O uso dos Blogs, Flogs e Webquest na Educação Professora:  Mariá Raquel Pohlmann da Silveira
O que é um Blog? <ul><li>Página interativa que permite publicações em forma de diário, em ordem cronológica; </li></ul><ul...
O que é Blog? <ul><li>Uma ferramenta de fácil utilização, que não exige conhecimentos de programação, o que facilitou que ...
Blogs Educativos <ul><li>São páginas simples, que levam vantagem sobre as home pages pela facilidade de criação e publicaç...
Blogs Educativos <ul><li>Publicam ideias em tempo real. </li></ul><ul><li>Incentivam a leitura e escrita,  assim como a re...
•  O seu uso favorece a interdisciplinaridade através do diálogo com outras formas do saber, construindo-se redes sociais ...
•  Alunos e professores aprendem em conjunto de forma participativa e dinâmica. •  O professor passa a mediar o processo d...
Características <ul><li>Sua principal característica são os textos curtos que podem ser lidos e comentados, abrangendo uma...
Vantagens do Blog Educativo <ul><li>Os blogs são um espaço privilegiado para a organização de aulas, oficinas, pesquisas, ...
Vantagens do Blog Educativo <ul><li>A sua aplicação no cotidiano escolar pode se dar na forma de blogs pessoais onde os al...
Alguns motivos para usar blogs como atividade de ensino-aprendizagem <ul><li>A web é uma ótima ferramenta para compartilha...
<ul><li>Desenvolver a habilidade de gerenciar informação.  </li></ul><ul><li>Desenvolver a habilidade de transformar infor...
<ul><li>Desenvolver o espírito de colaboração (aprender a conviver).  </li></ul><ul><li>Aprender a aprender., </li></ul><u...
Alguns motivos para usar blogs como atividade de ensino-aprendizagem <ul><li>A utilização de blogs na educação, possibilit...
Algumas Possibilidades Para Professores <ul><li>Desenvolvimento de projetos escolares; </li></ul><ul><li>Trabalhos Interdi...
Algumas Possibilidades Para Alunos <ul><li>Produção de resumos/sínteses da matéria; </li></ul><ul><li>Log (descrição) de d...
Algumas Possibilidades Para Alunos e Professores <ul><li>Conversações sobre assuntos iniciados em sala, e que podem ser ap...
Exemplos de Atividades educacionais com o uso de blogs •  Postagem de projetos, inserindo-se as atividades dos alunos. •  ...
•  Criação de um Blog da escola com links para blogs de cada turma onde toda comunidade escolar possa trabalhar em conjunt...
•  Professores podem laçar problemas de raciocínio lógico, para que colaborativamente a turma chegue a uma solução. •  Há ...
Flog <ul><li>A palavra é uma abreviação de fotolog, que por sua vez surge da justaposição de &quot;foto&quot; e &quot;log&...
Flog <ul><li>É um registro publicado na World Wide Web com fotos colocadas em ordem cronológica, ou apenas inseridas pelo ...
Flog <ul><li>Ainda pode-se colocar legendas retratando momentos bons de lazer.  </li></ul><ul><li>É parecido com um blog m...
Flog <ul><li>Os sistemas de criação e edição de flogs são muito atrativos pelas facilidades que eles têm, pois não é preci...
Flog <ul><li>Num flog, o principal objetivo é compartilhar imagens de maneira interativa, já que as pessoas que visitam o ...
Flog <ul><li>Para alguns, os flogs consistem apenas de uma maneira de mostrar fotos aos amigos e família, enquanto outras ...
<ul><li>  Os fotologs e videologs têm como objetivo o compartilhamento de imagens e vídeos de maneira interativa. Seus vis...
Videolog <ul><li>Videoblog (Videolog ou Vlog) é uma variante de weblogs que cujo conteúdo principal consiste de vídeos. </...
Videolog <ul><li>Possui estrutura geralmente similar à de weblogs e fotologs; </li></ul><ul><li>Possui atualização freqüen...
Videolog <ul><li>Constitui-se como um site pessoal, mantido por uma ou mais pessoas; </li></ul><ul><li>Os vídeos são exibi...
Videolog <ul><li>Existem serviços de hospedagem (alojamento) de videologs gratuitos, que permitem que pessoas sem conhecim...
<ul><li>Os vídeos podem ser feitos utilizando câmeras digitais com recurso de gravação de filmes, filmadoras analógicas ou...
<ul><li>É costume que cada vídeo tenha uma duração máxima de 10 minutos e uma resolução mínima de 320 por 240 pixels e sej...
