A disciplina do corpo

685 views

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
685
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
90
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A disciplina do corpo

  1. 1. 2005, Clinica Médica de Little Lever Pressão Arterial: 14x10 Colesterol: >240 Vida sedentária Alimentação incorreta Diagnóstico: Probabilidade de 11% de ter uma doença cardíaca nos próximos 10 anos
  2. 2. Porque essa preocupação com a barriga?
  3. 3. Diabetes Enfarto do Miocárdio AVC (Derrame) Desequilíbrio Hormonal CÂNCER
  4. 4. 2 – Aplicando em nossa própria vida 1 – Adquirindo Entendimento 3 – Ensinando outros
  5. 5. Somos tranformados pela renovação do nosso entendimento Romanos 12
  6. 6. 95% das pessoas que perdem peso através de dietas voltam ao peso anterior (Dr. Brian Wansinc) Mais de 60% dos pacientes que fazem redução de estômago voltam a engordar, e entre 40 a 50% voltam a ser obesos (Ludoana Barros)
  7. 7. Perda de Peso ou Redução da Gordura Abdominal: 20% - Exercícios 80% - ALIMENTAÇÃO 1 barra de chocolate = 5 Km de caminhada
  8. 8. Muito mais do que um ato físico, COMER É UM ATO EMOCIONAL
  9. 9. Nossas decisões começam como um impulso gerado no nosso inconsciente, muito mais ligado às emoções do que à análise lógica. Daí ele é filtrado no cortex pré-frontal, uma área bem pequena do nosso cérebro, quando comparado com o restante. Essa diferença gerou a analogia do Elefante e Condutor no livro “Switch”
  10. 10. Como Voce Decide:
  11. 11. Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico. …vejo nos meus membros outra lei guerreando contra a lei do meu entendimento, e me levando cativo à lei do pecado, que está nos meus membros.
  12. 12. Miserável homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor! De modo que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado. Romanos 7
  13. 13. Como direcionar esse “elefante”:
  14. 14. a) Comece com o fim em mente Muito importante - seu "condutor" precisa ter uma ideia clara de para onde está indo. Portanto tenha claramente em mente o que é o objetivo a ser atingido. Por exemplo - “Vou perder 5 cm de barriga até o fim do ano" 1 – Direcione o “Condutor”
  15. 15. b) Crie regras claras e simples Planos complicados fazem o nosso "condutor" patinar e ficar em análise excessiva da situação. Regras simples como "Não vou comer doces no meio de semana" funcionam melhor 1 – Direcione o “Condutor”
  16. 16. Pense 20% - Mais e Menos • 20% a menos do que voce deve comer menos • Frituras, doces, carbohidratos refinados, etc. • 20% a mais do que voce deve comer mais • Frutas, Legumes e Saladas 20% - está dentro da “margem de insensitividade” – você não sofre com isso
  17. 17. Ele é dirigido pelas emoções, portanto é facilmente influenciado por medo, raiva, ansiedade, apetites, etc. a) Procure o sentimento/propósito Como você vai se sentir quando conquistar isso? Lembre desse sentimento toda fez que o seu "elefante" tentar te levar pro lado errado, pra longe do seu alvo. Quais as pessoas que voce vai poder ajudar quando vencer essa batalha? Voce conhece alguem que é diabético ou tem pressão alta, ou é obeso, e que seria beneficiado pelo seu testemunho? 2 - Motive o Elefante
  18. 18. b) Encolha o desafio Não tente implementar a mudança toda de uma vez - vá passo-a-passo, quebre o desafio em "pedaços" e vença um por vez. 2 - Motive o Elefante
  19. 19. Voce deixa de comer/tomar todos os dias: E emagrece em 1 ano: 1 barra de chocolate 13 Kilos 1 Lata de Refrigerante 7 Kilos 1 Donut 22 Kilos
  20. 20. c) Adote uma mentalidade de crescimento ao invés de ser fatalista (síndrome de Gabriela - eu nasci assim, vou ser sempre assim) "Eu nasci assim, isso é genético" - é uma boa desculpa, mas não é totalmente verdade. “Eu tenho alma de gordo” 2 - Motive o Elefante
  21. 21. a) Altere o ambiente Exemplos de alterações no ambiente para te ajudar a chegar lá: • Não compre o que voce não deve comer • Não esparrame vasilhas com doces, quitandas e chocolates pela casa ou escritório • Não carregue “reservas” de comida no carro, bolsa, sacola • Em casamentos – voce não precisa encher a bolsa com doces para levar para casa. • Coma devagar. Demora 20 min. para a mensagem de “estou satisfeito” chegar do estômago para o cérebro. • Use pratos e vazilhas menores – TODOS nós somos vulneráveis ao efeito psicológico dessa mudança, e sem perceber reduzimos as quantias. 3 – Crie o Caminho
  22. 22. b) Crie hábitos/rituais Estabeleça rotinas que vão te ajudar a "automatizar" o que precisa ser feito. Por exemplo - colocar a roupa de malhar arrumada na frente da sua cama, para que quando acordar, você já "entre dentro dela" e vá para a academia. É um pequeno passo, mas ajuda a criar o hábito. 3 – Crie o Caminho
  23. 23. c) Encontre a sua "tribo" Relacione-se com pessoas que venceram essa mesma etapa. Aprenda com eles, copie os seus hábitos, investigue o que funcionou. Nós somos tremendamente influenciados pelas pessoas à nossa volta, portanto procure a "tribo" certa para te apoiar. 3 – Crie o Caminho
  24. 24. Fome Física Fome Emocional Cresce gradualmente Aparece de repente Manifesta do pescoço para baixo (estômago roncando) Manifesta do pescoço para cima (um “gosto” de sorvete) Ocorre algumas horas após uma refeição Ocorre a qualquer hora Desaparece quando voce come Continua mesmo quando você está satisfeito Voce come e se sente feliz e satisfeito Voce come e se sente culpado e envergonhado
  25. 25. Facebook.com/voceinteiro voceinteiro.com marcosbarros.com

×