Vany Laubé: o uso das mídias sociais no ambiente corporativo

1,189 views

Published on

Quando decidir e como usar as mídias sociais no ambiente corporativo? Por que elas se tornaram a voz do povo para o consumidor? Dicas de como promover a entrada de sua empresa neste novo e inexorável mundo.

Published in: Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,189
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Vany Laubé: o uso das mídias sociais no ambiente corporativo

  1. 1. Workshop:O uso corporativo do Twitter, Orkut, YouTube e outras ferramentas digitais<br />VanyLaubé<br />Diretora+Mosaico Negócios & Comunicação;<br />Editora do Boletim Mosaico Social Rádio Mega Brasil Online; editora da equipe de cobertura online do Congresso<br />@mosaicosocial<br />
  2. 2. <ul><li>Afinal, que diabos são estas “mídias sociais?</li></li></ul><li>44<br /><ul><li>Objetivo:
  3. 3. Não é ficar craque em “mídias sociais” em um só workshop;
  4. 4. Porque as “mídias sociais” requerem estudos constantes;
  5. 5. Panorama sobre as “mídias sociais” no mercado corporativo;
  6. 6. Pôr a mão na massa em uma ferramenta => Twitter. Pq?
  7. 7. Twitter = catalisador das demais </li></li></ul><li><ul><li> Lições de casa ao se lançar nas “mídias sociais”:
  8. 8. Entender o ambiente ->monitorar
  9. 9. Estabelecer objetivos
  10. 10. Escolher + criar canais+ manter = constância é fundamental
  11. 11. Integrar estratégias com demais áreas da Comunicação Corporativa</li></li></ul><li><ul><li> Lições de casa ao se lançar nas “mídias sociais”:
  12. 12. Integrar estratégias com demais áreas da Comunicação Corporativa:
  13. 13. RH – twitter/comunidade
  14. 14. Comunicação Interna – campanhas motivacionais
  15. 15. Marketing (fóruns, redes fechadas, guerrilha, facebook, orkut etc.)</li></li></ul><li><ul><li> Lições de casa ao se lançar nas “mídias sociais”:
  16. 16. Integrar estratégias com demais áreas da Comunicação Corporativa:
  17. 17. Ações sociais
  18. 18. Ações de sustentabilidade
  19. 19. SAC = pós-venda</li></li></ul><li>O caso<br />#havaianas<br />
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23. Isso naquele mesmo dia. Mas, aí, veio<br />o Carnaval, Fevereiro acabou e...Nada das minhas havaianas!<br />
  24. 24. A hora da<br />ofensiva<br />
  25. 25.
  26. 26.
  27. 27.
  28. 28.
  29. 29.
  30. 30. Resultados no Blog:<br />9 comentários: <br />Cid Ferreira Junior disse... é isso ai arrebenta e continua pois para eles é muito fácil -detalhes um viralzinho diário vai no mínimo incomodar - continue eu dou Rt em todosNão esqueça de postar resultado hein?<br />
  31. 31. 3 de março de 2010 18:30 Daniela Oliveiradisse... <br />Belo texto Vany! Além da total falta de consideração com o cliente, o que me preocupa aqui no Brasil, é que quando vamos reclamar de qq produto ou serviço que custou menos de R$ 50,00 tenhamos que explicar em alto e bom som que não se trata do dinheiro e sim, do direito que o consumidor tem de obter do produto aquilo a que ele se proprõe... Coisa que deveríamos todos estar "carecas" de saber!!! Fico indignada qdo sou tratada com desprezo por uma empresa ou seus representantes. Tenha certeza de que este texto chegará a todos os meus contatos de email e twitter.<br />Uma pergunta: vc procurou o PROCON? Já denunciei empresas que não cumprem o que prometem e obtive resultados muito positivos. Boa sorte e muito sucesso para vc! <br />Beijinhosssssss @Sustentavelgirl<br />
  32. 32. 3 de março de 2010 18:43 havaianomaniacos disse... Realmente não sou um canal direto das havaianas, mas adoro o produto e por sermos "havaianomaníacos", devemos sim exigir a qualidade do produto que tanto adoramos. Acredito podemos, pela ampla divulgação, fazer valer nossos direitos, uma vez que o canal de atendimento não foi eficiente. Te apoio na causa e pode contar comigo, mesmo porque amanhã eu também posso vir a ser vítima de um produto de má qualidade.<br />3 de março de 2010 20:24 Lara disse... Nunca usei Havaianas e nem entendi esta unanimidade. É um produto feio, que machuca o meio dos dedos, provoca tropeções e só protege a sola dos pés.Detesto havaianas. Pronto. Falei. Prá mim é o símbolo perfeito da frase resumida do Nelson Rodrigues, é pop e jeca. Era um excelente case de mkt. Agora, com esta postura, nem isso.<br />
  33. 33. 3 de março de 2010 20:39 Dalmo disse... É isto, não importa os R$, há de ter valores e honra-los; não desista.Dalmo<br />3 de março de 2010 22:35 MarciaCeschini disse... Vany,Não importa o valor. Importa é a qualidade dos produtos que simplemesmente pioraram nos últimos tempos. Lamentável as Havaianas. Fiz um post no meu blog sobre a qualidade da Bic dia 10/02, no dia 25/02 a assessoria mandou carta pedindo desculpas e esta semana recebo as amostras para me manter como brandlover da marca. Gerenciamento de reputação digital é isso. Moro em Araraquara, interior do Estado e bloguei no meu espaço no jornal e ainda assim acharam a minha bronca e fizeram contato.Uma pena para as Havainas<br />
  34. 34. No que deu tudo isso?<br />
  35. 35.
