorações. </li></ul>voltar
  13. 13. <ul><li>Promove ocasiões que despertem a coragem do enfrentamento em público diante de situações que provoquem reações individuais e grupais. </li></ul><ul><li>Elabora problemas que convoquem os estudantes a apresentar, defender e, se necessário, reformular seus pontos de vista constantemente. </li></ul><ul><li>Formula problemas voltados para o desenvolvimento de competências que possibilitem ao aprendiz ressignificar idéias, conceitos e procedimentos. </li></ul>voltar
  14. 14. <ul><li>Articula o percurso da aprendizagem em caminhos diferentes, multidisciplinares e transdisciplinares, em teias, em vários atalhos, reconectáveis a qualquer instante por mecanismos de associação. </li></ul><ul><li>Explora as vantagens do hipertexto: disponibiliza os dados de conhecimento exuberantemente conectados e em múltiplas camadas ligadas a pontos que facilitam o acesso e o cruzamento de informações e de participações. </li></ul><ul><li>Implementa no roteiro do curso diferentes desenhos e múltiplas combinações de linguagens e recursos educacionais retirados do universo cultural do estudante e atentos aos seus eixos de interesse </li></ul>voltar
  15. 15. <ul><li>“ Modela os domínios do conhecimento como espaços conceituais, onde os alunos podem construir seus próprios mapas e conduzir suas explorações, considerando os conteúdos como ponto de partida e não como ponto de chegada no processo de construção do conhecimento”. </li></ul><ul><li>Desenvolve atividades que propiciem não só a livre expressão, o confronto de idéias e a colaboração entre os estudantes, mas, que permitam também, o aguçamento da observação e da interpretação das atitudes dos atores envolvidos. </li></ul><ul><li>Implementa situações de aprendizagem que considerem as experiências, conhecimentos e expectativas que os estudantes já trazem consigo. </li></ul>voltar
  16. 16. <ul><li>Estimula a a utoria cooperativa de formas, instrumentos e critérios de avaliação </li></ul><ul><li>C ria e assegura a ambiência favorável à avaliação formativa </li></ul><ul><li>Promove avaliação contínua </li></ul>voltar
  17. 17. Loyola 2006 4ª ed. Loyola 2006 2ª ed. Loyola 2006
  18. 18. [email_address] www.saladeaulainterativa.pro.br Obrigado! 21-93771920

×