Dia 3 juízes 3: 1 a-31 e 4 : 1 - 17 (com tabela didática)

702 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
702
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dia 3 juízes 3: 1 a-31 e 4 : 1 - 17 (com tabela didática)

  1. 1. EBF CARRASCAL 2013 IEBG/ I IEBL ADOLESCENTES QUEBRA-GELO: 1.O que é que eu não fiz ao longo do último ano que: -deveria ter feito? »lido mais a Bíblia »orado mais »confiado mais em Deus -gostaria de ter feito? »lido mais a Bíblia »orado mais »confiado mais em Deus »falado mais (skype) com os meus amigos que vivem fora de Portugal »ido mais ao cinema »dormido/ descansado mais ORAÇÃO DIA 3 – JUÍZES 3: 1-31/ 4: 1-17 JUÍZES 3: 1-31(também conhecido pelo livro da decadência) (5º período da história bíblica) ACHAM QUE OS TEMPOS MODERNOS SÃO DECADENTES? PORQUÊ? QUESTIONÁRIO HISTÓRICO Quem foi o sucessor de Moisés? »Josué A que período da história Bíblica corresponde o livro de Josué? »4º período Quantos anos durou a guerra da conquista de Canaã?
  2. 2. »sete anos Quem é que derrotou Jericó? »Jeová Depois da terra de Canaã ter sido conquistada, como é que Josué procedeu à sua divisão? »A terra foi dividida entre as tribos Quantas e quais eram as tribos? »12 »a leste do Jordão: RUBEN, GADE, e metade da tribo de MANASSÉS »a oeste do Jordão: -no sul: SIMEÃO, JUDÁ, BENJAMIM -no centro: EFRAIM e MANASSÉS -no norte: ISSACAR, ZEBULOM, ASER e NAFTALÍ CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA -passamos dos dias gloriosos de Moisés e Josué para os lamentáveis dias dos juízes -tempo dos juízes são tempos de falha e derrota -Durante este período Israel não tem: .governo estável .não tem capital central .não tem história contínua e coesa .o tabernáculo em Silo (ponto de reunião das tribos) .em ocasiões específicas Jeová levantava JUÍZES, EM GERAL GUIAS E LIBERTADORES MILITARES, PARA GOVERNAR O SEU POVO. NOTA CURIOSA Época dos juízes = Teocracia/ Idade escura/ Idade do heroísmo pessoal/ Tempo de transição LEITURA CONJUNTA Povos pagãos no meio de Israel
  3. 3. 1 Estes são os povos que o SENHOR deixou ficar, para pôr à prova os israelitas que ainda não tinham entrado na guerra para conquistar Canaã. 2 Ele assim fez, para ensinar às gerações que não tinham feito essa experiência, quanto custa estar em guerra. 3 Ficaram por tomar as cinco cidades dos filisteus, os cananeus, os sidónios e os heveus, que habitavam nos montes do Líbano, desde o monte Baal-Hermon até ao desvio para Hamat. 4 Eles serviam, pois, para pôr à prova Israel, para ver se obedecia aos mandamentos que o SENHOR dera aos seus antepassados, por intermédio de Moisés. 5 Assim o povo de Israel estabeleceu-se entre os cananeus, os hititas, os amorreus, os perizeus, os heveus e os jebuseus. 6 Casaram-se com mulheres desses povos e deram-lhes as suas filhas em casamento e prestaram culto aos seus deuses. QUAIS SÃO OS POVOS QUE ESTAVAM POR CONQUISTAR? »cinco cidades dos filisteus »os cananeus » os sidónios » osheveus QUE TIPO DE RELAÇÃO ESTABELECEU O POVO DE DEUS COM OS POVOS INIMIGOS? »verificaram-se casamentos mistos » cultuaram os deuses desses povos TRABALHO DE GRUPO Otniel livra os israelitas do poder de Cusã-Risataim 7 O povo de Israel esqueceu-se do SENHOR e desagradou ao seu Deus, prestando culto aos ídolos de Baal (o supremo deus dos Cananeus) e Astarté (deusa da fertilidade). 8 Por isso, o SENHOR se irritou e submeteu o povo de Israel ao rei Cuchan-Richataim, da Mesopotâmia, durante oito anos.TEXTO ÁUREO9 Então os israelitas clamaram ao SENHOR e ele enviou-lhes um libertador. Chamava-se Oteniel e era filho do irmão mais novo de Caleb. 10 O Espírito do SENHOR estava com ele e estabeleceu-o como juiz. Oteniel entrou em guerra e o SENHOR deu- lhe a vitória sobre o rei da Mesopotâmia. 11 Depois houve paz durante quarenta anos até à morte de Oteniel. Servidão sob Eglom 12 O povo de Israel desagradou novamente ao SENHOR. Por isso, o SENHOR permitiu que o rei Eglon, de Moab, se tornasse mais forte que Israel. 13 Eglon aliou-se aos amonitas e amalecitas e derrotaram Israel, conquistando Jericó, a cidade das palmeiras. 14 Os israelitas ficaram sujeitos a Eglon, durante dezoito anos. Eúde livra-os