<ul><li>Flog e Vlog na Educação </li></ul><ul><li>A utilização com fins educacionais de Flogs e Vlogs ainda é recente, pou...
<ul><li>Alunos e professores podem se utilizar de imagens e vídeos para a realização de projetos de pesquisa. Através de c...
<ul><li>Criar um fotolog para a turma e publicar os trabalhos desenvolvidos pelos alunos. Divulgando aos pais e comunidade...
<ul><li>Neste caminho o professor tem papel de mediador e incentivador no crescimento de seus alunos. Levando-os a serem c...
<ul><li>Exemplos de flogs e vlogs </li></ul><ul><li>Música na Educação Infantil - http://videolog.uol.com.br/video.php?id=...
Onde criar fotologs Fotolog –  http://account.fotolog.com/register?locale=pt_BR   - Oferece serviço gratuito em português,...
Webquest WebQuest é uma metodologia de pesquisa orientada, com valiosos fins educacionais envolvendo a Internet. Ela está ...
Como criar uma Webquest A Webquest é projetada pelo professor para ser solucionada pelos alunos, que deverão estar reunido...
Não existe uma fórmula pronta para elaboração de uma Webquest. Seu criador apenas sugere alguns itens a serem seguidos: Te...
Tarefa:  Deve ser explicado detalhadamente ao grupo como a tarefa será realizada, quais fontes devem ser utilizadas em cad...
Exemplos de Webquest Galeria de webquest de alunos - http://nbinfoeducacional.googlepages.com/%C2%A0x-galeriadaswebquests ...
Onde criar Webquests http://www.webquestbrasil.org/node/4 http://webquest.sp.senac.br/enviar http://vivenciapedagogica.com...
Bom trabalho!!! Espero ter ajudado.
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

O uso dos blogs, flogs e webquest

4,723 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,723
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,553
Actions
Shares
0
Downloads
103
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O uso dos blogs, flogs e webquest

  1. 1. O uso dos Blogs, Flogs e Webquest na Educação Professora: Mariá Raquel Pohlmann da Silveira
  2. 2. O que é um Blog? <ul><li>Página interativa que permite publicações em forma de diário, em ordem cronológica; </li></ul><ul><li>Permite comentários dos internautas; </li></ul><ul><li>Os blogs podem ser compostos de textos, imagens, áudios, vídeos, gráficos e quaisquer arquivos multimídia. São ferramentas colaborativas e interativas onde usuários trocam informações e conhecimento cooperativamente. </li></ul>
  3. 3. O que é Blog? <ul><li>Uma ferramenta de fácil utilização, que não exige conhecimentos de programação, o que facilitou que milhares de pessoas publicassem suas idéias. </li></ul>
  4. 4. Blogs Educativos <ul><li>São páginas simples, que levam vantagem sobre as home pages pela facilidade de criação e publicação, já que atualmente não é necessário nenhum conhecimento em programação para criá-los e atualizá-los. </li></ul>
  5. 5. Blogs Educativos <ul><li>Publicam ideias em tempo real. </li></ul><ul><li>Incentivam a leitura e escrita, assim como a reflexão dos alunos, pois eles passam a colaborar e cooperar uns com os outros. </li></ul><ul><li>Possibilitam a interação com qualquer pessoa do mundo que esteja conectada.. </li></ul>
  6. 6. • O seu uso favorece a interdisciplinaridade através do diálogo com outras formas do saber, construindo-se redes sociais e de saberes. • Os blogs abrem novos canais de comunicação entre alunos e professores, alunos e comunidade e alunos e o mundo favorecendo sua aprendizagem tanto curricular quanto tecnológica.
  7. 7. • Alunos e professores aprendem em conjunto de forma participativa e dinâmica. • O professor passa a mediar o processo de ensino-aprendizagem, instigando o aluno ao aprimoramento de sua autonomia para aquisição da aprendizagem. • Inseridos em projetos, os alunos passam a exercitar a sua expressão criadora crítica, artística e hipertextual.
