Proposta de arquitetura para coleta e disponibilização de informações públicas                           sobre compras gov...
que uma analise exploratória mais completa seja feitasobre essas informações;                                             ...
contratação, em meio eletrônico, no portal de Compras                Em suma, para um trabalho de análise descritiva oudo ...
produz um ou mais artefatos que servirão ao propósito                pregões. O primeiro módulo possui a funçãode document...
- recuperar informações sobre pregões (função Parser):O funcionamento de cada um dos módulos da solução                   ...
Como não há padrão de armazenamento ou disposição                    Como proposta de trabalhos futuros, sugere-se a:de el...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Proposta de arquitetura para coleta e disponibilização de informações públicas sobre compras governamentais

360 views

Published on

Artigo apresentado na Décima Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática: CISCI 2011.


Published in: Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
360
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Proposta de arquitetura para coleta e disponibilização de informações públicas sobre compras governamentais

  1. 1. Proposta de arquitetura para coleta e disponibilização de informações públicas sobre compras governamentais Eduardo Amadeu Dutra Moresi moresi@ucb.br Universidade Católica de Brasília QS 07 – Lote – EPCT - 71966-700 – Brasília – DF – Brasil e Wesley Vaz Silva wvaz@ucb.br Universidade Católica de Brasília QS 07 – Lote – EPCT - 71966-700 – Brasília – DF – Brasil e Gilson Libório de Oliveira Mendes liborio@cgu.gov.br Controladoria-Geral da União SAS Quadra 01 - Bloco A – Sala 727 – 70070-905 - Brasília - DF - Brasil RESUMO Com a informatização do processo de compras governamentais e a criação da modalidade de licitaçãoCom o crescente aumento da informatização do denominada pregão, o processo de contratação de bensprocesso de compras governamentais, vem e serviços passou a ser mais eficiente e efetivo.aumentando a demanda de informações consolidadaspor parte dos usuários especialistas. O Portal Um ponto positivo da informatização do processo deComprasnet, uma das ferramentas utilizadas na compras é o de que a implantação dos controles legaisautomação das licitações públicas, expõe em um software tende a diminuir os problemaspublicamente informações úteis para o acesso ao associados à fraudes e irregularidades nas licitações,cidadão e aos usuários especialistas. Entretanto, esses configurando outro fator positivo relacionado ao usodados estão disponíveis isoladamente, o que dificulta intensivo da tecnologia da informação nessa área.sua análise de maneira agregada e inter-relacionada e Esses controles, entretanto, não são suficientes paratorna inviável a análise exploratória e descritiva dessas eliminar quaisquer chances de problemas nasinformações por parte dos especialistas. Esse trabalho licitações públicas e, em virtude disso, o papel dotem como objetivo propor uma arquitetura funcional controle assume grande relevância no intuito de aferirque permita coletar e disponibilizar, aos usuários o cumprimento das normas por parte dos agentesespecialistas, as informações públicas sobre compras públicosgovernamentais constantes do Portal Comprasnet,viabilizando a produção de conhecimento útil sobre o No entanto, a capacidade dos profissionais do controleassunto e a eventual automatização de sua análise. (auditores e analistas) em acompanhar e verificar a legalidade e legitimidade dos procedimentosPalavras-chave: compras governamentais; coleta e licitatórios cresce em taxa inferior ao aumento doanálise de informações públicas; descoberta de volume de aquisições efetuadas pelo governo Federal.conhecimento em bancos de dados; CRISP-DM. Isso faz com o que o trabalho do controle tenha que se adaptar à essa nova realidade, estabelecendo 1. INTRODUÇÃO mecanismos mais dinâmicos de verificação do cumprimento das normas por parte dos agentesAtualmente, o Estado brasileiro exerce um papel de públicos.grande importância na economia nacional. Sejafomentando novas ações, estabelecendo ajustes fiscais Embora os sistemas de compras públicas tenhame controlando o papel da moeda, boa parte das evoluído bastante desde a sua criação, os seguintesdecisões que afetam o ambiente econômico nacional óbices ainda permanecem:passa pela égide das leis e da discricionariedade dos - interfaces públicas de consulta a esses sistemasatores políticos à época. disponibilizam, por exemplo, somente informações específicas sobre licitações em um órgão ou unidadeUma das principais afirmações do estado sobre a administrativa, não permitindo uma analise conjuntaeconomia se dá em relação aos seus dispêndios em de licitações com determinadas características;contratações de bens e serviços. De certo, isso tem um - respostas obtidas por meio das interfaces de consultagrande impacto sobre as empresas nacionais, são complexas e de difícil entendimento, fazendo comenvolvendo grande quantidade de recursos financeiros.Décima Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática: CISCI 2011 – 19 a 22 de Julio de 2011 – Orlando – FL ~ EE.UU.
