Industrialização Japonesa - Processo Histórico

14,780 views

Published on

Bem esquematizado e resumido.

Published in: Education

Industrialização Japonesa - Processo Histórico

  1. 1. Industrialização Japonesa
  2. 2. Introdução O Japão foi o primeiro país asiático a modernizar sua economia através de uma industrialização acelerada e inovadora. A modernização japonesa foi personificada pelo imperador Mutsu-Hito que se impôs aos senhores da terra e aos samurais e lançou o país numa era de progresso: a era Meiji (era das luzes) que se estendeu de 1868 a 1912. Em poucos anos, o Japão, de país agrícola e atrasado, converteu-se em nação industrial e competitiva.
  3. 3. ORIGENS DO PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO • Do séc. XVII ao séc. XIX o Japão foi governado pelo clã Tokugawa • Em 1639, sob o Xogunato Iyemitsu (regime militar feudal), iniciou-se um período que impedia tanto a imigração quanto a emigração • Em 1853 os Estados Unidos aportam no Japão • Em 1854 os EUA forçam a abertura do Japão através da assinatura do tratado de Kanagawa • Em 1868 é dado fim ao domínio do clã Tokugawa.
  4. 4. ORIGENS DO PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO • Dada a expansão estratégica estadunidense iniciada no final do séc. XIX, o Japão se torna um país muito importante do ponto de vista da divisão internacional do trabalho. • Entretanto, os interesses da elite japonesa se chocam com os interesses estrangeiros e o Japão inicia um período de viabilização da sua industrialização com intervenção do Estado na economia e do militarismo. • A industrialização e modernização só irá ocorrer efetivamente em 1868 com o fim do Xogunato e restauração do império com ascensão do imperador Mitsuhito, dando início à Era Meiji.
  5. 5. • Era Meiji = era das luzes (1868 a 1912) • imperador Mutsu-Hito Caracterizou-se pela implantação de políticas modernizantes como: - investimentos na criação de infraestrutura; - financiou a criação de novas indústrias, às quais concedeu privilégios; - maciços investimentos na educação, voltada para qualificação da mão de obra; - abertura (tecnologia e produtos estrangeiros). - promoveu a construção de uma rede ferroviária • A Constituição de 1889 estabeleceu que o Imperador seria o chefe (sagrado e inviolável), e também a Dieta (Parlamento).
  6. 6. O progresso industrial japonês está diretamente ligado à / ao: - Seda - Algodão - Siderurgia - Construção naval - Forte crescimento demográfico (abundante mão de obra barata) - Nacionalismo
  7. 7. Por conta dessas políticas modernizantes implantadas pela Era Meiji o Japão passou por um vertiginoso processo de industrialização. Mas enfrentava problemas estruturais, como escassez de energia e matérias-primas, e limitado mercado interno. Para suprir esses problemas o Japão se lança a busca de novos territórios, principalmente na Ásia e Pacífico, investindo maciçamente em seu fortalecimento militar.
  8. 8. • Ocupa Taiwan com a vitória na Guerra Sino-Japonesa (1894-1895); • Em 1904-1905, tomam as Ilhas Sacalinas, até então território russo, com vitória na guerra contra a Rússia. • Em 1910, anexa a Coréia ao seu território; • Em 1931, ocupam a Manchúria (território chinês) • em 1934 implantam Manchukuo, estabelecendo um Estado Fantoche sob o governo de um ex-imperador chinês destituído pela adoção da República. • Em 1937 inicia uma confrontação total com a China, que estende-se até a 2ª Guerra Mundial
  9. 9. Assim como a Alemanha e a Itália, o Japão é um país de capitalismo e imperialismo tardio, e em consequência, ocorre uma aliança entre esses três no contexto da 2ª Guerra Mundial, formando o eixo Berlim-Roma-Tóquio, na tentativa de dominar o mundo. Nesse momento, a maior pretensão do Japão é dominar territórios que viabilizassem sua expansão econômica.
  10. 10. • Em 1941, o Japão ataca de surpresa a base naval de Pearl Harbor (Havaí) • Em resposta, em 1945 os EUA lançam as bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki. • A única saída do Japão é render-se, fato que acontece com a assinatura, em setembro de 1945, sendo oficializada a rendição do Japão.
  11. 11. RECONSTRUÇÃO INDÚSTRIAL APÓS A 2° GUERRA MUNDIAL O Japão prosperou muito após a Segunda Guerra Mundial devido à/ao: - ajuda militar e financeira dos Estados Unidos; - política de controle populacional; - prioridade à educação e ao domínio da tecnologia: - produção voltada para a exportação.
  12. 12. RECONSTRUÇÃO INDÚSTRIAL APÓS A 2° GUERRA MUNDIAL • Após a Segunda Guerra Mundial o Japão renunciou à postura imperial e militarista • Inseriu-se nas relações internacionais através de uma aliança subordinada com os Estados Unidos (especialmente durante a Guerra Fria) • Assim, se desenha outra característica das relações internacionais do país, centradas especialmente no plano econômico, também em associação com os EUA, nação em grande parte responsável pelo crescimento econômico japonês. • Na primeira metade dos anos 1990 o consenso político nacionalista desmoronou e o país simplesmente não consegue definir um novo equilíbrio interno, nem definir uma política externa.
  13. 13. • Por volta de 1970 surge o Toyotismo no Japão. Toyotismo é o modelo japonês de produção, criado pelo japonês Taiichi Ohno e implantado nas fábricas de automóveis Toyota, após o fim da Segunda Guerra Mundial. Nessa época, o novo modelo era ideal para o cenário japonês, ou seja, um mercado menor, bem diferente dos mercados americano e europeu, que utilizavam os modelos de produção Fordista e Taylorista.
  14. 14. Principais características do Toyotismo • Os trabalhadores são educados, treinados e qualificados para conhecer todos os processos de produção, podendo atuar em várias áreas do sistema produtivo da empresa. Mão de obra multifuncional e bem qualificada • voltado para a produção somente do necessário, evitando ao máximo o excedente. A produção deve ser ajustada a demanda do mercado. Sistema flexível de mecanização • como forma de acompanhar e controlar o processo produtivo. Uso de controle visual em todas as etapas de produção • produzir somente o necessário, no tempo necessário e na quantidade necessária Aplicação do sistema Just in Time • Além da alta qualidade dos produtos, busca-se evitar ao máximo o desperdício de matérias-primas e tempo. Implantação do sistema de qualidade total em todas as etapas de produção • para adaptar os produtos às exigências dos clientes.Uso de pesquisas de mercado
  15. 15. FIM

×