Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Reunião com mercado de capitais apimec - sp

734 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Reunião com mercado de capitais apimec - sp

  1. 1. Reunião APIMEC | 24-11-2008 MMX Avança no Avança Desenvolvimento das Operações Operações
  2. 2. Disclaimer Esta apresentação contém algumas afirmações e informações prospectivas relacionadas a Companhia que refletem a atual visão e/ou expectativas da Companhia e de sua administração a respeito de seu plano de negócios. Afirmações prospectivas incluem, entre outras, todas as afirmações que denotam previsão, projeção, indicam ou implicam resultados, performance ou realizações futuras, podendo conter palavras como "acreditar", "prever", "esperar", "contemplar", "provavelmente resultará" ou outras palavras ou expressões de acepção semelhante. Tais afirmações estão sujeitas a uma série de expressivos riscos, incertezas e premissas. Advertimos que diversos fatores importantes podem fazer com que os resultados reais divirjam de maneira relevante dos planos, objetivos, expectativas, estimativas e intenções expressos nesta apresentação. Em nenhuma hipótese a Companhia ou suas subsidiárias, seus conselheiros, diretores, representantes ou empregados serão responsáveis perante quaisquer terceiros (inclusive investidores) por decisões ou atos de investimento ou negócios tomados com base nas informações e afirmações constantes desta apresentação, e tampouco por danos conseqüentes, indiretos ou semelhantes. A Companhia não tem intenção de fornecer aos eventuais detentores de ações uma revisão das afirmações prospectivas ou análise das diferenças entre as afirmações prospectivas e os resultados reais. Esta apresentação e seu teor constituem informação de propriedade da Companhia, não podendo ser reproduzidos ou divulgados no todo ou em parte sem a sua prévia anuência por escrito. Relações com Investidores Nelson Guitti – Diretor de Relações com Investidores Marilia Botelho – Gerente Priscylla Setimi - Analista Tel. 55 21 2555-5634 / 5558/ 5563 ri@mmx.com.br http://www.mmx.com.br/ri
  3. 3. A Nova MMX
  4. 4. Estrutura Societária Acionistas Controladores Free Float 67,3% 32,7% 70% 100% 100% 100% MMX Corumbá MMX Corumbá MMX Metálicos MMX Metálicos Minera MMXSistema Corumbá MMX Sudeste MMX Sudeste MMX Sudeste Mineração Mineração Corumbá Corumbá de Chile 30% Centennial Asset Corumbá 100% 100% 100% Bom Sucesso Bom Sucesso AVG AVG Minerminas Minerminas Sistema Sudeste Bom Sucesso Projetos Greenfield implementados pela MMX: Sistema Corumbá start-up em 2005 (Mineração) e 2007 (Metálicos); Bom Sucesso start-up previsto para 2012. Ativos adquiridos pela MMX (AVG: dez-07; Minerminas: jan-08) 4
  5. 5. AtivosA MMX S.A. é o veículo exclusivo de investimento em mineração e metálicos do grupo EBX, focandona ampliação da capacidade de produção através de crescimento orgânico e novos negócios. Sistema MMX Corumbá Minério de Ferro: 6,3 Mtpa Ferro Gusa: 0,4 Mtpa MMX Sudeste Programa Florestal: 34.000 hectares de MMX Sudeste floresta de eucalipto. Uso de carvão próprio a Minério de Ferro: 33,7 Mpta partir de 2017. Opção de 50% no capital de pelotizadora no porto do Açu; Royalties sobre operação da Minera MMX de Chile MMX Minas-Rio Novos negócios Royalties sobre a operação do Sistema Amapá 5