  2. 2. que uma analise exploratória mais completa seja feitasobre essas informações; Dos princípios por ela abordados, destaca-se no- impossibilidade de análise conjunta entre âmbito deste trabalho o da publicidade. O art. 16 daprocedimentos licitatórios provenientes de duas referida Lei afirma que será dada publicidade daconsultas distintas, o que impede uma analise. relação de compras feita pela Administração Pública mensalmente, em órgão de divulgação oficial (DiárioPortanto, esse trabalho considera relevante o problema Oficial da União) ou em quadro de avisos de amplode disponibilizar, para a análise de profissionais de acesso público, e maneira a identificar o bemcontrole, as informações referentes às compras comprado, a quantidade adquirida, o preço unitário ogovernamentais efetuadas por órgãos da nome do vendedor e o valor total da operação,Administração Pública Federal direta e indireta por resguardadas as exceções previstas em lei.meio do Portal de Compras do Governo Federal -Comprasnet [1]. O objetivo geral é apresentar uma Outros dispositivos da lei associados ao princípio daarquitetura de informação que contemple as publicidade podem ser encontrados nos art. 20 incisofuncionalidades de coleta, tratamento e III, art. 20 § 4°, art. 40 § 1°, art. 15 e art. 26. Da leituradisponibilização das informações sobre despesas da desses dispositivos, é fácil constatar que a publicidadeAdministração Pública Federal, disponíveis por meio deverá ser dada aos interessados na referida compra e,do acesso livre ao Portal Comprasnet. em virtude da publicação em instrumento oficial, a todos os cidadãos.2. REFERENCIAL TEÓRICO Com a evolução administrativa da máquina2.1. Compras governamentais governamental, a necessidade de melhorar o processo de contratação de bens e serviços fomentou a criaçãoA Administração Pública brasileira é regida por de novos normativos associados ao tema, culminandoprincípios estabelecidos no arcabouço jurídico vigente com a publicação da Lei n° 10.520/2002 queno país. Desde a promulgação da Constituição Federal normatiza o pregão, uma nova modalidade de licitaçãode 1998, princípios gerais têm sido positivados em leis que estabelece uma espécie de leilão inverso para ae decretos que normatizam o funcionamento da aquisição de bens e serviços cujos padrões demáquina pública na intenção de que ela atinja os desempenho e qualidade possam ser objetivamenteobjetivos fundamentais estabelecidos para o Estado. especificadas por padrões de mercado (art. 1°). EssaDentre os vários princípios presentes no ordenamento lei descreve o processo de contratação dessajurídico vigente e, portanto, parâmetros jurídicos a modalidade, de modo que todos os passos possam serserem seguidos pelos administradores públicos, são cumpridos para licitações com essas características.prementes os da legalidade, impessoalidade,moralidade, pessoalidade e eficiências, todos extraídos Como esperado, deve ser dada publicidade àsde extensa doutrina e citados explicitamente no art. 37, atividades da fase externa das contratações por meiocaput da Constituição Federal [2]. do pregão. Diante disso, todos os elementos necessários para que as propostas dos eventuaisTodas as atividades executadas pelos agentes públicos participantes do pregão e acompanhamento pelano exercício da função pública devem se pautar pelos sociedade deverão ser divulgadas na imprensa oficial,princípios descritos no parágrafo anterior. Entretanto, conforme prevê o art. 4°, inciso I da Lei n° 10.520/02.não são os únicos. São inúmeras as atividadesprevistas para a administração pública, como a Em 2005 foi publicado o Decreto n° 5.450 [5], queelaboração de políticas públicas, administração de regulamenta a operação da modalidade pregão narecursos, execução de ações e projetos, elaboração de forma eletrônica para aquisição de bens e serviçosorçamento e administração de compras, para citar comuns. Com o advento desse decreto, foipoucas. Para cada atividade específica a ser