Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Senten+âºa f prev_jef_floripa_-_paggiarin[1]

88,236 views

Published on

  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THIS can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THIS is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THIS Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THIS the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THIS Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

Senten+âºa f prev_jef_floripa_-_paggiarin[1]

  1. 1. PODER JUDICIÁRIO J US TI ÇA FE DE R A L DE P RI ME I R O GRA U E M SA NT A CA TA R I NA J UIZ A DO E SP E CI A L FE D E R A L P R EV ID E N CIÁ R IO D E FL O R IA NÓ P OLI S Rua Arcipreste Paiva, 107 - Centro - 88010-530 - Florianópolis - SC Telefone: (48) 3251 2692 - www.jfsc.gov.br – scflpjp01@jfsc.gov.br PROCESSO Nº AUTOR(A) RÉU : 2010.72.50.012448-6 : ALDO PEREIRA FILHO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL – INSS SENTENÇA Dispensado o relatório (art. 38 da Lei nº 9.099-95). O Autor pleiteia a revisão de seu benefício de aposentadoria por tempo de contribuição (42/150.750.517-2 – DIB 01-06-2010), para que seja afastado o fator previdenciário do cálculo da renda mensal inicial do benefício. Sustenta que não poderia ter sido aplicado o fator previdenciário no cálculo de seu benefício tendo em vista o requisito da idade mínima exigido pela EC 20-98 para a aposentadoria proporcional, a ela concedida. Tal alegação procede. Com efeito, já tive oportunidade de escrever a respeito do tema (MARINHO, Eliana Paggiarin. A Emenda Constitucional n.° 20-98 e a aposentadoria por tempo de serviço. Pg. 35-48; in ROCHA, Daniel Machado da (org.). Temas atuais de Direito Previdenciário e Assistência Social. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2003). Naquela oportunidade já me manifestei a respeito do equívoco do procedimento adotado pelo INSS ao, após a Lei 9.876-99, determinar a aplicação do fator previdenciário aos benefícios concedidos de acordo com a regra de transição. O art. 9º da EC 20-98 dispõe em seu caput: Observado o disposto no art. 4. desta Emenda e ressalvado o direito de opção à aposentadoria pelas normas por ela estabelecidas para o regime geral de previdência social, é assegurado o direito à aposentadoria ao segurado que se tenha filiado ao regime geral de -1-
  2. 2. PODER JUDICIÁRIO J US TI ÇA FE DE R A L DE P RI ME I R O GRA U E M SA NT A CA TA R I NA J UIZ A DO E SP E CI A L FE D E R A L P R EV ID E N CIÁ R IO D E FL O R IA NÓ P OLI S Rua Arcipreste Paiva, 107 - Centro - 88010-530 - Florianópolis - SC Telefone: (48) 3251 2692 - www.jfsc.gov.br – scflpjp01@jfsc.gov.br previdência social, até a data de publicação desta Emenda, quando, cumulativamente, atender aos seguintes requisitos. Denota, o dispositivo, o oferecimento de duas opções ao segurado filiado anteriormente à promulgação da indigitada Emenda Constitucional: de acordo com o que lhe seja mais favorável, se aposenta com a regra de transição (e esta é, essencialmente, a razão de ser de tal tipo de regra) ou pela nova sistemática inaugurada. E tal opção, já dizia à época e não mudei meu entendimento, não se restringe apenas à mera garantia aos filiados ao RGPS antes da reforma à percepção da aposentadoria por tempo de contribuição proporcional e à não submissão aos novos requisitos postos, mas, de forma mais ampla, garantiu também ao segurado nesta condição o direito de ter o benefício, todo ele, calculado sem a aplicação de qualquer uma das mudanças introduzidas pela reforma constitucional. Repito o que expus naquela oportunidade: Assim, se o segurado opta pela regra de transição, atendendo a todos os requisitos exigidos pelo artigo 9º (idade mínima, pedágio, tempo de serviço e carência), o faz também para que seja calculado o valor inicial do benefício consoante as regras anteriores. Afasta-se, portanto, a utilização de quaisquer critérios atuariais do cálculo do benefício, porquanto estes fazem parte das novas normas estabelecidas pela EC n.° 20-98 para o RGPS. Possibilita-se a utilização de um PBC de somente 36 salários-de-contribuição e, principalmente, exclui-se a aplicação do fator previdenciário. (Op. cit. pg. 43) (grifei) Mantendo-se o procedimento adotado pelo INSS, há verdadeiro bis in idem quanto à valoração da idade do segurado, seja para a inserção nas regras de transição, seja como variável no cálculo do fator previdenciário, aplicado, como quer a autarquia, ao benefício. O entendimento que aqui exponho traz, inclusive, outra consequência: dá “vida” ao disposto na regra de transição no que se refere ao pedágio para a inserção do segurado na regra de transição para fins de concessão de aposentadoria por tempo de contribuição integral, fadada ao esvaziamento pelo que dispõe a mais abalizada doutrina (ROCHA, Daniel Machado da; BALTAZAR JÚNIOR, José Paulo. Comentários à Lei de Benefícios da Previdência Social, 2. Ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2002. pg. 187; CUNHA, Lásaro Cândido da. Reforma da Previdência, 3. Ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2000. -2-
