Manual Scribus

7,225 views

Published on

Published in: Technology, Business

Manual Scribus

  1. 1. Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social DATAPREV-RS Escritório Estadual do Rio Grande do Sul – ESRS.P Manual Versão 1.2 Porto Alegre, Outubro/2004. Agradecimentos 1
  2. 2. Agradeço a empresa Dataprev/RS – Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social, por esta oportunidade de aprender esta ferramenta e a desenvolver este manual. Espero que este atenda as necessidades básicas para você iniciar nesta ferramenta. Do autor: Este documento segue a mesma política do Software Livre, ele poderá ser copiado, alterado desde que conserve os direitos do autor. Empresa: Dataprev/RS – Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social Autor: Márcio Adriano Santos de Lemos - Técnico de Informática E-mail: ma.lemos@pop.com.br Software utilizado: Sistema GNU/Linux versão do Kurumin 3.0, Scribus 1.2, OpenOffice.Org 1.1.1 (editor de texto) e Ksnapshot (programa para capturar tela). Sites recomendados: http://www.scribus.org.uk/ http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=1214 http://www.guiadohardware.net/ http://www.softwarelivre.org/ Índice
  3. 3. 1 Agradecimentos ............................................................................................................ 2 2 Índice ............................................................................................................................. 3 3 Introdução .................................................................................................................... 4 3.1 O que é o Scribus? ................................................................................................ 4 3.2 Principais vantagens do Scribus em relação ao PageMaker 6.5 ....................... 4 3.3 Principais desvantagens do Scribus em relação ao PageMaker 6.5 ................. 4 4 Barra de ferramentas e funções do Scribus 1.2cvs ................................................... 5 4.1 Na barra inferior do Scribus encontramos as seguintes funções ..................... 5 5 Menu de atalho do frame ............................................................................................ 6 5.1 Menu de atalho do frame texto ............................................................................ 6 5.2 Menu de atalho do frame imagem ....................................................................... 6 6 Conhecendo as propriedades do frame ..................................................................... 7 6.1 Propriedade X,Y,Z ............................................................................................... 7 6.2 Propriedade Text .................................................................................................. 7 6.3 Propriedade Line .................................................................................................. 8 6.4 Propriedade Shape ............................................................................................... 8 6.5 Propriedade Image ............................................................................................... 9 6.6 Propriedade Colors .............................................................................................. 9 7 Formatando novo documento noScribus ................................................................. 10 8 Inserindo e formatando um texto no Scribus .......................................................... 11 8.1 Criando estilos de formatação de texto ............................................................. 11 e 12 9 Inserindo e formatando uma imagem ....................................................................... 13 10 Inserindo e formatando uma tabela ......................................................................... 14 e 15 11 Inserindo páginas ....................................................................................................... 15 12 Salvando em PDF ....................................................................................................... 15 Introdução 3
  4. 4. Em anos passados o Software Livre era visto como um projeto rústico, pobre de inteface gráfica, de ferramentas Windows similares no GNU/Linux e de difícil configuração, não apresentando uma amigábilidade com o usuário final. Mas hoje está visão está deixando de existir, pois podemos encontrar diversas ferramentas de código livre similares às que rodam em Windows com excelente qualidade e amigábilidade com o usuário e de fácil configuração. Isto deve-se ao empenho de milhares de usuários que contribuem para o aperfeiçoamento do Software Livre em todo o mundo, e desejam se libertar do monopólio de softwares proprietários. A principal vantagem do uso de Software Livre não está só no seu custo zero para adquirí-lo, mas também na sua segurança, pois sobre o código você terá toda a liberdade para alterar-lo ou aperfeiçoa-lo, criando assim, um produto personalizado para a sua empresa. 1.1 O que é o Scribus? O Scribus é uma ferramenta de código livre de editoração gráfica, é a opção GNU/Linux para o Adobe PageMaker, QuarkXPress e InDesign. Com ele podemos criar: jornais, revistas, documentos, desenhos e impressos em geral. Neste manual apresentaremos de uma forma básica, as principais funções e aplicações que podemos efetuar com esta ferramenta. 