  6. 6. Management Eike Batista Eike Batista CEO & Presidente do CEO & Presidente do Conselho de Adminsitração Conselho de Adminsitração 1 1 Joaquim Martino Joaquim Martino Diretor Geral Diretor Geral 2 2 3 3 4 4 Vitor Feitosa Vitor Feitosa Chequer Bou- Chequer Bou- Nelson Guitti Nelson Guitti Diretor de Operações Diretor de Operações Habib CFO e Diretor de CFO e Diretor de Habib Relações com Relações com Diretor Comercial Diretor Comercial Investidores Investidores11 Joaquim Martino: Ex - Diretor de Pelotização e Metálicos, ex - Diretor da Mina de Carajas e do Porto de Ponta da Madeira (VALE), ex - Superintendente da Mina de Casa de Pedra (CSN) e ex - Diretor de Mineração da MMX – 27 anos de experiência22 Vitor Feitosa: Ex - Coordenador de Geologia, ex - Diretor de Operações e ex - Gerente Geral de Desenvolvimento Sustentável da SAMARCO – 24 anos de experiência33 Chequer Bou-Habib: Ex - Diretor de Vendas e Administração da VALE em Bruxelas, ex - Presidente da SAMITRI, ex - Presidente da FERTECO, ex - CEO da GIIC (subsidiária da VALE), ex - Diretor Geral da AVG Mineração (MMX) – 24 anos de experiência44 Nelson Guitti: Ex - Diretor Financeiro da BR DISTRIBUIDORA e ex - Diretor Executivo de Estratégia e Planejamento da GASPETRO – 20 anos de experiência 6
  7. 7. Mineração
  8. 8. A História de Crescimento Continua: 40 Mtpa de minério de ferro de alta qualidade Ramp-up de Produção 2008 – Plano de Negócios Nova MMX 40.0 38.4 Capacidade de Produção de 40 Mtpa 6.3 6.3 MMX Sudeste : 33.7 Mpta Corumbá MMX Corumbá : 6.3Mpta Sudeste 21.6 3.2 32.1 33.7 10.8 11.8 2.1 3.2 18.5 6.2 1.9 4.3 8.7 8.7 Alcançado 2008 2009 2010 2011 2012 2013 510 Capex Total 18 US$ 1,082 MM 267 Capacidade total instalada 253 16 492 11 de 10,8 Mtpa 251 241 42 11 11 - 31 - 2008 2009 2010 2011 2012 2013Taxa de câmbio média: US$ 2,12 8
  9. 9. Sistema SudesteSerra Azul & Bom Sucesso
  10. 10. MMX Sudeste: Produção (Mtpa) & Capex (US$MM) 33,7 32,1 Ramp-up de Produção O que a MMX está fazendo em 2008: está Bom Sucesso aquisição das mineradoras AVG e Minerminas; Serra Azul 17,4 17,4 implementação do 4º turno de trabalho; 18,5 renovação da frota de equipamentos e revamp da planta de beneficiamento; 8,7 8,7 construção da planta magnética – start-up em 30 Out, 18,5 16,3 4,3 14,7 2008; 8,7 8,7 4,3 engenharia básica (Fase I) e estudos ambientais para as Fases II e III. 2008 2009 2010 2011 2012 * 2013 PHASE I PHASE II PHASE III 492 Total Capex US$ 1,026 MM 251 362 241 MMX já alcançou capacidade 105 instalada de produção de 8.7 168 31 146 Mtpa SE I 130 11 FA DA 23 73 -11 L UÍ NC 2008 2009 2010 2011 2012 CO* Em 2012, com o start-up de Bom Sucesso, a antiga planta da AVG de 4Mtpa será descontinuada 9
  11. 11. Planta de Concentração Magnética Início em 30 de outubro de 2008 10
  12. 12. MMX Sudeste: Cronograma 2008 2009 2010 2011 2012 FASE I Construção da 8,7 Mtpa Planta: 2Mpta Fase I Concluída Engenharia detalhada Funding FASE II Procurement 18 Mtpa Licença de Implantação Licença de Operação Construção Engenharia básica FASE III Engenharia detalhada33,7 Mtpa Funding Procurement Licença de Implantação Licença de Operação Construção da planta: 17.4Mtpa Início 11
  13. 13. MMX Sudeste: Vendas Vendas até a conclusão da construção do Porto Sudeste da LLX, as vendas da MMX serão direcionadas preponderantemente ao mercado doméstico; continuamos buscando disponibilidade portuária para viabilizar exportações eventuais; 9% 29% 50% 100% 97% 97% 2011 91% 71% Início do Porto 50% Sudeste da LLX 3% 3% 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Domestic Exports com o início do funcionamento do Porto Sudeste da LLX, a MMX torna-se um player internacional; já em contato com siderúrgicas internacionais para teste de amostras de minério de ferro e desenvolvimento de relação a longo prazo. 12
  14. 14. MMX Sudeste: Logística Logística Transporte ferroviário - MRS : contrato válido até meados de 2011, cobrindo até 4 Mtpa ; atualmente em negociação para expandir a capacidade para 32 Mpta em 2012. Provisão no contrato para expansão da capacidade até 15 Mpta (com pré-aviso de 2 anos) aviso já dado Porto LLX Sudeste: Audiências Públicas irão ocorrer até o final de 2008 e espera-se que seja concedida a licença ambiental no 1T09 Contrato de serviços portuários já negociado. 13
  15. 15. Chile