realizada estabelecido ainda que as contratações na modalidadepor um agente público no exercício de outras funções, pregão para a administração direta, autárquica ehá uma base normativa própria que regulamenta de fundacional federais fosse feito obrigatoriamente demaneira singular as regras daquela função. Entre maneira eletrônica, por meio de um sistema queessas, destacam-se as Leis n. 8.666/93 [3] e 10520/02 promova a comunicação pela internet (art. 1° e 2° do[4] que abordam, respectivamente, as normas gerais Decreto). Tal sistema, segundo o normativo, deve sersobre contratações na Administração Pública e dotado de recursos de criptografia e de autenticaçãoregulamenta a modalidade de licitação pregão para que assegurem condições de garantir a segurança emaquisição de bens e serviços comuns. todas as etapas do certame (art. 2° § 3°).A Lei n. 8.666/93 estabelece normas gerais sobre Quanto aos princípios da publicidade e eficiência, olicitações e contratos administrativos pertinentes a Decreto n° 5.450 estabelece obrigações quanto àobras, serviços, inclusive de publicidade, compras, publicação de alguns elementos do processo licitatórioalienações e alocações no âmbito dos Poderes da e ao uso do sistema de pregão eletrônico. EstabeleceUnião, dos Estados, do Distrito Federal e dos que ao aderirem ao sistema de governo eletrônico doMunicípios [art. 1, Lei 8.666/93]. governo federal, disponibilizarão na integra o edital daDécima Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática: CISCI 2011 – 19 a 22 de Julio de 2011 – Orlando – FL ~ EE.UU.
  3. 3. contratação, em meio eletrônico, no portal de Compras Em suma, para um trabalho de análise descritiva oudo Governo Federal [1]. Mais que isso, o sistema de exploratória dos dados do Comprasnet, é necessáriocompras do governo federal foi concebido para que haja um esforço no sentido de tabular, formatar einformatizar o processo de pregão para os seus organizar os dados disponíveis para posteriorusuários. As regras de negócio previstas nas normas tratamento e obtenção de informação contextualizada.que regulamentam o processo são implementadas nosistema Comprasnet, o que o torna o sistema de Desse modo, entender e definir as atividadesinformação que automatiza os processos de pregão necessárias para transformar os dados sobre compraseletrônico. governamentais de interesse do analista em informação útil é tarefa primordial. Este trabalhoO Compranet tem a função de fornecer serviços aos descreve, na Seção , uma das metodologias utilizadasfornecedores que participam do processo de para organizar e documentar as atividades utilizadascontratação, como o pedido de inscrição no cadastro mais comumente no processo de descoberta dede fornecedores do Governo Federal, a obtenção de conhecimento, o CRISP-DM.editais e a participação em processos eletrônicos deaquisição de bens e contratação de serviços. 2.2. CRISP-DMAlém disso, constata-se que o número de contratações CRISP-DM é a abreviação de Cross Industrydivulgadas por meio do sistema Comprasnet cresce a Standard Process for Data Mining, que pode sercada ano. A Figura 1 ilustra a série histórica do traduzido como Processo Padrão Inter-Indústrias paranúmero de licitações divulgadas na imprensa oficial Mineração de Dados. É uma metodologia de(DOU - Diário Oficial da União) e as disponibilizadas mineração de dados baseada em um modelopelo Comprasnet. hierárquico de processos comumente usados na descoberta de conhecimento.Além dessas informações, estão disponíveis no PortalComprasnet várias informações ao cidadão, como: O método CRISP-DM [8] é baseado um processopregões em seus diversos estados (agendados, em cíclico de descoberta do conhecimento, conformeandamento, realizados, pendentes, revogados, mostrado na Figura 2. Sua natureza cíclica asseguraanulados, abandonados e internacionais com recursos que processos subseqüentes de descoberta dedo BID); atas de homologação do pregão; atas de conhecimento beneficiam a experiência e doregistro