Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

papacárie

6,241 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

papacárie

  1. 1. Universidade Estadual do Piauí – UESPIREMOÇÃO QUÍMICA-MECÂNICA DA CÁRIEDENTÁRIA ATRAVÉS DO GEL PAPACÁRIE Autora e Apresentadora: Monalisa Paiva Co-autores: Lucas Fortes e Robson Sousa Orientadora: Prof ª Cínthia Linhares Parnaíba – 2010
  2. 2. INTRODUÇÃOOdontologia Contemporânea: MURDO CHKINCH; MCLEAN, 2003.
  3. 3. INTRODUÇÃO• A maioria dos pacientes considera a experiência de ir aodentista extremamente desagradável. KAKABOURA et. al 2003
  4. 4. INTRODUÇÃOCriança apreensiva. Disponível em:<http://contentportal.istoe.com.br/istoeimagens/imagens/mi_11592764963182599.jpg>. Acesso:05 out 2010.
  5. 5. INTRODUÇÃORemoção química-mecânica da cárie: método pelo qual umagente químico é colocado na cavidade causada pela lesão cariosapara auxiliar na instrumentação manual e remoção da dentinainfectada. BIANCHI et al., 1989.
  6. 6. INTRODUÇÃO• Em 2003 foi desenvolvido pela Profª Drª Sandra Kalil Bussadori, um gel a base de papaína, cloramina e azul de toluidina, denominado, Papacárie®.• Apresentação:- forma de gel, estando disponível em seringas de 3 ml de solução. Apresentação do Papacárie. Disponível em: <http://www.actaodontologica.com/ediciones/200 5/2/images/276/image1.jpg>. Acesso: 05 out 2010. BUSSADORI et al., 2003.
  7. 7. INTRODUÇÃO• Ação bactericida, bacteriostática e antiinflamatória;• É biocompatível;• Produto registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). SILVA et al., 2003.
  8. 8. INTRODUÇÃO • As propriedades desse gel são atraentes, especialmente no atendimento infantil por reduzir as frequentes fobias ao tratamento odontológico. CAJAZEIRA; MIASATO, 2005.Criança no consultório odontológico. Disponível em:<http://www.clinicaamai.com.br/blog_imagens/foto15.jpg>. Acesso: 05out 2010.
  9. 9. OBJETIVOS• Apresentar as características deste material;• Descrever a técnica de utilização do mesmo em pacientesodontopediátricos, demonstrando seu protocolo de utilização.
  10. 10. REVISÃO DE LITERATURARemoção química-mecânica da cárie através do papacárie• Técnica baseada em mínima intervenção;• Salvar a estrutura dentária que pode ser cicatrizada. ERICSON et al., 1999.
  11. 11. REVISÃO DE LITERATURA COLÁGENO DESNATURALIZADO BACTÉRIAS DENTINA INFECTADA DENTINA AFETADA COLÁGENO NÃO DESNATURALIZADO NÃO HÁ BACTÉRIAS FLINDST, 1983.
  12. 12. REVISÃO DE LITERATURADentina. Disponível em:<http://cosmo.uol.com.br/multimidia/imagens/2010%5C01%5C01%5C44326151738G.jpg>. Acesso: 05 out 2010.
  13. 13. REVISÃO DE LITERATURAFinalidades:•Remover dentina infectada quimiomecanicamente;•Manter a dentina afetada selando a cavidade com material quepromova remineralização. PORTO et al, 2001.
  14. 14. REVISÃO DE LITERATURA Técnica: 1. Diagnóstico; SILVA et al., 2004.Extensas lesões cariosas nos elementos 64 e 65. Disponívelem: <http://www.scielo.org.ve/img/fbpe/aov/v43n2/Figura%202.jpg>. Acesso: 05 out 2010.
  15. 15. REVISÃO DE LITERATURATécnica:Não há necessidade de anestesia local;2. Isolamento relativo;3. Limpeza da cavidade. SILVA et al., 2004
  16. 16. REVISÃO DE LITERATURA Técnica: 4. Aplicação do gel na cavidade, deixando-o agir por aproximadamente 30 segundos em cáries mais agudas e de 40 a 60 segundos em cáries crônicas.Aplicação do gel nas cavidades. Disponível em:<http://www.scielo.org.ve/img/fbpe/aov/v43n2/Figura%203.jpg>. Acesso: 05 out 2010. SILVA et al., 2004.
  17. 17. REVISÃO DE LITERATURATécnica:5. Remoção do tecido cariado com curetas de dentina sem corte,ou com a porção contrária da cureta, fazendo uma raspagem dotecido degradado pelo gel. SILVA et al., 2004.Remoção do tecido infectado. Disponível em: <http://www.scielo.org.ve/img/fbpe/aov/v43n2/Figura%204.jpg>.Acesso: 05 out 2010.