  8. 8. Características <ul><li>Sua principal característica são os textos curtos que podem ser lidos e comentados, abrangendo uma infinidade de assuntos: diários, piadas, notícias, poesias, músicas, fotografias, enfim, tudo que a imaginação do autor permitir. </li></ul>
  9. 9. Vantagens do Blog Educativo <ul><li>Os blogs são um espaço privilegiado para a organização de aulas, oficinas, pesquisas, onde pode-se sistematizar um assunto organizando-o de acordo com as necessidades específicas de um grupo (de alunos ou professores), constituindo-se em um significativo do processo de aprendizagem. </li></ul>
  10. 10. Vantagens do Blog Educativo <ul><li>A sua aplicação no cotidiano escolar pode se dar na forma de blogs pessoais onde os alunos escrevem livremente, bem como podem ser Blogs voltados para os conteúdos abordados através da publicações de notícias, reportagem, pesquisas, histórias, debates ou através da criação de textos. </li></ul>
  11. 11. Alguns motivos para usar blogs como atividade de ensino-aprendizagem <ul><li>A web é uma ótima ferramenta para compartilhar conhecimento; </li></ul><ul><li>Escrever sobre algo, implica em reflexão e crítica, o que é fundamental no processo de ensino-aprendizagem. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Desenvolver a habilidade de gerenciar informação. </li></ul><ul><li>Desenvolver a habilidade de transformar informação em conhecimento; </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Desenvolver o espírito de colaboração (aprender a conviver). </li></ul><ul><li>Aprender a aprender., </li></ul><ul><li>7. Evitar o retrabalho docente. Uma vez publicado você só precisa aperfeiçoar!!! </li></ul>
  14. 14. Alguns motivos para usar blogs como atividade de ensino-aprendizagem <ul><li>A utilização de blogs na educação, possibilita o enriquecimento das aulas e projetos através da publicação e interação de idéias na Internet. Basta adequá-los aos objetivos educacionais, para que o conhecimento seja construído através da interação dos recursos informáticos e das capacidades individuais, criando um ambiente favorável para a aprendizagem. </li></ul>
  15. 15. Algumas Possibilidades Para Professores <ul><li>Desenvolvimento de projetos escolares; </li></ul><ul><li>Trabalhos Interdisciplinares; </li></ul><ul><li>Produção de material instrucional; </li></ul><ul><li>Outras atividades. </li></ul>
  16. 16. Algumas Possibilidades Para Alunos <ul><li>Produção de resumos/sínteses da matéria; </li></ul><ul><li>Log (descrição) de desenvolvimento de projetos escolares; </li></ul><ul><li>Aprendizagem colaborativa. </li></ul>
  17. 17. Algumas Possibilidades Para Alunos e Professores <ul><li>Conversações sobre assuntos iniciados em sala, e que podem ser aprofundados em Lista de discussão. </li></ul>
  18. 18. Exemplos de Atividades educacionais com o uso de blogs • Postagem de projetos, inserindo-se as atividades dos alunos. • Alunos se organizando em equipes, pesquisando sobre assunto trabalhados em aula ou sugeridos pelo professor, elaborando textos ilustrados e publicando no blog do grupo.
  19. 19. • Criação de um Blog da escola com links para blogs de cada turma onde toda comunidade escolar possa trabalhar em conjunto. Mostra e promove os acontecimentos tanto da escola como dos projetos desenvolvidos pelas turmas. • Postagem da Resenha de livro, com comentários de opiniões dos colegas.
  20. 20. • Professores podem laçar problemas de raciocínio lógico, para que colaborativamente a turma chegue a uma solução. • Há tantos temas que podem ser tratados, dependendo da criatividades e a faixa etária dos alunos.
  21. 21. Flog <ul><li>A palavra é uma abreviação de fotolog, que por sua vez surge da justaposição de &quot;foto&quot; e &quot;log&quot; (do inglês, diário). </li></ul>
  22. 22. Flog <ul><li>É um registro publicado na World Wide Web com fotos colocadas em ordem cronológica, ou apenas inseridas pelo autor sem ordem, de forma parecida com um blog. </li></ul>
  23. 23. Flog <ul><li>Ainda pode-se colocar legendas retratando momentos bons de lazer. </li></ul><ul><li>É parecido com um blog mas a diferença é predomina fotos ao invés de texto. </li></ul>
  24. 24. Flog <ul><li>Os sistemas de criação e edição de flogs são muito atrativos pelas facilidades que eles têm, pois não é preciso ter conhecimento de HTML, o que atrai pessoas a criá-los, ao invés de seus sites pessoais. </li></ul>
  25. 25. Flog <ul><li>Num flog, o principal objetivo é compartilhar imagens de maneira interativa, já que as pessoas que visitam o site geralmente podem fazer comentários, sugestões ou críticas. </li></ul>
  26. 26. Flog <ul><li>Para alguns, os flogs consistem apenas de uma maneira de mostrar fotos aos amigos e família, enquanto outras pessoas o tratam com um caráter mais profissional, com produções técnicas mais elaboradas. O tom varia de acordo com o autor, exatamente como um blog. </li></ul>
  27. 27. <ul><li> Os fotologs e videologs têm como objetivo o compartilhamento de imagens e vídeos de maneira interativa. Seus visitantes podem deixar comentários (sugestões ou críticas) a respeito das postagens visitadas. </li></ul><ul><li> Os flogs e vlogs são utilizados para compartilhar fotos de viagens, família, fatos marcantes, etc. Já outros podem se utilizar destes recursos para produções mais sofisticadas num uso profissional. Da mesma forma, os flogs e vlogs também podem ser utilizados para fins educacionais. </li></ul>