de preços; extratos de contratos; aviso de conhecimento adquiridos em processos anteriores.licitações (com download de Editais); certificadoSICAF; certidões negativas; e intenção de registro depreços.Figura 1 – Licitações Divulgadas pelo SIDEC -Sistema de Divulgação Eletrônica de Compras eContratações [6,7].Com a informatização do processo de contratação por Figura 2 - Fases do CRISP-DM [8].meio de pregão, especificamente aquele realizado naforma eletrônica, as informações podem ser facilmente O modelo contém fases, cada fase contém respectivasdisponibilizadas para acesso aos envolvidos na tarefas, e essas tarefas possuem relacionamentos entrecontratação e aos cidadãos, satisfazendo assim o si. Os relacionamentos entre as tarefas variam deprincipio da publicidade. No entanto, a simples acordo com os objetivos do processo de mineração, dodisponibilização das informações digitais na internet, interesse do usuário, do assunto tratado e dasembora seja de suma importância, não é suficiente características dos dados. Além disso, cada atividadepara análises mais complexas sobre os dados.Décima Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática: CISCI 2011 – 19 a 22 de Julio de 2011 – Orlando – FL ~ EE.UU.
  4. 4. produz um ou mais artefatos que servirão ao propósito pregões. O primeiro módulo possui a funçãode documentar a execução do processo de mineração. “Parâmetros”, responsável por obter todos os parâmetros informados pelo usuário, de acordo com aAs principais atividades de cada fase estão ilustradas a funcionalidade escolhida.seguir:- entendimento do negócio: determinação dos O segundo módulo, é o responsável pelaobjetivos do negócio, reconhecimento dos recursos implementação da regra de negócio de cadaenvolvidos e restrições, riscos e benefícios, funcionalidade, o que abrange basicamente gerardeterminação dos objetivos da mineração de dados e automaticamente as URLs (função GerarURLs) paraapresentação de um planejamento para o projeto; extração das informações e algoritmos de parser- entendimento dos dados: coleta/acesso aos dados, utilizados para cada tipo de informação extraídadescrição dos dados, exploração e análise dos dados, (função Parser) [9].verificação da qualidade dos dados;- preparação dos dados: preparação da base de dados aser trabalhada; seleção dos dados a serem analisados;limpeza, consolidação e atualização dos dados;- modelagem: seleção da técnica de modelagem epremissas relacionadas, geração do procedimento devalidação do modelo (qualidade), construção domodelo, entendimento e identificação da relevância domodelo;- avaliação: avaliação dos resultados sob a ótica donegócio, identificar fatores relacionados ao negócioque estejam impactando o modelo, revisão doprocesso, determinação dos próximos passos –prosseguir ou não; Figura 3 - Descrição da arquitetura proposta.- implantação: planejamento da apresentação epreparação para implementação, planejamento do Por fim, o terceiro módulo, responsável poracompanhamento/monitoração, relatório final e estabelecer conexões com o Portal Comprasnet para orevisão do projeto. download de páginas web. Nessa mesma camada, estão disponíveis as funções para o armazenamentoA próxima seção apresenta a arquitetura desenvolvida dos dados recuperados. A Figura 4 ilustra a divisãopara coleta automática de informações no Portal dos módulos dentro de cada camada.ComprasNet. 3. ARQUITETURA DA SOLUÇÃODiante do exposto nas seções anteriores, propõe-seuma arquitetura que, baseada nas definições previstasno CRISP-DM e dadas as características dos dadospúblicos de compras governamentais disponíveis paraanálise, permita atingir os objetivos do trabalho. Umasérie de requisitos dessa solução foram considerados,tendo em vista o tempo disponível para suaelaboração, o perfil dos profissionais utilizados, asferramentas computacionais disponíveis e ascaracterísticas das tecnologias utilizadas (linguagemde programação, sistema gerenciador de bancos dedados e sistema operacional).A