Boletim mensageiro do_algarve _i

1,464 views

Published on

Quando, em Maio de 2010, os agrupamentos filatélicos do Algarve se juntaram em Vila Real de Santo António em reunião informal, logo aqui surgiu a ideia de se publicar uma Revista que espelhasse a atual filatelia no Algarve, ao mesmo tempo que revivia acontecimentos de outros tempos. Foi também nesta reunião que surgiu a ideia de criar as Algarpex.
Em 2012, em São Brás de Alportel, na reunião preparatória da programação filatélica do Algarve e para o ano seguinte a Revista foi novamente um dos pontos em agenda e, finalmente a 17 de Março de 2013, em Portimão e unicamente para discutir a revista, limaram-se todas as arestas que ainda restavam. Nasceu assim O Mensageiro do Algarve, dando assim continuidade a uma outra revista de no passado pairou no sul de Portugal.
Em três anos, três reuniões, muita foi a correspondência trocada e muitas as conversas havidas em que a revista foi assunto principal, chegando-se mesmo a delinear o perfil da revista a criar, decidiu-se finalmente que a revista teria a forma digital, ultrapassando assim a questão principal – os custos de impressão.
Vai sair quatro vezes por ano, esperamos;
É intenção dos agrupamentos filatélicos que ela seja apresentada nos primeiros quinze dias após o fim de cada trimestre;
É também intenção que noticie todas as manifestações realizadas no Algarve;
É intenção que publicite as manifestações do trimestre seguinte;
E, finalmente e seguramente haverão bastantes artigos sobre assuntos de interesse para o Algarve em que verse não só a sua História Postal, mas também outros acontecimentos para que a memória não se apague. A filatelia nacional, quando se justifique, também aqui será referida.
Resta acrescentar que O Mensageiro do Algarve é uma obra de todos os agrupamentos filatélicos do Algarve, não só daqueles que o fizeram dar os primeiros passos como também de outros agrupamentos que entretanto se venham a formar, e queiram aderir, estando ainda aberto a outras participações de filatelistas sejam eles do Algarve ou de outro qualquer lugar.

As Agremiações Filatélicas e de Coleccionismo do Algarve

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,464
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
594
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Boletim mensageiro do_algarve _i

  1. 1. ApresentaçãoVale mais tarde do nunca…Boletim das Agremiações Filatélicas e de Coleccionismo do AlgarveNesta edição:Apresentação dasAgremiações Fila-télicas2História da Filate-lia Algarvia5Atividades Filatéli-cas Jan a Mar10Próximos Eventos 11Outras Notícias 14Jan, Fev, Março 2013Ano I, Número 1Edição: Associação Filatélica Alentejo-Algarve Núcleo de Filatelia de Faro –ATAF (Associação de Traba-lhadores Autárquicos de Faro) Núcleo Filatélico Juvenil “OsAmiguinhos dos Selos” Secção Filatélica do LionsClube de Portimão Secção de Coleccionismo daAssociação Humanitária dosBombeiros Voluntários de VilaReal de Santo AntónioQuando, em Maio de 2010, os agrupamentos filatélicos do Algarve se junta-ram em Vila Real de Santo António em reunião informal, logo aqui surgiu a ideiade se publicar uma Revista que espelhasse a atual filatelia no Algarve, ao mes-mo tempo que revivia acontecimentos de outros tempos. Foi também nesta reu-nião que surgiu a ideia de criar as Algarpex.Em 2012, em São Brás de Alportel, na reunião preparatória da programaçãofilatélica do Algarve e para o ano seguinte a Revista foi novamente um dos pon-tos em agenda e, finalmente a 17 de Março de 2013, em Portimão e unicamentepara discutir a revista, limaram-se todas as arestas que ainda restavam. Nasceuassim O Mensageiro do Algarve, dando assim continuidade a uma outra revis-ta de no passado pairou no sul de Portugal.Em três anos, três reuniões, muita foi a correspondência trocada e muitas asconversas havidas em que a revista foi assunto principal, chegando-se mesmo adelinear o perfil da revista a criar, decidiu-se finalmente que a revista teria a for-ma digital, ultrapassando assim a questão principal – os custos de impressão.Vai sair quatro vezes por ano, esperamos;É intenção dos agrupamentos filatélicos que ela seja apresentada nos primei-ros quinze dias após o fim de cada trimestre;É também intenção que noticie todas as manifestações realizadas no Algarve;É intenção que publicite as manifestações do trimestre seguinte;E, finalmente e seguramente haverão bastantes artigos sobre assuntos deinteresse para o Algarve em que verse não só a sua História Postal, mas tam-bém outros acontecimentos para que a memória não se apague. A filatelianacional, quando se justifique, também aqui será referida.Resta acrescentar que O Mensageiro do Algarve é uma obra de todos osagrupamentos filatélicos do Algarve, não só daqueles que o fizeram dar os pri-meiros passos como também de outros agrupamentos que entretanto sevenham a formar, e queiram aderir, estando ainda aberto a outras participaçõesde filatelistas sejam eles do Algarve ou de outro qualquer lugar.As Agremiações Filatélicas e de Coleccionismo do AlgarvePublicação TrimestralO Mensageiro do AlgarveContato:omensageirodoalgarve@gmail.com