  28. 28. Videolog <ul><li>Videoblog (Videolog ou Vlog) é uma variante de weblogs que cujo conteúdo principal consiste de vídeos. </li></ul>
  29. 29. Videolog <ul><li>Possui estrutura geralmente similar à de weblogs e fotologs; </li></ul><ul><li>Possui atualização freqüente; </li></ul>
  30. 30. Videolog <ul><li>Constitui-se como um site pessoal, mantido por uma ou mais pessoas; </li></ul><ul><li>Os vídeos são exibidos diretamente em uma página, sem a necessidade de se fazer download do arquivo. </li></ul>
  31. 31. Videolog <ul><li>Existem serviços de hospedagem (alojamento) de videologs gratuitos, que permitem que pessoas sem conhecimentos de edição de páginas possam publicar seus videologs na web. </li></ul>
  32. 32. <ul><li>Os vídeos podem ser feitos utilizando câmeras digitais com recurso de gravação de filmes, filmadoras analógicas ou filmadoras digitais. </li></ul>Videolog
  33. 33. <ul><li>É costume que cada vídeo tenha uma duração máxima de 10 minutos e uma resolução mínima de 320 por 240 pixels e sejam comprimidos para facilitar a transmissão na internet. </li></ul>Videolog
  34. 34. <ul><li>Flog e Vlog na Educação </li></ul><ul><li>A utilização com fins educacionais de Flogs e Vlogs ainda é recente, poucos professores se sentem completamente aptos a utilizá-los. Mas como você pode ter percebido, os flogs e vlogs são de fácil criação e, unidos a um bom planejamento de aula, podem se tornar valiosas ferramentas de cooperação e interação entre os alunos! </li></ul><ul><li>Como nos blogs, os flogs e vlogs permitem que sejam realizadas constantes atualizações nos mesmos, favorecendo o trabalho em projetos de pesquisa tanto pessoais, como acadêmicos. </li></ul>
  35. 35. <ul><li>Alunos e professores podem se utilizar de imagens e vídeos para a realização de projetos de pesquisa. Através de câmeras digitais ou celulares, podem criar filmes de curta duração, utilizar de softwares de edição de vídeo, editando seus vídeos. </li></ul><ul><li>Um professor pode solicitar, por exemplo, que o aluno poste uma imagem referente ao projeto que a turma está desenvolvendo e que faça comentários nas postagens de seus colegas de turma. Esta imagem não precisa também ser necessariamente uma fotografia. Pode ser elaborada pelo próprio aluno num editor de apresentações, salvando-se o slide como imagem. </li></ul>
  36. 36. <ul><li>Criar um fotolog para a turma e publicar os trabalhos desenvolvidos pelos alunos. Divulgando aos pais e comunidade escolar o endereço para que conheçam e deixem seu comentário. Participando assim escola, pais e comunidade do desenvolvimento escolar da turma. </li></ul><ul><li>Uma escola aberta ao uso das tecnologias cresce em conjunto com seus alunos, proporcionando-lhes a divulgação de suas criações através da web. Deste modo outras escolas também são incentivadas ao uso de novas propostas pedagógicas envolvendo as tecnologias, no momento em que têm a oportunidade de apreciar trabalhos de outras instituições divulgados na web. </li></ul>
  37. 37. <ul><li>Neste caminho o professor tem papel de mediador e incentivador no crescimento de seus alunos. Levando-os a serem críticos, avaliativos e sugestivos através de suas postagens e comentários. </li></ul><ul><li>Foram citados apenas alguns caminhos onde fotologs e videologs podem servir de valiosas ferramentas educacionais. Cabe a cada professor e alunos usarem a sua criatividade. A seguir serão disponibilizados alguns links de exemplos de fotologs e videologs na educação. </li></ul>
  38. 38. <ul><li>Exemplos de flogs e vlogs </li></ul><ul><li>Música na Educação Infantil - http://videolog.uol.com.br/video.php?id=336716 </li></ul><ul><li>Educação Infantil Colégio Sepam - http://videolog.uol.com.br/video.php?id=305021 </li></ul><ul><li>Volta às aulas Colégio SEPAM - http://videolog.uol.com.br/video?302568 </li></ul><ul><li>Apresentação da 3ª Série! Colégio Ouro Preto - </li></ul><ul><li>http://videolog.uol.com.br/video.php?id=118245 </li></ul><ul><li>Netkids – Educação com tecnologia - http://netkids.nafoto.net/ </li></ul><ul><li>Centro Educacional Integrado - http://centroeducacionalintegrado.nafoto.net/ </li></ul><ul><li>Cordel na escola - http://fotolog.terra.com.br/cordelnaescola:54 </li></ul>
  39. 39. Onde criar fotologs Fotolog – http://account.fotolog.com/register?locale=pt_BR - Oferece serviço gratuito em português, com publicação de uma foto diária e até 15 comentários por foto. UOL FotoBlog - http://fotoblog.uol.com.br/ – Oferece serviço em português, pago(limite de 4 mil fotos) e gratuito (limite de mil fotos). Flogs – http://www.flogs.com.br/ - Em português oferece serviço gratuito com publicação de até 3 fotos diárias e 20 comentários por foto. Onde criar Videologs UOL Vídeolog – http://videolog.uol.com.br/index.php - Oferece serviço em português. Pop Videolog – http://videolog.pop.com.br/inicial.php?local=index&acao=index&aplicacao=videolog Em português com serviço gratuito. T!V! – http://www.tivi.tv/videolog - Em português oferece serviço gratuito.