arquitetura proposta para a solução, ilustrada naFigura 3, é composta de um extrator de informaçõesdo Portal Comprasnet, de um parser determinístico[10] para estruturar as informações sobre as atas depregões em formato HTML, um repositório de dados Figura 4 - Módulos e funções do softwaresemi-estruturado utilizado para armazenar asinformações extraídas do Comprasnet e uma interface No atual estágio de desenvolvimento do projeto, já édireta entre os usuários e o SGBD. possível analisar as informações sobre as atas de pregões cadastrados no Portal Comprasnet e os dadosO extrator e o parser foram desenvolvidos tanto para genéricos dos pregões em todas as situações previstascoletar as informações do Portal Comprasnet como (agendados, em andamento, realizados, pendentes,para estruturar as informações sobre as atas de revogados, anulados, abandonados e internacionais).Décima Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática: CISCI 2011 – 19 a 22 de Julio de 2011 – Orlando – FL ~ EE.UU.
  5. 5. - recuperar informações sobre pregões (função Parser):O funcionamento de cada um dos módulos da solução uma vez carregadas as informações sobre os pregões,depende, basicamente, dos parâmetros de entrada é necessário estruturar seu conteúdo de modo aassociados ao tipo de informação disponível a ser disponibilizá-lo de maneira organizada no repositóriotratada. Até o momento, foram consideradas duas de informações. É aplicado, portanto um parserclasses de informações: dados gerais sobre os pregões, diferente para cada tipo de pregão obtido. Em algunsem cada uma das situações possíveis; e as atas dos casos, inclusive, podem existir alguns links associadospregões finalizados. ao pregão, contendo informações adicionais. Neste caso, a solução busca acessar ao link, verificar se háOs passos necessários para obter dados sobre pregões padrão estabelecido nas informações presentes nosão semelhantes para cada estado do pregão. As arquivo HTML, processá-las e associá-las ao pregão aprincipais funcionalidades implementadas foram: que se referem;- receber os parâmetros do usuário (função - armazenar as informações no repositório (funçãoParâmetros): essa funcionalidade é simples, GravarDados): uma vez processadas pelo parser todasconsistindo em obter os parâmetros necessários para as informações de cada pregão, essas informações sãocomeçar a coletar as informações. Primeiramente, o armazenadas de maneira estruturada no repositório.usuário informa a situação do pregão que deseja No atual estágio do projeto, essas informações estãocoletar e a UF desejada; sendo armazenadas em arquivo em formato txt, de- buscar órgãos da UF informada (função modo a facilitar a futura transferência dessasGerarURLs): antes de começar a coletar as informações para um banco de dados relacional.informações gerais sobre os pregões, é necessárioconhecer todos os órgãos associados à UF informada Para a coleta de atas de pregão, o processo épelo usuário. Para isso, é obtida uma lista contendo semelhante ao descrito acima para os dados genéricostodos os órgãos cadastrados para a referida UF. Este sobre pregão. A principal diferença reside no fim doprocesso consiste em obter uma página HTML processo, em razão do armazenamento daspassando como parâmetro a UF informada e o tipo de informações em um banco de dados relacional.pregão. A página HTML coletada é simples e bemestruturada, contendo uma tag HTML de combo box De maneira similar, para o usuário obter uma ata decom todos os órgãos associados à UF. Diante disso, a pregão ele precisa informar em qual UF deseja buscarsolução obtém e armazena em memória as atas e em qual período a ata deve ser considerada.informações da página; Após a coleta de parâmetros do usuário, o sistema- buscar as informações de UASG (Unidades precisa coletar todos os órgãos e UASG da UFAdministrativas e Gestoras) para cada órgão informada. Após a coleta das informações dasrecuperado (função GerarURLs): com os órgãos todos UASGs, são pesquisadas, através