  2. 2. AFAL - Associação Filatélica Alentejo-AlgarvePágina 2O Mensageiro do AlgarveLogótipo do Lions Clubede PortimãoLogótipo da AFALAssociação FilatélicaAlentejo Algarve“A AFAL, aindacomo ComissãoOrganizadora, levaa efeito aII ExposiçãoFilatélica AlentejoAlgarve emSetembro de 1980”Secção Filatélica do Lions Clube de PortimãoA 15 de Agosto de 1980 realizou-se, em Portimão, uma reunião de váriosfilatelistas para a constituição de uma Associação Filatélica no Sul de Portu-gal e constituição de uma Comissão Organizadora até à legalização dos Esta-tutos que foram registados no Cartório Notarial de Portimão a 5 de Março de1981.A AFAL, ainda como Comissão Organizadora, leva a efeito a II ExposiçãoFilatélica Alentejo Algarve em Setembro de 1980.Após a sua constituição a atividade filatélica, ao longo dos anos, tem sidomuito variada. Muitos eventos foram organizados tais como mostras, exposi-ções de todos os tipos desde Regionais, Nacionais por Classes ou Gerais,Philaibéria 95, Nations Cup 2002, uma Luso-Alemã, Luso-Espanholas porClasses, uma participação em Filapex, Algarpex 2010, uma Feira Internacio-nal de Colecionismo, palestras, cursos de Filatelia, Jornadas Filatélicas, edi-ção de livros, edição de 15 números do Mensageiro Filatélico, Site na Inter-net, colaboração em rádios e jornais locais, incentivação à formação de novasAgremiações, apoio à Juventude, Congressos Federativos, participação emExposições Nacionais e Internacionais na classe de Literatura, obtenção doPrémio "Manolo Prieto" em 1996 e 1997.Para este ano está previsto:- Mostra Filatélica no mês de Julho;- Mostra Filatélica do dia da Cidade de Portimão a 11 de Dezembro.O Lions Clube de Portimão foi fundado em Novembro de 1980 e inicioulogo a atividade filatélica com um Carimbo Comemorativo em 30 de Janeirode 1981. Desde então já realizou imensas Mostras Filatélicas, encontros decolecionadores, colóquios e palestras noutros clubes Lions e clubes Rotá-rios.A Secção possui uma coleção de selos do tema Lions que expõe em Mos-tras e Convenções Lions. Colabora com as outras Agremiações Filatélicasdo Algarve.Para este ano está previsto:- Mostra Filatélica Forum Turismo no dia 18 de Abril, em Faro- ALGARPEX 2013, em Setembro em data a definir.
  3. 3. Secção de Coleccionismo da Associação Humanitária dosBombeiros Voluntários de Vila Real de Santo AntónioPágina 3Ano I, Número 1Logótipo Secção deColeccionismo da Ass.Humanitária dos Bom-beiros Voluntários deVila Real de SantoAntónio“A Secção deFilatelia dosBombeirosVoluntários de VilaReal de SantoAntónio, foifundada a 1 deJaneiro de 1977”A Secção de Filatelia dos Bombeiros Voluntários de Vila Real de San-to António, foi fundada a 1 de Janeiro de 1977, altura em que“oficialmente” foi integrada como Secção “Autónoma” na estrutura daAssociação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Real deSanto António. Um grupo de filatelistas liderados por José Manuel Perei-ra, também ele um filatelista e homem de vários ofícios era, tomaram aseu cargo todas as diversas manifestações filatélicas realizadas até1991.A partir de 1999, um grupo de filatelistas quis reactivar a actividadefilatélica, altura contactou com a Direcção dos Bombeiros de então, ten-do sido goradas todas as suas tentativas para o fazer.Em Maio de 2008, realizou-se uma Mostra de Coleccionismo quedecorreu no Salão Nobre dos Bombeiros, e, em 14 de Novembro de2008, foi assinado um Protocolo de Cooperação entre a Direcção, e aentão denominada, Comissão Instaladora da Secção de Coleccionismoda Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Real deSanto António.Restabelecida que foi a agora denominada Secção de Coleccionismo,logo na sua primeira reunião, foi decidido fazer a sua (re-)inscrição naFederação Portuguesa de Filatelia – APD, o que aconteceu em 26 deNovembro de 2008.Desde então a cadência de manifestações filatélicas realizadas tantona cidade de Vila Real de Santo António, como noutras localidades temsido quatro a cinco anuais, prevendo-se para este ano as seguintesmanifestações:De 11 de 30 de Maio de 2013. Comemorações do Dia daCidade com uma Mostra Filatélica comemorativa dos 500Anos de Santo António de Arenilha;Nos dias 8 e 9 de Junho, o 1º Encontro de Floricultura doAlgarve;No dia 9 de Junho de 2013, o 1º Encontro Internacional deColeccionismo;Novembro de 2013, Mostra Filatélica alusiva aos Comandan-tes de Bombeiros de Vila Real de Santo António.
