Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Propaganda Política Brasileira 2010 - Ana Paula Cavalcante

Trabalho apresentado durante o 2º semestre de 2010 para a disciplina "Teoria da Comunicação" ministrada pela Profª Drª Tânia Callegaro. Autor: Ana Paula Cavalcante.

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Propaganda Política Brasileira 2010 - Ana Paula Cavalcante

  1. 1. FESPSP - FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO FaBCI - Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação Disciplina: Teoria da Comunicação – Profª. Tânia Callegaro Aluna: Ana Paula Cavalcante - 4º semestre – set./2010 “Propaganda política brasileira - 2010” Novamente em 2010 vemos o show que os candidatos dão nos meios de comunicação, principalmente na TV, com intuito de ganhar nossos votos. Como exemplos dessa persuasão dos candidatos, destacamos as seguintes campanhas. Em primeiro lugar, a campanha dos candidatos a deputado do PSDB. É interessante notar como o discurso de todos está alinhado, transmitindo uma mensagem única referente a alguma notícia que atinja o partido, juntamente com suas propostas individuais; exemplo disso são seus posicionamentos frente às notícias sobre a quebra do sigilo fiscal da filha do candidato José Serra, bem como o destaque as faltas dos candidatos da oposição às votações no Congresso. O texto básico de todos com relação aos temas é o seguinte: “Não podemos permitir a invasão da privacidade dos brasileiros...” e “não irei faltar às seções de votação das leis e orçamentos...”, ou seja, utilizam o mecanismo de repetição para convencer o eleitor. Em seguida, podemos estacar a campanha do candidato ao governo de São Paulo, Aloísio Mercadante. Em rebate as críticas da oposição quanto a sua ausência em votações para liberação de verbas para o metrô de São Paulo, Mercadante afirma que são mentiras, mostrando imagens da TV Senado nos dias indicados como faltas. Além desse recurso o candidato ainda ressalta que sua relação com o governo federal continuará forte com a possível eleição para presidência da candidata do PT, dando a entender que não faltarão os recursos necessários para a expansão do transporte metroviário em São Paulo. Por fim, vale ressaltar a enxurrada de “candidatos artistas” a cargos parlamentares, com destaque para o candidato Tiririca. Com pérolas do tipo “pior do que está não fica” o candidato vem conseguindo subir nas pesquisas o que demonstra que a estratégia de usar sua figura conhecida, principalmente entre o público das classes C e D tem funcionado. Por incrível que pareça, os eleitores se
  2. 2. identificam com a figura digamos carismática do comediante, sem, no entanto levar em consideração a importância do cargo para o qual o mesmo se candidata. A partir desses exemplos vemos que muitas são as estratégias de comunicação dos candidatos a cargos públicos, cada uma voltada para um seguimento da sociedade, agora é aguardar os resultados da eleição para ver aquela com melhor desempenho.

    Be the first to comment

    Login to see the comments

Trabalho apresentado durante o 2º semestre de 2010 para a disciplina "Teoria da Comunicação" ministrada pela Profª Drª Tânia Callegaro. Autor: Ana Paula Cavalcante.

Views

Total views

1,492

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

6

Actions

Downloads

2

Shares

0

Comments

0

Likes

0

×