de requisições paradisponíveis, é necessário obter as informações das URLs específicas, páginas que descrevem todos osUASGs para cada um dos órgãos associados à UF pregões associados àquela UASG. Com a página deinicialmente informada. Para tanto, é necessário resultados para a busca de atas, o algoritmo realizacoletar o arquivo contendo a lista de UASG para cada uma pesquisa para identificar se, diante dosum dos órgãos, de modo a analisá-lo e obter dele o parâmetros informados, existe alguma ata de pregão acódigo e descrição de cada UASG. Este processo será ser recuperada.repetido separadamente para cada órgão, com o intuitode montar uma lista com o conjunto de UASG de cada Caso o sistema identifique alguma ata de pregãoum dos órgãos associados à UF informada pelo disponível para download, este recupera ousuário; identificador único da ata e o submete a uma URL que- buscar os identificadores de pregões para cada permite o download das informações completas sobreUASG (função GerarURLs): é necessário gerar a URL a referida ata em formato HTML. O processo deque trás a página HTML contendo a lista de todos os armazenar as informações sobre atas é diferentepregões de uma determinada UASG. Este processo daquele utilizado para as informações gerais deserá repetido separadamente para cada UASG, visando pregões. O algoritmo de armazenamento dos dados demontar uma lista com o conjunto de pregões de cada atas de pregões é mais complexo, dado que a estruturauma das UASGs associadas os órgãos presentes à UF HTML desses arquivos é complexa e se alterainformada pelo usuário. Em seguida, é necessário e freqüentemente, de acordo com as características doanalisar tal arquivo de modo a recuperar as pregão. Diante disso, é necessário aplicar uminformações específicas de cada um dos pregões e algoritmo de parser não-determinístico sobre osestruturá-las visando o posterior armazenamento; arquivos obtidos para tratar essas informações. A- buscar as informações sobre pregões (função construção desse algoritmo demandou uma análiseGerarUrls): uma vez obtidas as informações dos minuciosa de uma amostra considerável de atas demódulos anteriores, basta acessar a URL informando pregões, de modo a tentar tratar a maior combinaçãoos parâmetros necessários para caracterizar cada possível de elementos para poder tratar uma populaçãopregão (UF, órgão, UASG e número do pregão). Esta cada vez maior de atas.URL é a mesma para todos os tipos de pregão excetopara pregões internacionais;Décima Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática: CISCI 2011 – 19 a 22 de Julio de 2011 – Orlando – FL ~ EE.UU.
  6. 6. Como não há padrão de armazenamento ou disposição Como proposta de trabalhos futuros, sugere-se a:de elementos para o caso em questão, a melhora do - melhoria dos algoritmos utilizados para o parser dealgoritmo de parser do arquivo HTML é iterativa para informações sobre atas de pregão;cada nova estrutura diferente identificada e codificada. - modelagem relacional dos elementos de dados geraisPara verificar a eficiência do parser, foi realizada uma do pregão para cada um dos seus tipos;verificação manual de uma amostra de 400 atas. Como - documentação detalhada dos passos executadosresultado, obteve-se uma taxa de sucesso na execução seguindo o estabelecido pelo CRISP-DM;desse parser em torno de 60%. - validação dos dados obtidos e tratados por meio da comparação com repositórios de referência;Conforme exposto acima, o armazenamento das - execução das fases de modelagem, avaliação einformações coletadas e tratadas difere-se em virtude implantação previstas no CRISP-DM, visandodo seu tipo. No caso dos dados genéricos sobre os finalizar o ciclo de descoberta de conhecimento parapregões, os dados são armazenados em arquivos txt os dados públicos sobre compras governamentais;para cada situação prevista. Para o caso das atas de - apresentação de resultados de forma gráfica visandopregões, os dados são armazenados em um banco de possibilitar ao