  4. 4. Núcleo de Filatelia de Faro — ATAFNúcleo Filatélico Juvenil “Os Amiguinhos dos Selos”Página 4O Mensageiro do AlgarveLogótipo do Núcleo fila-télico Juvenil “Os Ami-guinhos dos Selos”Logótipo do Núcleode Filatelia de Faro -ATAFFoi em 2007 quese conseguiucriar em Farouma agremiaçãofilatélica quejá há muito eraacalentada pormuitoscolecionadoresde Faro earredoresO Núcleo de Filatelia de Faro - ATAF iniciou a sua atividade a 15 deDezembro de 2006, com um Salão de Filatelia no Museu Municipal deFaro, em que foi efetuado um carimbo comemorativo com o apoio daAssociação de Filatelia Algarve e Alentejo. Porém foi no início de 2007.Uma das questões que é colocada com frequência é o porquê de nosdenominarmos Núcleo de Filatelia de Faro - ATAF. A razão deve-se aofacto de as atividades do Núcleo se terem iniciado com um grupo de tra-balhadores do Município de Faro que formaram um grupo de trabalhodirecionado à filatelia na Associação de Trabalhadores Autárquicos deFaro, porém esse trabalho visou sempre encontrar mais colecionadoresque participassem nas atividades. A Presidente da Associação de Traba-lhadores Autárquicos de Faro desde da criação do Núcleo filatélico temsido a Arqt.ª Marilia Mer, sendo que os dois responsáveis pelo núcleo têmsido o Sérgio Pedro e o Rui Gonçalves.Para este ano está previsto:- Mostra Filatélica “A Cortiça” no dia 08 de Junho em S. Brás de Alportel;O Núcleo Juvenil “Os Amiguinhos dos Selos”, está integrado no Agrupa-mentos Vertical de Escolas de Estoi e iniciou a sua atividade no ano letivo2011/2012, tendo sido admitido na Federação Portuguesa de Filatelia –APD a 30 de Março de 2012. Ao longo destes dois anos de atividade oNúcleo Juvenil tem dinamizado atividades com duas turmas do 1.º ciclo(2.º e 4.º anos de escolaridade) da EB 1 de Estoi no sentido de estimularas crianças para a filatelia. As atividades tido uma periodicidade quinzenalem cada turma e a Biblioteca Escolar tem dado um contributo excelentena divulgação da filatelia junto dos alunos do 2.º e 3.º ciclos de escolari-dade (do 5.º até ao 9.º ano). Os responsáveis pelo Núcleo são a Prof.ªÉlia Durão e o Psicólogo Sérgio Pedro.Para este ano está previsto:- Mostra Filatélica “Sou Criança” no dia 03 de Junho na Conceição de Faro;- Mostra “Aniv. do Clube Amiguinhos dos Selos e Natal” em Dezembro;
  5. 5. História da Filatelia AlgarviaPágina 5Ano I, Número 1Artigo de:Francisco GalveiasCarimbo comemorativo“José ManuelPereira. Foi pelamão destefilatelista, que serealizaram todasas manifestaçõesfilatélicas em VilaReal de SantoAntónio até ao anode 1991”Historial da Secção de Coleccionismo da AssociaçãoHumanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Real deSanto AntónioPara vos contar a história da Secção de Coleccionismo dos Bombeirosde Vila Real de Santo António, socorro-me, embora de forma adaptada, aum capítulo do livro “Os Bombeiros e a Filatelia em Portugal”, que breve-mente irei editar.Quando no ano de 1957, se realizou nesta Vila, de 1 a 8 de Dezembro,a “I Exposição Nacional do Selo Escuteiro, no seu seio estava aqueleque viria a ser a génese na filatelia dos Bombeiros – José Manuel Perei-ra. Foi pela mão deste filatelista, que se realizaram todas as manifesta-ções filatélicas em Vila Real de Santo António até ao ano de 1991, isto é,foram trinta e quatro anos a promover a filatelia.Se nos primeiros anos as manifestações filatélicas foram integradas noEscutismo, a partir de 1977, ano da constituição da Secção de Filateliados Bombeiros, as mostras filatélicas que a partir daí se realizaram,foram-no já integradas na actividade da Secção de Filatelia dos Bombei-ros:Em Janeiro de 1980, comemoraram-se os 90 Anos da Associação eem Maio do mesmo ano, foi assinalada esta efeméride com uma MostraFilatélica.Dois anos depois, em Janeiro de 1982, mais uma vez o aniversário daassociação foi assinalado com uma Mostra Filatélica e nesse mesmoano, em Dezembro, mais uma Mostra, a III Exposição Nacional do SeloEscuteiro, desta vez numa organização dos Bombeiros.Nos dias 14 e 15 de Janeiro de 1984, decorreu a 1ª Mostra Nacional doSelo Alusivo ao Bombeiro, que fez parte das comemorações do 94º Ani-versário dos Bombeiros, tendo tido como objectivo contribuir para tornarmais conhecida a filatelia alusiva aos “Soldados da Paz”, através dealguns cultores desta temática.Em 27 de Outubro de 1984, a Secção Filatélica oficializou a sua filia-ção na filiação na Federação Portuguesa de Filatelia.Um ano depois, no dia 27 de Outubro de 1985, decorreu nas instala-
