Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Oficina De Web 2.0 Versao 2

796 views

Published on

Apresentação utilizada na Semana de Propaganda e Marketing da FMU.

Published in: Education, Technology, Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Oficina De Web 2.0 Versao 2

  1. 1. Oficina de Web 2.0.0.9<br />Versão e significado<br />
  2. 2. Web 2.0<br />O que é<br />
  3. 3. Uma jogada de marketing para reavivar o que já existia e renovar o fôlego do que viria.<br />Marketing<br />
  4. 4. Claro. A cultura dos usuários da internet mudou quando muito mais pessoas começaram a frequentá-la.<br />Mas existem diferenças?<br />
  5. 5. &gt; interação entre máquinas+ interação entre pessoas<br />O que definitivamente mudou?<br />
  6. 6. web semânticaweb social<br />Também conhecidas como:<br />
  7. 7. Chega de blábláblá, o que é afinal?<br />Segundo alguns “especialistas”, as diferenças entre a Web 1.0 e a Web 2.0 é que a primeira é estática e a segunda é dinâmica. <br />Dizem também que a Web 1.0 é proprietária de sistemas e softwares fechados, que são vendidos e que a Web 2.0 é aberta, dá mais poder ao usuário e significa a descentralização e disseminação seletiva de informação.<br />
  8. 8. Segundo o pai da alcunha, TimO&apos;Reilly:<br />&quot;Web 2.0 é a mudança para uma internet como plataforma (terminais burros?). &quot;<br />&quot; Entre outras, a regra mais importante é desenvolver aplicativos que aproveitem os efeitos de rede para se tornarem melhores quanto mais são usados pelas pessoas, aproveitando a inteligência coletiva&quot;<br />
  9. 9. Peraí, inteligência coletiva?<br />inteligência coletiva (IC) é basicamente partilhar funções cognitivas, como a memória, percepção e aprendizado<br />Só progride quando há cooperação e competição ao mesmo tempo”. Exemplo: A comunidade científica que troca idéias (= cooperar) porque tem a liberdade de confrontar pensamentos opostos (= competir) e, assim, gerar conhecimento. <br />Conexão tripla entre o “signo, a coisa representada e a cognição produzida na mente”, definida pelo semiólogo americano Charles SandersPeirce.<br />
  10. 10. Como assim?<br />o técnico, que vai dar suporte estrutural à construção das idéias e pode ser exemplificado pelas estradas, prédios, meios de comunicação (coisa);<br />o cultural (conceitual), mais abstrato, representado pelo conhecimento registrado em livros, enciclopédias, na World Wide Web (signo);<br />o social (emocional), que corresponde ao vínculo entre as pessoas e grau de cooperação entre elas (cognição).<br />
  11. 11. Na “antiga” web 1.0...<br />Site<br />Visitantes<br />(consumidor)<br />Dono do site<br />(empresa)<br />
  12. 12. Site<br />Site<br />Site, tags, informação<br />Donos do sites<br />(empresas)<br />Visitantes<br />(consumidores)<br />Na Web 2.0 / 3.0 / x.0<br />
  13. 13. Resumindo:<br />A era do beta perpétuo - não trate o software como um artefato, mas como um processo de comprometimento com seus usuários (PDCA ?).<br />Pequenas peças frouxamente unidas - abra seus dados e serviços para que sejam reutilizados por outros. Reutilize dados e serviços de outros sempre que possível.<br />Software acima do nível de um único dispositivo - não pense em aplicativos que estão no cliente ou servidor, mas desenvolva aplicativos que estão no espaço entre eles.<br />Lei da Conservação de Lucros, de Clayton Christensen - lembre-se de que em um ambiente de rede, APIs abertas e protocolos padrões vencem, mas isso não significa que a idéia de vantagem competitiva vá embora.<br />Dados são o novo “Intel inside” - a mais importante entre as futuras fontes de fechamento e vantagem competitiva serão os dados, seja através do aumento do retorno sobre dados gerados pelo usuário, sendo dono de um nome ou através de formatos de arquivo proprietários.<br />
  14. 14. Mas chega de blábláblá... Como uso?<br />Pularemos o padrão, os sites mais conhecidos:<br />
  15. 15. Sites Web 2.0<br />write4.net - escreva artigos e publique<br />www.meadiciona.com – perdido nos endereços<br />www.bymk.com.br – gosta de moda?<br />www.ortografa.com.br – nova ortografia<br />www.coletivu.com.br - Quer carona?<br />vimeo.com - vídeo?<br />www.go2web20.net - que tal vários web 2.0<br />www.gliffy.com- fluxo, organogramas?<br />www.scribd.comdocs online?<br />notes.mastervb.net- post it online?<br />www.mindmeister.com - organizar idéias ?<br />www.iconfinder.net – buscar ícones?<br />www.plaxo.com – agenda de contatos?<br />www.linkedin.com – currículo?<br />www.lastfm.com– música (?)<br />www.slide.com – vídeo? Slide show?<br />www.basecamphq.com – organize seus projetos<br />www.wordia.com – dicionário visual<br />http://www.sumopaint.com/web/ - photoshop online<br />
  16. 16. Faça a sua busca, a web é sua ferramenta!<br />
  17. 17.
  18. 18. Lembre-se:<br />Pense! Sempre pense! Você dirige suas ações!<br />Conheça seus usuários e faça-os pensar “Caia na Real” – Getting Real<br />Faça com paixão, não empurre com a barriga, web 2.0 é se jogar...<br />Não perca tempo com idéias impossíveis, ponha em prática, “betalize”.<br />Pense coletivamente<br />Você não é uma ilha!<br />
  19. 19. Obrigado!<br />mraul@picti.com.br<br />Follow me: mundovampyr.blogspot.com<br />twitter.com/DEUS_NOiTE<br />www.meadiciona.com/mraul<br />Marcos Raul de Oliveira é formado em administração em marketing e atua na PICTI com soluções de integração entre a comunicação da tecnologia e do marketing. Nas horas vagas mantém alguns blogs, colabora com publicações de informática e tenta simplificar o uso da tecnologia através de informação e desmistificação. Autor de três livros na área de informática e administração, colocou seu primeiro site no ar no século passado, em 1997 e desde então mantém uma participação ativa no mundo virtual-real.<br />Sobre a PICTI:<br />A PICTI é uma empresa jovem e dinâmica voltada para o mercado de suporte tecnológico; atua na organização das informações e necessidades que precedem o desenvolvimento de soluções e produtos específicos criando a interface necessária entre os profissionais de marketing e de tecnologia. <br />

×