cidadão comum a visualização e odados relacional estruturado. O objetivo é permitir entendimento das despesas governamentais.acesso aos usuários finais dessas informações pormeio de interfaces de SGBD, utilizando scripts SQL AGRADECIMENTOSou mesmo por meio de ferramentas OLAP, maisflexíveis e fáceis de operar. Esse trabalho é financiado pelo Escritório Sobre Drogas e Crime (UNODC/Nações Unidas) e pelaA opção por estruturar as informações das atas de Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federalpregões reside do fato de que esse documento resume (FAP-DF), sendo executado na Universidade Católicao maior número de informações possíveis sobre o de Brasília (UCB) em parceria com a Controladoria-pregão eletrônico que já foi finalizado. Diante disso, Geral da União (CGU).os dados presentes na ata de pregão caracterizam todoo processo de compra governamental segundo essa REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASmodalidade, desde a abertura das propostas até aadjudicação do resultado ao vencedor. [1] BRASIL. Comprasnet: Portal de Compras do Governo Federal. Disponível em:<Pela completude das informações, entende-se que a ata www.comprasnet.gov.br>. Acesso em: 17/04/2011.de pregão é um objeto interessante para a análise [2] BRASIL. Constituição da República Federativaexploratória tanto dos usuários leigos (como os do Brasil. Brasília: Imprensa Nacional. Diário Oficialcidadãos em geral) quanto para os auditores, que da União de 05 de outubro de 1988.buscam nas informações indícios de irregularidades ou [3] BRASIL. Lei Nr 8.666/93, de 21 de junho deimpropriedades no processo de compra. 1993. Brasília: Imprensa Nacional. Diário Oficial da União de 22 de junho de 1993. 4. CONCLUSÃO [4] BRASIL. Lei Nr 10.520, de 17 de julho de 2002. Brasília: Imprensa Nacional. Diário Oficial da UniãoEmbora o trabalho ainda esteja em andamento, ele já de 18 de julho de 2002.atingiu o objetivo geral proposto de coletar, tratar e [5] BRASIL. Decreto Nr 5.450, de 31 de maio dedisponibilizar as informações presentes no Portal 2005. Brasília: Imprensa Nacional. Diário Oficial daComprasnet. Contudo, foram encontradas dificuldades União de 01 de junho de 2005.devido à falta de padronização dos resultados [6] BRASIL. Licitações Divulgadas pelo SIDEC.presentes no Portal ComprasNet e ao número elevado Disponível em:de parâmetros em consultas para determinados tipos www.comprasnet.gov.br/ajuda/siasg/numeros/Graficode dados. Isso dificultou o mapeamento de todas as SIDEC.asp>. Acesso em:17/04/2011.informações extraídas do Portal para as respectivas [7] BRASIL. Sistema de Divulgação Eletrônica debases de dados relacionais associadas a cada assunto. Compras e Contratações - SIDEC: manual do usuário. Brasília: Ministério do Planejamento,De qualquer modo, a arquitetura de solução proposta, Orçamento e Gestão, 2005.embora ainda incompleta para contemplar todas [8] CHAPMAN, P.; CLINTON, J.; KERBER, R.;aquelas previstas no ciclo de vida de produção da KHABAZA, T.; REINARTZ, T.; SHEARER, C.;informação estratégica, disponibiliza elementos para WIRTH, R. CRISP-DM 1.0 - Step-by-step datacoleta, armazenamento e disponibilização das mining guide. The CRISP-DM Consortium, 2000.informações obtidas sobre pregões. Além disso, parte [9] LACROIX, Z. Web data retrieval and extraction.das atividades das fases de entendimento de negócio, Data & Knowledge Engineering, v. 44, n. 3, p.coleta e tratamento de dados, conforme prevê o 347-67, 2003.CRISP-DM são executadas e documentadas, o que [10] SENG, J-L; LAI, J. T. An Intelligent informationfacilita a continuidade da implantação das outras fases segmentation approach to extract financial data forque completem o ciclo de descoberta de conhecimento business valuation. Expert Systems withpara os dados públicos de compras governamentais. Applications.v. 37, n. 9, p. 6515-30, 2010.Décima Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática: CISCI 2011 – 19 a 22 de Julio de 2011 – Orlando – FL ~ EE.UU.

×