  3. 3. PODER JUDICIÁRIO J US TI ÇA FE DE R A L DE P RI ME I R O GRA U E M SA NT A CA TA R I NA J UIZ A DO E SP E CI A L FE D E R A L P R EV ID E N CIÁ R IO D E FL O R IA NÓ P OLI S Rua Arcipreste Paiva, 107 - Centro - 88010-530 - Florianópolis - SC Telefone: (48) 3251 2692 - www.jfsc.gov.br – scflpjp01@jfsc.gov.br pg. 83; e MARTINEZ, Wladimir Novaes. Comentários à Lei Básica da Previdência Social – Tomo II – Plano de Benefícios, 5. Ed. São Paulo: LTr, 2001, p. 322), justamente pelo fato de que o cumprimento de tal pedágio tem o condão de eximir o segurado da submissão das novas regras de cálculo. Conforme carta de concessão anexada aos autos, o Autor, nascido em 2304-1955, segurado do RGPS desde antes da publicação da EC n. 20-98, requereu a concessão de aposentadoria por tempo de contribuição em 01-06-2010, contando 55 anos de idade e 35 de tempo de contribuição. O cálculo da renda mensal inicial foi efetuado segundo as regras da Lei n. 9.876-99. Assim, procede o pleito do Autor, devendo a sua RMI ser recalculada sem a incidência do fator previdenciário, regra inserida pela reforma previdenciária, que não tem aplicação quando se trata de benefício deferido pela regra de transição. Ante o exposto, JULGO PROCEDENTES OS PEDIDOS do Autor e extingo o processo, analisando o mérito, com fulcro no art. 269, I, do CPC, para condenar o INSS a a) REVISAR a RMI do benefício concedido para que, no cálculo da aposentadoria por tempo de contribuição proporcional deferida seja afastada a aplicação do Fator Previdenciário; b) PAGAR os valores atrasados, devidamente atualizados desde o vencimento pelo INPC e a partir do ajuizamento consoante a nova redação dada ao art. 1º-F da Lei nº 9.494-97 pela Lei nº 11.960-09 (índices oficiais de remuneração básica e juros aplicados à caderneta de poupança), exclusivamente, perfazendo o montante de R$ 10.566,64 (dez mil, quinhentos e sessenta e seis reais e sessenta e quatro centavos), conforme cálculo a seguir anexado que passa a fazer parte da presente sentença. Determino ainda que o INSS pague ao Autor, na via administrativa, mediante complemento positivo, os valores não incluídos na planilha de cálculo, vencidos ou a vencerem até a data da implantação administrativa, obedecidos os critérios estabelecidos pela referida Lei 9.494-97 (com a alteração promovida pela 11.960-09). Indefiro o benefício da gratuidade da justiça. A presunção de pobreza que brota da declaração da parte autora não é absoluta. Frente aos valores percebidos tenho que a presunção inclusive se inverte. Não admito que se considere sem condições de -3-
  4. 4. PODER JUDICIÁRIO J US TI ÇA FE DE R A L DE P RI ME I R O GRA U E M SA NT A CA TA R I NA J UIZ A DO E SP E CI A L FE D E R A L P R EV ID E N CIÁ R IO D E FL O R IA NÓ P OLI S Rua Arcipreste Paiva, 107 - Centro - 88010-530 - Florianópolis - SC Telefone: (48) 3251 2692 - www.jfsc.gov.br – scflpjp01@jfsc.gov.br prover as despesas do processo quem, como a parte autora, aufere rendas superiores ao próprio limite de isenção do imposto de renda (R$ 1.566,61). A noção de pobre para o próprio Constituinte Derivado (ver EC 20-98) teve por base rendas bem inferiores. Note-se que apenas segurados que percebessem valores neste limite poderiam perceber o salário família e o auxílio-reclusão. Assim, entendo que para pessoas que aufiram renda superior a R$ 1.566,61 não basta a declaração de pobreza para gozar da vantagem. Têm o ônus de demonstrar que mesmo percebendo cifras maiores possuem despesas tais que o dificultariam demasiado arcar com as despesas do processo. Neste Juizado apenas se exige o pagamento de custas para a interposição de recursos – art. 54 da Lei n. 9.099-95 c/c art. 1º da Lei n. 10.259-01. Sem custas e honorários advocatícios (arts. 54 e 55 da Lei nº 9.099-95). Publicação e registro eletrônicos. Intimem-se. (documento assinado eletronicamente) ELIANA PAGGIARIN MARINHO Juíza Federal -4-

×