  16. 16. Minério de Ferro no Chile: qualidade & logística 50 km da costa chilena aproximadamente 1.760 hectares Pellet Feed com alto teor de magnetita Patrícia Ferroviária existente (FERRONOR) 4 direitos minerários (2 aquisições e Bella opções de compra) USD 44,5 milhões (USD 26 milhões pagos) Fortuna- 2-ano de campanha de perfuração Fierro começando no 1T09 USD 17 milhões Testes preliminares realizados na planta piloto de Ouro Preto: Teatino -Fe: 67,50% s - SiO2: 2,5% - Al2O3: 0,85% - P: 0,015% 157
  17. 17. Logística: Puerto Punta Cachos EBX possui uma proriedade na região do Atacama com 240.000 ha Licenças para desenvolver as zonas urbanas, zonas industriais e portuárias Outorga de água Puerto Já garantidos: Punta Cachos 89ha de área premium (porto) 782 ha de retro-area Escalabilidade ilimitada para desenvolvimento de longo prazo Localizada próximo a outras minas Oportunidade para negócios industriais: Porto / Usina Termoelétrica 16
  18. 18. Sistema Corumbá Mineração
  19. 19. MMX Corumbá Mineração: Produção (Mpta) & Capex (US$ MM) Production Ramp-up 6,3 O que a MMX está fazendo em 2008: está conclusão da aquisição de direito minerário de NE & Rabicho Mine NE&Rabicho; 63 Mine 3,1 construção de uma nova rota de minério, reduzindo 3,2 3,2 transporte no interior da mina de 12,5 km para 2,5 km (reduz tempo e custos); 1,9 2,1 Construção de barragem de rejeitos; 3,2 3,2 3,2 implantação de jigue industrial (em testes) ; 1,9 2,1 novos direitos minerários em fase de registro. 2008 2009 2010 2011 2012 PHASE I PHASE II PHASE III Redução significativa dos custos: Total Capex US$ 56,4MM Expectativa de 35% de redução 18,2 15,9 3,8 11,5 10,8 MMX Corumbá anunciou a suspensão temporária das 18,2 atividades da mina de minério de ferro a partir do final de 10,8 12,1 11,5 novembro, devido à restrição da demanda, principalmente da planta de ferro gusa, seu principal cliente 2008 2009 2010 2011 18
  20. 20. MMX Corumbá: Vendas & Logística Logística O transporte é feito por barcaças pelo Rio Paraguai para entrega a clientes na América do Sul ou no Porto de Rosário, para exportação; Contratos de longo prazo com os operadores de barcaças locais e internacionais; Porto de Rosário na Argentina: navios Handymax Rota alternativa em análise: transporte ferroviário de Corumbá para Porto Sudeste. Vendas O único cliente no mercado interno é a planta de ferro gusa da MMX (25%) preço de mercado; MMX tem contratos de fornecimento de longo prazo – 5 anos, em média - com os tradicionais siderúrgicas sul-americanas e européias. 19
  21. 21. Metálicos
  22. 22. MMX Metálicos Corumbá: Produção (mil toneladas/ano) & Capex (US$MM) Ferro Gusa: Gusa: 2 altos-fornos (200 mil toneladas / ano cada), com plena MMX anunciou a suspensão da produção de ferro capacidade instalada ; gusa a partir do final de novembro, devido ao atual cenário econômico. A retomada das operações está parceria com fornecedores locais de carvão vegetal, condicionada à melhoria das condições econômicas visando à melhoria de técnicas de produção vegetal ; globais. Programa Florestal em andamento : auto-suficiência deverá ser alcançada em 2017 ; aquisição de florestas de pinus para agilizar a taxa de produção própria de carvão vegetal de florestas plantadas. Capex US$ 115,4MM Forestry Program Enhancement Current Plant 26 18 20 18 17 15 14 14 17 18 17 15 12 4 4 2008 2009 2010 2011 2012 2013 20
  23. 23. MMX Corumbá: caminhando para ser auto-suficiencia em biomassaCom o programa florestal iniciado em 2006, a MMX começará a usar carvão vegetal próprio,atingindo a auto-suficiência em 2017. Acquired Forests Área plantada: 2.928 hectares em 2008 (até Outubro) Ow n Forests Aproximadamente 3.5 milões de árvores plantadas em 2008 100% 32% 32% 28% 67% 67% 67% 25% 25% 25% 33% 3% 7% 7% 7% 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017A fim de acelerar a produção própria de carvão vegetal de florestas plantadas a MMX adquiriu aproximadamente 1 milhão de metroscúbicos de floresta plantada de pinos em Agosto 2008. Essa iniciativa irá garantir cerca de 25% da demanda de carvão vegetal durante ospróximos 3 anos. 21
