1ª ReuniãO

6,024 views

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
6,024
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
34
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1ª ReuniãO

  1. 1. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009
  2. 2. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Pauta 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 <ul><li>Vídeo: O Buraco no Muro </li></ul><ul><li>Concepção de Informática Educativa </li></ul><ul><li>Portaria POIE ( 2673/08 e 3773/08) </li></ul><ul><li>Diagnóstico </li></ul><ul><li>Metas 2009 (constar no Plano de Trabalho ) </li></ul><ul><li>Metas SME </li></ul><ul><li>Ações 2009 – “Minha Terra” </li></ul><ul><li>Atualização dos dados do POIE </li></ul><ul><li>Autorização do uso de imagem </li></ul><ul><li>Informações gerais </li></ul>
  3. 3. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Concepção de Informática Educativa: Letramento Digital Pesquisa, Comunicação e Publicação na Internet 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009
  4. 4. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Linha do Tempo 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 <ul><li>2006 </li></ul><ul><li>Regência POIE </li></ul><ul><li>Programa de Tecnologias na Educação pós-internet </li></ul><ul><li>Caderno de Orientações Didáticas – Ler e Escrever – Tecnologias na Educação Virtual e CD </li></ul><ul><li>Articulação com Programa Nas Ondas do Rádio </li></ul><ul><li>Aluno Monitor- Microsoft </li></ul>
  5. 5. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Linha do Tempo 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 <ul><li>2007 </li></ul><ul><li>Divulgação, impressão e uso do Caderno de Tecnologias nas U.E.; </li></ul><ul><li>Formação do aluno monitor via projeto: “Memórias em rede”; </li></ul><ul><li>EAD – em Comunidade Virtual </li></ul><ul><li>Produto final do projeto Memórias em Rede </li></ul><ul><li>Formação POIE recém designado </li></ul>
  6. 6. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Linha do Tempo 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 <ul><li>2008 </li></ul><ul><li>Final de fevereiro – representante DRE CS </li></ul><ul><li>Continuidade das ações: </li></ul><ul><ul><li>aluno monitor “Nossa ESCOLA tem HISTÓRIA (novo paradigma) e Microsoft </li></ul></ul><ul><ul><li>Parcerias </li></ul></ul><ul><li>Diagnóstico de Informática Educativa </li></ul><ul><li>Produções </li></ul>
  7. 7. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Linha do Tempo 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 <ul><li>2008 (cont) </li></ul><ul><li>Presença da Informática Educativa: </li></ul><ul><ul><ul><li>- Congresso Virtual Educa –Zaragoza/ Espanha </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- Congresso de tecnologia Aplicada à sala de aula – Brasília </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- Seminários das DRE e em reuniões nas DRE/ DOT-P </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>- Em Publicações: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li> Educação – fazer e aprender na cidade de São Paulo folder e banner; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Livro de Educação infantil </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Vídeos das áreas do conhecimento </li></ul></ul></ul><ul><li>Ampliação de Comunidades virtuais </li></ul><ul><li>Articulação entre as DOT para plano 2009 / 2012 </li></ul>
  8. 8. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Portaria 2673/08 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 Art. 2º - Os Laboratórios de Informática Educativa, por meio das práticas ali desenvolvidas, objetivam : I - Possibilitar a criação de ambientes de aprendizagem diferenciados, dinâmicos, colaborativos e interativos . II - Potencializar o uso crítico e criativo dos diferentes recursos tecnológicos, como forma de expressão oral, escrita, registro, socialização e produção de textos em diferentes contextos e linguagens . III - Favorecer o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação como recurso no processo ensino e aprendizagem, no desenvolvimento das competências leitora e escritora e no processo de formação dos alunos . IV - Propiciar condições de acesso e uso das tecnologias voltadas para a pesquisa e produção do conhecimento . V - Promover ações de cunho pedagógico que atendam as demandas apontadas para a inclusão social e digital de toda a comunidade educativa . VI - Possibilitar o uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação e diferentes mídias como recursos a serem utilizados na atuação docente . VII - Favorecer os avanços dos níveis de proficiência estabelecidos pela Prova São Paulo .
  9. 9. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Portaria 2673/08 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 Art. 3º - O Laboratório de Informática Educativa, como espaço de acesso às Tecnologias da Informação e Comunicação , deverá : I - oferecer atendimento a todos os alunos , de todos os turnos e modalidades de ensino em funcionamento na Unidade Educacional; II - possibilitar o uso democrático dos recursos e ferramentas digitais ; III - integrar o Plano de Ação da Informática Educativa ao Projeto Pedagógico da Unidade Educacional atendendo às necessidades da construção do currículo ; IV - organizar seu atendimento, observando o Calendário Escolar .
  10. 10. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Portaria 2673/08 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 Art. 4º - Os Laboratórios de Informática Educativa terão sua atuação articulada e em consonância com os princípios educacionais dos Programas “Ler e Escrever - prioridade na Escola Municipal”, “Orientações Curriculares: Expectativas de Aprendizagens e Orientações Didáticas” e “ A Rede em rede : a formação continuada na Educação Infantil”, integrantes do Projeto Pedagógico das Unidades Educacionais. .
