Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Como Aplicar a Estrategia Locais Negativos no Google Ads

79 views

Published on

Como Aplicar a Estratégia Locais Negativos No Google Ads

Published in: Internet
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Como Aplicar a Estrategia Locais Negativos no Google Ads

  1. 1. Como utilizar a estratégia de localização negativa na sua conta de Google Ads. É importante, antes de você criar uma campanha no Google, ter bem definido quem é o seu público-alvo. E é normal muita gente começar a sua campanha no Google não conhecendo o seu público. Basicamente, essas pessoas acabam tentando falar com todo mundo e não falam com ninguém. E o resultado não chega.
  2. 2. IDENTIFICANDO QUEM SÃO OS MEUS CLIENTES O primeiro passo é identificar as dores dos seus clientes, a idade, sexo e também a localização. Onde ele mora, onde estão localizados os seus clientes. Vou lhe dar um exemplo. A maioria das pessoas, dos anunciantes, começam a anunciar no Google pensando em anunciar para o Brasil inteiro. A lógica por trás dessa escolha é que o Brasil inteiro pode comprar dele. Beleza! Esse é o pensamento correto caso você tenha um e-commerce, um produto digital ou algo que possa ser vendido e entregue no país inteiro. No entanto, em alguns estados ou cidades, você pode encontrar o seu público-alvo com mais facilidade. Pessoas que estão lá têm uma maior probabilidade de comprar o seu produto ou serviço.
  3. 3. IDENTIFICANDO QUEM SÃO OS MEUS CLIENTES E se você não tem um investimento tão alto, vale a pena pegar esse orçamento e focar nesses locais onde você tem mais chances de trazer conversões. Depois, conforme seus resultados forem aumentando, for tendo um fluxo de caixa melhor, vai ampliando para outros estados. Então, na maioria dos casos, a não ser que o seu investimento-orçamento seja muito alto, eu recomendo que você comece naqueles estados em que tem uma chance maior de vender. Vou dar exemplo aqui de alguns produtos e/ou serviços. Vamos supor que você tenha um e-commerce de casacos de pele ou roupas para inverno. Você pode, obviamente, vender para o Brasil inteiro, já que oferece serviço de frete e tudo mais. Porém, a gente sabe que lá no Nordeste é mais difícil você vender roupas de inverno, porque naquela região faz calor o ano inteiro.
  4. 4. O ERRO QUE TODOS OS ANUNCIANTES COMETEM AO ANUNCIAR Muita gente comete esse erro. Coloca lá Brasil inteiro e esquece. Ponto importante: é óbvio que têm pessoas no Nordeste que viajam o mundo inteiro e vão se interessar por roupas de inverno, porém como o seu investimento é pouco, você pode focar na localização priorizando onde faz mais frio no Brasil, pois nessas regiões vão estar as pessoas com probabilidade maior de conversão. Então, ao invés de você focar em todo o Brasil, você pode escolher só uma parte, nesse caso podendo ser o Sul, por ser mais frio. Essa simples mudança fará com que você tenha mais chances de gerar con- versões. Vamos ver um outro exemplo. Suponhamos que você queira vender artigos para praia.
  5. 5. O ERRO QUE TODOS OS ANUNCIANTES COMETEM AO ANUNCIAR Você tem mais chances de vender para o litoral brasileiro do que para cidades bem afastadas de praias. Óbvio que quem mora afastado vai comprar e tudo mais, só que quem mora perto tem maiores chances de se interessar, maior probabilidade de gerar conversão. Então, tudo que você fala de Google, você fala também de estratégia. Antes de colocar e apertar qual- quer botão. Dê uma pesquisada em quais cidades e estados faz sentido você focar inicialmente. Vende produtos eletrônicos? Faça uma pesquisa rápida no Google para encontrar quais são as cidades e estados que vendem mais celulares, mais computadores, tem mais empresas para comprar.
  6. 6. O ERRO QUE TODOS OS ANUNCIANTES COMETEM AO ANUNCIAR Você começa a segmentar, mesmo antes de testar, nesses lugares que tem maior probabilidade de comprar o seu produto ou serviço. Agora um ponto importante: Se você já anuncia para o Brasil inteiro, você consegue, na sua conta Google, ir até em “Locais” e descobrir quais regiões não estão trazendo conversões para o seu negó- cio. Você pode tirar ou diminuir o lance desses lugares e focar nos locais principais.
  7. 7. A GRANDE SACADA A grande sacada é você, antes de começar, saber exatamente para quem você não deve aparecer. Muitas vezes é melhor entender para quem não se deve anunciar, do que para quem anunciar.