  4. 4. 15 Então clamaram ao SENHOR, que lhes enviou um libertador. Chamava-se Eúde, filho de Guera, da tribo de Benjamim, e era canhoto. O povo de Israel enviou Eúde com presentes ao rei Eglon de Moab. 16 Eúde fez uma espada de dois gumes com meio metro de comprimento, e pô-la por dentro do cinto, debaixo da roupa, do lado direito. 17 Então levou consigo os presentes destinados a Eglon, que era muito gordo. 18 Após a entrega do tributo, saiu com os carregadores. 19 Mas ao chegar junto dos ídolos que estão em Guilgal, Eúde voltou novamente junto de Eglon e disse: «Tenho uma mensagem secreta para Vossa Majestade.» O rei ordenou aos que o rodeavam que saíssem. 20 Então quando Eúde se viu a sós com Eglon, sentado na sala de verão, no terraço, aproximou-se dele e repetiu: «Tenho uma mensagem de Deus para Vossa Majestade.» O rei levantou-se do trono. 21 E, de repente, Eúde puxou da espada com a mão esquerda e cravou-a na barriga do rei. 22 A espada penetrou totalmente na barriga, inclusive o próprio punho, ficando toda coberta de gordura. Eúde não a retirou. 23 Então escapou, pelas traseiras, fechando à chave as portas atrás de si. 24 Quando os servos regressaram, verificaram que as portas estavam fechadas e pensaram que o rei se encontrava a fazer as necessidades no quarto de banho. 25 Depois de esperarem bastante tempo, vendo que ele não abria a porta, pegaram na chave e abriram-na. O seu senhor estava morto, no chão. 26 Eúde escapara, enquanto os servos estavam à espera. Passou os ídolos de Guilgal e chegou salvo a Seira. 27 Ali, na região montanhosa de Efraim, tocou a trombeta, convocando para a batalha os homens de Israel e ele ia à frente deles pela encosta abaixo, 28 dizendo: «Sigam-me! O SENHOR concedeu-vos a vitória sobre os vossos inimigos, os moabitas.» Eles seguiram Eúde e apoderaram-se do local por onde os moabitas passavam o Jordão a vau, não permitindo que um único homem atravessasse. 29 Naquele dia mataram cerca de dez mil dos melhores soldados moabitas, todos fortes e robustos; nenhum deles escapou. 30 Assim os israelitas derrotaram Moab e houve paz no país durante oitenta anos. 31 Chamegar, filho de Anat, foi o juiz seguinte. Derrotou seiscentos filisteus com um aguilhão dos bois, libertando, por sua vez, Israel. JUÍZES 4: 1-17 Servidão sob Jabim, rei de canaã 1Após a morte de Eúde, o povo de Israel desagradou novamente ao SENHOR. 2 E o SENHOR entregou-os a Jabin, rei de Haçor, cidade cananeia. O comandante das suas tropas chamava-se Sísera, que morava em Harochet-Goim. 3 Jabin tinha novecentos carros de ferro. Ele oprimiu o povo de Israel com crueldade e violência, durante vinte anos. Então clamaram ao SENHOR, pedindo auxílio. 4 Débora, mulher de Lapidot, era profetisa e era, naquela altura, juiz dos israelitas. 5 Costumava sentar-se debaixo de uma certa palmeira, entre Ramá e Betel, nas colinas de Efraim, e o povo de Israel deslocava-se ali, para lhe apresentar as suas questões a julgamento. 6 Certo dia Débora mandou chamarBarac, filho de Abinoam, de Quedes em Neftali, e disse-lhe: «O SENHOR, Deus de Israel, ordena-te o seguinte: “Leva três mil soldados das tribos de Neftali e Zabulão e vai ao monte Tabor. 7 Eu farei com que Sísera, comandante do exército de Jabin, venha combater contra ti, junto à torrente de Quichon. Embora ele possua carros e soldados, hei-de dar-te a vitória.”» 8 Então Barac respondeu: «Se vieres comigo, eu vou; mas se não vieres, não vou.» 9 Débora replicou: «Está bem, irei contigo, mas a