  6. 6. Página 6O Mensageiro do AlgarveCarimbo comemorativo“em 1990,integrado nascomemorações doCentenário doAniversário daAssociação,decorreu a 3ªMostra Nacionaldo Selo Alusivo aoBombeiro”ções dos Bombeiros a Mostra Comemorativa do Ano Internacional daJuventude, que foi realizada no âmbito das actividades da Comissão Nacio-nal do Dia do Selo e da Comissão Nacional de Filatelia da Associação dosEscuteiros de Portugal, contando esta Mostra com um carimbo comemorati-vo; estiveram expostas oito colecções, uma das quais da temática bombei-ros, pertencente aos Bombeiros de Vila Real de Santo António.Em Setembro de 1977, de 1981, de 1984 e de 1986, realizaram-se as Quin-zenas Filatélicas do Algarve, numeradas de primeira à quarta, que mantiveramuma presença assídua do público filatélico do Algarve, particularmente doSotavento Algarvio, embora a grande maioria dos visitantes tivessem sido osforasteiros que, por esta altura do ano, rumam ao sul para o tradicional gozode férias.As Jornadas Juvenis de Divulgação Filatélica, também elas em número dequatro, marcaram presença no panorama filatélico de Vila Real de Santo Antó-nio, embora só uma delas, as Segundas Jornadas, realizadas em Setembro de1981, tivesse honras de carimbo comemorativo. O Salão dos Bombeiros foisempre o local escolhido para estas manifestações, onde se respirou filatelia,principalmente nas camadas jovens, com as habituais visitas de alunos dasescolas do concelho a marcarem presença assídua. Entusiasmados, tiveram oensejo de mexer em lupas, charneiras, pinças, cola, tiras hawid e outros arti-gos ligados à filatelia, sem esquecer os selos, praticando o seu manuseamentoe ordenação, recebendo no final algumas lembranças filatélicas.Nos dias 5 e 6 de Setembro de 1987 decorreu a II Mostra Nacional do SeloAlusivo ao Bombeiro, coincidindo com a feira anual da vila pombalina, queestabeleceu a ponte entre a 1ª edição de 1984 e as promoções filatélicas, quese pretendiam estabelecer para o Centenário dos Bombeiros a ocorrer em1990, preparando assim, as colecções com a finalidade de as apresentarnaquela que viria a ser a 3ª Mostra Alusiva ao Bombeiro.E em 1990, integrado nas comemorações do Centenário do Aniversário daAssociação, decorreu a 3ª Mostra Nacional do Selo Alusivo ao Bombeiro. Masporque o carimbo comemorativo não foi a tempo, lapso a que a Secção deFilatelia foi alheia, foi utilizado, na emergência, um carimbo numérico, sendo ocarimbo comemorativo só utilizado no dia em 11/2/1990, data do encerramen-to.No livro dos 105 anos dos Bombeiros de Vila Real de Santo António, escre-veria José Manuel Pereira: “Desde há vários anos, a Associação Humanitáriados Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António vem dedicando à
  7. 7. Página 7Ano I, Número 1Capa do brochura daExposição deColeccionismoinaugurada a 12 demaio de 2008Sobrescrito com o 1.ºcarimbocomemorativo dasecção decolecionismo após asua reativação“Depois de uminterregno de 18anos, ainda sem aSecção reactivada,levou-se a efeitouma Mostra deColeccionismo”Filatelia e seu desenvolvimento no concelho o melhor do seu esforço. Sus-pensa temporariamente esta actividade por motivo de obras no novo quartelda Corporação, esta suspensão foi um pouco quebrada com a realização(em 28 e 29 de Setembro), de uma Mostra Filatélica, que foi como que adespedida das actividades deste género em relação ao actual quartel, visto onovo estar quase concluído e nele, naturalmente, passarem a ser feitastodas as manifestações de Filatelia” (….) Estávamos em Setembro de 1991e de facto a Mostra Filatélica Alusiva ao Bombeiro, coincidiu com a despedi-da das instalações antigas e, com o fim de um ciclo. Lamentavelmente JoséManuel Pereira, porque a idade era já avançada, não pôde continuar e asnovas instalações só veriam filatelia dezoito anos depois …Durante esta inactividade, chegaram a ser publicados anúncios na revistaPrevenir, órgão oficial dos Bombeiros de Vila Real de Santo António, pedindovoluntários para activar a Secção, mas os candidatos não apareceram. Apartir de 1999, um grupo de filatelistas quis reactivar a actividade filatélica;na