Conjunto Habitacional do Pedregulho, 1947-Affonso Reidy

4,757 views

Published on

Trabalho realizado em equipe, sobre a vida e obra de Affonso Reidy, Conjunto Habitacional do Pedregulho, 1947

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Conjunto Habitacional do Pedregulho, 1947-Affonso Reidy

  1. 1. CENTRO UNIVERSITÁRIO DINÂMICA DAS CATARATAS Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes Julio Cezar Muller Larissa Rabelo Marcelo Daniel Trindade Susana Baldissera
  2. 2. Affonso Reidy
  3. 3. 1953 Affonso ReidyNascido em Paris e radicado no Rio de Janeiro, o urbanista Affonso Eduardo Reidy é um dos pioneiros da arquitetura moderna. Em projetos notáveis, como o Conjunto Habitacional do Pedregulho, o qual ganhou a Bienal de 1953, o Aterro do Flamengo e o Museu de Arte Moderna, todos realizados no Rio, Reidy apresenta apuro arquitêtonico e elege o homem como o centro de suas atenções.
  4. 4. Affonso Eduardo Reidy teve um papel fundamental, atuando desde 1929, como estudante assistente de Alfred Agache e depois como diretor do departamento, a partir de 1947, e mais efetivamente ao retomar suas propostas de urbanização do Aterro do Flamengo , a partir de 1961.
  5. 5. 1954 Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, obra de concepção estrutural arrojada, logo após obter o primeiro prêmio da Exposição Internacional de Arquitetos da I Bienal de São Paulo, em 1953.
  6. 6. Aos 17 anos começa a estudar na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, onde se forma arquiteto em 1930. Em pouco tempo Reidy assumiria o cargo de professor ocupado por Warchavchik nas cadeiras de desenho e planejamento urbano, contribuindo para a formação de uma geração de arquitetos que ficaria conhecida como "escola carioca".
  7. 7. 1936 Affonso Reidy
  8. 8. Após sua morte, durante as décadas de 1970 e 80, toda a obra da geração à qual Reidy pertenceu, assim como o seu ideário e visão de mundo passou a ser bastante criticada, à medida que surgia a pós-modernidade. Entre os seus projetos mais denunciados está o Pedregulho (e que ironicamente é um dos mais elogiados). Os críticos alegam que o projeto não considerava as necessidades e características da população à qual se destinava, o que levou à efetiva degradação do local.
  9. 9. 1947 Affonso Reidy Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes, conhecido como Pedregulho Considerado arrojado pela sua concepção espacial e pela prioridade dada aos equipamentos de lazer e convivência,
  10. 10. 1947
  11. 11. 1936
  12. 12. Histórico: CONJUNTO HABITACIONAL CONSTRUÍDO EM 1947, PELO DEPARTAMENTO DE HABITAÇÃO POPULAR DO DISTRITO FEDERAL, DESTINADO AOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS; ENCONTRA-SE SOB ADMINISTRAÇÃO DA CEHAB-RJ DESDE 1978;
  13. 13. 1947
  14. 14. 1947
  15. 15. Painel de Portinari
  16. 16. Detalhe do painel de Portinari
  17. 17. 1936 Affonso Reidy
  18. 18. Conjunto Habitacional do Pedregulho, 1947 No projeto percebe-se nitidamente a preocupação de Reidy com o homem. Enfoca os espaços abertos e as áreas além da unidade habitacional. Defende que “habitar não se resume à vida no interior de uma casa (3). Propõem a composição entre a moradia e o espaço externo, instalando serviços complementares às famílias na mesma área do edifício principal. O complexo foi construído no Morro do Pedregulho em São Cristóvão, Rio de Janeiro, em 1947, pelo Departamento de Habitação Popular do Distrito Federal e destinava-se a atender à demanda habitacional de funcionários públicos do Estado. O projeto paisagístico é de Roberto Burle Marx e os painéis artísticos de autoria de Candido Portinari, Burle Marx e Anísio Medeiros.
  19. 19. Affonso Reidy“Affonso Eduardo Reidy lutava por uma arquitetura social e econômica. Toda a sua obra foi realizada nesse sentido. Não se conhece um só projeto seu que não fosse para a comunidade. Não projetou palácios nem prédios suntuosos, pois era cônscio da responsabilidade social da arquitetura. Foi sempre um arquiteto sóbrio e revolucionário no que fez.” (Carmen Portinho)
  20. 20. Fim Obrigado!

×