1.2 Principais vantagens do Scribus em relação ao PageMaker 6.5:  É uma ferramenta de código livre o seu custo para adquirí-lo passa a ser zero;  Oferece uma interface gráfica mais clara e objetiva para o usuário;  Apresenta mais recursos para manipulação e formatação de objetos como: espaçamento de palavras, inserção de imagens, textos, tabelas, etc...  Salvamento automático definido pelo usuário. 1.3 Principais desvantagens do Scribus em relação ao PageMaker 6.5:  Os usuários do Windows que tenham pouca memória RAM, sentem certa diferença, quanto a manipulação e formatação de textos, pois o GNU/Linux exige uma quantia maior de memória não para o seu sistema mas para os programas que rodam nele;  Nas primeiras configurações exigem um usuário mais avançado em GNU/Linux. 4. Barra de ferramentas e funções do Scribus 1.2
  5. 5. Confira as funções dos ícones na figura acima da esquerda para direita: 1. Criar um novo documento; 2. Abrir um documento existente; 3. Salvar o documento; 4. Fechar o documento; 5. Imprimir o documento; 6. Gerar documento com extensão .PDF; 7. Ponteiro do mouse; 8. Inserir um frame de texto; 9. Inserir um frame de imagem; 10.Inserir tabela; 11.Inserir shapes; 12.Inserir polígonos; 13.Inserir e desenhar linhas; 14.Rotacionar item; 15.Lupa; 16.Editar frame de texto; 17.Edita texto no editor; 18.Faz um link entre os frames,ou seja, faz com que o texto de um frame continue no outro; 19.Remove o link entre os frames; 20.Calcula a distância entre dois pontos; 21.Inserir campos PDF; 22.Inserir anotações PDF. 4.1 Na barra inferior do Scribus encontramos as seguintes funções:  No primeiro campo você pode mexer na visualização do documento;  Na sequência existe dois botôes, o primeiro diminui a visualização pela metade e o segundo multiplica por 2;  Os demais botões são de navegação de páginas e escolha do background (cor de fundo) que você deseja utilizar. 5. Menu de atalho do frame 5
  6. 6. O menu de atalho do frame texto é mostrado quando clicamos com o botão direito sobre o frame. Vejamos abaixo as suas principais funções: 5.1 Menu de atalho do frame texto  Info – mostra a quantidade de parágrafos, número de palavras e de caracteres no frame.  Get Text – importa para o frame texto o conteúdo de um arquivo do tipo texto.  Append Text – importa o contéudo de um arquivo do tipo texto e acrescenta ao texto existente no frame texto.  Edit Text – abre o editor de texto do Scribus, para inserção de texto manualmente ou colando de um arquivo.  Lock e Un-lock – bloqueia e desbloqueia a movimentação do frame na página.  Lock object size – bloqueia o redimensionamento do frame.  Send to Scrapbook – envia o frame selecionado para o Scrapbook, que guarda este frame para a sua reutilização.  Group e Un-group – agrupa e desagrupa os frames.  Level – movimenta um frame em relação a outro, para trás ou, para frente e um avanço para trás ou, para frente.  Convert to – converte o frame de texto em frame de imagem, poligono ou em texto sem frame.  Clear Contents – limpa o conteúdo do frame. 5.2 Menu de atalho do frame de imagem  Get Picture – importa uma imagem para o frame.  Image Visible – oculta ou mostra a imagem.  Update Picture – atualiza a imagem caso for modificada e salva novamente com o editor de imagem.  Edit Picture – abre a imagem no editor de imagem para ser editada.  Adjust Frame to Picture – ajusta o frame ao tamanho da imagem.  Convert to – converte o frame de imagem em frame de texto ou em poligono. 6. Conhecendo as propriedades dos frames
  7. 7. Confira agora a paleta de propriedades dos frames que pode ser acessada, clicando com o botão direito sobre o frame, escolhendo a opção SHOW PROPERTIES, ou pelo menu TOOLS/PROPERTIES.Os frames são os itens inseridos na página, como: frames de textos, imagens, poligonos etc... 6.1 Propriedade X,Y,Z:  Name – nome atribuido ao frame;  Geometry – Nesta opções você pode posicionar, redimensionar e rotacionar o frame na página.  Level – Move o frame nível acima, ou nível abaixo, para frente ou para trás.  Ao lado na sequência – Inverte o frame na horizontal, bloqueia e desbloqueia o frame, bloqueia e desbloqueia o redimensionamento do frame, inverte a imagem na vertical e bloqueio e desbloqueio da impressão do frame.  Text Flows Around Frame – Esta opção se marcada integra o frame junto ao texto, ou desmarcada fica flutuante sobre o texto.  Use Bounding Box – Não fez mudança alguma quando marcado ou desmarcado. 6.2 Propriedade Text:  No primeiro item, está o tipo da fonte do texto no frame.  Font Size – Tamanho da fonte;  Width – Largura da fonte;  Shade – Aplica a cor do texto no tom desejado;  U – texto sublinhado;  Xy – sobscrito;  Xy – sobrescrito;  K – small caps;  O – texto tachado;  0 – texto em negrito;  Я – texto invertido;  Custom Spacing – Customização dos espaços:  Kerning – Customização do espaço entre as letras.  Line Spacing – Espaço entre linhas.  Style – Estilo de formatação de texto.  Language – Linguagem do frame. 6.3 Propriedade Line:  Basepoint – Não apresenta mudança alguma;  Line Style – Escolha do tipo de linha. 7