  24. 24. 3T08
  25. 25. Highlights Produção total de minério de ferro alcançou 1,377 milhão de toneladas no trimestre, e 4,041 milhões no acumulado do ano; A Receita Bruta de minério de ferro foi de R$174 milhões, 54% superior ao período anterior; A produção de ferro-gusa registrou recorde em setembro - 28 mil toneladas – alcançando 70 mil toneladas no periodo, 13% superior ao trimestre anterior; No trimestre as vendas de ferro-gusa propiciaram a Receita Bruta de R$ 67,7 milhões; A MMX registrou Lucro Bruto de R$96,9 milhões no trimestre, acumulando R$179,6 milhões no ano; A MMX encerrou o trimestre com uma posição de caixa de R$240 milhões; A MMX Metálicos Corumbá adquiriu floresta plantada de pinus, no estado do Mato Grosso do Sul, cuja madeira será transformada em carvão vegetal, suprirá cerca de 25% da demanda da planta de ferro gusa da MMX Metálicos durante os anos de 2009, 2010 e 2011; A MMX iniciou o desenvolvimento de novos negócios no Chile, adquirindo 2 direitos minerários de minério de ferro e firmando contrato de opção para aquisição de outros dois direitos. 23
  26. 26. Produção e Vendas de Minério de Ferro Produção 4.041 Sudeste Corumbá • As vendas do Sistema Sudeste cresceram 47% em relação 2.695 ao trimestre anterior; 1.431 1.377 • A Receita Bruta de minério de ferro no trimestre foi de 1.232 R$174 milhões, 54% superior ao período anterior. 1.010 848 837 1.346 396 421 529 1T08 2T08 3T08 9M08• A MMX atingiu a produção de 4 milhões de toneladas de Vendasminério de ferro nos 9 primeiros meses do ano; 3.966• Neste trimestre, a MMX Sudeste produziu 16% a menos queno trimestre anterior, devido a parada programada de 70 dias Corumbá Sudestede uma de suas plantas de beneficiamento para 2.707repotenciamento. 1.657 1.271• O Sistema Corumbá produziu, no mesmo período, 26% a 1.038 1.180mais que no trimestre anterior, alcançando sucessivos 803 725 1.259recordes mensais de produção nos meses de julho e agosto. 314 468 477 1T08 2T08 3T08 9M08 24
  27. 27. Produção e Vendas de Ferro Gusa Produção 185 • Praticamente toda a venda de ferro-gusa destina-se ao mercado externo (97); 62 70 • As atividades da planta de ferro-gusa serão interrompidas 52 em novembro, como efeito da contração da demanda e da queda brusca dos preços. 1T08 2T08 3T08 9M08• A produção de ferro-gusa registrou recorde em setembro -28 mil toneladas – alcançando 70 mil toneladas no período,13% superior ao trimestre anterior; Vendas• No trimestre as vendas de ferro-gusa propiciaram a ReceitaBruta de R$ 67,7 milhões. 164 77 62 25 1T08 2T08 3T08 9M08 25
  28. 28. Resultado Financeiro e Resultado LíquidoO trimestre foi fortemente impactado pelo resultado das operações de hedge além da desvalorização cambial de 20%.Abaixo a abertura do Resultado Financeiro, em R$ mil: 1T08 2T08 3T08 9M08 Receita Financeira 25.422 35.566 19.511 80.500 Despesa Financeira (17.365) (28.533) (216.586) (262.484) Variação Cambial 8.534 59.763 (160.838) (92.541) 16.592 66.797 (357.914) (274.526)O prejuízo líquido de R$ 343 milhões no trimestre foi fortemente impactado pelo resultado financeiro negativo em R$ 358 milhões. 26
  29. 29. Caixa & Dívida 440 529 240 (501) (433) (493) (509) (441) (421) (690) (777) (1.227) Mar/08 Jun/08 Set/08 Pro-Forma Pro-Forma Caixa Aquisições Dívida Bruta Caixa LíquidoPerfil do Endividamento Jun-08 Set-08 melhora no perfil da dívida alongamento 24% renegociações em andamento 44% 56% 76% Circulante Longo Prazo 27
  30. 30. Obrigado! www.mmx.com.br ri@mmx.com.br55 21 2555 5634 / 5558 (RI)

×