  5. 5. glória da vitória, na jornada que vais empreender, não será para ti, porque o SENHOR entregará Sísera nas mãos de uma mulher.» E assim Débora partiu com Barac em direcção a Quedes. 10 Barac convocou as tribos de Zabulão e Neftali para irem a Quedes e reuniu dez mil homens. Débora ia com ele. 11 Entretanto Héber, o quenita, armara as suas tendas próximo de Quedes, junto ao carvalhal de Sanaim. Separara-se dos outros quenitas, descendentes de Hobab 12 Quando Sísera soube que Barac, filho de Abinoam, tinha subido ao monte Tabor, 13 reuniu os seus novecentos carros de ferro e os seus homens e enviou-os de Harochet-Goim para a torrente de Quichon. 14 Então Débora ordenou a Barac: «Coragem! O SENHOR vai à tua frente e vai dar-te hoje a vitória contra Sísera.»Barac desceu do monte Tabor com os seus dez mil homens. 15 Quando Barac atacou com o seu exército, o SENHOR semeou a confusão entre os homens e carros de Sísera. Este desceu do seu carro e pôs-se em fuga a pé. 16 Barac perseguiu os carros e o exército até Harochet-Goim e os homens de Sísera foram mortos à espada. Nem um escapou. 17 Sísera fugiu a pé para a tenda de Jael, mulher de Héber, o quenita, porque o rei Jabin, de Haçor, fizera a paz com a família de Héber. LEMOS OS TRÊS PRIMEIROS EPISÓDIOS DE JUÍZES. PODEMOS REGISTAR A SEGUINTE SEQUÊNCIA: PECADO SOFRIMENTO SÚPLICA SALVAÇÃO ONDE É QUE PODEMOS LER AS SÚPLICAS? Juízes 3 »9 Então os israelitas clamaram ao SENHOR »15 Então clamaram ao SENHOR Juízes 4 » 3Então clamaram ao SENHOR, pedindo auxílio EBF CARRASCAL 2013 IEBG/ I IEBL ADOLESCENTES DIA 3 TRABALHO A PARES LÊ JUÍZES 3: 1-31/ 4: 1-17ECOMPLETA O SEGUINTE QUADRO.
  6. 6. 1ª DESOBEDIÊNCIA Juízes 3: 7-11 2ª DESOBEDIÊNCIA Juízes 3: 12-31 3ª DESOBEDIÊNCIA Juízes 4: 1-17 Juízes 3: 7 Juízes 3: 12 Juízes 4: 1 Versículo transcrito: O povo de Israel esqueceu-se do SENHOR e desagradou ao seu Deus, prestando culto aos ídolos de Baal (o supremo deus dos Cananeus) e Astarté (deusa). Versículo transcrito: O povo de Israel desagradou novamente ao SENHOR.(…) Versículo transcrito: Após a morte de Eúde, o povo de Israel desagradou novamente ao SENHOR. Consequência da 1ª desobediência: “…o SENHOR se irritou e submeteu o povo de Israel ao rei Cuchan-Richataim, da Mesopotâmia, durante oito anos.” (…) durante8 anos Consequência da 2ª desobediência: “…reiEglon, de Moab, se tornasse mais forte que Israel. 13 Eglon aliou-se aos amonitas e amalecitas e derrotaram Israel, conquistando Jericó, a cidade das palmeiras. 14 Os israelitas ficaram sujeitos a Eglon, durante dezoito anos.” (…) durante18 anos Consequência da 3ª desobediência”: “…aJabin, rei de Haçor (REI CANANEU), cidade cananeia. O comandante das suas tropas chamava-se Sísera, que morava em Harochet- Goim. 3 Jabin tinha novecentos carros de ferro. Ele oprimiu o povo de Israel com crueldade e violência, durante vinte anos.” (…) durante20 anos LIBERTADOR (Juiz) Otniel (= Deus é força/ filho de Quenaz, irmão de Calebe, era mais novo e foi o 1ª juíz de Israel depois de Josué, julgou a Israel durante 40 anos) da tribo de Judá LIBERTADOR (Juiz) Eúde (=União Forte/ o 2º juíz ou libertador de Israel, era canhoto e foi com a mão esquerda que vibrou o fatal golpe contra Eglom, rei dos moabitas. A terra esteve em paz 80 anos.) da tribo de Benjamim LIBERTADOR (Juíz) Débora (com Baraque = Relâmpago) *3º juíz-Chamegar (=Abelha/ profetisa e o 4º dos juízes. Não houve outra mulher que governasse o povo de Israel, senão Atalia. Uma das mais nobres mulheres de toda a história.) da tribo de Efraim

×