Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Rc V1

1,506 views

Published on

Trabalho realizado por: Micael Salvador nº18 10ºF e Miguel Amado nº19 10ºF

Published in: Education, Technology
  • Be the first to comment

Rc V1

  1. 1. Componentes de um sistema de comunicações<br />Escola Secundaria da Batalha<br />Professora: Miguela Fernandes<br />Alunos: Micael Salvador nº18 10ºF<br />Miguel Amado nº19 10ºF<br />
  2. 2. Evolução<br />A comunicação de dados constitui o processo de comunicação de informações em estado binário entre dois ou mais pontos. <br />Às vezes, a comunicação de dados é chamada de comunicação de informática, porque a maioria das informações trocadas hoje em dia é transferida entre dois ou mais computadores ou entre computadores e terminais, impressoras ou outros dispositivos periféricos. <br />Figura 1: As primeiras formas de comunicação de dados<br />
  3. 3. Evolução<br />Um dos desenvolvimentos mais significativos na comunicação de dados aconteceu no Sec. XIX, quando o americano Samuek F. B. Morse inventou o código Morse. Esta invenção foi sem dúvida importante, pois juntou a mente humana (a inteligência) com o equipamento de comunicação, com a descodificação baseado na capacidade auditiva da pessoa que recebia a mensagem, e também do seu conhecimento do código de Morse.<br />Figura 2: Código morse usado nas comunicações telegráficas. <br />
  4. 4. Evolução<br />O código Morse consistia na combinação de &quot;pontos&quot; e &quot;espaço&quot; que representam os caracteres. Alguns caracteres podiam ser transmitidos mais rapidamente, pois dispõem apenas de um símbolo como o &quot;E&quot; e o &quot;T&quot;, enquanto o &quot;Z&quot;, &quot;Q&quot; e &quot;J&quot; são compostos por 4 símbolos.<br />Figura 2: Código morse usado nas comunicações telegráficas. <br />
  5. 5. Evolução<br />Assim, o Código Baudot inventado pelo francês JeanBaudot, em 1870, para a perfuração e leitura da fita de papel para utilização em sistemas telegráficos, utilizava um sistema com 5 perfurações que permitia codificar 32 estados diferentes o que era insuficiente para codificar as 26 letras do alfabeto anglo-saxónico e os 10 algarismos, mas que vinha resolver alguns problemas da comunicação. Mas, como a comunicação moderna exigia muito mais, durante a década de 1960, foram desenvolvidos vários códigos de transmissão de dados.<br />Figura 3: Código Baudot<br />
  6. 6. Evolução<br />- O CCITT Internacional Aphabe Nº 2 é um código isolado de cinco bits usado para transmissão de telex;<br />- O EDCDIC (Extended Binary Coded Decimal Interchange Code), código da IBM de 8 bits para codificação dos caracteres alfa-munéricos usados em computadores, não compatível com o código ASCII, usado principalmente para comunicação síncrona em sistemas ligados a computadores de grande porte (mainframes).<br />- O código ASCII (American Standard Code for Information Interchange) foi definido pelo ANSI (American National Standard Institute,) nos Estados Unidos e pela ISO (International Standard Organization ) em todo o mundo.<br />
  7. 7. Figura 4: Tabela EBCDIC<br />
  8. 8. Evolução<br /> O código ASCII (American Standard Code for Information Interchange) foi adoptado pelo governo dos USA porque era utilizável em comunicação de dados. Inicialmente a norma compreendia um código de 7 bit e um bit opcional de paridade que permitia um controlo de validade sobre o código transmitido. Com 7 bit apenas era possível codificar 128 estados diferentes.  O ASCII evoluiu para um &quot;Extended&quot; ASCII que compreende 8 bit permitindo codificar 256 estados diferentes desde 0000 0000 (00 em hexadecimal) até 1111 1111 (FF em hexadecimal).  Um dígito binário é comummente chamado bit. A combinação de vários bit´s (8) permitem transmitir um carácter.<br />Figura 5: Código ASCII<br />
  9. 9. Comunicação de dados<br />É o intercâmbio de informação entre sistemas informáticos. Este conceito distingue-se de “comunicação” e de “telecomunicações”, no sentido em que se refere especificamente a transmissão de informação digitalizada (0 e 1), ou seja, que envolve algum processamento informático, enquanto que as outras formas de comunicação não implicam esse tipo de tratamento.<br />
  10. 10. Componentes básicos de um sistema de comunicação<br />Um sistema de comunicação de dados pode ser descrito simplesmente em termos de três componentes: o Emissor (origem), o canal (caminho da transmissão) e o receptor (destino). Todavia, o emissor e receptor podem trocar de funções ; ou seja, o mesmo equipamento pode transmitir e receber dados simultaneamente. <br />Figura 6 <br />
  11. 11. Componentes básicos de um sistema de comunicação<br />Emissor e Receptor - Designam-se por DTE (Data Terminal Equipment), poderão ser terminais remotos, caixas de multibanco, impressoras etc. <br />Um modem ou um nó de comunicações numa rede local, também pode ser designado - DCE (Data Communications Equipment), equipamento de comunicação de dados. <br />Canal - Meio utilizado tanto pelo emissor como pelo receptor no estabelecimento da comunicação. <br />Distorção, tempo de propagação, ruído - Conjunto de factores que contribuem para a deterioração das mensagens que circulam no canal. <br />
  12. 12. Componentes básicos de um sistema de comunicação<br />Então é fácil pensar num sistema de comunicação de dados entre os ponto A e o ponto B em termos de circuito de dados universal de sete partes, que consiste nos seguintes itens:<br />Figura 7: Circuito de dados universal de 7 partes<br />
  13. 13. Componentes básicos de um sistema de comunicação<br />No circuito de dados de sete parte, o DTE pode ser um dispositivo terminal ou parte de um computador; o DCE poder ser um modem se for usado um canal de comunicação analógico. O sistema de comunicação de dados só está preocupado com a transmissão correcta dos dados, e não com o seu conteúdo, se diz &quot;isto ou aquilo&quot;. Tem como papel principal evitar os erros na transmissão. Assim, para que possa ser assegurada essa transmissão correcta existem os Protocolos. <br />Protocolos são regras e procedimentos para comunicações, descritos no papel e aceites pelos fabricantes que projectam produtos e equipamentos informáticos. Todos os computadores podem trocar informações livremente com qualquer outro, independentemente da sua marca ou do sistema operativo instalado.<br />
  14. 14. Bibliografia<br />http://www.mmzones.net/200920010/rc/modulo1/modulo1.html<br />

×