Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

4 Metricas Importantes Que Voce Ignora No Google Ads

74 views

Published on

4 Métricas Importantes Que Você Ignora No Google Ads e que podem mudar o rumo das suas campanhas no Google.

Published in: Internet
  • Be the first to comment

4 Metricas Importantes Que Voce Ignora No Google Ads

  1. 1. 4 métricas importantes que você ignora na hora de gerenciar suas campanhas no Google Ads. Muita gente gerencia as suas contas olhando só para o custo por clique e para a conversão e acha que já é métrica suficiente. Desconhece outras métricas que vale a pena ficar de olho para melhorar a conta no geral. Nesse conteúdo específico, eu quero falar sobre essas 4 métricas, que você vai adicionar a coluna e ter várias informações para melhorar as suas campanhas.
  2. 2. COMO ADICIONAR OU MODIFICAR COLUNAS NO GOOGLE ADS? Quando você abre a sua conta de Google, estou me baseando aqui em uma campanha de rede de pesquisa, pode ir em colunas e no menu suspenso colocar “Modificar Colunas”. Vai abrir uma nova página, onde você verá várias métricas que é possível adicionar nas suas colunas. E o que eu recomendo é que você adicione as métricas e vá analisando qual é importante para o seu caso. Depois que você adicionar vai aparecer todas na página “Grupos de Anúncios”. Ao passar o mouse em cada título da coluna, é possível ver a explicação dessa métrica. Aí você pode entender melhor se é relevante para você ter essa informação, acompanhar o resultado disso. Muita gente fala para mim que o click é muito caro e só fala em click e mais click. Essa é só uma das métricas que você tem que avaliar.
  3. 3. COMO ADICIONAR OU MODIFICAR COLUNAS NO GOOGLE ADS? Eu digo que ela, nem de longe, está sendo a mais importante. Você começa pela conversão, custo de conversão e volume de conversão. Isso é, realmente, o que importa. Mas aqui tem alguns pontos importantes que eu quero lhe entregar. São métricas importantes que eu avalio. Estamos aqui em uma campanha de pesquisa, com vários conjuntos de anúncios. Analisando, conseguimos ver o padrão. Que é as conversões, custo por conversões... O custo por conversão é o que todo mundo olha. As pessoas sempre se perguntam quanto está o custo por conversão, qual é o máximo que elas podem pagar. Essa métrica é seguida por cliques, impressões, CTR, CPC médio. Ou seja, o padrão que todo mundo olha quando se cria uma campanha na rede de pesquisa. Mas, aqui, tem aquelas 4 métricas importantes. As quais veremos agora.
  4. 4. 1 – VALOR DE CONVERSÃO A primeira é o valor de conversão. O valor de conversão é a métrica que lhe diz quanto valem as con- versões que estamos gerando. Quando tem uma conversão no Google, você coloca um valor. Você diz: “Google, cada conversão me gera um valor de R$100 reais”. Esse é o ticket médio do seu produto. Ou você pode colocar o produto específico também, que é uma configuração mais avançada. Seguindo pelo mais simples, você pode calcular o ticket médio da sua empresa e dizer: “A cada conversão que o Google faz, eu ganho, no caso da campanha que peguei para analisar nesse conteúdo, R$154 reais”. Porque essa métrica é importante? Porque quando você entra na sua conta de Google, você já conse- gue ver qual conjunto, qual anúncio, qual palavra-chave, qual segmentação, qual público, está gerando o maior retorno sobre as conversões.
  5. 5. 1 – VALOR DE CONVERSÃO Então, nesse caso, eu tenho duas conversões. Eu estou divulgando só um produto, e tenho uma conver- são só para o cartão de crédito e uma conversão para o boleto. Por boleto, o valor de conversão é menor. Porque nem todo mundo que gera o boleto, paga. Vou colo- car aqui, por exemplo, o boleto R$100. E a conversão do cartão de crédito vamos considerar R$200 reais. Então, cada vez que a pessoa passar o cartão ou gerar o boleto vai gerar esse valor da conversão. E eu consigo descobrir, com um olhar rápido, tudo o que está acontecendo e o que eu preciso fazer. Porque o segredo do gerenciamento de uma campanha no Google ou qualquer fonte de tráfego é você, em poucos segundos, já identificar onde está bom, que você vai impulsionar, e onde está ruim, que você vai parar ou excluir ou otimizar.
  6. 6. 1 – VALOR DE CONVERSÃO Abrindo minha campanha, eu pude ver em poucos segundos que investi um pouco mais de R$7 mil reais e voltou, no geral da campanha, com todos os grupos de anúncios, R$33 mil. Igualmente, eu consigo ver o custo por conversão. Que nesse caso me mostra que a cada R$50 reais investidos estão voltando R$154. Você pode alegar que esse relatório não é 100%. Sim, realmente, não é, mas já é uma métrica para você ter uma noção. Como assim não é 100%? No meu caso não é 100% porque algumas pessoas compraram por telefone, por outro computador. Você acaba até perdendo a conversão e o valor não fica 100%. Mas está tudo bem. Você consegue ter, baseado, na margem de erro, já uma noção na hora de otimizar a sua conta. Então o valor de R$33 mil, obviamente, é bem maior, mas eu consigo ter uma ideia de quem fez essa compra direta.
