Modalizadores gqm 26_04

3,275 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Modalizadores gqm 26_04

  1. 1. Prof.ª Bianca Nóbrega.
  2. 2.  A modalização é considerada a maneira que oemissor se expressa em relação ao conteúdoda frase, ao grau de verdade existente nela.Advérbios, certos verbos e também algumascategorias gramaticais como substantivospodem contribuir para modalizar o discurso.
  3. 3.  Atente aos discursos:“O Brasil terá crescimento inferior ao esperadonos próximos semestres devido à crise noexterior”“É possível que o Brasil tenha crescimentoinferior ao esperado nos próximos semestresdevido à crise no exterior”
  4. 4. “O Brasil terá crescimento inferior ao esperadonos próximos semestres devido à crise noexterior”Neste caso, o autor se responsabiliza pelaafirmação e, caso sua ideia seja rebatida poroutros especialistas terá de sustentar suaopinião.
  5. 5. “É possível que o Brasil tenha crescimento inferiorao esperado nos próximos semestres devido àcrise no exterior”Neste caso, o autor apenas faz uma previsão, ouseja, não afirma concretamente, não assume aresponsabilidade do erro da previsão. Embora sejatambém uma afirmação e tenha a sua análise, éuma maneira mais segura de afirmar.
  6. 6.  Atente aos discursos:“A empresa teve uma queda de rendimentoneste último trimestre.”“Lamentavelmente, a empresa teve umaqueda de rendimento neste último trimestre”
  7. 7.  Quando o autor acrescenta o modalizador“lamentavelmente” ele aplica um juízo devalor em sua fala, ou seja, ele deixa de apenasdeclarar algo para avaliar aquela situação. Isso quer dizer que os modalizadores indicama relação entre o autor e a sua fala.
  8. 8.  Modalizações Lógicas; Modalizações Deônticas; ModalizaçõesApreciativas;
  9. 9.  Princípio de possibilidade e certeza:É possível que Tenho certeza que Talvez É impossível queÉ certo que É provável que É claro que Isso deve
  10. 10.  Princípio de permissão e obrigação:Você pode Você tem que Eu preciso Você deveriaVocê deve Eu te aconselho Eu sugiro que É preciso que
  11. 11.  Princípio de análise e julgamento:Felizmente Pena que Lamentavelmente Ainda bem queEstranhamente Fielmente Curiosamente Tristemente
  12. 12. No texto a seguir, identifique os modalizadoresdo texto, apontando se eles são apreciativos,deônticos ou lógicos.se um texto apresenta um maiornúmero de modalizadores apreciativos de julgamento,que efeito isso pode provocar no texto?E se um texto apresenta um grande número demodalizadores lógicos de certeza? Qual é a intençãodo autor com esse recurso?
  13. 13. Como escândalo pouco é bobagem, eis que o país se vênovamente às voltas com a falta de ética e atos indecorosos decorrupção (ativa, passiva, seja como for).O certo é que a descoberta das relações muito perigosas entreum senador da República e um contraventor (travestido de empresário),infelizmente mostra como funciona os bastidores políticos na capitalfederal. E é provável que esta CPI vá descer fundo nessa cachoeira.Ao que tudo indica, há um verdadeiro balcão de negóciosinstalado nos corredores políticos federais, em defesa de interessespessoais. É impressionante como os políticos menosprezam os valoreséticos e desconhecem limites para seus devaneios, sem pensarem nasconsequências que tais atos geram para o povo, que está esperando pormelhora na saúde, na educação e tantos outros setores.
  14. 14. É absurdo que um senador, como o ex-Demo Demóstenes Torres,acreditasse cegamente na farsa que criou para si, utilizando duas caraspara o mesmo personagem (e olha que isso não é novela).Enquanto isso, o povo brasileiro mostra sua cara (que é única) eseu valor, trabalhando duro, pagando impostos, se virando nos trinta,em grandes centros ou em cidades pequenas e sem direito a altíssimossalários, verbas indenizatórias, auxílio paletó e tantas outras mordomiasque servem aos senhores políticos.Não dá para entender mesmo essa matemática e a falta dejustiça é evidente. Para o povo, a justiça não passa de uma cachoeira deilusões.