altura contactou com a Direcção dos Bombeiros de então. Foram goradastodas as suas tentativas.O reinício da actividade filatélica concretizou-se alguns anos depois.Depois de um interregno de 18 anos, ainda sem a Secção reactivada,levou-se a efeito uma Mostra de Coleccionismo que decorreu no SalãoNobre dos Bombeiros, em Maio de 2008 e, onde se mostrou um pouco detudo, desde filatelia e numismática, até às miniaturas e porta-chaves, pas-sando por muitas outras “artes” do coleccionismo. Estavam pois reunidastodas as condições para reactivar a Secção e, surgiram novas conversaçõescom a Direcção dos Bombeiros, culminando a 14 de Novembro de 2008,com a assinatura do Protocolo de Cooperação entre a Direcção, e a, entãodenominada, Comissão Instaladora da Secção de Coleccionismo da Asso-ciação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo Antó-nio.Restabelecida que foi a agora denominada Secção de Coleccionismo, logona sua primeira reunião, foi decidido fazer a sua (re-) inscrição na FederaçãoPortuguesa de Filatelia – APD, o que aconteceu em 26 de Novembro de2008.Desde então a cadência de manifestações filatélicas realizadas tanto nacidade de Vila Real de Santo António, como noutras localidades tem sidoquatro a cinco anuais.
  8. 8. Página 8O Mensageiro do AlgarveCarimbo comemorativoutilizado para assinalaro acontecimentoArtigo de:António Borralho“Os balcões nãofuncionamminimamente poiso utente que sedirige às estaçõespara fazercompras filatélicasrecebe, em 90%dos casos, aresposta de que asenhora não está”Relembrando o passadoEm 26 de Outubro de 1982, na página de Filatelia do Comercio de Porti-mão, foi publicado um artigo intitulado "Que futuro para a Filatelia doAlgarve? ", de António Borralho. Refere-se ao Congresso de Turismo e àatuação dos CTT como dinamizadores de propaganda turística através dosselos. Será que, 30 anos depois, estamos melhor?Transcrevemos a seguirDecorreu no passado dia 18 uma Conferência de Imprensa no Hotel D.João II para apresentação do programa do III Congresso de Turismo doAlgarve e a IV Feira de Turismo que terá lugar na Torralta, em Alvor, de 26a 30 de janeiro de 1983.Será debatida toda a problemática do Turismo em especial e o futuro doAlgarve como região turística por excelência. A Comissão Organizadoranão esqueceu um aliciante programa social para os Congressistas e nãodescurou a parte cultural. Com efeito, haverá uma Exposição de Filateliadedicada ao tema Turismo e um Carimbo Comemorativo, além da apresen-tação de folclore e artesanato.Não se pode pretender a resolução de todos os problemas num futuroimediato mas, ao analisar o futuro do Algarve temos que fazer em todos ossectores, sem desprezar aqueles que, à primeira vista, pouca importânciatêm para o Turismo. É o caso da filatelia que pode e deve ser um meio depropaganda turística da nossa província e analisada em termos de futuro.De 1977 a esta parte, muito se tem tentado fazer no campo da promoçãofilatélica. Em Janeiro do corrente abriu a Loja de Filatelia, em Faro, paravenda se séries completas, carimbos do 1.º Dia, inteiros postais etc. Foi ummarco bastante importante para os coleccionadores. Foi, também, editadoum desdobrável informando os turistas dos balcões de Filatelia que existemem diversas estações espalhadas por todo o Algarve. Uma ideia de grandesignificado se, na prática, isso se verificasse. Os balcões não funcionamminimamente pois o utente que se dirige às estações para fazer comprasfilatélicas recebe, em 90% dos casos, a resposta de que a senhora nãoestá, que não há pessoal que chegue para isso, que a estação não temséries completas, que se venha a outra hora ou noutro dia, etc., etc. Paraque serviram os desdobráveis? Para que os responsáveis pensem queanda tudo sobre rodas, que até se faz promoção filatélica? O turista, porquem devemos ter todo o respeito, pois é ele que deixa cá o dinheiro, não