  40. 40. Webquest WebQuest é uma metodologia de pesquisa orientada, com valiosos fins educacionais envolvendo a Internet. Ela está fundamentada na aprendizagem cooperativa e em métodos baseados na construção do saber. Desenvolver uma Webquest é uma forma de instigar os alunos à pesquisa em grupo, à leitura, à interação, à cooperação e à criação. Desta forma, é promovido o letramento digital dos alunos, visando torná-los sujeitos críticos e criativos.
  41. 41. Como criar uma Webquest A Webquest é projetada pelo professor para ser solucionada pelos alunos, que deverão estar reunidos em grupos. O professor pode partir da exploração de Webquests já existentes, que sirvam de exemplo para a confecção de uma nova ou se utilizar de alguma webquest pronta, que se encaixe no contexto curricular que necessita. Antes de iniciar a criação propriamente dita da Webquest, é necessário todo um planejamento por parte do professor, onde ele vai selecionar o conteúdo a ser utilizado. É um processo de criação que exige reflexão e tempo.
  42. 42. Não existe uma fórmula pronta para elaboração de uma Webquest. Seu criador apenas sugere alguns itens a serem seguidos: Tema: É definido o assunto a ser abordado dentro do currículo, visando que este desperte o interesse dos alunos pelo conteúdo estudado. Tempo: Descreve-se a duração, considerando-se a complexidade e a faixa etária a que a webquest se destina. A Webquest pode ser de curta duração, quando dura de uma a três aulas e de longa duração, de uma semana a um mês. Recursos: São pesquisadas fontes na Web que satisfaçam o desenvolvimento do tema proposto. As fontes que serão utilizadas serão definidas pelo professor. Elas podem abranger todo o conteúdo ou ainda podem necessitar do apoio de algum material externo à internet.
  43. 43. Tarefa: Deve ser explicado detalhadamente ao grupo como a tarefa será realizada, quais fontes devem ser utilizadas em cada etapa e o que cada componente terá que fazer. Avaliação: Trata sobre a forma com que os alunos serão avaliados (individualmente ou em grupo). São estabelecidas também especificações sobre o que será avaliado. Introdução: O texto que compõe esta etapa deve ser objetivo, claro e, ao mesmo tempo inspirador, motivador, capaz de induzir os alunos ao desafio da realização. Conclusão: Esta deve ser breve, simples e compreensível. Deve levar à reflexão sobre o que foi realizado, assim como instigar a curiosidade de investigações aprofundadas sobre o tema.
  44. 44. Exemplos de Webquest Galeria de webquest de alunos - http://nbinfoeducacional.googlepages.com/%C2%A0x-galeriadaswebquests Agrupamento de Escolas de Fajões – Webquest - http://fajoes.org/webquest/procesa_index_todas.php WebQuest: um desafio aos professores para os alunos - http://www.iep.uminho.pt/aac/diversos/webquest/ Clube do professor - http://www.clubedoprofessor.com.br/webquest/
  45. 45. Onde criar Webquests http://www.webquestbrasil.org/node/4 http://webquest.sp.senac.br/enviar http://vivenciapedagogica.com.br/publicar_webquest_geocities.html
  46. 46. Bom trabalho!!! Espero ter ajudado.

×