  15. 15. Os professores, por exemplo, formam uma categoria que não apenasmerece, mas necessita receber salários dignos para permanecer na carreira,porque senão logo mais não restarão mais mestres motivados a continuar atuandoem salas de aula, onde muitas vezes são agredidos e desrespeitados. Mas odesânimo toma conta desses profissionais, pouco esperam da justiça.Foi-se o tempo, infelizmente, em que os amados mestres eram valorizadospor toda a sociedade. Hoje, muito pelo contrário, a categoria vive numa selva depedra. E bem diferente daquela de Janete Clair.Mas, voltando a Brasília, caro leitor, onde nada se perde tudo se multiplicae muito se negocia, todos estão em polvorosa com os acontecimentos e asociedade está atenta à necessidade de dar um basta na corrupção e nos corruptosque se beneficiam com o dinheiro público em detrimento dos interesses coletivos.E nada como uma CPI para revelar a verdade dos fatos. É isso aí, podeesperar, então. Lá vem o Brasil descendo a cachoeira.LiliCavalcantiDisponível em: http://dicagratuita.blogspot.com.br/ - 30/04/2012
  16. 16. Como escândalo pouco é bobagem, eis que o país se vênovamente às voltas com a falta de ética e atos indecorosos decorrupção (ativa, passiva, seja como for).O certo é que a descoberta das relações muito perigosas entreum senador da República e um contraventor (travestido de empresário),infelizmente mostra como funciona os bastidores políticos na capitalfederal. E é provável que esta CPI vá descer fundo nessa cachoeira.Ao que tudo indica, há um verdadeiro balcão de negóciosinstalado nos corredores políticos federais, em defesa de interessespessoais. É impressionante como os políticos menosprezam os valoreséticos e desconhecem limites para seus devaneios, sem pensarem nasconsequências que tais atos geram para o povo, que está esperando pormelhora na saúde, na educação e tantos outros setores.
  17. 17. É absurdo, ainda, que um senador, como o ex-DemoDemóstenes Torres, acreditasse cegamente na farsa que criou para si,utilizando duas caras para o mesmo personagem (e olha que isso não énovela).Enquanto isso, o povo brasileiro felizmente mostra sua cara (queé única) e seu valor, trabalhando duro, pagando impostos, se virandonos trinta, em grandes centros ou em cidades pequenas e sem direito aaltíssimos salários, verbas indenizatórias, auxílio paletó e tantas outrasmordomias que servem aos senhores políticos.Não dá para entender mesmo essa matemática e a falta dejustiça é evidente. Para o povo, a justiça não passa de uma cachoeira deilusões.
  18. 18. Os professores, por exemplo, formam uma categoria que não apenasmerece, mas necessita receber salários dignos para permanecer na carreira,porque senão logo mais não restarão mais mestres motivados a continuar atuandoem salas de aula, onde muitas vezes são agredidos e desrespeitados. Mas odesânimo toma conta desses profissionais, pouco esperam da justiça.Foi-se o tempo, infelizmente, em que os amados mestres eramvalorizados por toda a sociedade. Hoje, muito pelo contrário, a categoria vivenuma selva de pedra. E bem diferente daquela de Janete Clair.Mas, voltando a Brasília, caro leitor, onde nada se perde tudo se multiplicae muito se negocia, todos estão em polvorosa com os acontecimentos e asociedade está atenta à necessidade de dar um basta na corrupção e nos corruptosque se beneficiam com o dinheiro público em detrimento dos interesses coletivos.E nada como uma CPI para revelar a verdade dos fatos. É isso aí, podeesperar, então. Lá vem o Brasil descendo a cachoeira.LiliCavalcantiDisponível em: http://dicagratuita.blogspot.com.br/ - 30/04/2012

×