  8. 8. Vou lhe mostrar agora como você pode fazer essa aplicação da estratégia de locais negativos no Google Ads. É muito simples. Vamos partir do ponto que você vai criar uma campanha nova. Essa aplicação de localização você pode fazer tanto em campanha de pesquisa, quanto em campanha de rede de display, além de Youtube. Qualquer formato, tipo de campanha, você consegue fazer essa parte. Vamos ao passo-à-passo: 1. Clique em mais campanha. 2. Depois em + Nova Campanha. COMO APLICAR A ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO NEGATIVA NA PRÁTICA?
  9. 9. COMO APLICAR A ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO NEGATIVA NA PRÁTICA? 3. Você terá que escolher o tipo de campanha aqui, para esse passo-à-passo, escolha Rede de Pesquisa. 4. Na parte inferior do bloco, marque a caixa “Criar Uma Campanha Sem Meta”. 5. Agora é a hora de selecionar os resultados que você espera alcançar com esta campanha. Eu escolhi “Visitas ao Site”. 6. Clique em continuar. 7. Em configurações Gerais, nós vamos fazer a segmentação por locais. 8. No primeiro bloco, nomeado como Locais, você vai clicar em “Pesquisa Avançada”. 9. Vamos supor que nossos clientes sejam em maioria do Nordeste. Então, a gente pode ir até esse local, onde tem uma janela com o mapa e colocar na barra o nome da região, por exemplo, Rio Grande do Sul. Você verá que na lista suspensa aparecerá o Estado e até cidades específicas, basta passar o mouse sobre a opção desejada e clicar em “Excluir”.
  10. 10. COMO APLICAR A ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO NEGATIVA NA PRÁTICA? 10. Automaticamente após a aplicação o mapa exibirá o local excluído em vermelho. 11. O processo de adicionar segue a mesma regra. No entanto, ao invés de clicar em “Excluir”, você deverá clicar em “Público-Alvo”. 12. Antes de excluir os locais, é recomendado selecionar o Brasil todo como Público Alvo. Então, quando você adicionar o país todo como público alvo, lá no seu mapa, os locais em que seu anúncio pode aparecer vai ficar em um tom de azul e os excluídos em vermelho. Um ponto importante. Você precisa pensar estrategicamente, antes de começar a anunciar no Google. Caso, por exemplo, você venda um produto de alto valor, que o seu público seja AA+, é necessário pensar onde, no Brasil, vivem essas pessoas de nível AA+?
  11. 11. COMO APLICAR A ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO NEGATIVA NA PRÁTICA? Em São Paulo existem bairros bastante nobres, esses locais, provavelmente, seriam fortes candidatos para exibir as suas campanhas. Para fazer isso, você pode definir raios de km. Por exemplo, você pode selecionar o bairro Itaim Bibi em São Paulo e estipular um raio de abrangência a partir dele. Essa parte de locais é, realmente, importante para você segmentar para quem vai comprar de você. O grande erro é tentar falar com todo mundo, obviamente. Continuando essa parte de configurações, em locais, nós temos “Opções de Local”, ao clicar nela, você terá acesso à algumas definições. Como por exemplo, Público Alvo e Excluir.
  12. 12. COMO APLICAR A ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO NEGATIVA NA PRÁTICA? Há duas formas de você fazer isso. A primeira é “Pessoas que Estão nas Suas Regiões de Segmentação” e “Pessoas que Pesquisam Suas Regiões de Segmentação”. Vamos supor que eu vou para São Paulo e pesquiso “Hotéis São Paulo. Então eu não estou na região, mas tenho interesse nela. É exatamente essa situação que a segunda opção compreende. Exibir anúncios também para esse tipo de usuário. Agora, se você quer aparecer para pessoas que de fato estão em São Paulo, aí você vai selecionar a primeira opção.
  13. 13. COMO APLICAR A ESTRATÉGIA DE LOCALIZAÇÃO NEGATIVA NA PRÁTICA? Nesse mesmo box, funciona a opção de excluir. Ou seja, você pode tanto escolher “Pessoas que estão nos seus locais excluídos ou têm interesse neles”, quanto “Pessoas que Estão Nos Seus Locais Excluídos”. Quanto mais específico você for, quanto mais segmentado nos interesses do seu público-alvo, melhor. Porque você realmente alcança pessoas que vão, de fato, comprar de você e gerar resultado. Exclui tudo aquilo que não faz sentido e foca nessas pessoas que você gasta menos e vende muito mais. É isso. Espero que tenha ampliado a sua visão sobre localização. Nos vemos em breve.
  14. 14. QUER APRENDER MAIS? Assista essa aula no Youtube Baixe o áudio dessa aula

×