  8. 8.  Line Width – Largura da linha.  Edges – Tipos de volume do corpo da linha.  Endings – Tipos de terminações de linha. 6.4 Propriedade Shape:  Shape – Escolha do formato do frame.  Edit Shape – Edição no formato do frame.  Round Corners – Arrendondamento interno e externo dos cantos do frame.  Distance of Text – Distâncias do texto em relação ao frame.  Columns – configura o número de colunas do frame.  Gap – Espaçamento entre colunas.  Top – Espaço do texto no topo do frame.  Bottom - Espaço do texto na parte inferior do frame.  Left – Espaço do texto na esquerda do frame.  Right – Espaço do texto na direita do frame.  Tabulators – Define a tabulação do texto. 6.5 Propriedade Image:  Free Scaling – Ajuste livre da posicão e tamanho do frame.  Scale to Frame Size/Proportional – Ajuste
  9. 9. proporcional do tamanho da imagem conforme redimensionamento do frame. 6.6 Propriedade Colors:  No icone em forma de lápis – Aplica cor na linha.  No icone balde de tinta – Aplica cor no frame.  Shade – Regula a tonalidade da cor.  Na caixa de seleção – Escolha das cores com efeitos de gradientes. 7. Formatando novo documento no Scribus  No menu File, clique em New.  Na janela New Document faça a sua configuração da página em:  Page Size – Escolha o tamanho, a orientação ou personalização de sua página.  Options/first page number – escolha o número de páginas. 9
  10. 10.  Options/Default Unit – tipo de medida utilizada pela página.  Margin Guides – Configure as larguras das margens.  Automatic Text/Frames/Column Guides – Escolha o número de colunas e o espaçamento entre elas. 8. Inserindo um texto no Scribus  Clique na área do frame de texto com o botão direito, que abrirá um menu de atalho;  Clique na opção Edit Text, que abrirá a caixa de diálogo Story Editor;  No campo Text insira o texto desejado, digitando ou colando de outro local;  No Menu do campo Style, defina as formas de posicionamento do texto – esquerda, centralizado,
  11. 11. direita, justificado, e justificado forçado;  Clique no menu File/Save and Exit;  O texto ficará com a formatação das colunas e espaçamento definidas inicialmente. 8.1 Criando estilos de formatação de texto  Para criar um formatação personalizada para o texto clique no menu Edit/Edit Styles/New; Na figura abaixo mostra a formatação de um estilo.  Configure suas opções de formatação e clique OK, SAVE e OK novamente.  No menu do campo Style vai sendo acrescentado os estilos criados. 11
  12. 12. Na figura abaixo mostra o editor de texto com o estilo criado já selecionado. 9. Inserindo e formatando uma imagem 1. Clique no icone INSERT PICTURE na barra de ferramenta. 2. Clique e arraste na diagonal na área da página para formar o frame de imagem. 3. Com o botão direito sobre o frame formado, abrirá um menu de atalho, escolha a opção GET PICTURE e selecione a sua imagem.
  13. 13. 4. Clique com o botão direito sobre o frame de imagem e, no menu de atalho, escolha a opção SHOW PROPERTIES (Propriedades do frame). 5. Clique na propriedade image e marque a opção SCALE TO FRAME SIZE, com esta opção a imagem se redimensiona conforme a área do frame. 6. Clicando na opção PROPORTIONAL, a imagem se redimensiona proporcional ao seu tamanho e não a área do frame, tendo que ajustar o frame na mesma proporção da imagem. 7. Outra opção da propriedade image é a FREE SCALING, que permite posicionar e redimensionar a imagem dentro do frame. 10. Inserindo e formatando uma tabela 1. Clique na barra de ferramentas no icone INSERT TABLE . 2. Clique e arraste na página para formar o frame da tabela; 3. Escolha o número de linhas e colunas da tabela; 4. Clique com o botão direito sobre o frame e no menu de atalho, clique em SHOW PROPERTIES; 13
  14. 14. 5. Clique na célula e na barra de ferramenta no icone para o preenchimento da célula ou você pode preenchê-la pelo editor, clicando com o botão direito sobre a célula, no menu de atalho, EDIT TEXT; 6. Dê um duplo clique na célula para selecioná-la e na paleta de propriedades do frame faça a sua formatação. Na figura abaixo mostra uma tabela já formatada e agrupada e suas células com a mesma espessura. *Obs.: As tabelas são formadas por conjuntos de frames de texto, que são as células da tabela. Por isso as células no Scribus são formatadas separadamente, não podendo a tabela ser selecionada e aplicada a formatação para todas as células. Para isso é necessário desagrupá-la. Para redimensionar estas células com espessuras diferentes é necessário desagrupar a tabela:  Clique com o botão direito no frame tabela e no menu de atalho clique em UN-GROUP.  Clique na célula a ser redimensionada e com o botão direito no menu de atalho clique em SHOW PROPERTIES.  Na propriedade X,Y,Z/GEOMETRY você terá os valores de posicionamento X e Y e, dimensão WIDTH (largura) e HEIGTH (altura), além da rotação do frame. Na figura abaixo mostra uma tabela desagrupada, com as células redimensionadas na sua altura.
  15. 15. 11. Inserindo páginas  Na barra de ferramentas, clique no menu PAGE/INSERT;  Na caixa de diálogo aberta escolha o número de páginas, e selecione em que posição será inserido a página, pode ser antes, depois da página ou no final das páginas;  Na sequência no campo númerico escolha em qual página será referência para inserção. 12. Salvando em PDF  Na barra de ferramentas clique no ícone , que abrirá a caixa de diálogo mostrada na figura abaixo:  Nesta caixa de diálogo existem várias configurações, mas para criarmos um simples arquivo em PDF não é necessário fazer qualquer configuração, apenas clique em SAVE. 15

×