  36. 36. O que este caso mostra?<br />
  37. 37. <ul><li>Os três Is das “mídias sociais”
  38. 38. inevitáveis
  39. 39. Inexoráveis
  40. 40. Implacáveis
  41. 41. O aprendizado é 24/7
  42. 42. Quem vencerá no ambiente?</li></ul>Ouvir o mercado + <br />ajustar processos de CRM às novas campanhas + <br />unir forças internas<br />
  43. 43. <ul><li>Ouvir o mercado</li></ul>Com o fim da verticalização: <br /><ul><li>Terceirização
  44. 44. Quarteirização
  45. 45. Quinteirização
  46. 46. “Quintalrização” (VanyLaubé)</li></li></ul><li><ul><li>“Quintalrização”?</li></ul>S.A.C. = Callcenter => Empresa =>Agência de Promoção => Agência de Marketing Promocional => 1 só GESTOR: <br /> Marketing + Comunicação + Assessoria de Imprensa Brasil + LatAm – cuja integração com RH + Vendas + etc. = ?<br />
  47. 47.
  48. 48. consumidor<br />marca<br />
  49. 49. <ul><li>Comunicação Interna</li></ul> Até a IBM descobriu que ouvir pessoas de diferentes setores agrega valor a seus produtos.<br /> Um funcionário => “vestir a camisa” = na alegria e na tristeza! <br /> Geração Y = não dá tempo ao tempo! Aqui/agora!<br />
  50. 50. <ul><li>Exemplo de sucesso</li></ul>Zappos.com – foco do negócio é engajar funcionários a proporcionarem a melhor experiência aos clientes. “Bem atendidos, eles mesmos espalharão as notícias” – wordofmouth” – Tony Hsieh, CEO <br />
  51. 51. <ul><li>Web 3.0</li></ul>Este caso basicamente envolveu Twitter + blog, sendo que, via TweetDeck = tbLinkedIn + FB.<br /> Todas estas ferramentas já estão no que chamamos começamos a chamar de web 3.0 = estão interligadas, são complementares e têm tremendo valor estratégico para sua carreira e negócio.<br />
  52. 52. <ul><li>Web 3.0</li></ul>É muito mais que isso, envolve metadados, linguagens mais sofisticadas, terabits, nanotecnologia, realidade expandida etc..<br /> Mas o começo disso tudo foi a partir de quando os programas começaram a conversar entre si. <br />Web 1.0 = Web site/portais verticais<br />Web 2.0 = aparecimento dos blogs, wikis, integração entre os homens via internet<br />Web 3.0 = começa na integração entre softwares e máquinas! <br />
  53. 53. <ul><li>O que acarreta o uso imediato das “mídias sociais”?</li></ul>Construção de rede de relacionamentos ampla e segmentada via ferramentas, mídias e redes sociais escolhidas<br />Aumento rápido de atratividade e valor percebido da marca, empresa, produtos e serviços <br />Ganho de visibilidade com uso de SEO <br />
  54. 54. <ul><li>O que a empresa ganha com as “mídias sociais”?</li></ul>Facilidade na atração de talentos Posicionamento estratégico da marca<br />Parceiros estratégicos<br />Potencial ganho na carteira de clientes<br />Aceleração de oportunidades de negócios em qualquer lugar do mundo<br />
  55. 55. E então, que tal parar de ouvir e começar a ...<br />
  56. 56. Por que Twitter? <br />
  57. 57. Por que Twitter?<br /><ul><li>Mais que uma ferramenta, é um ambiente cativante, viciante, c/características próprias
  58. 58. Seu valor em furos jornalísticos tem mostrado o quanto cidadãos comuns vêm se tornando melhores em fornecer mais e melhores e mais rápidas notícias que as organizações midiáticas profissionais. </li></li></ul><li>Por que Twitter?<br /><ul><li>O Twitter nunca é um ambiente enfastioso, chato. Há sempre novidades, coisas engraçadas, informação que te prende, te leva a links os quais você jamais teria acesso por outras plataformas.
  59. 59. Em alguns casos #botequimtuitajoaquim #etc_br; #etc_sampa ... = começam no virtual, como ambientes sociais ideais e propiciam encontros e amizades no ambiente real.</li></li></ul><li>Por que Twitter?<br /><ul><li>Nele, a horizontalização das relações é mais notória.
  60. 60. No ambiente corporativo representa falar de igual para igual com presidentes de empresas, CIOs da Microsoft, com jornalistas que foram diretores de Redação.
  61. 61. Nível de relacionamento estabelecido nunca antes visto. </li></li></ul><li>Por que Twitter?<br /><ul><li>É diferente de todas as formas porque:
  62. 62. É instantâneo – na maior parte das vezes
  63. 63. É público e, por isso, permite interação com outras pessoas
  64. 64. Gera resposta imediata do público – é um “show ao vivo”, não uma gravação – errou, tem que acertar na hora!
  65. 65. Métrica mais instantânea é medida pela quantidade de seguidores agregados ou que vão embora em função das mensagens postadas.</li></li></ul><li>Criando um perfil usando a plataforma comum do passarinho azul: Quem fez o dever de casa?<br />Nome/apelido<br />Avatar/imagem<br />Biografia<br />
  66. 66. Rápido demais, não?<br />
  67. 67. Caso: IzumiIogurteira<br />
  68. 68. Porque eles fazem o dever de casa corretamente:<br />Não falam apenas da marca;<br />Buscam engajar o consumidor<br />Dão informações sobre saúde<br />Dão receitas de como fazer variações sobre o produto principal <br />O canal está aberto para enviar e receber sugestões <br />Canal ligado a mídias complementares<br />
  69. 69. Com vocês, os responsáveis pelas campanhas de mídias sociais corporativas da IzumiIogurteira<br />

×