  9. 9. Página 9Ano I, Número 1deve ser ludibriado, enganado, por um "falso" desdobrável emitido por uma Entidade quedeveria merecer toda a credibilidade.Em Portimão, considerada a terceira cidade do país com mais desenvolvimento filatélicoa situação é bastante grave no que respeita ao tal "balcão" de Filatelia. Abre 2 horas pordia quando a senhora não tem mais nada para fazer. Já tivemos oportunidade de passardentro do horário, marcado no papel que está colado no vidro, e não fomos atendidos.Causas? Que futuro? Não nos compete a nós dar as respostas. A nosso ver uma coisa seimpunha, de toda a urgência, recolher todos os desdobráveis em que se anunciam os bal-cões de filatelia e queimá-los. Prestariam os nossos Correios um grande serviço aos fila-telistas, pois não seriamos enganados o que era muito bom.Filatelia Algarvia que futuro? Os responsáveis dos CTT têm uma palavra a dizer. Assu-mam-se como tal, e o que prometerem cumpram-no, para o bom nome da Vossa Empre-sa e a bem da Filatelia em Portugal.Com o III Congresso de Turismo e a IV Feira de Turismo, no Hotel D. João II, em Janeirode 1983, a AFAL esteve presente com um stand e uma Exposição de Filatelia com partici-pações ligadas ao tema Turismo.Os Correios de Portugal marcaram a sua presença com um Posto de Correio durantetodo o período do Congresso.O carimbo comemorativo utilizado para assinalar o acontecimento tem como motivouma chaminé, típica do Algarve e o logotipo da Torralta, empresa a quem pertencia oHotel. Foi utilizado em 27 de Janeiro de 1983
  10. 10. Atividades Filatélicas de Janeiro a MarçoPágina 10O Mensageiro do AlgarveCarimbo comemorativo“Esta mostrafilatélica foi aprimeira alusiva aoaniversário doNúcleo de Filateliade Faro - ATAF”A 07 de Janeiro de 2013 na Estação de Correios do Carmo em Faro,abriu ao público a mostra filatélica comemorativa do 6.º aniversário doNúcleo de Filatelia de Faro – ATAF.Esta mostra filatélica foi a primeira alusiva ao aniversário do Núcleo deFilatelia de Faro - ATAF.Na mostra filatélica estiveram patentes as seguintes coleções:CERES - Variedades de Cliché (Carlos Correia); Primeiros Selos daRepública (Luís Brás); Marcofilia de Faro (Francisco Paiva); Os Castelosde Portugal (Ricardo Brito); Travessia Aérea de 1922 (Ricardo Brito); OCinema na Filatelia (Jorge Bomba); Os Azulejos em Portugal (José Pinta-do); A Aviação (António Fonseca); O Natal (Albano Santos); De Sonho aRealidade (Helder Lucas); Pintores Portugueses nos Inteiros Postais (LuísBrás); Homens e Mulheres da História (Sérgio Pedro).Da Esquerda para a direita:Rui Gonçalves, Sérgio Pedro e PedroRodriguesSobrescrito comemorativoPostal máximo
  11. 11. Próximos Eventos FilatélicosPágina 11Volume 1, Edição 1CarimbocomemorativoFórum de TurismoO Lions Clube de Portimão, em colaboração com os outros Clubes Lionsexistentes no Algarve (Lagoa, Faro, Vilamoura e Loulé) e com o Turismo doAlgarve promove um Fórum de Turismo no Auditório da Escola Hoteleira deFaro, no Largo do São Francisco, no próximo dia 18 de Abril, das 14,30 às19,00 horas.A abertura será feita por Desidério Silva, Presidente do Turismo do Algarvee terá o seguinte painel:- Turismo e Atividades Náuticas; Turismo e Atividades Desportivas ; Turismoe Desportos Motorizados ; Turismo e Golfe ; Turismo e Saúde ; InterligaçãoFuncional das Atividades Hoteleiras; Turismo e Congresso; As conclusõesserão às 18,30, horasA Secção Filatélica do Lions Clube de Portimão colabora com a organiza-ção de uma Mostra Filatélica, onde serão apresentadas várias coleções.Haverá um Posto Temporário de Correios no local, das 14,30 às 18,00 horas,onde poderá ser aposto o carimbo comemorativo que acima reproduzimos.Toda e qualquer correspondência apresentada poderá seguir com esta mar-ca postal, usada unicamente um dia. Oportunidade única para as empresas eentidades de enviarem o seu correio, nesse dia, de um modo diferente.A Secção Filatélica editará um sobrescrito comemorativo.Onualgarve 2013Foi inaugurada no passado dia 15 de Abril a Onualgarve 2013, quemais uma vez teve lugar nas instalações da Universidade de Huelva, certameeste que já vai na sua terceira edição.O acto inaugural foi presidido pelo Reitor daquela, estando ainda pre-sentes diversas individualidades da cidade bem como representantes do Cir-culo Filatélico Y Numismático de Huelva, clube organizador e da Secção deColeccionismo da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de VilaReal de Santo António, como clube convidado.Depois de algumas palavras de circunstância a abrir a sessão, proferi-das pelo presidente da agremiação filatélica organizadora, Manuel Guadalu-pe Garcia, também o reitor da universidade agradeceu a presença dos convi-dados a que se seguiu uma visita às quase três dezenas de colecçõesexpostas, das quais dezassete eram pertença dos portugueses.A exposição poderá ser visitada no Campus de La Merced, onde per-manecerá durante três semanas.Logótipos dasEntidadesorganizadoras
