Multimidia (introdução)

10,394 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
10,394
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
14
Actions
Shares
0
Downloads
152
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Multimidia (introdução)

  1. 1. Multimídia (Introdução)
  2. 2. O QUE É MULTIMÍDIA? Multimídia nada mais é do que a combinação de textos, sons e vídeos utilizados para apresentar informações de maneira que, antes somente imaginávamos, praticamente dando vida às suas apresentação comerciais e pessoais. A multimídia mudou completamente a maneira como as pessoas utilizam seus computadores. ++=Multimídia
  3. 3. O QUE É KIT MULTIMÍDIA? Kit multimídia nada mais é do que o conjunto que compõem a parte física (hardwares) do computador relacionados a áudio e som do sistema operacional. Podemos citar como exemplo de Kit Multimídia, uma placa de som, um drive de CD- ROM, microfone e um par de caixas acústicas.
  4. 4. O QUE É SOM DIGITALIZADO? É o nome dado a modificação das ondas sonoras em sinais elétricos e esta é a função do microfone. Os sinais sonoros, depois de convertidos em impulsos elétricos, passam a fazer parte de uma categoria que os classifica como sinais analógicos.
  5. 5. O QUE SÃO:? SINTETIZADOR FM: “Imita” os sons dos instrumento musicais, a partir de simples códigos de controle que indicam o tipo de instrumento, a nota musical a ser tocada, a duração, o volume, e etc. UART MIDI: É uma espécie de interface serial através da qual podem ser ligados ao computador, instrumentos musicais que atendem ao padrão MIDI, como teclados MIDI e guitarras MIDI.
  6. 6. O QUE É MIDI? MUSICAL INSTRUMENTS DIGITAL INTERFACE Interface Digital para Instrumentos Musicais. É o processo que os músicos tem de utilizar o computador para criar (compor) as músicas. É uma tecnologia padronizada de comunicação entre instrumentos musicais e equipamentos eletrônicos (teclados, guitarras, sintetizadores, seqüenciadores, computadores, samplers etc.), possibilitando que uma composição musical seja executada, transmitida ou manipulada por qualquer dispositivo que reconheça esse padrão.
  7. 7. DIFERENÇA DE CD-ROM E CD-ÁUDIO: CD-ROM: Trata-se de um CD capaz de armazenar dados digitais, na forma de arquivos, visto pelo sistema operacional como se fosse um disquete de alta capacidade, porém não permite gravações, apenas leitura. CD - Áudio: É um CD no qual estão armazenadas trilhas musicais. São os CDs vendidos nas “lojas de discos”, que em geral são reproduzidos em aparelhos de som (CD Players), mas podem também ser reproduzidos em um PC, desde que seja equipado com um drive de CD-ROM
  8. 8. CABOS UTILIZADOS: Para permitir a reprodução desses dois tipos de disco, um drive de CD-ROM é ligado à placa de som através de dois cabos: Cabo de dados: Trata-se de um cabo flat, semelhante ao usado pelos discos rígidos, através do qual trafegam comando e os dados digitais lidos de CD-ROM. Cabo de áudio: Este cabo transporta sinais analógicos resultantes do som gerado por CDs de áudio que estejam sendo tocados no drive de CD-ROM. OS dados armazenados em um CD - Áudio são digitais, mas para que sejam ouvidos, são convertidos em analógicos pelo próprio drive. Depois do tratamento, podem ser transmitido para as caixas de som.
  9. 9. TIPOS DE MÍDIAS: CD-R: Um CD-R (do inglês Compact Disc - Recordable) é um disco fino (1,2mm) de policarbonato usado principalmente para gravar músicas ou dados. CD-RW: O Compact Disc ReWritable (CD-RW -Disco Compacto Regravável) é um disco óptico regravável. Conhecido como CD-Erasable (CD-E) durante o desenvolvimento, o CD-RW foi introduzido em 1997 DVD-R: DVD (Digital Vídeo Disc Recordable, Disco Digital de Vídeo). Contém informações digitais, tendo uma maior capacidade de armazenamento que o CD, devido a uma tecnologia óptica superior, além de padrões melhorados de compressão de dados. O DVD foi criado no ano de 1995. DVD-RW: (Digital Vídeo Disc ReWritable, Disco Digital de Vídeo Regravável). Permite que uma mesma mídia tenha o seu conteúdo apagado e assim podendo gravar outros arquivos na mesma mídia. VCD: Vídeo Compact Disc é um formato que permite reproduzir vídeos a partir de um CD. No VCD os arquivos são gravados de uma maneira padrão para assim garantir a leitura e reprodução em outros aparelhos capazes de ler VCD. A maioria dos DVD Players existentes no mercado reproduzem VCD.
  10. 10. TIPOS DE MÍDIAS: Blu-ray, também conhecido como BD (de Blu-ray Disc) é um formato de disco óptico da nova geração de 12 cm de diâmetro (igual ao CD e ao DVD) para vídeo de alta definição e armazenamento de dados de alta densidade. É o sucessor do DVD e capaz de armazenar filmes até 1080p Full HD de até 4 horas sem perdas.
  11. 11. O QUE É CODEC: Codec é o acrônimo de Codificador/Decodificador, dispositivo de hardware ou software que codifica/decodifica sinais.
  12. 12. TIPOS DE EXTENSÕES: AVI: (Áudio Vídeo Interleaved) Vídeo. O formato favorito do Windows para armazenar seqüência de vídeo. ENC: (Música), formato MDI utilizado pelo programa Encore MOD: (Module) Músicas. Um arquivo contendo gravações de instrumentos musicais e instruções para arranjá-los de forma e gerar uma musica. MP3: Som. Várias musicas na internet disponíveis para tocar nos mais variados programas. Altamente comprimida MOV: (Quick time) Vídeo. Imagens originárias de um computador Macintosh da Apple. WAV: (Waveform) Sons. O formato favorito do Windows para armazenar sons gravados. 3GP: é um formato de arquivo de vídeo, esse formato compactado permite seu uso em aparelhos que possuem uma capacidade limitada de memória, sendo apropriado para uso em telefones celulares MPG: (Motion Pictures Expert Group) Vídeo. Seqüencia de vídeo altamente comprimidas, cuja reprodução exige hardware e software especiais. AIF: (Áudio Interchange) Sons. Um remanescente da era dos computadores Apple. MFF: (Músicas). Um arquivo MIDI tradicional.

×