  11. 11. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Portaria 2673/08 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 Art. 19 - São atribuições do Professor Orientador de Informática Educativa - POIE : I - participar da elaboração do Projeto Pedagógico da Escola, da construção do currículo e de todas as atividades previstas no Calendário Escolar; II - planejar e desenvolver as atividades com os alunos no Laboratório de Informática Educativa, vinculando-as ao Projeto Pedagógico da Escola; III - promover formação aos seus pares, quando necessária, nos horários coletivos, para o desenvolvimento de projetos propostos com uso de tecnologia; IV - planejar, desenvolver e avaliar propostas de trabalho a serem realizadas com os alunos no Laboratório de Informática Educativa promovendo, em conjunto com os Coordenadores Pedagógicos e o Diretor de Escola, o intercâmbio entre educadores de diferentes turnos da Unidade Educacional, entre Unidades Educacionais e entre equipes das Diretorias Regionais de Educação - DREs e da Diretoria de Orientação Técnica - DOT/SME;
  12. 12. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Portaria 2673/08 - Art. 19 (cont.) 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 V - elaborar plano de trabalho que contribua para a construção do currículo na escola, considerando os referenciais curriculares da Secretaria Municipal de Educação - SME para a construção do conhecimento e letramento digital; VI - oferecer aos alunos condições que assegurem o domínio de recursos e das ferramentas disponíveis na informática, bem como de diferentes mídias, para que se tornem usuários competentes na utilização de tecnologias; VII - construir instrumentos de registro que possibilitem diagnóstico, acompanhamento e avaliação dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos na Informática Educativa. VIII - responsabilizar-se, em parceria com todos os usuários do Laboratório de Informática Educativa, pela manutenção, conservação e limpeza dos equipamentos e materiais, orientando todos para o uso responsável dos equipamentos disponíveis.
  13. 13. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Portaria 2673/08 - Art. 19 (cont.) 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 IX - assegurar a infra-estrutura necessária ao funcionamento do Laboratório de Informática Educativa, no tocante a: a) organização do espaço físico, no sentido de adequar as diferentes atividades a serem desenvolvidas; b) elaboração do horário de atendimento aos alunos, em conjunto com a Equipe Gestora, conforme normas legais pertinentes, de acordo com o Projeto Pedagógico da Unidade Educacional; c) registro e encaminhamento à equipe técnica da Unidade Escolar dos problemas observados em relação ao uso e manutenção dos equipamentos; d) solicitação e acompanhamento relativos ao atendimento de “Help Desk”; X - promover, organizar, assessorar, participar, apoiar e divulgar eventos, congressos, cursos, mostras, feiras e outros na área de Tecnologias da Informação e da Comunicação incentivando a participação e integração de toda a comunidade educativa; XI - organizar as turmas a serem atendidas em conjunto com a equipe gestora da Unidade Escolar.
  14. 14. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Portaria 2673/08 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 Art. 21 - Para exercício da função de POIE , o interessado deverá ser eleito pelo Conselho de Escola , mediante apresentação de proposta de trabalho , vinculada ao P rojeto P edagógico da Escola e observados os seguintes critérios : I - possuir conhecimentos básicos de sistema operacional, programas, aplicativos, internet e funcionamento em rede ; II - conhecer a legislação que rege a organização e funcionamento do Laboratório de Informática Educativa; III - ter participado de cursos e oficinas, na área de tecnologia , ministrados pela equipe da SME/DOT- Informática Educativa e/ ou pelas Diretorias Regionais de Educação ou, comprovadamente, por outras entidades; IV - possuir experiência com projetos pedagógicos desenvolvidos com uso de tecnologia ; V - estar envolvido com os projetos desenvolvidos pela escola em que atua . Parágrafo Único - Inexistindo na Unidade Educacional profissional interessado em participar do processo eletivo para função de Professor Orientador de Informática Educativa - POIE e/ ou que não atenda aos pré-requisitos estabelecidos no “caput” deste artigo, as inscrições serão abertas para a Rede Municipal de Ensino, por meio de publicação de edital no Diário Oficial da Cidade de São Paulo - DOC.
  15. 15. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Metas 2009 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 <ul><ul><li>Inclusão Digital – Linguagens Midiáticas </li></ul></ul><ul><ul><li>Inclusão digital (linguagens midiáticas) de todos os alunos da rede municipal da Educação Infantil ao Ensino Médio. </li></ul></ul><ul><ul><li>Democratização e acesso </li></ul></ul><ul><ul><li>100% das U.E. tenham um plano de gestão de inclusão digital, que envolva a democratização e acesso a todos os recursos disponíveis. </li></ul></ul><ul><ul><li>Linguagens midiáticas </li></ul></ul><ul><ul><li>100% das U.E. de Educação Infantil implementem programa de tecnologias na Educação Infantil em 2009 </li></ul></ul><ul><ul><li>Plano de Trabalho </li></ul></ul><ul><ul><li>100% dos POIE tenham plano de ensino que atenda as diretrizes de SME e o Projeto Pedagógico da U.E. </li></ul></ul>
  16. 16. Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro Metas SME 1ª Reunião 09 de março de 2009 Orientações gerais para o ano letivo de 2009 <ul><ul><li>2009 / 2010 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fazer da Informática Educativa uma referência Nacional </li></ul></ul><ul><ul><li>2011 / 2012 </li></ul></ul><ul><ul><li>Fazer da Informática Educativa uma Referência Internacional </li></ul></ul>

×