  12. 12. Próximos Eventos FilatélicosPágina 12O Mensageiro do AlgarveCarimbo comemorativo”O CarimboComemorativo queaqui se reproduz aprimeira marca decorreio de VilaReal de SantoAntónio”500 anos de Santo António de ArenilhaA Carta de Privilágio concedida por D. Manuel e datada de 7 de Fevereirode 1513, concedida a António Leite, é a prova da existência de SantoAntónio de Arenilha deste pequena povoação situada na margem direitada foz do Guadiana, sento também esta a data da constituição oficialdaquela vila, já que o documento manuelino diz textualmente “nossa Villadarenilla que hora mandamos fazer e edifycar (…) e que nos praz que hadita Villa seja couto assy e de maneira que ho he a nossa Villa de CastroMarym”.É esta data que agora a Secção de Coleccionismo dos BombeirosVoluntários de Vila Real de Santo António comemora com uma MostraFilatélica que se vai realizar no Centro Cultural António Aleixo de 11 a 30de Maio de 2013 – os 500 Anos de Santo António de Arenilha, que seráintegrado nas comemorações do dia da Cidade.O Carimbo Comemorativo que aqui se reproduz a primeira marcade correio de Vila Real de Santo António, uma marca que nunca deveriater existido, pelo menos com esta nomenclatura. Esta marca, que já foiobjecto de estudo de credenciados filatelistas, volta agora a ser abordadonum artigo a publicar no catálogo da exposição que consideramos demuito interesse – a não perder.Proposta de carimbocomemorativo enviadaà Federação Portuguesade FilateliaMostra Filatélica “Sou Criança”No próximo dia 03 de Junho, irá realizar-se na Escola Básica do 1.º ciclode Conceição de Faro a I mostra filatélica nessa escola alusiva à criança.A mostra filatélica está inserida no plano exposicional proposto pelonúcleo de filatélico do Agrupamento Vertical de Escolas de Estoi denomi-nado “Os amiguinhos dos selos”.
  13. 13. Próximos Eventos FilatélicosPágina 13Volume 1, Edição 1Esta mostra filatélica irá apresentar-se as coleções que os alunos do 2.ºe 4.º ano da EB 1 de Estoi estiveram a organizar, bem como a coleção demaximafilia da turma do 4.º ano (ano letivo 2011/2012) e da turma do 4.ºano (ano letivo 2012/2013).Será ainda solicitada a colaboração de outra agremiação juvenil bemcomo de colecionadores adultos que tenham coleções ligadas ao temacriança.Por fim serão ainda apresentadas coleções sobre história postal que ser-viram de suporte para dinamizar atividades sobre a evolução dos correiose da comunicação escrita.“apresentar-se ascoleções que osalunos do 2.º e 4.ºano da EB 1 deEstoi estiveram aorganizar”Mostra Filatélica “A Cortiça”No próximo dia 08 de Junho, irá realizar-se no Museu do Traje em S.Brás de Alportel mais uma mostra filatélica.A segunda mostra filatélica organizada pelo Núcleo de Filatelia de Farofoi em S. Brás de Alportel, no entanto, dessa mostra só temos a recordaras fotografias da inauguração, pois, à data o Núcleo havia se federado àpouco tempo sendo que não tinha sido incluído no plano exposicional.No entanto, como por parte do Museu do Traje tivemos uma tão boarecepção, ficou-nos sempre na ideia a realização de uma mostra filatélicacom carimbo comemorativo.Proposta de carimbocomemorativo enviada àFederação Portuguesade FilateliaFotografias da mostra filatélica realizada 05 de Janeiro de 2008
  14. 14. Outras NotíciasPágina 14O Mensageiro do AlgarveSelo alusivo à Farinheirade Monchique”Selos colocadosem circulação no1.º trimestreBicentenário donascimentode Giuseppi Verdie Richard WagnerSabores do Ar edo Fogo (2ª série)Falcoaria”Mais um selo sobre o AlgarveNo passado dia 15 de Março de 2013, foi colocada em circulação maisuma série de selos temática, nomeadamente, a dos “Sabores do Ar e doFogo - 2.