  18. 18. REVISÃO DE LITERATURA Técnica: 6.Reaplicar o gel, caso seja necessário; • Nenhum sinal de tecido amolecido ou raspas de dentina indicam o fim da curetagem; • O aspecto vítreo da cavidade representa a remoção de todo tecido cariado; SILVA et al., 2004.Aspecto vítreo das cavidades. Disponível em:<http://www.scielo.org.ve/img/fbpe/aov/v43n2/Figura%206.jpg>. Acesso:05 out 2010.
  19. 19. REVISÃO DE LITERATURATécnica:7.Realizar a restauração com um material restaurador quepromova remineralização da dentina remanescente. SILVA et al., 2004. Restauração com cimento de ionômero de vidro convencional. Disponível em: <http://www.scielo.org.ve/img/fbpe/aov/v43n2/Figura %207.jpg>. Acesso: 05 out 2010.
  20. 20. REVISÃO DE LITERATURA VANTAGENS• Seletividade;• Eficácia;• Dispensa o uso de anestesia e instrumentos rotatórios;• Baixo custo. CASTRO et al., 2005.
  21. 21. REVISÃO DE LITERATURA INDICAÇÕES CONTRA-INDICAÇÕES• Cáries dentinárias; • Cavidades com polpa exposta;• Acessibilidade; • História de dor;• Ausência de fístulas ou sintomas pulpares. • Fístulas, abscessos ou cicatrizes de fístulas; • Inacessibilidade. PINKHAN, 2004.
  22. 22. REVISÃO DE LITERATURACASO CLÍNICO – DENTE 47 Radiografia inicial EVRARD; KAVALIOU; BUSSADORI, 2006.
  23. 23. REVISÃO DE LITERATURAAspecto clínico da lesão antes e depois do tratamento deremoção química-mecânica com o gel Papacárie erestauração com Ionômero de vidro. EVRARD; KAVALIOU; BUSSADORI, 2006.
  24. 24. REVISÃO DE LITERATURAControle radiográfico Controle clínico EVRARD; KAVALIOU; BUSSADORI, 2006.
  25. 25. REVISÃO DE LITERATURAControle radiográfico Controle clínico EVRARD; KAVALIOU; BUSSADORI, 2006.
  26. 26. CONSIDERAÇÕES FINAIS•O Papacárie® é um produto eficiente na remoção de tecidocariado. Alia praticidade, facilidade de utilização e baixo custo, enão requer o uso de anestesia local;•Sua efetividade a nível de saúde pública está comprovada;•A nível individual, é efetivo em pacientes odontopediátricos e depouca tolerância a tratamentos complexos;•É um procedimento simples, mas não pode ser realizado comnegligência.
  27. 27. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS GUEDES, C. C.; ALDRIGUI, J. M.; MARTINS, M. D.; FERNANDESK. S. P.; BUSSADORI, S. K. Remoção química e mecânica da lesão de cárie em dente hipoplásico utilizando-se gel à base de papaína Papacárie: relato de caso clínico. Conscientiae Saúde, anõ/vol. 5 Universidade Nove de Julho São Paulo, Brasil pp. 59-65. 2006 HONÓRIO,H. M.; RIOS, D.; BRESCIANI, E.; SAKAI, V.T.; MACHADO, M. A A M. Aspectos clínicos da utilização do gel de papaína e cloramina na remoção da cárie dentária. RFO, v. 14, n. 1, p. 61-65, janeiro/abril 2009. PACHECO, G. L. L.; SANTOS, S. S. F.; JORGE, A. O. C.; BUSSADORI, S. K.; REGO, M. A. Avaliação da ação antimicrobiana in vitro de dois sistemas de remoção química da cárie sobre Streptococcumutans e Lactobacillus acidophilus. Rev. biociên., Taubaté, v.11, n. 1-2, p. 39-45, jan,/jun. 2005. PEREIRA, S. A.; SILVA, L. R.; MOTTA, L. J.; BUSSADORI, ª K. Remoção químico Mecânica de Cárie por Meio do Gel Papacárie®. RGO. 52 (5):385-388 nov/dez. 2004. SILVA, L. R.; MOTTA, L. J.; REDA, S. H.; FAÇANHA, R. A.; BUSSADORI, S. K. Papacárie®: um novo sistema para a remoção química e mecânica do tecido cariado: relato de caso clínico. Rev Paul Odontol;26(6): 4-8, nov.-dez. 2004. ilus. TEITELBAUM, A. P.; MARTINS, G. C.; CASTILHO, A. L.; GIOVANI, E. M.; CZLUSNIAK, G. D.; WAMBIER, D. S. Remoção química-mecânica da cárie dentária com o gel Papacárie® – relato de caso clínico. Rev Inst Ciênc Saúde. 2009;27(1):86-9.
  28. 28. Agradecida!

×