Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Trabalho transportes ferroviários, 9º4

6,713 views

Published on

  • Be the first to like this

Trabalho transportes ferroviários, 9º4

  1. 1. O transporte ferroviário é a transferência de pessoas ou bens, entre dois locais geograficamente separados, efectuada por um comboio, automotora ou outro veículo semelhante. O comboio ou seu equivalente circula numa via férrea composta por carris dispostos ao longo de um percurso determinado.O transporte ferroviário é uma parte fundamental da cadeia logística que facilita as trocas comerciais e o crescimento económico. É um meio de transporte com uma elevada capacidade de carga e energeticamente eficiente, embora careça de flexibilidade e exija uma contínua aplicação de capital.
  2. 2. Na segunda metade do século XIX, os elementos da elite política, económicae intelectual esforçavam-se por encontrar uma forma de modernizar o país. Muitos defendiamque o desenvolvimento estava na construção de vias de comunicação. Após a construção daprimeira linha de ferro em Inglaterra, em 1825, admitia-se a sua introdução também emPortugal. Mas o país ainda não estava recomposto das guerras civis e das agitações políticas que tinha enfrentado recentemente e, como tal, não possuía o capital necessário para tão grandioso investimento. No entanto, os projectos foram sendo apresentados e, após a criação da Companhia das Obras Públicas em Portugal, em 1844, é proposta a construção do caminho- de-ferro entre Lisboa e a fronteira espanhola, proporcionando a possibilidade de ligação com o resto da Europa.
  3. 3. Os anos oitenta vão encontrar os caminhos-de-ferro portugueses numa verdadeiraestagnação. Apesar da vontade do estado em atribuir verbas para o desenvolvimentodeste meio de transporte, os resultados práticos visíveis são reduzidos. Mesmo com aentrada de Portugal para a Comunidade Económica Europeia, o panorama ferroviáriopouco muda. Os apoios atribuídos ao país eram canalizados, maioritariamente, para aconstrução de estradas, vias rápidas e auto-estradas. Apenas na década de noventa o caminho-de-ferro volta a receber alguma atenção por parte do estado. São investidas largas verbas para a realização de obras de grandeenvergadura. São adquiridas novas locomotivas eléctricas e electrificados alguns troços da rede ferroviária Relativamente ao comboio de alta velocidade, a ideia inicial surgiu ainda na década de oitenta, prolongando-se no tempo até aos dias de hoje.
  4. 4. RedeFerroviáriaactual (2011)
  5. 5. Trabalho realizado por :Marcelo Picariello Nº26Pedro Teles Nº20António Fernandes Nº4

×