º grupo”.Na referida série um dos selos de “correio azul” é alusivo à Farinheirade Monchique ou morcela de farinha.A Farinheira acima referida é elaborada por carne de porco, tem umaforma cilíndrica, não ultrapassando os 30 centímetros. É envolvida por umpano branco e cosida com linha de algodão. Os ingredientes utilizadossão: farinha de milho, sangue, carnes magras, gorduras, sal, alho, pimen-ta, cominhos, cravinho, louro e canela.Desta receita temos uma farinheira de cor escura não homogénea, comalgumas manchas esbranquiçadas das gorduras, apresentando uma tex-tura macia, um sabor muito agradável, no qual se destacam as especia-rias, nomeadamente a canela.Dados Técnicos:Tiragem: 110 000 exemplaresFormato: 40 mm x 30,6 mmPicotagem: Cruz de Cristo 13 x 13Papel: FSC 110g/m2Impressão: OffsetImpressor: Imprensa Casa Nacional Casa da MoedaFolhas: 50 exemplaresSelos colocados em circulação no 1.º trimestreBicentenário do nascimentode Giuseppi Verdi e Richard WagnerEmissão:2013 / 01 / 31Selos:E20g. - 2 x 145 000Blocos com 1 selo:2 x €1,50 - 2 x 50 000Sabores do Ar e do Fogo (2ª série)Emissão:2013 / 03 / 15Selos:2 x N20g. - 2 x 155 0002 x A20g. - 2 x 110 0002 x E20g. - 2 x 145 0002 x I20g. - 2 x 115 000Bloco com 2 selos:€ 2,00 - 50 000FalcoariaEmissão: 2013 / 03 / 23SelosN20g. - 155 000A20g. - 110 000E20g. - 145 000I20g. - 115 000Bloco com 1 selo: € 1,50 - 54 500Selo taxa I 20g.Série Falcoaria
  15. 15. Outras NotíciasPágina 15Volume 1, Edição 1Logótipo comemorativodos 50 anos da FESOFIAntónio Borralho distinguido pela Federação Espanholade Sociedades FilatélicasNo próximo dia 29 de Abril FESOFI (Federação Espanhola de Socieda-des Filatélicas) distinguirá 3 filatelistas portugueses pelo trabalho desen-volvido ao longo dos 50 anos de existência da supra referida federação.Nos três filatelistas distinguidos inclui-se António Borralho.É com regozijo que recebemos esta notícia, pois, se existe área em queAntónio Borralho tem trabalhado é em prol do desenvolvimento da filateliaé no Algarve, sendo ele um dos principais responsáveis pela ativação dasagremiações filatélicas que atualmente dinamizam atividades no Algarve,bem como por este boletim.Desde já os nossos parabéns pelo prémio e que continue com o bomtrabalho.Não podemos terminar esta notícia sem desejar aos restantes filatelis-tas distinguidos com este prémio, nomeadamente, o Sr. Pedro Vaz Perei-ra e o Sr. Hernâni Matos os nossos parabéns.“se existe área emque AntónioBorralho temtrabalhado é emprol dodesenvolvimentoda filatelia é noAlgarve”Nova agremiação filatélica juvenilA Escola EB 2/3 Dr. António da Costa Contreiras de Armação de Pêra, doAgrupamento de Escolas Silves Sul, formou um Núcleo Juvenil de Filateliae Colecionismo. Foi decidido em reunião havida entre o Diretor da EscolaProfessor Carlos Ferreira da Silva, Prof. Luís Bernardino, Professora Mariade Jesus e da filatelista e dirigente do CNE Manuela Lourenço, ficandoestas duas últimas responsáveis pelo bom funcionamento do referidoNúcleo. Já existe um grupo de alunos inscritos e está-se a proceder à sualegalização, prevendo-se para Junho uma Mostra de divulgação.Desejamos os maiores êxitos a este Núcleo, o segundo no Algarve. Des-de já nos colocamos ao inteiro dispor para todo o apoio que possamos dar.Logótipo doAgrupamento de Escolas
  16. 16. Endereços das Agremiações:AFAL - Associação Filatélica Alentejo AlgarveAvenida 25 de Abril, Bloco 2, r/c8500-610 PortimãoNúcleo de Filatelia de Faro - ATAFBeco do Arco8000 FaroNúcleo Infanto Juvenil “Os Amiguinhos dos Selos”Escola EB 2/3 Poeta Emiliano da Costa - EstoiRua Prof. Amilcar Quaresma - Estoi8005-479 FAROSecção Filatélica do Lions Clube de PortimãoAuditório MunicipalRua Miguel Bombarda8500-299 PortimãoSecção de Colecionismos da Associação Humantários dos BombeirosVoluntários de Vila Real de Santo AntónioRua Francisco Sá Carneiro S/N8900-307 Vila Real de Santo AntónioColaboraram neste número:António BorralhoFrancisco GalveiasSérgio PedroPaginação e Montagem:Sérgio PedroOs artigos publicados são dainteira responsabilidade dos seusautoresBoletim das Agremiações Filatélicase de Coleccionismo do AlgarveDivulgando a filatelia e o coleccionismo do Algarve.CONTATO:omensageirodoalgarve@gmail.comVultos da História e da Cultura(Fig. 1 - série completa)Emissão: 2013 / 04 / 15Selos€0,36€0,60€0,70€0,80€1,00- 500 Anos Portugal-China(Fig. 2 - série completa)Emissão: 05/05/2013SelosN20g.I20g.Blococom 1 selo € 3,00- Centenário das Missões Laicas em África(Fig. 3 Bloco da série)- 2013 – Ano Internacional das Probabilidades e da Estatística- Festas Tradicionais Portuguesas (última série)- Europa 2013 – Veículos PostaisPróxima emissões filatélicas (Abril a Junho)Fig. 1Fig. 2Fig. 3Entidades responsáveis pelo boletim

×