  7. 7. 1 – VALOR DE CONVERSÃO Outra coisa que eu consigo olhar é qual grupo de anúncio está me gerando um ROI maior, um lucro maior. Você consegue comparar um e outro para ir otimizando as suas contas. Então, valor de conver- são é importantíssima. Adicione o valor de conversão para olhar rapidamente, em poucos segundos, quanto você está ganhando com o Google. Como eu coloco um valor da conversão? Rapidamente, na sua conta, você vai em “ferramentas”, depois em “conversões”. Agora selecione a campanha ou crie uma. Para criar, basta ir no botão “+”, em seguida o tipo de conversão, nesse teste vou escolher a opção “website”. Em qualquer um que você abrir, vai encontrar a sessão “Valor”. Nela, você vai selecionar a opção “Usar o mesmo valor para todas as conversões” ou “Usar valores diferentes para cada conversão”, caso você tenha um e-commerce, por exemplo.
  8. 8. 1 – VALOR DE CONVERSÃO No meu caso, geralmente, eu uso a primeira opção. Simplifico. Mesmo tendo dois ou três produtos com preços diferentes, basta pegar o faturamento total e dividir pela quantidade de vendas. O resultado é o ticket médio. Aí é só colocar esse valor do ticket médio como valor da conversão. Assim, eu consigo, em poucos segundos, ver quais são as palavras, anúncios, campanhas, que estão me gerando, de fato, um maior valor de conversão, mais resultado. Eu consigo ver, por exemplo, se já está dando ou não lucro, sem ter que olhar a campanha como um todo e vasculhar a ferramenta de ge- renciamento inteira.
  9. 9. 2 – PARCELA DE IMPRESSÃO NA REDE DE PESQUISA O próximo que eu quero mostrar para você aqui é a parcela de impressão na rede de pesquisa. O que é essa métrica? Segundo a própria descrição do Google: “A métrica “Parcela de Impressões da Rede de Pesquisa” é o número de impressões recebidas na Rede de Pesquisa dividido pelo número estimado de impressões que você estava qualificado para receber”. Então, a parcela da impressão significa que eu estou aparecendo, segundo a conta que analisei para fazer esse conteúdo, 40% das vezes que eu poderia aparecer na rede de pesquisa. Ou seja, tem 100% e eu estou aparecendo só 40% das vezes, das buscas que aparecem no Google. Isso significa que eu tenho possibilidade de ampliar meu investimento, de melhorar meu índice de qualidade, para que eu possa alcançar o 100%, toda vez que alguém pesquisar a palavra-chave, eu quero aparecer.
  10. 10. 2 – PARCELA DE IMPRESSÃO NA REDE DE PESQUISA Para fazer isso, você deve melhorar o CTR da sua campanha, fazer anúncios chamativos, aumentar o índice de qualidade, aumentar o investimento no geral para não ser barrado por falta de orçamento. Nessa campanha, eu estou aparecendo em um pouco menos da metade das buscas. Ou seja, eu tenho muito volume, muita gente está procurando pelo meu produto/serviço e eu não estou aparecendo. Então aqui é uma boa dica para você avaliar. É importante dizer que eu nunca vi essa métrica em 100%, mas já vi 90% e até 95%. Muita gente até começa a anunciar, ampliar a segmentação, anunciar em outras fontes de tráfego, que não são tão boas, e esquece de ampliar na própria rede de pesquisa do Google ou no Google como um todo. Então, fique atento a isso que é importante.
  11. 11. 3 – CONVERSÃO EM DISPOSITIVOS DIFERENTES Muita gente fala: “Tiago, eu estou anunciando aqui, mas para desktop não adianta, eu não vendo o meu produto”. Ou “Estou anunciando aqui e para celular não dá, não funciona”. A conversão por dispositivos diferentes é o seguinte: Às vezes o usuário está no celular, faz uma pes- quisa, olhou, achou bacana e aí vai para o computador preenche os dados e compra o produto. Então ele comprou em um dispositivo diferente. Ou seja, o celular foi um fator essencial para uma con- versão. Se eu não aparecesse no celular, não ia converter no desktop. Aqui aparece poucas conversões, mas entre contas a diferença é gritante. Eu já ouvi muitas pessoas fa- larem assim: “Estou olhando aqui e a conversão não está tão boa no celular, então eu vou excluir o celu- lar e está tudo bem”. E acaba diminuindo as conversões como um todo. E a pessoa não sabe o que faz.
  12. 12. 3 – CONVERSÃO EM DISPOSITIVOS DIFERENTES Só o que acontece é que o celular estava sendo importante para a busca e o usuário estava comprando em um outro dispositivo. O Google consegue rastrear, obviamente que não 100%, mas já lhe dá um norte, se o desktop e o celu- lar estão lhe ajudando no processo de conversão. Antes de tomar uma decisão de excluir um dispositivo é importante você olhar essa métrica também.
  13. 13. 4 – LIGAÇÕES TELEFÔNICAS Essa é uma métrica para quem usa telefone. Para quem usa as chamadas como objetivo principal. Segundo definição do Google, a métrica “Ligações indica o número de vezes que as pessoas clicaram em um número de telefone exibido em um anúncio para dispositivos móveis ou discaram o número de encaminhamento de chamadas do Google exibido em um anúncio em qualquer dispositivo”. Então, quando você sobe um anúncio do Google que tem a chamada e a pessoa clica nesse link dá para saber que ela ligou para você, tem interesse, principalmente no dispositivo móvel. Essa métrica é importante para saber quais são os seus grupos de anúncios, anúncios, palavras-chave que estão trazendo mais resultados em ligações telefônicas.
  14. 14. 4 – LIGAÇÕES TELEFÔNICAS Se chamadas para você são importantes, se você recebe muita ligação, é importante você adicionar essa coluna para acompanhar as ligações e descobrir quais são as palavras e anúncios que estão, de fato, gerando resultado através de chamadas. Essas aqui são as 4 métricas que você pode avaliar e que vão lhe ajudar a ter uma visão geral para me- lhorar a sua conta. Espero que tenha curtido o conteúdo. Nos vemos na próxima!
  15. 15. QUER APRENDER MAIS? Assista essa aula no Youtube Baixe o áudio dessa aula

×